A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Espelho de Justiça Algumas invocações da Ladainha de Nossa Senhora, à primeira vista parecem não fazer muito sentido. Uma delas é esta: chamar Maria.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Espelho de Justiça Algumas invocações da Ladainha de Nossa Senhora, à primeira vista parecem não fazer muito sentido. Uma delas é esta: chamar Maria."— Transcrição da apresentação:

1

2 Espelho de Justiça

3 Algumas invocações da Ladainha de Nossa Senhora, à primeira vista parecem não fazer muito sentido. Uma delas é esta: chamar Maria de “Espelho de Justiça”. Em latim: Speculum justitiae. Na verdade este é o primeiro de uma série de “títulos figurados” que serão listados na ladainha. Você deve lembrar que os primeiros títulos chamavam Maria de “Mãe”. Depois vem uma série de invocações de Maria como “virgem”.

4 A terceira coleção é composta por estes títulos figurados como: sede de sabedoria, fonte de nossa alegria, vaso espiritual, rosa mística etc. A última coleção de títulos invocará Maria como “Rainha”. Estas invocações “figurativas” não são apenas fruto da inspiração de algum poeta. Normalmente as raízes podem ser encontradas nas páginas da Bíblia.

5 “Espelho de justiça”, ou em outra tradução, “Espelho de Perfeição”, tem sua inspiração no livro da Sabedoria: “A Sabedoria é reflexo da luz eterna, espelho nítido da atividade de Deus e imagem da sua bondade” (Sab 7,26). É também uma alusão àquela frase de Paulo na carta aos Coríntios: “Agora vemos como que por um espelho, mas então o veremos face a face” (1 Cor 13, 12)

6 Contemplamos Jesus na face de Maria, como que por um espelho. Quem vê a mãe enxerga o Filho. Ela é um espelho que reflete “o justo”, “o perfeito”, o “santo”. Na verdade Maria pré-figura aquilo que cada um de nós deve se tornar ao longo de sua vida. Devemos crescer em santidade e justiça, diante de Deus e diante das pessoas.

7 Muitos já testemunharam a força dos olhos de uma Madre Tereza de Calcutá, ou mesmo do Papa João Paulo II. Conheci pessoas doentes, em estado terminal, mas que tinham uma força no olhar. Foram purificados pelo sofrimento e descobriram valores mais profundos que a maioria dos mortais demora uma vida inteira para descobrir.

8 Todos estes olhos são espelhos da alma. São pessoas que refletem o brilho dos olhos de Cristo. Já conheci religiosas de clausura que dedicam a sua vida a contemplar Jesus na Eucaristia. Vivem na terra o que viveremos no céu. Olhar nos olhos de uma dessas carmelitas, clarissas, monjas Passionistas ou sacramentinas nos faz entender o que significa este tal de “espelho de santidade”.

9 Imagino como não deve ter sido o olhar de Jesus para aquela pecadora que ia ser apedrejada, quando disse: nem eu te condeno! Imagino os olhos do mestre olhando para a samaritana, junto ao poço de Jacó e dizendo: “Se conhecesses o dom de Deus…”. Como seria o seu olhar para Pedro ao perguntar: “Pedro, tu me amas?” E para João, na cruz: “Eis aí a tua mãe”. E como seria a troca de olhares entre Jesus em Maria?

10 Ela, a única que o viu em todas as idades, refletia o seu olhar em seus próprios olhos. Peçamos por sua intercessão esta graça de sermos imagem viva de Jesus. E um dia, ao encontramos um pobre… olhemos bem no fundo dos seus olhos… e veremos que também ali, podemos encontrar, como que por espelho, um reflexo vivo dos olhos de Jesus!

11 E um dia, ao olharmos para Deus face a face, ele nos dirá: vem para a festa, porque eu estava com fome, frio, sede, e você me acolheu (Mt 25). E perguntaremos: como o Senhor sabe disso? E ele nos responderá: o brilho do meu olhar nos pobres, ficou estampado nos teus olhos, pelo gesto de solidariedade. Então entenderemos que a caridade cobre uma multidão de pecados e nos torna mais Filhos de Deus.

12 Estou me referindo à grande crise econômica desencadeada o ano passado, que teve seu epicentro nos EUA. O Papa Bento XVI em seus primeiros pronunciamentos sobre o caso afirmou que isso é o que acontece quando colocamos nossa confiança nas coisas do mundo neste caso o dinheiro. Fico tentando chegar a uma conclusão, mas como entender que uma mísera e mal intencionada negociação de papéis resultou nessa que é na verdade uma crise moral pela qual passa a humanidade.

13 Nossa Senhora era nesta terra uma mãe de família pobre, humilde e orante. Foi no seio de Maria que hoje poderíamos chamar Maria da Silva, do Carmo, etc., que o próprio Deus veio se tornar humano. E vejamos o bem maior que Deus realizou na história da humanidade: o retorno do ser humano à Graça de Deus.

14 Esta obra extraordinária do amor de Deus precisa de nossa colaboração, basta que sejamos atentos ao que Deus tem a nos falar, também passa por nós Maria de Nazaré convidando-nos a dar-nos as mãos e nos olhar descobrindo em cada um o amor de Jesus estampado nos olhos de quem se deixa moldar na humanidade de Jesus.

15 Texto – Pe. Joãozinho – Música Ave Verum W. A. Mozart – Imagens – Google - Formatação – Altair Castro


Carregar ppt "Espelho de Justiça Algumas invocações da Ladainha de Nossa Senhora, à primeira vista parecem não fazer muito sentido. Uma delas é esta: chamar Maria."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google