A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DIAGNÓSTICO DE GRAVIDEZ. MULHER SEXUALMENTE ATIVA, SEM UTILIZAÇÃO DE QUALQUER MÉTODO ANTICONCEPCIONAL QUE APRESENTA ATRASO MENSTRUAL, PENSAR SEMPRE EM.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DIAGNÓSTICO DE GRAVIDEZ. MULHER SEXUALMENTE ATIVA, SEM UTILIZAÇÃO DE QUALQUER MÉTODO ANTICONCEPCIONAL QUE APRESENTA ATRASO MENSTRUAL, PENSAR SEMPRE EM."— Transcrição da apresentação:

1 DIAGNÓSTICO DE GRAVIDEZ

2 MULHER SEXUALMENTE ATIVA, SEM UTILIZAÇÃO DE QUALQUER MÉTODO ANTICONCEPCIONAL QUE APRESENTA ATRASO MENSTRUAL, PENSAR SEMPRE EM MULHER SEXUALMENTE ATIVA, SEM UTILIZAÇÃO DE QUALQUER MÉTODO ANTICONCEPCIONAL QUE APRESENTA ATRASO MENSTRUAL, PENSAR SEMPRE EM GRAVIDEZ.

3 DIAGNÓSTICO DE GRAVIDEZ Adaptações do organismo materno à gravidez são facilmente reconhecíveis e constituem importantes elementos para o diagnóstico da gravidez. Adaptações do organismo materno à gravidez são facilmente reconhecíveis e constituem importantes elementos para o diagnóstico da gravidez. Alterações endócrinas e anatômicas podem produzir sinais e sintomas que evidenciam gravidez, processos patológicos, ou mesmos fisiológicos motivam dificuldades para o diagnóstico da gravidez Alterações endócrinas e anatômicas podem produzir sinais e sintomas que evidenciam gravidez, processos patológicos, ou mesmos fisiológicos motivam dificuldades para o diagnóstico da gravidez.

4 DIAGNÓSTICO DE GRAVIDEZ O diagnóstico da gravidez, ou a sua exclusão, se baseia em eventos CLÍNICOS e ELEMENTOS LABORATORIAIS.

5 DIAGNÓSTICO DE GRAVIDEZ O diagnóstico clínico da gravidez esta baseado em referidos quando da anamnese e em quando identificados no exame físico da paciente. O diagnóstico clínico da gravidez esta baseado em sintomas referidos quando da anamnese e em sinais quando identificados no exame físico da paciente. Essas informações, de acordo com o grau de confiabilidade são agrupadas em: Essas informações, de acordo com o grau de confiabilidade são agrupadas em: sintomas e sinais de presunção; sinais de probabilidade e sinais de certeza da gravidez.

6 DIAGNÓSTICO DE GRAVIDEZ Sintomas de Presunção: - provável adaptação do hGC, sendo potencializados por gemelidade, ou alteração psíquica (insegurança – gravidez não planejada). Início 6ª semana, pode ser acompanhada por anorexia ou perversão do apetite  Hiperêmese ou desaparecimento espontâneo na 12ª semana. Náuseas: - provável adaptação do hGC, sendo potencializados por gemelidade, ou alteração psíquica (insegurança – gravidez não planejada). Início 6ª semana, pode ser acompanhada por anorexia ou perversão do apetite  Hiperêmese ou desaparecimento espontâneo na 12ª semana. polaciúria, pressão do útero sobre a bexiga 1º trimestre. Distúrbios Urinários: polaciúria, pressão do útero sobre a bexiga 1º trimestre. provável vasodilatação Fadiga e Sonolência: provável vasodilatação Percepção dos movimentos fetais: 16ª semana (multíparas) ou na 20ª semana (primigesta). Percepção dos movimentos fetais: 16ª semana (multíparas) ou na 20ª semana (primigesta). Pseudociese movimentação fetal é sempre referida pela paciente.

7 DIAGNÓSTICO DE GRAVIDEZ SINAIS DE PRESUNÇÃO: Falha menstrual: + precoce de importância na mulher jovem, hígida, sem método contraceptivo. Atraso menstrual ocorre em inúmeras patologias. Amenorréia. Modificações mamárias: 5 semanas, processo de congestão (mamas doloridas), tubérculos de Montgomory, rede de Haller, 20 semanas aréola secundária (sinal de Hunter). Alterações do muco cervical: progesterona diminui a concentração de sódio (colo uterino). Transformações cutâneas: cloasma. Linha nigra e estrias

8 DIAGNÓSTICO DE GRAVIDEZ SINAIS DE PROBABILIDADE: estão relacionados ao exame físico. Sinal de HEGAR: 6 a 8 semanas. Sinal de PISKACEK: implantação ovular, forma assimétrica do útero Sinal de NOBILE-BUDIN: fundo de saco ocupado pelo útero. Sinal de OSIANDER: pulso arterial no fundo de saco. Sinal de Jacquemier ou Chewick; vulva de coloração violácea 8 semanas. Sinal de Kluge: mucosa vaginal de coloração violácea. Volume uterino: 12 semanas logo acima da pube, 16 semanas entre a pube e a cicatriz umbilical, 20 semanas atinge a cicatriz umbilical, 40 semanas apêndice xifóide.

9 DIAGNÓSTICO DE GRAVIDEZ

10 SINAIS DE CERTEZA: Ausculta dos batimentos cardiofetais (BCF): emprega- se 2 técnicas sonar doppler a partir de 12 semanas e o estetoscópio de Pinard a partir da 20 semana. Sinal de Puzos: técnica do rechaço fetal, a partir da 14 semana de gestação. Percepção dos movimentos fetais: com semanas palpa-se partes fetais e pecebe-se movimentos fetais.

11 DIAGNÓSTICO DE GRAVIDEZ MÉTODOS HORMONAIS : ßhCG,  mUI/ml, RIA, ELISA. (200 – 1000mUI/ml) Na propedêutica, prefere-se quantificar a subunidade ß do hormônio gonadotrófico coriônico vantagens:  Apresenta menor reação cruzada com o hormônio luteinizante (LH).  Grande sensibilidade dosagens próximas de ZERO.  Por ser quantificável, pode-se estimar a idade gestacional pelos seus resultados.  Lembrar que o ßhCG permite reação cruzada com LH: Castração; psicotrópicos;climatério e hipertireoidismo com elevação de LH.

12 DIAGNÓSTICO DE GRAVIDEZ ULTRA-SONOGRAFIA: 4 semanas: Saco Gestacional. 5 semanas: Vesícula Vitelina 6/7 semanas: Eco Embrionário e BCF. 10/12 semanas: Cabeça Fetal e o espessamento do saco gestacional correspondente a implantação placentária. Correlacionando ßhCG e USG: Transvaginal ◄► ßhCG 350mUI/ml Abdominal ◄► ßhCG 750mUI/ml


Carregar ppt "DIAGNÓSTICO DE GRAVIDEZ. MULHER SEXUALMENTE ATIVA, SEM UTILIZAÇÃO DE QUALQUER MÉTODO ANTICONCEPCIONAL QUE APRESENTA ATRASO MENSTRUAL, PENSAR SEMPRE EM."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google