A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Feira de Santana 2010 Alan Franco Ramos Álvaro Franco Ramos Thaiane Pinheiro Bastos Verena Gonçalves Pereira.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Feira de Santana 2010 Alan Franco Ramos Álvaro Franco Ramos Thaiane Pinheiro Bastos Verena Gonçalves Pereira."— Transcrição da apresentação:

1 NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Feira de Santana 2010 Alan Franco Ramos Álvaro Franco Ramos Thaiane Pinheiro Bastos Verena Gonçalves Pereira

2 H ISTÓRICO Até o início do séc. XX, tanto em Portugal como no Brasil, a ortografia era unificada; Com a implantação da República em Portugal houve uma profunda reforma ortográfica (1911); A Reforma Ortográfica de 1911 foi feita sem qualquer acordo com o Brasil, ficando os dois países com ortografias diferentes; Com o passar dos anos a Academia das Ciências de Lisboa e a Academia Brasileira de Letras protagonizaram sucessivas tentativas de estabelecer uma grafia comum a ambos os países;

3 A duplicidade ortográfica permaneceu depois do fracasso do Acordo unificador assinado em 1945: Portugal adotou, mas o Brasil voltou ao Acordo de 1943; Nos anos seguintes, ocorre a assinatura do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990.

4 Q UEM ASSINOU O ACORDO ? Angola; Brasil; Cabo Verde; Guiné-Bissau; Moçambique; Portugal; São Tomé e Príncipe; Timor-Leste (depois de sua independência em 2004).

5 A RGUMENTOS A FAVOR DO ACORDO Insustentabilidade da situação presente; Assegurar a unidade da língua; Simplificação da escrita; Difusão internacional do português; Inevitabilidade de sua aplicação.

6 A RGUMENTOS CONTRA O ACORDO Necessidade e custo da proposta; Falsa ideia de fortalecimento da língua portuguesa; Possibilidade de múltiplas grafias (facultatividades); Interesses políticos.

7 P ERÍODO DE ADAPTAÇÃO NO B RASIL DECRETO Nº 6.583, DE 29 DE SETEMBRO DE Art. 2º O referido Acordo produzirá efeitos somente a partir de 1º de janeiro de Parágrafo único. A implementação do Acordo obedecerá ao período de transição de 1º de janeiro de 2009 a 31 de dezembro de 2012, durante o qual o existirão a norma ortográfica atualmente em vigor e a nova norma estabelecida.

8 R ESUMO :

9 H ÍFEN Antes da Mudança:Nova Regra:Depois da Mudança: Ante-sala; Auto-retrato; Auto-regulamentação; Contra-regra; Não se emprega o hífen nos compostos em que o prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa com r ou s, devendo essas consoantes se duplicarem. Antessala; Autorretrato; Autorregulamentação; Contrarregra; O uso do hífen permanece nos compostos em que os prefixos super, hiper, inter, terminados em r apareçam combinados com elementos também iniciados por r : hiper-rancoroso, inter-racial, super-resistente.

10 Antes da Mudança:Nova Regra:Depois da Mudança: Auto-afirmação; Auto-ajuda; Extra-oficial. Não se emprega o hífen nos compostos em que o prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa por vogal diferente. Autoafirmação; Autoajuda; Extraoficial. O uso do hífen permanece nos compostos com prefixo em que o segundo elemento começa por h: anti-hemorrágico.

11 Antes da Mudança:Nova Regra:Depois da Mudança: Antiinflamatório; Microondas; Aquiinimigo. Emprega-se o hífen nos compostos em que o prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa por vogal diferente. Anti-inflamatório; Micro-ondas; Aqui-inimigo. No caso do prefixo co, em geral, não se usa o hífen, mesmo que o segundo elemento comece pela vogal o : cooperação, coordenador.

12 T REMA Antes da Mudança:Nova Regra:Depois da Mudança: Agüentar; Conseqüência; Cinqüenta. O trema é eliminado em palavras portuguesas e aportuguesadas. Aguentar; Consequência; Cinquenta. O trema permanece em nomes próprios estrangeiros e seus derivados: Müller.

13 A CENTUAÇÃO Antes da Mudança:Nova Regra:Depois da Mudança: Assembléia; Idéia; Bóia; Heróico. Não se acentua os ditongos abertos ei e oi nas palavras paroxitonas. Assembleia; Ideia; Boia; Heroico. O acento nos ditongos ei e oi permanece nas palavras oxítonas e monossílabos tônicas de som aberto: herói, dói, constrói, anéis. O acento no ditongo eu permanece: chapéu, véu.

14 Antes da Mudança: Nova Regra:Depois da Mudança: Enjôo; Vôo. Não se acentua o hiato oo Enjoo; Voo. Antes da Mudança: Nova Regra:Depois da Mudança: Crêem; Dêem; Lêem. Não se acentua o hiato ee dos verbos crer, dar, ler, ver e seus derivados (3ª pessoa do plural) Creem; Deem; Leem;

15 Antes da Mudança:Nova Regra:Depois da Mudança: Sábia = sabedora Sabia = verbo saber Não se acentuam as palavras paroxítonas que são homógrafas ( palavras que têm grafia igual e significação diferente) Sabia = sabedora Sabia = verbo saber O acento diferencial permanece nos homógrafos: pode (3ª pessoa do singular do presente do indicativo do verbo poder) e pôde (3ª pessoa do pretérito perfeito do indicativo). O acento diferencial permanece em pôr (verbo) em oposição a por (preposição). Ex.: Ela é muito sabia! Ela não sabia do ocorrido na noite anterior.

16 Antes da Mudança:Nova Regra:Depois da Mudança: Baiúca; Feiúra; Não se acentuam o i e u tônicos das palavras paroxítonas quando precedidas de ditongo. Baiuca; Feiura.

17 A LFABETO Antes da Mudança:Nova Regra:Depois da Mudança: O alfabeto era formado por 23 letras, mais as letras chamadas de “especiais”: k, w, y. O alfabeto é formado por 26 letras. As letras k, w, y fazem parte do alfabeto. Adotou-se a convenção internacional: o k vem depois do j, o w depois do v e o y depois do x.

18

19 Pela Regra AntigaSua RespostaPela Regra Nova Freqüência Hebréia Papéis Perdôo Supra-renal Müller Microônibus Semi-árido

20 Pela Regra AntigaSua RespostaPela Regra Nova FreqüênciaFrequência HebréiaHebreia Papéis PerdôoPerdoo Supra-renalSuprarrenal Müller MicroônibusMicro-ônibus Semi-áridoSemiárido

21 R EFERÊNCIAS BECHARA, Evanildo. Introdução ao Novo Acordo Ortográfico. Disponível em:. Acesso em: 09 out http://www.universitario.com.br/noticias/noticias_noticia.php?id_not icia=6812 BRASIL. Decreto nº 6.583, de 29 de setembro de Dispõe sobre o acordo ortográfico da língua portuguesa, assinado em Lisboa, em 16 de dezembro de FARACO, Carlos. Novo acordo Ortográfico. Disponível em:. Acesso em: 09 out http://marcosbagno.com.br/site2/conteudo/arquivos/for_novoacordo.p df TEXTO ADAPTADO DO MANUAL UERGS. Novo acordo ortográfico-histórico. Disponível em: ia=6831. Acesso em: 09 out ia=6831 TUFANO, Douglas. Guia Prático da Nova Ortografia. São Paulo: Editora Melhoramentos, 2008.


Carregar ppt "NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Feira de Santana 2010 Alan Franco Ramos Álvaro Franco Ramos Thaiane Pinheiro Bastos Verena Gonçalves Pereira."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google