A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fundamentos de Metodologia Dra. Maria de Mello Professor M. Aldeir Antônio Neto Rocha.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fundamentos de Metodologia Dra. Maria de Mello Professor M. Aldeir Antônio Neto Rocha."— Transcrição da apresentação:

1 Fundamentos de Metodologia Dra. Maria de Mello Professor M. Aldeir Antônio Neto Rocha

2 O que é Pesquisar? Um método sistemático de fazer e responder perguntas

3 Formas de aquisição do Conhecimento Prática Clínica Autoridade Tradição Dedução lógica Investigação Científica Intuição

4 Por quê pesquisa é importante? 1. Pesquisas aprimoram a prática clínica: 1.1. Estabelecem a eficácia do tratamento 1.2. Gera e valida a teoria usada para guiar a intervenção clínica

5 Por quê pesquisa é importante? 2. Pesquisa é um aspecto integral de qualquer profissão verdadeira 2.1. Promove a autonomia da profissão 2.2. Distingue a prática profissional da habilidade técnica

6 Por quê pesquisa é importante? 3. Pesquisa é um componente de qualquer disciplina acadêmica legítima. O aproveitamento de uma disciplina depende de uma postura investigadora por parte do aluno e estimulante por parte do professor.

7 Níveis de Envolvimento com Pesquisa Consumista Primário: Representa a habilidade de ler e interpretar acuradamente pesquisas publicadas nas revistas. Produtor : Envolve a habilidade de identificar o problema a ser pesquisado, selecionar o método investigativo, coletar e analisar os dados, e interpretar e divulgar os resultados

8 Níveis de Envolvimento com Pesquisa Consumista Profissional: Envolve a habilidade de aplicar e incorporar os achados de estudos e as metodologias aplicadas na prática clínica. Em reabilitação a principal meta de utilizar os achados e metodologias é melhorar o desempenho do cliente ( paciente).

9 Passos em uma investigação Científica 1. Identificação do problema 2. Formulação da pergunta ou hipótese 3. Revisão da literatura 4. Desenvolvimento do projeto de pesquisa 4.1. Selecionar o design 4.2. Coletar os dados 4.3. Analisar os dados 5. Interpretar os resultados 6. Partilhar / Divulgar os achados

10 Fontes de Idéias para Pesquisa 1. Dúvidas / Questões clínicas 2. Pesquisas prévias: 2.1. Pesquisas próprias 2.2. Pesquisas de outros 3. Previsões teóricas 4. Replicações 5. Necessidade de explicação de um fenômeno 6. Idéias de um mentor ou orientador

11 Revisão da literatura: 1. Ser o mais extensa possível 2. Realizada de forma sistematizada 3. Incluir o maior número de línguas possível ( cuidado com as traduções!) 4. Incluir relatos de pesquisas apresentados em congressos, teses, etc. 5. Selecionar os artigos que mais se aproximam do seu objeto de pesquisa. Ao término desse processo, você terá se tornado um “especialista” no assunto!!

12 Tipos de Revisão da Literatura 1. Revisão Integrativa: Sumariza as pesquisas realizadas sobre determinado assunto construindo um conclusão a partir de muitos estudos realizados separadamente mas que investigam problemas idênticos ou similares. 2. Revisão Teórica: O pesquisador espera apresentar as teorias oferecidas para explicar um determinado fenômeno, e compará-las considerando seu ponto de vista, a consistência interna de cada uma e a natureza de suas predições.

13 Tipos de Revisão da Literatura 3. Metodológica: O objetivo é examinar os métodos e definições operacionais que podem estar sendo utilizados em uma determinada área do conhecimento. Representam sempre uma crítica às pesquisas existentes, discutindo os artefatos que produziram os resultados, que as medidas não são confiáveis, e/ou que as condições limitam as conclusões que podem ser alcançadas.

14 4. Revisão Quantitativa: Meta- Análise Refere a análise estatística de uma grande coleção de resultados analisados com o objetivo de integrar os resultados. Conota uma rigorosa alternativa para administrar a rápida expansão do número de pesquisas publicadas. Forma sistemática de fazer uma revisão de literatura. Foca nos resultados, re-analisa os resultados.

15 Meta- Análise A premissa é que localizando e integrando estudos realizados separadamente sobre um mesmo tema, estaremos somando os resultados, ou seja mantendo a inferência científica como ponto central para validar esse conhecimento surgido por esta somatória, assim como as inferências envolvidas na análise dos dados dos estudos primários.

16 Meta- Análise Etapas: 1. Definição do problema 2. Coleta dos Dados 3. Avaliação dos Dados 4. Análise e Interpretação 5. Relato dos Resultados

17 Meta- Análise 1. Definição do problema: Definição das variáveis e do racional para relacionar uma variável a outra ( definir as variáveis para selecionar os artigos, fazer a mesma perguntas “aos artigos”). 2. Coleta dos Dados: Buscar todos os artigos reacionados com a área das variáveis escolhidas ( pesquisadores, citação em outros artigos, sumários de congressos, pesquisas não publicadas, pesquisas via computador, etc.)

18 Meta- Análise 3. Avaliação dos dados: Depois de coletar os artigos, eles devem ser relacionados os artigos que são relevantes ao assunto e os que não são ( defina as palavras chaves, como conseguiu os artigos, os banco de dados usados, etc.) 4. Análise dos dados: Utilizar estudos com desenhos semelhantes para poder somar os “n” e então combinar as probabilidades 5. Relatar os resultados: Introdução, Métodos, Resultados, Discussão, Conclusão.

19 Críticas à Meta-Análise 1. Mistura alhos e bugalhos: perguntas muito amplas, força estudos diferentes com medidas diferentes estarem juntos. 2. Promove padrão de julgamento proporcional à qualidade dos estudos revisados. 3. Pode ocorrer um tendência devido a amostra ( “bias”) 4. Pode ser usada com fins não éticos/científicos.


Carregar ppt "Fundamentos de Metodologia Dra. Maria de Mello Professor M. Aldeir Antônio Neto Rocha."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google