A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gerenciando O Objetivo Comum : A Liderança pela Corretagem do Poder Liderança: O Mito e a Realidade A atração pela liderança decorre basicamente de duas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gerenciando O Objetivo Comum : A Liderança pela Corretagem do Poder Liderança: O Mito e a Realidade A atração pela liderança decorre basicamente de duas."— Transcrição da apresentação:

1

2 Gerenciando O Objetivo Comum : A Liderança pela Corretagem do Poder Liderança: O Mito e a Realidade A atração pela liderança decorre basicamente de duas noções: Liderar está sempre associado à idéia de grandes personalidades da história. Possui uma dimensão mágica Ou seja A utilização hábil de algumas qualidades inatas é capaz de transformar pessoas, chefes ou dirigentes, em grandes e respeitáveis líderes. Visão de Liderança Essa visão baseada no senso comum, ajudou a criar critérios, mitos e atrativos em relação à idéia de lide- rar. Líder São pessoas comuns que aprendem habilidades comuns, mas que no seu conjunto formam uma pessoa incomum.

3 Liderança: O Mito e a Realidade Liderança É um meio que facilita as interações pessoais e grupais, inclusive para o alcance de objetivos comuns, ela deve ser almejada como uma função primordial na gerência. É preciso que dirigentes adotem Perspectiva de conhecer, ouvir e prestar atenção à opinião e à experiência dos outros É necessário ampliar os horizontes mentais partici- pando, lendo e conversando não só de assuntos diretamente relacionados ao trabalho Conversar temas que despertem a curiosidade do indivíduo. Habilidade de liderança Se desenvolve na medida em que o dirigente permite que novas idéias penetrem e amadureçam em sua mente. Gerenciando O Objetivo Comum : A Liderança pela Corretagem do Poder

4 Gerenciando O Objetivo Comum : A Liderança pela Corretagem do Poder Liderança como Função Gerencial: A Teoria 1. As Controvérsias Básicas 1ª Controvérsia São inatasPodem ser aprendidas por qualquer dirigente. ou Primeiro Caso Dirigentes que possuem essas qualidades seriam sempre bons líderes independentemente da organização em que trabalhassem Segundo Caso Liderança é vista como dependente das condições organizacio- nais, ou seja, da situação ou contexto no qual está inserido. Nesse sentido A eficácia, da liderança dependeria da adaptação do dirigente a cada situação ou contexto organizacional. 2ª Controvérsia Se apresenta quando se questiona se as características indivi- duais de liderança são universais ou dependem de condições organizacionais específicas

5 Gerenciando O Objetivo Comum : A Liderança pela Corretagem do Poder Liderança como Função Gerencial: A Teoria Implicações para a Eficácia da Liderança Gerencial Segundo Contraposições das Características do Líder por Universidade e Possibilidade de Aprendizado A eficácia da liderança depende da escolha de dirigentes somente entre indivíduos possuidores de características que definem um líder nato (função adminis- trativa básica: SELËÇÃO) A eficácia depende da aplicação de características individuais a situações específicas, ou seja, buscar a “pessoa certa para o lu- gar certo”(função administrativa básica: LOTAÇÃO) INATAS UNIVERSAISNÃO-UNIVERSAIS (SITUACIONAIS) A eficácia da liderança depende do aprendizado de comportamen- tos que caracterizam um líder ( função administrativa básica: TREINAMENTO) NÃO-INATAS (podem ser aprendidas) A eficácia da liderança depende do aprendizado de comportamen- tos apropriados a situações espe- cíficas, dependentes do contexto organizacional (função adminis- trativa básica: TREINAMENTO DIFERENCIADO)

6 Gerenciando O Objetivo Comum : A Liderança pela Corretagem do Poder Liderança como Função Gerencial: A Teoria 2. As Crenças Comuns Visão Moderna de Liderança Recupera tanto idéias universais quanto situacionais 1.º Mudanças nos estilos de liderança gerencial afetam a eficácia da organização Aprendizado de Liderança 2.º A liderança constitui um fenômeno grupal em que o compartilha- mento do poder gerencial e a tentativa de aumentar o poder dos subordinados são mais eficazes. 3.º A eficácia da gerência depende da capacidade do líder em influ- enciar a percepção individual sobre objetivos e tarefas organi- zacionais 4.º A liderança efetiva e compartilhada requer ação gerencial prévia para mudar as expectativas dos subordinados

7 Gerenciando O Objetivo Comum : A Liderança pela Corretagem do Poder Liderança como Função Gerencial: A Teoria 5.º A eficácia da liderança gerencial é altamente dependente do esta- belecimento de relações cooperativas com os subordinados 6.º A liderança efetiva gera comprometimento e entusiasmo 3. A Perspectiva Contemporânea: A Corretagem do Poder Liderança Fenômeno grupal e que envolve um processo de influência de um indivíduo sobre os demais. Visão de legitimidade da liderança Parte do poder do líder encontra-se no próprio grupo É um processo no qual um indivíduo influencia outros a se com- prometerem com a busca de objetivos comuns.

8 Líder É o indivíduo capaz de canalizar a atenção dos participantes e di- rigi-la para ideais comuns. Gerenciando O Objetivo Comum : A Liderança pela Corretagem do Poder O Dirigente como Líder 1. Os Erros da Visão Heróica e Distante do Líder Líder É visto como um ente à parte de um grupo. Dirigentes Que insistem na distância social e na imagem de si próprios como heróis Tornam-se, na prática, indivíduos autocentralizados, amantes do poder

9 Gerenciando O Objetivo Comum : A Liderança pela Corretagem do Poder O Dirigente como Líder 2. Habilidades e Qualidades do Líder Liderança Pode ser aprendida através de ensinamentos e de informações sobre os tipos de experiências mais relevantes para a aquisição de habilidades próprias da função. Habilidades modernas de liderança São apresentadas em três diferentes dimensões.

10 Gerenciando O Objetivo Comum : A Liderança pela Corretagem do Poder O Dirigente como Líder DIMENSÃO ORGANIZACIONAL: AS HABILIDADES REFERENTES AO DOMÍNIO DO CONTEXTO 1) Orientar-se para melhor compreensão da missão sócio-econômica da organização 2) Conhecer bem os objetivos organizacionais e a ambiência social, econômica e po- lítica externa à organização 3) Exercitar-se na busca de novas soluções e na descoberta de novos problemas. 4) Articular, agregar e processar continuamente idéias e alternativas de ação para re- definir o sistema de autoridade e responsabilidade, a partir de valores compartilha- dos. 5) Ter visão e orientar-se continuamente para o futuro.

11 Gerenciando O Objetivo Comum : A Liderança pela Corretagem do Poder O Dirigente como Líder DIMENSÃO INTERPESSOAL: AS HABILIDADES DE COMUNICAÇÃO E INTERAÇÃO 1) Reconhecer o valor das pessoas 2) Aprender a aceitar as pessoas como elas realmente são, e não como gostaria que elas fossem 3) Valorizar relações pessoais próximas 4) Confiar nas pessoas 5) Comunicar-se com as pessoas buscasndo obter e estabelecer um significado co- letivo dos diversos valores, crenças, hábitos e símbolos que definem a cultura or- ganizacional. 6) Praticar a gestão ambulante, aproximando-se geograficamente de seus subordina- dos

12 Gerenciando O Objetivo Comum : A Liderança pela Corretagem do Poder O Dirigente como Líder CARACTERÍSTICAS INDIVIDUAIS: AS QUALIDADES DO LÍDER Flexibilidade A iniciativa revela a capacidade de operacionalizar e implantar de imediato uma idéia nova e assumir,com convicção, as possibilidades de sucesso Pessoa que conheça bem a si mesmo Consciência de seus pontos fracos e fortes Exprime verdadeiramente O otimismo e a confiança nas possibilidades de vida fazem com que o líder saiba enfrentar obstá- culos sem demonstrar receio. PersistênciaIntegridade

13 Gerenciando O Objetivo Comum : A Liderança pela Corretagem do Poder A Realidade da Liderança: Uma Síntese Mitos e Realidades Sobre Liderança Liderança não é: 1. Mágica ou mistério 2. Propriedade de pessoas eminentes 3. Fruto de qualidades especiais inatas 4. Solução de todos os problemas 5. Uso de poder pessoal para garantir seguidores ou propósitos próprios Liderança é: 1. Habilidade humana e gerencial 2. Alcançavel por pessoas comuns 3. Produto de habilidades e conhecimentos aprendidos 4. Forma de comunicação e articulação de uma missão e de futuros alternativos 5. Uso de poder existente nas pessoas para garantir o alcance de propósitos comuns

14 Gerenciando O Objetivo Comum : A Liderança pela Corretagem do Poder A Realidade da Liderança: Uma Síntese Mitos e Realidades Sobre Liderança Liderança não é: 1. Mágica ou mistério 2. Propriedade de pessoas eminentes 3. Fruto de qualidades especiais inatas 4. Panacéia para a solução de todos os problemas 5. Uso de poder pessoal para garantir seguidores ou propósitos próprios Liderança é: 1. Habilidade humana e gerencial 2. Alcançavel por pessoas comuns 3. Produto de habilidades e conhecimentos aprendidos 4. Forma de comunicação e articulação de uma missão e de futuros alternativos 5. Uso de poder existente nas pessoas para garantir o alcance de propósitos comuns


Carregar ppt "Gerenciando O Objetivo Comum : A Liderança pela Corretagem do Poder Liderança: O Mito e a Realidade A atração pela liderança decorre basicamente de duas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google