A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Violência contra o idoso: Um mal que cresce a cada dia em nossa sociedade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Violência contra o idoso: Um mal que cresce a cada dia em nossa sociedade."— Transcrição da apresentação:

1 Violência contra o idoso: Um mal que cresce a cada dia em nossa sociedade

2 Mayra Tofanetto Gerontóloga no Projeto Velho Amigo Graduada em Gerontologia pela Universidade de São Paulo Especialização em Gestão de Organizações do Terceiro Setor pela Faculdade Getúlio Vargas – FGV/SP

3 Envelhecimento Populacional Uma realidade.....

4

5

6

7 Estamos envelhecendo mais !

8 Apesar de muitos indicadores positivos, paradoxalmente, a pessoa idosa é vítima de várias formas de violência. Esta violação dos direitos humanos levou a Organização das Nações Unidas – ONU e a Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa – INPEA instituírem o dia 15 de junho como o Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra à Pessoa Idosa.

9

10 Este fenômeno representa um grave problema de saúde pública no Brasil e no Mundo. Este tipo de violência acontece em todas as raças, classes sociais, religiões, escolaridades, etnia e sexo.

11 Estudos revelam que o idoso que sofre mais violência é, na sua maioria, do sexo feminino, solteira/viúva, de 75 anos ou mais, baixa escolaridade e que apresenta alguma doença neurológica, reumática ou psíquica (Manual para Atendimento ás Vitimas de Violência, 2009).

12 Maus Tratos Os maus tratos aos idosos podem ser definidos como ações ou omissões cometidas uma vez ou muitas vezes, prejudicando a integridade física e emocional das pessoas desse grupo etário e impedindo o desempenho de seu papel social. A violência acontece como uma quebra de expectativa positiva dos idosos em relação às pessoas e instituições que os cercam (filhos, cônjuge, parentes, cuidadores e sociedade em geral).

13 Conceituando Violência Física

14 O abuso físico consiste no uso da força para obrigar a pessoa idosa a fazer o que não deseja, provocando-lhe dor, ferimentos ou morte.

15 Os abusos físicos constituem as maiores queixas dos idosos e costumam acontecer no seio da família, na rua, nas instituições de prestação de serviços, dentre outros espaços. Às vezes, o abuso físico resulta em lesões e traumas que levam à internação hospitalar, às vezes conduzem à morte, às vezes são insidiosos e quase invisíveis. 110 mil internações/ano: 55,38 quedas; 19% trânsito; 3% agressões; 1% autoagressões.

16 Conceituando Violência Psicológica

17 Consiste em agressões verbais com objetivo de humilhar, aterrorizar ou afastar a pessoa idosa da convivência de seu meio

18 O abuso psicológico corresponde a todas as formas de menosprezo, de desprezo, de discriminação que provocam sofrimento mental. Exemplos verbais, por atos ou não-ditos: “Você já não serve para nada; você já deveria ter morrido mesmo; você já é a bananeira que deu cacho”. Estudos médicos mostram que o sofrimento mental provocado por esse tipo de maltrato contribui para processos depressivos e autodestrutivos em pessoas idosas. Os que mais sofrem são os muito pobres e os dependentes financeira, emocional e fisicamente.

19 Conceituando Abandono

20 Consiste na ausência ou deserção dos familiares, instituições e responsáveis governamentais em relação à pessoa idosa

21 Exemplos: colocar a pessoa num quartinho nos fundos da casa privando-a do convívio familiar; Deixá-la em abrigo ou em qualquer outra instituição de longa permanência para se livrar da sua presença na casa; deixar essas entidades o domínio sobre sua vida, sua vontade, sua saúde e seu direito de ir e vir; permitir que passe fome e outras necessidades básicas; privar a pessoa idosa de cuidados requeridos, de medicamentos e de alimentação, antecipando sua imobilidade ou mesmo adoecimento e morte.

22 Conceituando Negligência

23 Consiste na recusa ou omissão de cuidados por parte dos familiares, serviços públicos, instituições

24 Exemplos: na área da saúde, o desleixo e a inoperância dos órgãos de vigilância sanitária em relação aos abrigos e clínicas. Ex. caso Casa de Saúde Santa Genoveva, símbolo da sinergia de vários tipos de negligência: do estado que não fiscaliza, das instituições que fazem desse serviço um negócio e das famílias para quem é muito cômodo acreditar que tudo ficará bem com seu idoso quando o entrega a um desses locais de atenção especializada

25 Conceituando Abusos Financeiros

26 Consiste na exploração imprópria ou ilegal da pessoa idosa no uso não consentido de seus bens financeiros ou patrimoniais. Cometidos por familiares, empresas, governos.

27 Conceituando Auto - Negligência

28 Consiste na ameaça “a própria vida pela pessoa idosa”, deixando de prover cuidados necessários a si própria.

29 Panorama do Grande ABCDMRPRGS

30

31 3 delegacias Santo André  Atende Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra São Bernardo  São Caetano Diadema

32 Ocorrências 1)Maior parte dos registros é por maus tratos 2) Ocorrências de agressões 3) Ocorrências de ameaças (Delegado Titular João Baptista Lemos dos Santos – Delegacia do Idoso de Santo André)

33 Ocorrências 1/3 dos atendimentos ocorrem pelo disque Denúncia – % por meio do próprio idoso Outra parte, por comparecimento de parentes e amigos (Delegado Titular João Baptista Lemos dos Santos – Delegacia do Idoso de Santo André)

34 Ações Estratégicas para evitar a violência contra à pessoa idosa

35 Entre as intervenções que favorecem maior conscientização e sensibilização da sociedade, com o consequente aumento do número de denúncias, observou- se a exposição da violência contra idosos na mídia. Dessa forma, é importante que mais campanhas publicitárias sejam desenvolvidas focalizando essa temática, com vistas a sensibilizar a sociedade quanto ao envelhecimento da população e aos cuidados de que os idosos precisam

36 A violência impõe obstáculos ao envelhecimento seguro e digno. Assim, a participação de todos os níveis governamentais na elaboração de planos e políticas nacionais é fundamental para prevenção da violência, ao estabelecerem importantes parcerias entre os setores e assegurarem a devida alocação de recursos.

37 Por fim, ressalta-se a necessidade do desenvolvimento de mais pesquisas a respeito desse tema, pois, por intermédio dos dados epidemiológicos, viabilizam-se o planejamento de estratégias e a implementação de políticas, as quais devem visar á prevenção dos maus-tratos e da violência contra as pessoas idosas.

38 É necessário que todos nos façamos a nossa parte !

39 Referência Bibliográfica Jacy Aurélia Vieira de Souza; Maria Célia de Freitas; Terezinha Almeida de Queiroz.Revista Brasileira de Enfermagem. Violência contra os idosos: análise documental. Universidade Federal do Céara, 2008.

40 Obrigada


Carregar ppt "Violência contra o idoso: Um mal que cresce a cada dia em nossa sociedade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google