A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Comunicação Gráfica e Audiovisual

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Comunicação Gráfica e Audiovisual"— Transcrição da apresentação:

1 Comunicação Gráfica e Audiovisual
Módulo 1 – Introdução à fotografia, cinema e design Comunicação Gráfica e Audiovisual

2 Técnicas/Equipamento
Eadweard J. Muybridge ( 9 de abril de 1830 – 8 de maio de 1904) foi um fotógrafo inglês Inventor do zoopraxiscópio (dispositivo para projectar os retratos de movimento que seria o precursor da película de celuloide que é usada ainda hoje) Uso de múltiplas câmaras para captar o movimento Câmaras estereoscopias, 21 polegadas

3 História do cinema Película de celuloide = Zoopraxiscópio

4 História do cinema Câmaras estereoscopias, 21polegadas
Múltiplas câmaras para captar o movimento

5 História do cinema Louis e Auguste Lumière fundaram a primeira sala de cinema comercial. As primeiras fitas projectadas reproduziam cenas do quotidiano: saída de operários de uma fábrica, a hora da refeição, um ferreiro a trabalhar... O cinematógrafo foi uma invenção dos Irmãos Lumière, que combinava as funções de câmara e projector.

6 História do cinema

7 História do cinema Na Exposição Universal de Paris em 1900, foram apresentados pela primeira vez filmes com som. Foi montado sob a Torre Eiffel um écran gigante com 15 metros de altura e 21 de largura. Cerca de espectadores por dia podiam apreciar imagem e som em simultâneo.

8 História do cinema A Sétima Arte
Georges Méliès utilizou pela primeira vez efeitos especiais e cenários, transformando a fotografia animada numa nova forma de expressão artística. A Sétima Arte

9 História do cinema Nesta mesma época, um mágico ilusionista chamado Georges Méliès( ), que comandava um teatro nas vizinhanças do local da primeira exibição mencionada, quis comprar um cinematógrafo, para utilizá-lo em seus números de mágica. No entanto, os Lumière não quiseram vender-lhe, e o pai dos irmãos inventores chegou a dizer a Meliès que o aparelho tinha finalidade científica e que o mágico teria prejuízo, se gastasse dinheiro com a máquina, para fazer entretenimento.

10 História do cinema Meliès conseguiu um aparelho semelhante, depois, na Inglaterra, e foi o primeiro grande produtor de filmes de ficção, com narrativas, voltados para o entretenimento. Nas suas experiências, o mágico descobriu vários truques que resultaram nos primeiros efeitos especiais da história do cinema. Foi o responsável, portanto, pela inserção da fantasia na realização de filmes. Georges Méliès( ), diretor, ator, produtor, fotógrafo e figurinista, é considerado o pai da arte do cinema.

11 História do cinema Pioneiro na utilização de figurinos, atores, cenários e maquiagens, opõe-se ao estilo documentarista. Realiza os primeiros filmes de ficção: -Viagem À Lua (Le Voyage dans la lune ) - A Conquista do Pólo (LaConquête du Pôle – 1912) Desenvolve diversas técnicas: - fusão, - Exposição múltipla, - Uso de maquetes e truques ópticos, - Precursores dos efeitos especiais.

12 Filme: Viagem à Lua (Le Voyage dans la lune - 1902)

13 Primeiros atores Sarah Bernhardt Max Linder

14 História do cinema Charles Pathé cria a primeira grande indústria de filmes. Surgem as primeiras comédias, dramas, séries policiais... Nasce a primeira estrela cómica –Max Linder (antecessor de Chaplin) e Sarah Bernhardt (actriz de teatro que se dedicou ao cinema)

15 História do cinema Pequenos documentários e ficções são os primeiros géneros do cinema. A linguagem cinematográfica desenvolve-se, criando estruturas narrativas. Na França, na primeira década do século XX, são filmadas peças de teatro, com grandes nomes do palco, como Sarah Bernhardt.

16 História do cinema David W. Griffith (1875-1948)
Nascido nos Estados Unidos, é considerado o criador da linguagem cinematográfica. No cinema, é o primeiro a utilizar dramaticamente o close, a montagem paralela, o suspense e os movimentos de câmara. Em 1915, com Nascimento de Uma Nação (TheBirth of a Nation), realiza a primeira longa-metragem americana, tida como a base da criação da indústria cinematográfica de Hollywood. Com Intolerância (Intolerance), de 1916,faz uma ousada experiência, com montagens e histórias paralelas. Em 1913 surgem, com Max Linder – que mais tarde inspiraria Chaplin–,o primeiro ator cómico e, com o Fantasmas, de Louis Feuillade, as primeiras series policiais.

17 História do cinema A produção de comédias intensifica-se nos Estados Unidos e chega à Inglaterra e Rússia. Na Itália, Giovanni Pastrone realiza superproduções épicas e históricas, como Cabíria, de 1914.

18 História do cinema Ascensão de Hollyood
Com o recesso do cinema europeu durante a 1ª Guerra Mundial, a produção de filmes concentra-se em Hollywood, na Califórnia, onde surgem os primeiros grandes estúdios. Em 1912, MackSennett, o maior produtor de comédias do cinema mudo, que descobriu Charles Chaplin e Buster Keaton, instala a sua KeystoneCompany. No mesmo ano, surge a Famous Players (futura Paramount) e, em 1915, a Fox Films Corporation

19 História do cinema Para enfrentar os altos salários e custos de produção, exibidores e distribuidores reúnem-se em conglomerados autonomos, como a UnitedArtists, fundada em A década de 20 consolida a indústria cinematográfica americana e os grandes generos – western, policial, musical e, principalmente, a comédia –, todos ligados diretamente ao estrelismo. https://www.youtube.com/watch?v=_us6n0SEFlk

20 Star System O desenvolvimento dos grandes estúdios proporciona o surgimento do star system, o sistema de "fabricação” de estrelas que encantam as plateias. Mary Pickford, a "noivinha da América“, ThedaBara, Tom Mix, Douglas Fairbankse Rodolfo Valentino são alguns dos nomes mais expressivos. ThedaBara Rodolfo Valentino

21 A História do cinema Sombras, loucura e grotesco. O movimento tenta representar o clima pós-guerra e dura até a ascensão de Hitler, que proibiu as “artes degenaradas” e afugentou grandes artistas. Destacam-se os filmes "Das Cabinetdes Dr. Caligari“ ("O gabinete do doutor Caligari"), de 1920, do diretor Robert Wiene, "Nosferatu", "Phantom“ ambos de 1922 e do diretor Friedrich Wilhelm Murnaue Metrópolis de Fritz Lang de 1929.

22 A era do som Já tinham sido feitas experiências com som,mas com problemas de sincronização e amplificação.  As primeiras experiências de sonorização, feitas por Thomas Edison, em 1889, são seguidas pelo grafonoscópio de Auguste Baron (1896) e pelo cronógrafo de Henri Joly (1900), sistemas ainda falhos desincronização imagem-som.

23 História do cinema Em 1926, a Warner Brothers introduziu o sistema de som Vitaphone (gravação de som sobre um disco) e, em 1927, a lançou o filme "The Jazz Singer" , um musical que pela primeira vez na história do cinema possuía alguns diálogos e cantorias sincronizados aliados a partes totalmente sem som. Em 1928 o filme "The Lights of NewYork“, (também da Warner), tornaria-se o primeiro filme com som totalmente sincronizado.

24 História do cinema https://www.youtube.com/watch?v=BBgghnQF6E4
1928 – Walt Disney realiza o primeiro filme de animação sonoro com o rato Mickey como protagonista: Steamboat Willie (O Barco a Vapor Willie) O som gravado no disco do sistema Vitaphone foi logo sendo substituído por outro sistema como o Movietone da Fox, De Forest Phono filme Photophoneda RCA com sistema de som no próprio filme. O Beijo, lançado em 1929 e protagonizado pela atriz sueca Greta Garbo, foi o último filme mudo da MGM e o último da história de Hollywood, com exceção de duas jóias raras de Chaplin: Luzes da Cidade e Tempos Modernos. SteamboatWillie – 1928 Tempos Modernos https://www.youtube.com/watch?v=BBgghnQF6E4

25 A era do filme colorido As experiências com filme colorido começaram em 1906, mas só como curiosidade. Os sistemas experimentados, como o Technicolor de duas cores, foram decepcionantes e fracassaram na tentativa de entusiasmar o público. Mas por volta de 1933, o Technicolor foi aperfeiçoado com um sistema de três cores comercializável, empregado pela primeira vez no filme Vaidade e beleza (1935), de Rouben Mamoulian. Na década de 1950, o uso da cor generalizou-se tanto que o preto e branco ficou praticamente relegado a"pequenos” filmes.


Carregar ppt "Comunicação Gráfica e Audiovisual"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google