A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O TESTEMUNHO DO CASAL. Caminho de Amor “AMAI-VOS UNS AOS OUTROS, ASSIM COMO EU VOS AMEI” 2 (Jo 15,12) 2ª reflexão 17h.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O TESTEMUNHO DO CASAL. Caminho de Amor “AMAI-VOS UNS AOS OUTROS, ASSIM COMO EU VOS AMEI” 2 (Jo 15,12) 2ª reflexão 17h."— Transcrição da apresentação:

1 O TESTEMUNHO DO CASAL

2 Caminho de Amor “AMAI-VOS UNS AOS OUTROS, ASSIM COMO EU VOS AMEI” 2 (Jo 15,12) 2ª reflexão 17h

3  Caminhos de Amor Pessoal, familiar, comunitário  Amor a DEUS:  Que provas de amor eu/nós ofereço/oferecemos a DEUS?  Amor a mim:  Eu me amo?  Amor ao próximo:  Quais são as pessoas que mais amo?  Por que as amo?  Poderia oferecer amor a outras pessoas além dessas? 3

4  29 Jesus respondeu: “O primeiro é este: ‘Ouve, Israel! O Senhor nosso Deus é um só. 30 Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, com toda a tua alma, com todo o teu entendimento e com toda a tua força!’ 31 E o segundo mandamento é: ‘Amarás teu próximo como a ti mesmo’! Não existe outro mandamento maior do que estes.” 4 Caminho de Amor Mc 12,28-31

5  26 Jesus lhe disse : “Que está escrito na Lei? Como lês?” 27 Ele respondeu: “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração e com toda a tua alma, com toda a tua força e com todo o teu entendimento; e teu próximo como a ti mesmo!” 28 Jesus lhe disse: “Respondeste corretamente. Faze isso e viverás”. 29 Ele, porém, querendo justificar-se, disse a Jesus: “E quem é o meu próximo?” 37b Então Jesus lhe disse: “Vai e faze tu a mesma coisa”. 5 Caminho de Amor Lc 10,25-28

6 6 3 Eixos do Amor-relacionamento EU DEUS OUTROS

7  “ 34 Eu vos dou um novo mandamento: amai-vos uns aos outros. Como eu vos amei, assim também vós deveis amar-vos uns aos outros. 35 Nisto conhecerão todos que sois os meus discípulos: se vos amardes uns aos outros”. 7 Caminho de Amor Jo 13,34-35

8  aquele que dá a vida por seus amigos " 12 Este é o meu mandamento: amai- vos uns aos outros, assim como eu vos amei. 13 Ninguém tem amor maior do que aquele que dá a vida por seus amigos. " 8 Caminho de Amor Jo 15,12-13

9 9

10  Caminho de Amor Mt 5, “Ouvistes que foi dito: ‘Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo!’ 44 Ora, eu vos digo: Amai os vossos inimigos e orai por aqueles que vos perseguem ! 45 Assim vos tornareis filhos do vosso Pai que está nos céus ; pois ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons e faz cair a chuva sobre justos e injustos. 46 Se amais somente aqueles que vos amam, que recompensa tereis? Os publicanos não fazem a mesma coisa? 10

11 11 34 Jesus dizia: “Pai, perdoa-lhes! Eles não sabem o que fazem!” 34 Jesus 34 Jesus dizia: “Pai, perdoa-lhes! Eles não sabem o que fazem!”

12  Rainha do céu, alegrai-vos, aleluia! Porque quem merecestes trazer em vosso puríssimo seio, aleluia! Ressuscitou como disse, aleluia! Rogai a Deus por nós, aleluia! Exultai e alegrai-vos, ó Virgem Maria, aleluia! Porque o Senhor ressuscitou verdadeiramente, aleluia! 12 RAINHA DO CÉU

13  Oremos Ó Deus, que vos dignastes alegrar o mundo com a Ressurreição de vosso Filho Jesus Cristo, Senhor nosso, concedei-nos, vo-lo suplicamos, que, pelos merecimentos de sua Mãe, a Virgem Maria, alcancemos as alegrias da vida eterna. Pelo mesmo Cristo, nosso Senhor. Amém! Glória ao Pai RAINHA DO CÉU

14  Conjugar o amor! Quando o amor é conjugal.

15  21 Sede submissos uns aos outros, no temor de Cristo. 22 As mulheres o sejam aos maridos, como ao Senhor. 23 Pois o marido é a cabeça da mulher, como Cristo também é a cabeça da Igreja, seu Corpo, do qual ele é o Salvador. 24 Por outro lado, como a Igreja se submete a Cristo, que as mulheres também se submetam, em tudo, a seus maridos. Igreja & Jesus Esposa & Esposo

16  25 Maridos, amai as vossas mulheres, como Cristo também amou a Igreja e se entregou por ela, 26 a fim de santificar pela palavra aquela que ele purifica pelo banho da água. 27 Pois ele quis apresentá- la a si mesmo toda bela, sem mancha nem ruga ou qualquer reparo, mas santa e sem defeito. Igreja & Jesus Esposa & Esposo

17  28 É assim que os maridos devem amar suas esposas, como amam seu próprio corpo. Aquele que ama sua esposa está amando a si mesmo. 29 Ninguém jamais odiou sua própria carne. Pelo contrário, alimenta-a e a cerca de cuidado, como Cristo faz com a Igreja; 30 e nós somos membros do seu corpo! Igreja & Jesus Esposa & Esposo

18  31 Por isso, o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher, e os dois serão uma só carne”. 32 Este mistério é grande – eu digo isto com referência a Cristo e à Igreja. 33 Em suma, cada um de vós também ame a sua esposa como a si mesmo; e que a esposa tenha respeito pelo marido. Igreja & Jesus Esposa & Esposo

19   Amar o outro é amar a DEUS.  Pois quem ama a DEUS também ama o próximo. Amar o outro

20  20 Se alguém disser: “Amo a Deus”, mas odeia o seu irmão, é mentiroso; pois quem não ama o seu irmão, a quem vê, não poderá amar a Deus, a quem não vê. 21 E este é o mandamento que dele recebemos: quem ama a Deus, ame também seu irmão.

21 O meu amado é branco e rosado e se destaca entre dez mil. (Ct 5,10)

22 Que sejam sessenta as rainhas, e oitenta as concubinas, e as donzelas... sem conta: uma só é a minha pomba sem defeito, uma só a preferida pela mãe que a gerou.(Ct 6,8-9)

23  Ct 8,5-7

24   Não é um sentimento, como muitos pensam. AMOR

25   Não é romantismo. AMOR

26   Na realidade não é igual ao que aparece nos filmes e nas novelas. AMOR

27   Não é dor.  Não é sofrimento. AMOR

28  Nem sempre quem ama é feliz. Mas quem é amado é potencialmente feliz!

29  A maioria dos jovens e também dos adultos insiste em dizer “eu amo” toda vez que alguma coisa lhes agrada. Dizem que amam quando gostam muito de algo ou de alguém. AMOR

30   Opção consciente e racional,  Motivada pelo sentimento,  Decidida a partir da experiência e da própria história de vida,  À luz da crença,  Feita de maneira livre. AMOR

31

32

33  O amor humano é limitado. E assim o é porque não pode ir além das próprias capacidades. Para que o amor possa transcender os limites físicos, é preciso exercitar o metafísico. 33 AMOR

34  Assim, preciso crer que existe um Deus que exercita um amor supremo, fonte do próprio amor e destino final de todo o exercício humano de amar. 34 AMOR

35  No namoro, amar é poder escolher e se decidir pela pessoa de quem muito gostamos, porque confiamos em quem ela é e desejamos caminhar juntos, pois há algo recíproco da parte dela. 35 AMOR

36  E isso não é um simples acordo, pois sabemos que, após a escolha por amor, se o outro falha ou erra, mas se arrepende, há a possibilidade do perdão, e aí então imitamos a Deus. 36 AMOR

37  1Cor 13

38  É por isto que a palavra central da Revelação, «Deus ama o seu povo», é também pronunciada através das palavras vivas e concretas com que o homem e a mulher se declaram o seu amor conjugal. O seu vínculo de amor torna-se a imagem e o símbolo da Aliança que une Deus e o seu povo. (Familiaris Consortio, 12) AMOR CONJUGAL

39  O amor conjugal atinge aquela plenitude para a qual está interiormente ordenado: a caridade conjugal, que é o modo próprio e específico com que os esposos participam e são chamados a viver a mesma caridade de Cristo que se doa sobre a Cruz. (Familiaris Consortio, 13) AMOR CONJUGAL

40  E o conteúdo da participação na vida de Cristo é também específico: o amor conjugal comporta uma totalidade na qual entram todos os componentes da pessoa - chamada do corpo e do instinto, força do sentimento e da afetividade, aspiração do espírito e da vontade AMOR CONJUGAL

41  o amor conjugal dirige-se a uma unidade profundamente pessoal, aquela que, para além da união numa só carne, não conduz senão a um só coração e a uma só alma; ele exige a indissolubilidade e a fidelidade da doação recíproca definitiva e abre-se à fecundidade (cfr. Encíclica Humanae Vitae, n. 9). AMOR CONJUGAL

42  Numa palavra, trata-se de características normais do amor conjugal natural, mas com um significado novo que não só as purifica e as consolida, mas eleva-as a ponto de as tornar a expressão dos valores propriamente cristãos». (Familiaris Consortio, 13) AMOR CONJUGAL

43  O amor conjugal autêntico supõe e exige que o homem tenha um profundo respeito pela igual dignidade da mulher: «Não és o senhor - escreve Santo Ambrósio - mas o marido; não te foi dada como escrava, mas como mulher... Retribui-lhe as atenções tidas para contigo e sê-lhe agradecido pelo seu amor». AMOR CONJUGAL

44  Com a esposa o homem deve viver «uma forma muito especial de amizade pessoal». O cristão, é, além disso, chamado a desenvolver uma atitude de amor novo, manifestando para com a sua esposa a caridade delicada e forte que Cristo nutre pela Igreja. (Familiaris Consortio, 25) AMOR CONJUGAL

45 Pense nisso! Testemunhe e viva esse amor!


Carregar ppt "O TESTEMUNHO DO CASAL. Caminho de Amor “AMAI-VOS UNS AOS OUTROS, ASSIM COMO EU VOS AMEI” 2 (Jo 15,12) 2ª reflexão 17h."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google