A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MENU TEMAS MENU TEMAS. Como Apresentar a Lição Como Jesus Ensinava Métodos de Ensino Preparo do Líder Para Ensinar Didática do Líder Didática do Líder.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MENU TEMAS MENU TEMAS. Como Apresentar a Lição Como Jesus Ensinava Métodos de Ensino Preparo do Líder Para Ensinar Didática do Líder Didática do Líder."— Transcrição da apresentação:

1 MENU TEMAS MENU TEMAS

2 Como Apresentar a Lição Como Jesus Ensinava Métodos de Ensino Preparo do Líder Para Ensinar Didática do Líder Didática do Líder de PG de PG Relacionamento Relacionamento Relacionamento Relacionamento Dicas de Sucesso Dicas de Sucesso Dicas de Sucesso Dicas de Sucesso

3 MENU TEMAS

4 Dê um caloroso “Como Vai?”Dê um caloroso “Como Vai?” para cada membro. Sinta-se verdadeiramente alegre porSinta-se verdadeiramente alegre por ver cada um dos membros no PG Dê as boas-vindas a alguém que tenhaDê as boas-vindas a alguém que tenha estado ausente por algum tempo. Dê as boas-vindas às visitas.Dê as boas-vindas às visitas. Convide aqueles que ainda não são membros do PG a fazerem parte do mesmoConvide aqueles que ainda não são membros do PG a fazerem parte do mesmo Não repreenda ninguém por ter estado ausente ou por não ter estudado a lição.Não repreenda ninguém por ter estado ausente ou por não ter estudado a lição. Manifeste interesse por todos.Manifeste interesse por todos. Dedique alguns minutos à Confraternização e ao Registro das Atividades do PG.Dedique alguns minutos à Confraternização e ao Registro das Atividades do PG. MENU TEMAS

5 Um começo estimulante cria interesse pelo estudo e prende a atenção dos membros. Faça uma breve descrição da lição. Diga, em poucas palavras, do que se trata. Mencione os objetivos da lição da semana. Faça uma pergunta ou conte algo relacionado com a lição para iniciar o estudo e captar o interesse das pessoas. O líder deve ganhar e manter o interesse do Pequeno Grupo, do contrário, é tempo perdido. 1. Faça uma boa e bem planejada Introdução: MENU TEMAS

6 Não explanar a lição em forma deNão explanar a lição em forma de discurso ou sermão e falando em voz alta, porém dialogando brandamente. Evitar a monotonia e a recitação.Evitar a monotonia e a recitação. Formule perguntas inteligentes que façam os participantes, pensarem.Formule perguntas inteligentes que façam os participantes, pensarem. “Não é melhor plano falarem os professores unicamente, mas deve levar a classe a falar o que sabe. Então, com umas poucas observações ou ilustrações claras e breves, deve o professor gravar- lhes na mente a lição.” CPPE, 115 e 116“Não é melhor plano falarem os professores unicamente, mas deve levar a classe a falar o que sabe. Então, com umas poucas observações ou ilustrações claras e breves, deve o professor gravar- lhes na mente a lição.” CPPE, 115 e Busque envolver os estudantes na discussão da lição: MENU TEMAS

7 Sob a direção de líderes sábios, osSob a direção de líderes sábios, os membros do PG tomarão mais interesse pela Palavra de Deus, e terão mais profunda visão das Escrituras. O líder não deve limitar-se a repetir as palavras da lição, mas precisa estar familiarizado não só com as palavras, mas com as idéias.O líder não deve limitar-se a repetir as palavras da lição, mas precisa estar familiarizado não só com as palavras, mas com as idéias. Há um hábito muito prejudicial ao aprendizado da lição, que é o de fazer comentários vazios, destituídos de conteúdo prático e relevante.Há um hábito muito prejudicial ao aprendizado da lição, que é o de fazer comentários vazios, destituídos de conteúdo prático e relevante. Encorajar a participação dos membros no estudo da lição.Encorajar a participação dos membros no estudo da lição. Leve perguntas, antecipadamente formuladas: Lembre-se que as melhores são aquelas que fazem a pessoa pensar.Leve perguntas, antecipadamente formuladas: Lembre-se que as melhores são aquelas que fazem a pessoa pensar. MENU TEMAS

8 Ensine por meio de ilustrações eEnsine por meio de ilustrações e experiências simples, como Jesus fazia. Lembre-se: A melhor abordagem é aquela centrada no viver diário. Fazer uma aplicação pessoal de cada tópico à vida e experiências diárias dos membros.Fazer uma aplicação pessoal de cada tópico à vida e experiências diárias dos membros. Use uma linguagem que todos possam entender. Deixe em casa todos os termos difíceis e elevados.Use uma linguagem que todos possam entender. Deixe em casa todos os termos difíceis e elevados. Incentive as respostas com base em um “Está Escrito”. Use a Bíblia.Incentive as respostas com base em um “Está Escrito”. Use a Bíblia. Evitar a leitura longa de notas e comentários.Evitar a leitura longa de notas e comentários. 3. Apresentar a Lição de maneira atrativa. MENU TEMAS

9 Abranger os pontos principais daAbranger os pontos principais da lição dentro do tempo designado. Não se demorar mais do que o necessário em um ponto, deixando os demais sem comentários ou aplicação. Seguir o rumo certo da lição, não divagando ilustrações ou pensamentos desconexos.Seguir o rumo certo da lição, não divagando ilustrações ou pensamentos desconexos. Planeje o seu tempo cuidadosamente.Planeje o seu tempo cuidadosamente. 4. Atingir em cheio o alvo da lição MENU TEMAS

10 Lição Nº. _____ Título ____________________________________ Esta semana, nós estudamos acerca de (resumir em apenas uma frase)_____________________________________________ ______ __________________________________________________ _____ O último objetivo do estudo daO último objetivo do estudo da Bíblia é colocar em prática o que se aprendeu. Todo apelo deve ser orientado nessa direção. 5. Faça um apelo: 6. Tendo em conta os pontos anteriores, elabore um simples PLANO DE ENSINO: MENU TEMAS

11 Os objetivos deste estudo foram (com suas próprias palavras): 1. ___________________________________________ _____ 2. ___________________________________________ _____ 3. ___________________________________________ _____ Ilustração ou pergunta para captar o interesse inicial do Pequeno Grupo:___________________________________________ ______ _________________________________________________ ______ MENU TEMAS

12 Perguntas para envolver os membros do Pequeno Grupo na discussão: 1. _____________________________________________ _ 2. _____________________________________________ _ 3. _____________________________________________ _ Textos Bíblicos ou citações do Espírito de Profecia que respondem essas questões (Anote apenas as referências): ___________________________________________________ _ MENU TEMAS

13 Aplicações à vida dos membros: 1.____________________________________________ 2.____________________________________________ 3.____________________________________________ MENU TEMAS

14 Apelo: Quero que cada um de vocês respondam a este estudo, fazendo o seguinte ___________________________________________ _____ MENU TEMAS

15 MENU TEMAS

16 O Mestre enviou-nos a pregar e a ensinar. Mas o que é que ensinamos? O conteúdo de nosso ensino é o Evangelho de Jesus Cristo. Por ter Jesus sido o maior Mestre que o mundo conheceu, recomendamos os métodos de ensino e as estratégias de aprendizado que Ele demonstrou na prática. MENU TEMAS

17 MÉTODOS DO GRANDE MESTRE “Que bênção não seria se todos ensinassem como Jesus o fazia!” CSES, 182. Consideremos alguns princípios educacionais extraídos dos métodos de Cristo. MENU TEMAS

18 Jesus era Mestre em duas importantes áreas da educação: o assunto e o discípulo. Se devemos seguir os métodos do Mestre por excelência, devemos não somente dominar a matéria, mas também conhecer as pessoas. O apóstolo João disse de Jesus: “E não precisava de que alguém Lhe desse testemunho a respeito do homem, porque Ele mesmo sabia o que era a natureza humana”. João 2:25 1. Jesus Observava as Pessoas MENU TEMAS

19 “Que vos parece?” era uma das expressões preferidas de Jesus. Os quatro evangelhos registram mais de cem perguntas que Jesus fez. Por que Jesus fazia tantas perguntas? Porque Ele sabia que uma boa pergunta prenderia a atenção e desafiaria o raciocínio. Este princípio está em harmonia com o que há de melhor nas atuais teorias sobre o ensino. Disse um educador: “Muitos alunos encontram dificuldades para ordenar seu pensamento, a menos que tenham a possibilidade de expressar oralmente sua confusão e declarar seus conceitos”. John T. Sisemore, Blueprint for Teaching, Jesus Fazia Perguntas MENU TEMAS

20 Ellen White declara ainda: “Ele (o aluno) deve ser levado a apresentar essa verdade claramente, com suas próprias palavras, para que seja evidente que vê a força da lição, e sabe aplicá- la”. CPPE, 434 As perguntas abrem caminho para a discussão e levam o estudante a participar. Elas ajudam o membro a pensar e a lidar com as grandes idéias. MENU TEMAS

21 Há pouco mérito em se formular uma pergunta - a menos que o líder dê tempo para que o aluno responda. O diálogo é uma parte importante do aprendizado. Jesus respeitava os discípulos e os ouvia. Devemos seguir Seu exemplo. 3. Jesus Sabia Ouvir MENU TEMAS

22 Está escrito”. É outra frase que Jesus repetia. Por quê? Porque as Escrituras davam autoridade a Suas mensagens. Referências freqüentes à Bíblia darão crédito às apresentações que fizermos. O poder de transformar vidas encontra-se na Palavra do Deus vivo. Como líderes, podemos entreter, podemos impressionar ou mesmo inspirar - mas é da Palavra viva que as pessoas necessitam mais. Nosso objetivo é inspirar os membros do PG a folhear a Bíblia e esquadrinhar as Escrituras em busca do conhecimento da verdade. 4. Jesus Usava As Escrituras MENU TEMAS

23 Jesus não queria que Seus seguidores fossem meros refletores das opiniões alheias. Desejava que Seus discípulos tivessem pensamentos próprios. Observemos estas palavras: “Os professores devem induzir os alunos a pensar, e a entender claramente a verdade por si mesmos. Não basta ao mestre explicar, ou ao aluno crer; cumpre suscitar o espírito de investigação, e o aluno ser atraído e enunciar a verdade em sua própria linguagem...” TS, vol. II p Jesus Queria Que As Pessoas Pensassem Por Si Mesmas Pensassem Por Si Mesmas MENU TEMAS

24 É necessário mais do que o conhecimento de fatos para mudar uma vida. Por isso, o maior desafio do líder é ajudar os membros do PG a transferirem a verdade para a sua vida. A verdade precisa causar mudanças na prática. 6. Jesus Ensinava As Pessoas A Aplicarem Lições Espirituais À Vida Quotidiana Lições Espirituais À Vida Quotidiana MENU TEMAS

25 “Mera compreensão intelectual da Palavra de Deus não será suficiente para influenciar os hábitos da vida, pois a vida é regulada pelas condições do coração. Depois de os professores da Escola Sabatina terem ensinado as lições da revelação externa, apenas iniciaram seu trabalho e não devem cessar os esforços antes de obter evidências de que os preceitos do Céu não só foram aceitos pelo entendimento do aluno, mas gravados no coração”. CSES, 37 MENU TEMAS

26 A maioria das pessoas aprecia o diálogo religioso. Mas a menos que a verdade seja praticada na vida, ela não terá sentido. Os líderes do PG não podem mudar os corações; essa é a tarefa do Espírito Santo. Mas eles podem usar métodos educativos úteis no processo de aprendizado. Observe as seguintes sugestões: A. Devemos conduzir nossos membros à Palavra, para que nela procurem respostas para os problemas da vida. “Os princípios da verdade gravados no coração, regra sobre regra, mandamento sobre mandamento, produzirão corretas ações”. CSES, 68 MENU TEMAS

27 B. No ensino da palavra de Deus, termos contemporâneos devem ser usados ao lado de situações com as quais todos devem ser usados ao lado de situações com as quais todos possam relacionar-se e que possam entender. O Evangelho possam relacionar-se e que possam entender. O Evangelho deve ser visto como relevante para os dias atuais. Foi deve ser visto como relevante para os dias atuais. Foi assim que Jesus ensinou. Ele falou acerca de impostos, assim que Jesus ensinou. Ele falou acerca de impostos, rebanhos e colheita. Ele estabelecia relações entre a rebanhos e colheita. Ele estabelecia relações entre a espiritualidade e o mercado, o lar, o casamento e as crianças. espiritualidade e o mercado, o lar, o casamento e as crianças. C. A ilustração é um recurso valioso para a aplicação dos ensinamentos. O líder deve usar histórias e partilhar suas próprias experiências. MENU TEMAS

28 D. Se o líder espera que as pessoas mudem sua vida, precisará concentrar seus esforços sobre uma forma de precisará concentrar seus esforços sobre uma forma de favorecer essa mudança. O enfoque do líder afetará favorecer essa mudança. O enfoque do líder afetará totalmente a sua maneira de preparar a lição. totalmente a sua maneira de preparar a lição. O líder deve perguntar-se: “Que mudanças eu gostaria que os membros do meu PG fizessem esta semana como resultado do estudo desta lição?”. MENU TEMAS

29 A repetição é um importante princípio da educação; reforça a verdade. Por que há quatro evangelhos na Bíblia? Uma das razões é a repetição. Jesus repetia importantes verdades vez após vez, porque Ele sabia quão facilmente nos esquecemos. No encerramento de uma lição, o líder deveria tomar alguns momentos para resumir: “O que foi que aprendemos hoje?” Enquanto os membros respondem, ele pode fazer um resumo dos pontos principais. Isso ajudará a fortalecer a memorização. Alguns podem considerar desnecessário esse procedimento no ensino de adultos, mas esta técnica é tão importante para adultos como para crianças. 7. Jesus Usava Repetições MENU TEMAS

30 Jesus demonstrou métodos notáveis de ensino. Ele programou a mente humana para aprender fazendo. O sistema sacrifical do Antigo Testamento era uma atividade de aprendizado. Os Evangelhos registram mais de 50 casos em que Jesus usou uma atividade como método de ensino. Vinte e quatro dessas atividades envolviam quatro ou mais dos cinco sentidos. Observe o seguinte: “Enchei as talhas com água”; “Lançai vossas redes ao mar”. Jesus instituiu o batismo por imersão, o lava-pés e a Ceia do Senhor. Tudo isso constitui atividades de aprendizado. 8. Jesus Usava Atividades de Aprendizado MENU TEMAS

31 As pesquisas modernas no campo da educação mostram que o envolvimento das pessoas, utilizado por Jesus, é um método eficiente de aprendizado. Depois de três dias, a pessoa comum recorda: - 10% daquilo que leu; - 20% daquilo que ouviu; - 30% daquilo que viu; - 50% daquilo que ouviu e viu; - 70% daquilo que disse; - 90% daquilo que disse e fez. (Baseado na pesquisa da Universidade do Texas). MENU TEMAS

32 MENU TEMAS

33 Antes de estudarmos os métodos de ensino precisamos considerar alguns pontos: O QUE É ENSINAR? Ensinar não é meramente informar.Ensinar não é meramente informar. Ensinar é fazer aprender.Ensinar é fazer aprender. Aprender é mudar de atitude.Aprender é mudar de atitude. Se o membro do PG não mudou de atitude é porque o líder realmente não ensinou.Se o membro do PG não mudou de atitude é porque o líder realmente não ensinou. Se formos fracos em nosso ensino é porque não temos nos comunicado com a fonte do poder.Se formos fracos em nosso ensino é porque não temos nos comunicado com a fonte do poder. MENU TEMAS

34 “Aprender é qualquer mudança que nos leve para mais perto de Cristo e a ser mais semelhantes a Deus no caráter”. Técnicas de Ensino, 11. MENU TEMAS

35 COMO AS PESSOAS APRENDEM? De acordo com uma pesquisa realizada pela Revista Você S.A., Set./2002, pág. 27, a aprendizagem é adquirida através de: 5% Palestras 5% Palestras 10% Leitura 20% Audiovisual 30% Demonstrações 50% Grupos de Discussão 75% Praticar - Fazer 80%Ensinar outros - Uso Imediato MENU TEMAS

36 Isso mostra que o método ideal é aquele em que há envolvimento e participação dos membros. Como líderes, devemos aprender e usar os melhores métodos. Em muitos Pequenos Grupos os líderes tem usado métodos que na maioria das vezes não estimulam o envolvimento e a participação do membro. Esses métodos dificultam a aprendizagem. A seguir os três métodos que são os mais usados. MENU TEMAS

37 1. Método de Palestra ou Discurso 1. Método de Palestra ou Discurso Provavelmente este é o método mais usado no Pequeno Grupo.Provavelmente este é o método mais usado no Pequeno Grupo. É uma apresentação oral por parte do líder.É uma apresentação oral por parte do líder. O líder procura comunicar a informação obtida.O líder procura comunicar a informação obtida. É o método do “funil” porque o Pequeno Grupo não participa.É o método do “funil” porque o Pequeno Grupo não participa. É mais fácil para o líder requer pouco preparo.É mais fácil para o líder requer pouco preparo. “Geralmente aprender sem participar não deixa“Geralmente aprender sem participar não deixa impressão duradoura. Portanto, o método discursivo não é o melhor.” Ens., 75 MENU TEMAS

38 “Não é melhor plano falarem os professores, unicamente, mas devem levar a classe a dizer o que sabe. Então, com umas poucas observações ou ilustrações claras e breves, deve o professor “Não é melhor plano falarem os professores, unicamente, mas devem levar a classe a dizer o que sabe. Então, com umas poucas observações ou ilustrações claras e breves, deve o professor gravar-lhes na mente a lição”. CSES, 115. Ellen White afirma: MENU TEMAS

39 Por este método, o líder segue pergunta por pergunta e lê algumas notas e comentários da lição; e os membros lêem as respostas. A lição é estudada de maneira mecânica e estereotipada. Depois de apresentar todas as perguntas e comentários termina o Pequeno Grupo. 2. Método Recitativo MENU TEMAS

40 Nem o líder nem os membros do PG dedicaram tempo para raciocinar e refletir sobre o estudo. “Um bom professor é aquele que faz com que os seus alunos pensem por si mesmos. Não se pode aprender quando não se pensa. Um bom professor fará tudo que estiver ao seu alcance para induzir os membros da classe a pensar”. Ensino dinâmico na Escola Sabatina, 28. Não se pode aprender quando não se pensa. Um bom professor fará tudo que estiver ao seu alcance para induzir os membros da classe a pensar”. Ensino dinâmico na Escola Sabatina, 28. “Recitar uma lição perante a classe não é ensiná-la”. CSES, 118. O método recitativo não estimula o pensamento e de fato é contraproducente ao processo do ensino. MENU TEMAS

41 Este é o método ideal. Nele o líder apresenta os pontos principais através de perguntas chaves. Ele atrai a atenção e busca a participação dos membro. Os membros pensam e se expressam trocando idéias e participando do estudo. A participação no PG não se destina apenas a produzir um ambiente interessante para a realização do estudo, mas as palavras proferidas pelos membros do PG irão fortalecer a informação e desenvolver o caráter. “As palavras são mais que um indício do caráter; têm poder de reagir sobre o caráter. Os homens são influenciados por suas próprias palavras”. DTN, O Método Participativo MENU TEMAS

42 Estimule os membros do PG a expressarem seus próprios pensamentos. Este método ensina o membro a pensar, ouvir, fazer julgamentos e expressar seus pensamentos.Pensar é absolutamente necessário para poder aprender. O ensino cristão ideal deve levar o povo a pensar. Este método ensina o membro a pensar, ouvir, fazer julgamentos e expressar seus pensamentos.Pensar é absolutamente necessário para poder aprender. O ensino cristão ideal deve levar o povo a pensar. Se não pensar, não agirá. “Cada ser humano, criado à imagem de Deus, está dotado de uma faculdade semelhante a do Criador: A individualidade, a faculdade de pensar e agir. MENU TEMAS

43 É a obra da verdadeira educação desenvolver esta faculdade, adestrar os jovens para que sejam pensantes e não meros refletores do pensamento de outrem.” Educação, 17. “Não é desígnio de Deus que nenhuma criatura humana submeta a mente e a vontade ao domínio de outra, tornando-se um instrumento passivo em suas mãos. Ninguém deve fundir sua individualidade na de outrem”. “Não é desígnio de Deus que nenhuma criatura humana submeta a mente e a vontade ao domínio de outra, tornando-se um instrumento passivo em suas mãos. Ninguém deve fundir sua individualidade na de outrem”. A Ciência do Bom Viver, 242. “A mente de um homem não deve controlar a de outro" Testimonies, vol.4, 609. MENU TEMAS

44 A importância da participação Aprofundar o companheirismo e aproximar as pessoas. Despertar o desejo natural de expressar as próprias idéias e sentimentos. Criar uma atmosfera própria para a aprendizagem. Ajudar o líder a descobrir as necessidades dos membros do PG. Relacionar o conteúdo das lições com as necessidades de cada membro para aplicá-las à sua vida. MENU TEMAS

45 O líder deve motivar a participação O líder deve motivar a participação Oferecer oportunidades para que todos participem. Oferecer oportunidades para que todos participem. Liderar e mediar a discussão das idéias. Liderar e mediar a discussão das idéias. Conduzir o assunto de acordo com os objetivos da lição. Conduzir o assunto de acordo com os objetivos da lição. Ajudar os que são tímidos e têm dificuldades de se expressar.Ajudar os que são tímidos e têm dificuldades de se expressar. Capacitar os membros do PG para pensar e expressar suas idéias.Capacitar os membros do PG para pensar e expressar suas idéias. Controlar para que ninguém fale demais e monopolize a discussão.Controlar para que ninguém fale demais e monopolize a discussão. Esclarecer as respostas dos membros do PG que não ficarem claras.Esclarecer as respostas dos membros do PG que não ficarem claras. Precisamos levar os membros do PG a pensar e raciocinarPrecisamos levar os membros do PG a pensar e raciocinar por si próprios. Só assim os membros poderão mudar atitude.Eles serão levados para mais perto de Cristo e se tornarão mais semelhantes a Ele. MENU TEMAS

46 MENU TEMAS

47 1. Orar pedindo entendimento. “Enquanto estudais, orai: 'Desvenda os meus olhos, para que veja as maravilhas da Tua lei.' Salmo 119:18. Quando o professor confiar em Deus, e orar, o Espírito de Cristo virá sobre ele, e por meio dele Deus atuará, pelo Seu Espírito Santo, na mente do estudante.” Conselhos aos Professores, 153. PASSOS PARA O PREPARO MENU TEMAS

48 2. Estudar toda a lição nos primeiros dias da semana - Não deixando para a última hora. semana - Não deixando para a última hora. 3. Ler as passagens bíblicas encontradas na lição Se possível usar várias versões da Bíblia para compreender melhor o texto bíblico. Permitir que a Bíblia fale por si só. MENU TEMAS

49 “Ao examinar as Escrituras não vos esforceis por interpretar-lhes as declarações de acordo com vossas idéias preconcebidas.” CSES, 25 Quando o estudante já possui uma idéia e busca a Escritura para confirmar seu próprio pensamento ele faz um estudo dedutivo da Bíblia, esta é uma forma errada de estudo. O melhor método é quando pedimos a Deus que nos revele o significado do texto bíblico, lemos a Bíblia sem nossas próprias idéias pré-concebidas e perguntamos: O que a Bíblia diz? O que ela quer dizer? Que devo fazer? Qual é a sua mensagem para mim? Esta é a forma correta de estudar a Bíblia. MENU TEMAS

50 4. Diariamente tomar tempo para estudar a lição e refletir sobre o assunto. lição e refletir sobre o assunto. A reflexão deixará as idéias da lição claras em sua mente. “Aprendei a refletir, da mesma maneira que a estudar, a fim de vossa mente se poder ampliar, fortalecer e desenvolver.” Conselhos aos Professores, 428. MENU TEMAS

51 5. Usar ferramentas de pesquisa que ajudarão a ampliar o conhecimento do assunto. ampliar o conhecimento do assunto. Espírito de Profecia.Espírito de Profecia. Concordância Bíblica.Concordância Bíblica. Comentários Bíblicos.Comentários Bíblicos. 6. Buscar ilustrações para a lição. Durante a semana, preste atenção nas situações do dia a dia de onde você pode tirar ilustrações para a apresentação da lição. Procure tornar-se melhor observador; você perceberá que muitas situações da vida diária são ilustrações que servirão como chaves para abrir os corações à mensagem bíblica. MENU TEMAS

52 7. Escolher uma boa introdução para a apresentação e discussão da lição. apresentação e discussão da lição. A introdução tem o objetivo de chamar a atenção dos membros, despertar o interesse pelo assunto e motivar a participação de cada um. 8. Participar da reunião de líderes É a oportunidade de enriquecer sua experiência, trocar idéias e adquirir maior conhecimento sobre a lição. MENU TEMAS

53 9. Elaborar um plano de ensino da lição. Cada líder deve elaborar seu próprio plano de ensino. O que é um plano de ensino? É um resumo ou esboço da lição com os objetivos e pontos principais do estudo. MENU TEMAS

54 A importância de fazer um plano de ensino: Dá uma visão da lição como um todo.Dá uma visão da lição como um todo. Ajuda na escolha dos materiais e na maneira de apresentar a lição.Ajuda na escolha dos materiais e na maneira de apresentar a lição. Guia o líder no estudo com o grupo do Pequeno Grupo e evita que fuja do assunto da lição.Guia o líder no estudo com o grupo do Pequeno Grupo e evita que fuja do assunto da lição. Ajuda o líder a usar melhor o tempo destinado ao estudo, não gastando tempo com questões deAjuda o líder a usar melhor o tempo destinado ao estudo, não gastando tempo com questões de menor importância. Ajuda o líder a relacionar a lição com asAjuda o líder a relacionar a lição com as necessidades de cada membro do Pequeno Grupo. MENU TEMAS

55 Como Fazer? Texto Chave: Ele está na da lição.Ele está na da lição. É uma breve afirmação daquilo que a lição ensinará na semana.É uma breve afirmação daquilo que a lição ensinará na semana. Os objetivos para o líder: Transmitir ao membro do PG conhecimentoTransmitir ao membro do PG conhecimento do tema bíblico da lição. Despertar no membro do PG o desejo deDespertar no membro do PG o desejo de aceitar o que a Bíblia está ensinando. Levar o membro do PG a colocar emLevar o membro do PG a colocar em prática a verdade ensinada. MENU TEMAS

56 Pontos principais da lição: Deve destacar 3 ou 4 pontos principais que sejam a essência da lição em forma de perguntas que conduzam o PG à participação.Deve destacar 3 ou 4 pontos principais que sejam a essência da lição em forma de perguntas que conduzam o PG à participação. Selecionar os textos bíblicos relacionados com os pontos principais e apresentá-los ao PG, permitindo que a autoridade bíblica convença os membros do PG da mensagem estudada.Selecionar os textos bíblicos relacionados com os pontos principais e apresentá-los ao PG, permitindo que a autoridade bíblica convença os membros do PG da mensagem estudada. Deve tornar a verdade clara e práticaDeve tornar a verdade clara e prática aos membros do PG. MENU TEMAS

57 A aplicação da lição à vida diária: Elaborem [os professores] planos para fazerem aplicação prática da lição” CSES, 113.Elaborem [os professores] planos para fazerem aplicação prática da lição” CSES, 113. Conduza seu Pequeno Grupo a um comprometimento de viver aquilo que aprendeu.Conduza seu Pequeno Grupo a um comprometimento de viver aquilo que aprendeu. Na parte da aplicação da lição peça aos membros para falarem como o ensino da lição pode ser partilhado em casa, no trabalho ou no lazer.Na parte da aplicação da lição peça aos membros para falarem como o ensino da lição pode ser partilhado em casa, no trabalho ou no lazer. Relacione o assunto com asRelacione o assunto com as necessidades dos membros do PG e faça uma aplicação. MENU TEMAS


Carregar ppt "MENU TEMAS MENU TEMAS. Como Apresentar a Lição Como Jesus Ensinava Métodos de Ensino Preparo do Líder Para Ensinar Didática do Líder Didática do Líder."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google