A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

É chegada a hora de buscarmos, através da União, a Defesa, Resgate e Preservação das Tradições Culturais de Matriz Africana. Uma contribuição do Professor.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "É chegada a hora de buscarmos, através da União, a Defesa, Resgate e Preservação das Tradições Culturais de Matriz Africana. Uma contribuição do Professor."— Transcrição da apresentação:

1 É chegada a hora de buscarmos, através da União, a Defesa, Resgate e Preservação das Tradições Culturais de Matriz Africana. Uma contribuição do Professor Marcelo Monteiro Oloye Asogun e Omo-Awo Ifafunke

2 A Celebração Anual do Kwanzaa inicia no dia 26 de Dezembro e tem fim no dia 1 de Janeiro O Kwanzaa envolve uma reflexão sobre Sete Princípios básicos: a valorização da comunidade, das crianças e da Vida Esta celebração vem se espalhando lentamente pelos países da diáspora africana Kwanzaa significa “os primeiros frutos”, uma tradição muito antiga das celebrações das colheitas na África Prof. Marcelo Monteiro, é Professor de Cultura e Língua Yorubá e Presidente Nacional do CETRAB – Centro de Tradições Afro-Brasileiras

3 Prof. Dr. Maulana Karenga, é Professor do Departamento de Estudos Africano da California State University Feriado criado pelo Ativista negro Professor e Doutor Maulana Karenga, na plenitude do movimento de direitos civis. Toda a Celebração e os rituais do Kwanzaa foram concebidos após as famosas e terríveis revoltas de Watt, em1966. Professor Karenga buscou em remotas tradições africanas valores que fossem cultivados pelos negros americanos naqueles terríveis dias de lutas pelos direitos civis, de assassinatos de seus principais líderes e que não sendo religiosos, pudessem atrair – como atraíram – todas as comunidades religiosas negras em todo o país e, no futuro, pelo mundo afora.

4 Karenga organizou uma Kwanzaa em torno de 5 fundamentais atividades, comuns às celebrações africanas da colheitra das primeiras frutas. 1.Uma reunião da família, de amigos e da comunidade; 2.Reverência a um criador e à criação, destacando o momento de ação de graças e a reafirmação dos compromissos de respeitar o ambiente e “curar” o mundo; 3.Uma comemoração do passado honrando os Antepassados, pelo aprendizado de suas lições e seguindo os exemplos das realizações de suas Histórias; 4.Uma renovação dos compromissos com os mais altos ideais culturais da comunidade como verdade, justiça, respeito às pessoas e à natureza, o cuidado com os vulneráveis e respeito aos Anciões; 5.A celebração do “Bem da Vida” como um conjunto: Realização de Luta, Família, Comunidade e Cultura.

5 O Kwanzaa é celebrado através de cantos, rituais, diálogos, narrativas, poesias, danças, batucadas festivas. Estas atividades devem demonstrar os Sete Princípios – Nguzo Saba 1. Umoja (Unidade) - Para buscar e manter a unidade da família, comunidade, nação e raça. 2. Kujichagulia (Autodeterminação) - Para definir à nós mesmos, o nome que nós mesmos criamos para nós mesmos e falar para nós mesmos. 3. Ujima (Coletiva de Trabalho e Responsabilidade) - Para construir e manter a nossa comunidade unidas e, enxergar os problemas dos nossos irmãos e irmãs como nossos problemas a fim de resolvê-los em conjunto. 4. Ujamaa (Cooperativa de Economia) - Para construir e manter nossas próprias lojas, empresas e outros negócios e lucrar com elas em conjunto. 5. Nia (Objetivo) - Para fazer com que a nossa vocação coletiva da construção e desenvolvimento da nossa comunidade, a fim de restaurar o nosso povo a sua grandeza tradicional. 6. Kuumba (Criatividade) - Para fazer sempre o máximo que pudermos, de forma que pudermos, para deixar nossa comunidade mais bonita e benéfica do que nós herdamos. 7. Imani (Fé) - Para acreditar com todo o nosso coração em nosso povo, nossos pais, nossos professores, nossos líderes e da justiça e da vitória da nossa luta.

6 Mazao (As Colheitas) - Estas são símbolos de celebrações das colheitas africanas e das recompensas de trabalho produtivo e coletivo. Mkeka (O Tapete) - Isto é símbolo de nossa tradição, história e fundação a qual nós construímos. Kinara (o proprietário de vela) isto é símbolo de nossas raízes e nossos antepassados do continente africano. Mishumaa Saba (as sete velas) Estas são símbolos do Nguzo Saba os sete princípios Muhindi (O Milho) Isto é símbolo de nossas crianças e nosso futuro que eles encarnam Kikombe Cha Umoja (A xícara de Unidade) Isto é símbolo do princípio de fundação e prática de unidade que torna possível todo outro. Zawadi (Os presentes) Estes são símbolos do trabalho e amor de pais e os compromissos feitos e mantiveram pelas crianças Símbolo adicional Bendera (A Bandeira) As cores da bandeira de kwanzaa são preto, vermelho e verde; preto para as pessoas, vermelho para a luta deles edelas, e verde para o futuro a esperança. Os símbolos utilizados na Cerimônia são:

7 Todos os dias as velas são acessas, primeiro a preta e depois alternando das pontas para o centro, num altar onde são colocadas as frutas frescas e, uma espiga de milho por cada criança que houver na casa. Depois de acessas as velas, todos bebem na taça comum em reverência aos antepassados e saúdam com uma grande exclamação “Harambee” que tanto significa “reúnam todas as coisas” como “vamos fazer juntos”. A grande festa é a de 1 de janeiro, quando há muita comida, muita alegria e onde cada criança deve ganhar três presentes, os quais, modestos, devem ser: 1 livro; 1 objeto simbólico; 1 brinquedo.

8 Feliz Kwanzaa e um Próspero Ano Novo ! São os sinceros votos do Professor Marcelo Monteiro, em nome da Diretoria Nacional do CETRAB - Centro de Tradições Afro-Brasileiras


Carregar ppt "É chegada a hora de buscarmos, através da União, a Defesa, Resgate e Preservação das Tradições Culturais de Matriz Africana. Uma contribuição do Professor."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google