A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ASP (Active Server Pages) Prof. Tales Cabral COLÉGIO DA IMACULADA Curso Técnico em Informática 3º Módulo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ASP (Active Server Pages) Prof. Tales Cabral COLÉGIO DA IMACULADA Curso Técnico em Informática 3º Módulo."— Transcrição da apresentação:

1 ASP (Active Server Pages) Prof. Tales Cabral COLÉGIO DA IMACULADA Curso Técnico em Informática 3º Módulo

2 Quem reconhece? O ASP é interpretado pela maioria dos navegadores, entre eles: Internet Explorer, Firefox, Chrome, Opera... O que é necessário para reconhecer? Enquanto a edição, o computador deve ser configurado como servidor (IIS – Internet Information Services). Após o site criado, a hospedagem deve ser feita em algum servidor que aceite ASP (Windows). Importante: no momento da criação, se o programador deseja sua página ASP como principal, deverá salvar o arquivos como default.asp (conf. IIS).

3 Quem edita? O ASP é editado por qualquer ferramenta de edição de HTML, inclusive Bloco de Notas. Para isso, é necessário somente colocar os comandos entre os delimitadores ASP: <% Código %>

4 COMO FUNCIONA?

5 Um usuário qualquer entra na página principal de uma agenda virtual da sua empresa. Nesta página, existem para todas as letras do alfabeto e para todas as cidades listadas na agenda. Usuário clica no link de algum site ASP Uma rotina ASP é adicionada no servidor. servidor BD O servidor lê e executa as instruções ASP O servidor busca no BD todos os registros que contém a letra desejada. Os registros são retornados do banco de dados (Access, SQL Server, DBase...) para o servidor O servidor se encarrega de montar os dados vindos do BD em forma de HTML conforme a exibição mais adequada Para o usuário, apenas será exibida uma página em HTML nativo Funcionamento do ASP ASP

6 Esquema de Funcionamento Cliente solicita página *.asp; Servidor abre a página e lê seu conteúdo: Se encontra tags HTML  envia direto ao cliente; Se encontra comandos de script: 1. Pára o envio; 2. Processa os comandos; Servidor envia o resultado HTML ao cliente.

7 Considerações Iniciais No ASP: <% início do trecho de código ASP %> final do trecho de código ASP ' (aspas simples) usada antes de comentários dentro do código = é usado no modo de programação por mesclagem de códigos HTML e ASP. O que difere do PHP: final do trecho de código PHP

8 O Arquivo em asp é salvo como “nomearquivo.asp” para que sejam reconhecidos seus comandos no web browser; Deve haver um servidor instalado (PWS 1 ou IIS 2 ) na máquina para que sejam reconhecidos seus comandos no web browser; Os comandos em asp são colocados entre os delimitadores ; Não é necessário “;” (ponto-e-vírgula) ou qualquer outro marcador para terminar uma linha de código. A declaração de variáveis não depende da cláusula “var” e não é obrigatória a inicialização Eventualmente, deve-se declarar uma variável utilizando-se a cláusula “dim”. Ex.: Dim variável O código asp pode ser inserido dentro da programação html ou o código html pode ser inserido dentro da programação asp Regras 1 PWS (Personal Web Server) – Windows 95 e Windows 98 2 IIS (Internet Information Services) – Windows XP em diante.

9 Primeiro exemplo <% quem = "turma do 3o Módulo de Informática" response.write "Olá " & quem %> O exemplo a seguir simplesmente exibe uma mensagem de cumprimento no browser. Arquivo: ola.asp

10 Explicação do primeiro exemplo <% quem = "turma do 3o Módulo de Informática" response.write "Olá " & quem %> delimitadores concatena strings variável atribuição de valor comando para escrita na tela

11 página em HTML e ASP Olá Mundo!!! <% ' (aspas simples significa observação-comentário dentro do código) ' a linha abaixo tem o mesmo efeito do html response.write " Olá Mundo " %> Aspas simples

12 Como funciona o ASP? Olá Mundo!!! <% response.write " Olá Mundo!!! “ Response.write “ Célula1 ” & VbCrLf %> Response.write União dos comandos: CR ( Carriage Return - chr(13)) – avançar linha LF (Line Feed - chr(10) – retorno do carro Junta strings (concatena) ou termina a linha.

13 Segundo exemplo <% a = 10 b = 2 response.write a * b %> O exemplo a seguir simplesmente exibe uma mensagem, que é o resultado de uma operação realizada entre variáveis, no browser. Arquivo: variaveis.asp Exercício1: Criar um arquivo com o nome exemplo1.asp. O objetivo é atribuir valores para 4 variáveis (nome, idade, nota1 e nota2). Ao término, exibir na tela o nome da pessoa, ano de nascimento e média aritmética de suas notas.

14 Terceiro exemplo <% ‘iniciar a variável acao=”passear”%> Eu hoje fui, para o Alentejo… O exemplo a seguir simplesmente exibe uma mensagem, que é o valor de uma variável, em uma parte do código HTML. Arquivo: exibevar.asp Exercício2: Como o exemplo acima, iniciar as variáveis: nome, , telefone, produtocomprado, preco, vencimento, empresa. No corpo do documento, será montada uma carta a ser apresentada à pessoa dos valores das variáveis, como sendo uma carta de cobrança pelo produto não pago.

15 Quarto exemplo <% a=10 b=100 if a < b then response.write “a é menor que b” else if a > b then response.write “a é maior que b” end if %> O exemplo a seguir utiliza o comando if para comparar variáveis e descobrir o maior valor entre elas. Arquivo: maior.asp Exercício3: Como no exemplo, atribuir valores para as variáveis nome, anodenascimento e exibir na tela mensagem para “Já pode votar” ou “Ainda não tem permissão para votar”.

16 Quinto exemplo <% a= 4 b=12 if a < b then ‘ comparação entre dois valores for I=0 to a ‘ ciclo FOR response.write “ a(“ & a & ”) é maior que “ & I & “ ” ‘ o símbolo em HTML simboliza mudança de linha ‘ no mesmo parágrafo next I ‘ final de ciclo FOR else if a>b then I = a While b O exemplo ao lado utiliza o comando “for” para exemplificar uma repetição (0 a 4) em ordem crescente e o comando “while” para exemplificar uma repetição (de “a” a “b”) em ordem descrescente. Arquivo: repeticoes.asp

17 Sexto exemplo <% resposta = 4 Select case resposta case “1” response.write “ Não é ” & resposta case “2” response.write “ Não é ” & resposta case “3” response.write “Acertou é ” & resposta case “4” response.write “ Não é ” & resposta case else response.write”Desconhecido….” end select %> O exemplo ao lado utiliza o comando “case” para exemplificar uma lista de condições de acordo com valor de uma variável Arquivo: usandocase.asp

18 Sétimo exemplo <% contador = 1 while contador<6 %> <% contador = contador + 1 wend %> O exemplo ao lado utiliza o comando “while” para gerar uma tabela de 6 linhas com diferentes valores para os campos. Cada linha conterá diferentes valores para cada coluna. Arquivo: geratabela.asp Exercício4: Gerar uma tabela de 6 linhas por 4 colunas, contendo como conteúdo o valor “LXCY”.

19 Oitavo exemplo Teste <% contador = 1 while contador<8 %> ”>TESTE <% contador=contador + 1 wend %> O exemplo ao lado utiliza o comando “while” para gerar diferentes formatos na palavra “teste”. Arquivo: diferente.asp

20 Operadores comparativos e Operadores algébricos

21 Nova regra 1 ASP – regra1 Valor de B = VBScript só aceita um comando por linha Correção: separar os comandos por : (dois pontos) linha1.asp

22 Nova regra 2 ASP – regra2 <% texto = “Paulo Henrique” + “Guaraciaba”%> <% texto = “Paulo Henrique” + _ “Guaraciaba”%> Nome = Um comando não pode existir em mais de uma linha: Correção: colocar o comando numa única linha ou usar o caractere _ (underline). linha2.asp

23 Nova regra 3 ASP e Option Explicit v1 = 100 v2 = 200 v3 = 300 %> V1= V2= V3= Se utilizar a cláusula “Option Explicit”, deve ser obrigatória a declaração das variáveis variavel.asp

24 Exemplo com Tipos de Dados pagina5 Tipos em ASP <% Dim A, B, S, R(2) A = Paulo Henrique B = 200 S = #24/09/2001# R(0) = Paulo Henrique R(1) = 200 R(2) = #24/09/2001# %> nome = número = data = elemento 1 do vetor = elemento 2 do vetor = elemento 3 do vetor = Os tipos de dados suportados pelo ASP são: Apenas 1: Variant. Porém este tipo pode ser: Integer, Long, Single, Double, Date, String, Boolean, Null, Empty, Object, Array (T) tiposdedados.asp

25 Exemplo com chamada/troca de dados HTML que chama o ASP Clique neste botão para saber as Horas: Clique neste botão para saber a Data: Existem 2 métodos de troca de dados GET (exibe na barra de endereços) e POST (não exibe) ex1.html

26 Exemplo com chamada/troca de dados Horas... São exatamente. horas.asp Data de Hoje... Hoje é. data.asp

27 Exemplo com chamada/troca de dados Código que roda no Cliente. SUB BOTAO1_ONCLICK() RodarCli.BOTAO1.Value = "Mudamos o Value!" END SUB Trocas para o mesmo site. muda.asp

28 Acessando Banco de Dados (ADO) O ADO é instalado junto ao IIS e também encontra-se no servidor O ADO possui objetos

29 Acessando Banco de Dados (ADO) Exemplo de conexão <% Set Conex = Server.CreateObject (“ADODB.Connection”) Conex.Open “BancoDados”, “ ”, “ ” Set RS = Server.CreateObject ("ADODB.RecordSet") RS.Open "SELECT * FROM TabClientes", Conex, 3, 3 %> Set Conex = Server.CreateObject("ADODB.Connection") 'Abre a conexão com o banco de dados utilizando o Driver {Microsoft Access... '(*.mdb) indica que o arquivo utiliza extensão mdb Conex.Open "DBQ=" & Server.MapPath("bd.mdb") & ";Driver={Microsoft Access Driver (*.mdb)}“[,"username","password“] strQuery = "INSERT INTO tAtraso (num,data,aluno,serie,periodo,motivo,obs,turno,discip) VALUES ('"&numeroatraso&"','"&dataatraso&"','"&nomealuno&"','"&turmaaluno&"','"&periodoatra so&"','"&motivoatraso&"','"&observacao&"', '"&turnoatraso&"', '"&disciplinaaluno&"')“ Set ObjRs = objConn.Execute(strQuery) Conex.close

30 Acessando Banco de Dados (ADO) - Exemplo <% Dim Conexao Set Conexao = Server.CreateObject("ADODB.Connection") Conexao.Open "DRIVER={Microsoft Access Driver (*.mdb)}; DBQ=" & Server.MapPath("\db\bancodedados.mdb") Set Registros = Conexao.execute(“select * from tabela”) Registros.movefirst Do while NOT Registros.EOF Response.write “ ” & Registros.campo1 & VbCrLf Registros.movenext Loop Registros.close Set Registros = Nothing Conexao.close %>

31 Recordset

32 Conectado a diferentes drivers Usando Driver ODBC Elemento comum: Set Conexao = Server.CreateObject(“ADODB.Connection”) ASP  ACCESS MDB: Conexao.Open "Driver={Microsoft Access Driver (*.mdb)};DBQ=“&Server.MapPath("/jsmith/data/statistics.mdb") ACCDB: _______________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ASP  MySQL Conexao.Open "DRIVER={MySQL ODBC 5.1 Driver}; SERVER=ENDEREÇO_DA_BASE_MYSQL; PORT=3306; DATABASE=NOME_DA_BASE; USER=NOME_DA_BASE; PASSWORD=SENHA_DA_BASE; OPTION=3;"

33 Conectado a diferentes drivers Usando OLE DB Elemento comum: Dim Conexao ‘Opcional Set Conexao = Server.CreateObject(“ADODB.Connection”) ASP  ACCESS MDB: Conexao.Open "Provider=Microsoft.Jet.OLEDB.4.0; Data Source =" & Server.MapPath("\db\bancodedados.mdb") "Provider=Microsoft.Jet.OLEDB.4.0;Data Source=C:\bancodedados.mdb;“ ou "Provider=Microsoft.Jet.OLEDB.4.0;Data Source=C:\bancodedados.mdb; User Id=usuario; Password=senha;" ACCDB: Provider=Microsoft.ACE.OLEDB.12.0;Data Source= C:\myFolder\myAccessFile.accdb; Persist Security Info=False; ASP  MySQL Provider=any oledb provider's name;OledbKey1=someValue;OledbKey2=someValue; Veja mais formas de conexão em:


Carregar ppt "ASP (Active Server Pages) Prof. Tales Cabral COLÉGIO DA IMACULADA Curso Técnico em Informática 3º Módulo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google