A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prof. Dr. Silvio Bertoncello ORGANIZAÇÕES: UM UNIVERSO DE DISCURSOS BEM-DITOS, MAL-DITOS E NÃO DITOS Artur Roberto Roman.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prof. Dr. Silvio Bertoncello ORGANIZAÇÕES: UM UNIVERSO DE DISCURSOS BEM-DITOS, MAL-DITOS E NÃO DITOS Artur Roberto Roman."— Transcrição da apresentação:

1 Prof. Dr. Silvio Bertoncello ORGANIZAÇÕES: UM UNIVERSO DE DISCURSOS BEM-DITOS, MAL-DITOS E NÃO DITOS Artur Roberto Roman

2 SITUAÇÃO – PROBLEMA: Troca de Plano de Saúde dos colaboradores da empresa. DESAFIO: Comunicar aos colaboradores esta mudança. ORGANIZAÇÕES: UM UNIVERSO DE DISCURSOS BEM-DITOS, MAL-DITOS E NÃO DITOS

3 QUAL É ESTE ESTILO DE DISCURSO?

4 São enunciados produzidos a partir da esfera dos relacionamentos administrativos. É por meio deles que são produzidas as informações sobre:  a empresa  o negócio  o trabalho  as rotinas  as metas e os desafios  as políticas  e os direcionamentos estratégicos da organização. Discurso bem-dito

5 São as mensagens orais ou escritas, institucionais e oficiais, autorizadas e planejadas, divulgadas pelos canais formais ou informais como:  Intranet  s  Notas  Comunicados internos  Memorandos  House Organs  Mural físico ou eletrônico.

6 Discurso bem-dito São também os enunciados que circulam informalmente nas relações administrativas entre os funcionários, especialmente entre os gerentes e seus funcionários, com temas de interesse do serviço. Os discursos bem-ditos se propagam predominantemente em fluxos de comunicação lineares e convencionais:  Top Down = da alta hierarquia para a base;  Botton-up = da base para alta hierarquia;  Midl-up = a gerência média para a alta hierarquia;  Midl-down = da média gerência para base.

7 Discurso bem-dito Estilo composicional: Quando escritos, são produzidos dentro da norma-padrão da língua portuguesa. Devem ser objetivos, claros e concisos. Interlocutores: São produzidos pela administração da organização e também por todos os funcionários. São destinados aos empregados e pessoas relacionadas aos trabalhos da organização. Escopo Intencional: Buscam orientar as ações administrativas e integrar o funcionário aos objetivos da organização. A SUA PRINCIPAL FUNÇÃO É FAZER COM QUE O COLABORADOR SE COMPROMETA COM OS OBJETIVOS ORGANIZACIONAIS.

8 ORGANIZAÇÕES: UM UNIVERSO DE DISCURSOS BEM-DITOS, MAL-DITOS E NÃO DITOS QUAL É ESTE ESTILO DE DISCURSO?

9  Circulação de informações não-oficiais, desautorizadas, irresponsáveis;  Origina-se pela ausência do discurso bem-dito (as pessoas não suportam o “vácuo informativo” nas organizações);  Conhecido como “rádio-peão”, “rádio cafezinho”, “rádio-corredor”, “rádio salto-alto”;  Propagação muito veloz pelas “redes virais de comunicação” (disseminação da informação tal qual um vírus, envolvendo pessoas de diversas áreas da organização);  Influência de aspectos pessoais na informação comunicada (expectativas profissionais, história de vida, opinião crítica do interlocutor, condições de trabalho, entre outros);  Uso de vocabulário com gírias, palavras do senso comum, obscenidade e mensagens fragmentadas, geralmente de interesse pessoal para os envolvidos;  As informações circulam através de uma voz anônima, cuja origem não se pode detectar, mas que possui forte repercussão;  Maior circulação: funcionários do nível operacional (devido a facilidade de se encontrarem durante a atividade profissional);  Caracteriza-se como fofoca (prática socializante e de integração grupal) e difere –se de calúnia, difamação ou injúria (desvio de caráter);  Fortalece a integração entre as pessoas, afinal não se conta “fofocas” para pessoas desconhecidas;  Encontra solo fértil nos processos de mudanças da organização e se não há informação suficiente, se faz mais forte ainda;  Divertem, provocam, agregam, animam. Discurso Mal-Dito

10 ORGANIZAÇÕES: UM UNIVERSO DE DISCURSOS BEM-DITOS, MAL-DITOS E NÃO DITOS QUAL É ESTE ESTILO DE DISCURSO?

11 Discurso Não-Dito  São os enunciados mal-ditos impedidos de serem expressados, ou porque não podem, ou porque não devem ser ditos por determinados sujeitos em situações específicas.  É o mal-dito silenciado em razão de uma censura, explicita ou não.  Os conflitos e tensões não deixam de existir por estarem submersos.  Essa fala negada, quando acumulada no tempo, traz desmotivação, compromete o desempenho do trabalhador e pode gerar doenças laborais.  Um grande gerador de não-dito é o gerente em sua prática administrativa. Muitos gerentes inseguros e com dificuldade de aceitar que os mal-ditos, apesar de distorcidos, referem-se à realidade, preferem interditá-los.

12 Conclusão  Conflitos são constitutivos das comunidades de trabalho e decorrem de diversidade de seus membros e da vitalidade da equipe.  Equipes desanimadas não discutem, não reclamam e não produzem.  Equipes vitalizadas brigam muito, produzem muitos mal-ditos, e quando bem gerenciados, trazem muito resultado para a organização.


Carregar ppt "Prof. Dr. Silvio Bertoncello ORGANIZAÇÕES: UM UNIVERSO DE DISCURSOS BEM-DITOS, MAL-DITOS E NÃO DITOS Artur Roberto Roman."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google