A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

HISTÓRIA NADA COMUM 16ª História Extraída do Site: www.manuscritoshaumbra.com 16ª História Extraída do Site: www.manuscritoshaumbra.com.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "HISTÓRIA NADA COMUM 16ª História Extraída do Site: www.manuscritoshaumbra.com 16ª História Extraída do Site: www.manuscritoshaumbra.com."— Transcrição da apresentação:

1

2 HISTÓRIA NADA COMUM 16ª História Extraída do Site: 16ª História Extraída do Site:

3 HISTÓRIA NADA COMUM – 16ª (1/8) Havia dois exploradores que queriam partir e descobrir o novo mundo. Estavam cheios de ambição e desejo de aventura. Partiram do mesmo porto no mesmo dia, portanto não importava qual fosse a numerologia porque ela era a mesma. Não importava como os planetas estavam alinhados já que eram os mesmos.

4 HISTÓRIA NADA COMUM – 16ª (2/8) O nome do primeiro explorador era Chris e o nome do segundo explorador era Mark. Chris e Mark partiram exatamente com mesmo tipo de navio, o mesmo número de membros da tripulação, as mesmas provisões a bordo. Nenhum sabia exatamente para onde estavam indo porque era o novo mundo, ninguém tinha estado lá antes. Mas sabiam que estavam partindo para encontrar estas novas terras, ter uma nova aventura e ter suas próprias descobertas triunfantes.

5 HISTÓRIA NADA COMUM – 16ª (3/8) Partiram no mesmo momento exato. A única diferença era um item da carga que estava no navio de Chris, mas não no de Mark. Havia uma caixa na área de estocagem do navio de Chris. Era uma caixa, uma caixa de aparência bem simples, mas seu conteúdo era muito, muito poderoso. E seu conteúdo se revelaria e seria usado durante toda a viagem de Chris. Os conteúdos nesta caixa eram a dúvida. Dúvida.

6 HISTÓRIA NADA COMUM – 16ª (4/8) Assim deixaram o porto ao mesmo tempo, no mesmo dia, e é obvio... vocês provavelmente já podem ter uma idéia da história, mas a contaremos de qualquer modo. Mark partiu em sua aventura com sua tripulação. Pouco depois de que deixaram o porto, chegaram a uma tempestade. Mas em vez de querer saber por que a tempestade estava lá, em vez querer saber o que o Espírito estava tentando lhes dizer, em vez de cair em pânico e se perguntar por que partiu nesta viagem, primeiramente Mark disse: "Há uma tormenta. Eu a sinto. O navio a sente. Os homens a sentem. Todos estão ficando enjoados. Temos uma tempestade, e a tempestade é somente energia. Eu não sou dono da tormenta. Não sou a tormenta, mas a sinto, eu a vivo, eu sou levado pelas ondas. E essa tormenta me levará para onde eu escolho ir. Embora eu pense que possa estar indo em uma direção, sei que a energia da tormenta vai trabalhar para mim e me levar às mais grandiosas possibilidades de todas".

7 HISTÓRIA NADA COMUM – 16ª (5/8) E Mark seguiu em sua jornada com sua tripulação e encontraram todos os tipos de coisas – tormentas, encontraram tempos sem vento – Mas não tinham nenhuma dúvida, vejam vocês. Estavam experienciando tudo ao longo do caminho e encontraram novas terras. Encontraram especiarias e plantas exóticas e inclusive pessoas e animais que nunca tinham visto antes, e foi uma tremenda experiência e sentiram cada passo do trajeto. Voltaram para casa depois de dois anos de viagens e experiências, mais ricos, mais felizes, mais realizados e tendo vivido verdadeiramente.

8 HISTÓRIA NADA COMUM – 16ª (6/8) Chris partiu com seu navio – seu navio com uma carga de dúvida – e no momento que se deparou com a tormenta, perguntou-se por que partiu. Isso o distanciou da experiência porque então as ondas eram os demônios que estavam tentando tirar algo dele e tentando matá-lo, quando de fato as ondas e a tempestade eram justamente parte da experiência. Ele alterou seu curso porque sentiu imediatamente que tinha feito algo errado. Como teria levado a si e a sua tripulação direto à tormenta? Assim ele alterou seu curso.

9 HISTÓRIA NADA COMUM – 16ª (7/8) E todo o tempo esteve preocupado com isso, e a preocupação que sentiu podia ser vista e sentida pelos membros de sua tripulação e começaram a ficar enjoados, mas não somente por um momento. Ficaram muito doentes, e começaram a morrer.

10 HISTÓRIA NADA COMUM – 16ª (8/8) O Navio de Chris tinha tomado um curso que era muito, muito difícil, e ele não descobriu grandiosas novas terras. Não encontrou especiarias ou ouro. Cada vez que desembarcava em algum lugar ele achava que os nativos, essas pessoas que habitavam as ilhas ou as terras, eram hostis e bravos, e lutariam com ele. Fizeram com que fugisse. Mais e mais da tripulação morria de fome e adoecia, e depois de somente um ano Chris voltou a sua terra natal como um fracasso, triste, desprovido de qualquer tipo de luz ou qualquer tipo de expressão. Foi ridicularizado por alguns, e muitos outros estavam muito, muito zangados porque tinham perdido seus seres queridos no navio dele.

11 HISTÓRIA NADA COMUM – OBSERVAÇÃO Encaminhar apenas para os amigos; e se isto for o seu sentimento

12 HISTÓRIA NADA COMUM – CRÉDITOS Música (Trecho): Do filme o caminho de casa Conteúdo: (Uma das lindíssimas histórias de Tobias) Plano de Fundo: Obra de Salvador Dali Formatação: Fev/08 Música (Trecho): Do filme o caminho de casa Conteúdo: (Uma das lindíssimas histórias de Tobias) Plano de Fundo: Obra de Salvador Dali Formatação: Fev/08


Carregar ppt "HISTÓRIA NADA COMUM 16ª História Extraída do Site: www.manuscritoshaumbra.com 16ª História Extraída do Site: www.manuscritoshaumbra.com."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google