A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

COMUNICAÇÃO, RELACIONAMENTO INTERPESSOAL E TRABALHO EM EQUIPE- IMPORTÂNCIA PARA O SUCESSO DOS AUDITORES.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "COMUNICAÇÃO, RELACIONAMENTO INTERPESSOAL E TRABALHO EM EQUIPE- IMPORTÂNCIA PARA O SUCESSO DOS AUDITORES."— Transcrição da apresentação:

1 COMUNICAÇÃO, RELACIONAMENTO INTERPESSOAL E TRABALHO EM EQUIPE- IMPORTÂNCIA PARA O SUCESSO DOS AUDITORES

2 Integrantes: Denise Oliveira Elisangela dos Santos Netto Francisco Valdivino Lucilene Feitosa Suéllen Soares Yngrid Ribeiro dos Santos

3 COMUNICAÇÃO Definição de Comunicação: A palavra comunicação é originária do latim communicare, que significa “tornar comum”, “partilhar”, “repartir”, “associar”, “trocar opiniões”, conferenciar”. Comunicar implica (communicatio tem o sentido de “participação”), interação, troca de mensagens, emissão ou recebimento de informações (MATOS, 2009).

4 De acordo com Torquato (1991), a comunicação, como conceito,abriga uma vasta área multidisciplinar. Está praticamente presente em todas as formas de interação social. Significa que comunicação é um conceito que se liga a influência, poder, consentimento, cooperação, participação, imitação, liderança e solidariedade.O poder da comunicação pode ser designado como poder expressivo. Ele é capaz de alterar estados de comportamento e, dependendo das formas como é utilizado, poderá ser decisivo para o tipo de participação do funcionário e para a eficácia global dos programas empresariais.

5 Torquato (1991) ressalta que, por meio da comunicação, uma organização estabelece uma tipologia de consentimento, formando congruência, equalização, homogeneização de ideias, integração de propósitos. Desta forma, a comunicação é uma ferramenta importante de eficácia e produtividade.Seu poder expressivo viabiliza concordância em torno de metas e objetivos, valores e normas, meios, políticas e práticas grau de participação e obrigações de desempenho.

6 Processos da Comunicação Cada situação de comunicação difere de algum modo de qualquer outra, mas ainda assim podemos tentar isolar certos elementos em comum apresentados por todas. São estes ingredientes e suas inter-relações que consideramos, quando procuramos construir um modelo genérico de comunicação. Para Berlo (1999), o interesse pela comunicação tem produzido muitas tentativas de criar modelos do processo – descrições, relações de ingredientes. Naturalmente, esses modelos diferem. Nenhum pode ser tido como “correto” ou “verdadeiro”. Uns podem ser mais úteis que outros, alguns podem corresponder mais que outros ao presente estado de conhecimento sobre comunicação.

7 O autor cita o modelo de comunicação de Shannon-Weaver, que disseram que os ingredientes da comunicação incluem: A fonte; O transmissor; O sinal; O receptor; O destinatário.

8 Pode-se dizer que toda a comunicação humana tem alguma fonte, uma pessoa ou um grupo de pessoas com um objetivo, uma razão para empenhar-se em comunicação.

9 Barreiras na comunicação Segundo os autores Argyris; Bartolomé; Rogers, (1999), todos nós sentimos uma necessidade natural de julgar, avaliar e aprovar (ou desaprovar) o que a outra pessoa está dizendo. Embora avaliar seja uma coisa comum em todas as conversas, esta reação se torna mais intensa nas situações em que sentimentos e emoções estão profundamente envolvidos.

10 Portanto, quanto mais forte o sentimento, menos provável que exista um elemento mútuo na comunicação. Serão apenas duas ideias, dois sentimentos ou dois julgamentos se desencontrando no espaço psicológico. O impulso de avaliar declarações emocionalmente significativas a partir do nosso próprio ponto de vista é o que bloqueia a comunicação interpessoal.

11 Ouvir e compreender É possível conseguir uma verdadeira comunicação e evitar esta tendência a avaliar se ouvirmos compreendendo. Isto significa ver as ideias e opiniões da outra pessoa do mesmo ponto de vista dela, percebendo como ela se sente, entender o seu referencial sobre o assunto que está sendo discutido. Argyris; Bartolomé; Rogers, (1999), é a maneira mais eficaz que encontramos para alterar a estrutura básica da personalidade de uma pessoa e melhorar os seus relacionamentos e comu nicação com os outros.

12 Quando sou capaz de ouvir o que uma pessoa me diz, e realmente compreender que ela odeia o pai, a empresa ou um determinado partido político, ou se posso captar a essência do seu medo da insanidade ou de bombas nucleares, terei mais capacidade de ajudá-la a alterar esses ódios e temores e se relacionar de maneira mais realista e harmoniosa com as pessoas e situações que despertam esses sentimentos. Sabemos, a partir de pesquisas, que essa compreensão empática – compreender junto com a pessoa, não algo sobre ela – é tão eficaz que pode provocar mudanças significativas na personalidade.

13 Relacionamento interpessoal. Para que uma empresa obtenha sucesso, cabe a ela uma boa comunicação, é por meio dela que as pessoas se relacionam. “Nesta era da informação, a comunicação, que é basicamente o processo de troca de informações, tem um papel crucial. Este processo é fundamental na vida de uma empresa porque nenhum indivíduo pode gerar sozinho todas as informações necessárias para a tomada de uma decisão. (Bartolomé,1999, p. IX)“

14 A comunicação quando bem administrada oferece a empresa agilidade e clareza na tomada de decisões, ela é responsável não só pelo desenvolvimento humano como também da organização. Esse desenvolvimento de pessoas no contexto organizacional depende do relacionamento interpessoal, que interfere na motivação dos funcionários, porque funciona como uma ferramenta que auxilia o processo, criando assim estratégias que possam atuar como força impulsionadora do comportamento dos indivíduos que as compõe.

15 As relações interpessoais decorrem por meio de processos de interação, correspondente a situações de trabalho compartilhadas por duas ou mais pessoas, atividades coletivas e pré-determinadas a serem executadas, como: comunicação, cooperação, respeito, amizade etc.No processo de desenvolvimento dessas atividades, são despertados sentimentos positivos de simpatia e atração que provocam interação e cooperação repercutindo favoravelmente na produtividade. No esforço de atingir a posição de liderança, a empresa deve primeiramente tornar-se compreendida por todos os públicos e compreendê-los.

16 Importância para o sucesso dos auditores. “A atitude de auditoria, com vistas ao objeto em exame, reflete a combinação de uma educação profissional adquirida com o conhecimento técnico pelo estudo permanente de novas ferramentas de trabalho, regulamentações, aprimoramento pessoal e pela experiência adquirida através de trabalhos diferentes com o uso do raciocínio e julgamentos, complementados pela maturação pessoal dando-lhe capacitação mental e intelectual para avaliar e concluir os dados em exame. ( Willin Attie, 2000, p. 26)”

17 Com base nessas informações existe a necessidade de que o profissional auditor, além de obter os conhecimentos técnicos para avaliar sua função, o bom relacionamento com a equipe ajuda no aprimoramento do trabalho que irá desenvolver, pois a extensão e a profundidade das informações que o auditor demonstrar em seus relatórios para o diretor geral da empresa, deve obter informações de confiança tanto interna como externa, trazendo uma boa qualidade das provas obtida.

18 Conclusão Em suma, como podemos verificar ao longo do trabalho, a comunicação é um processo de troca de informações, usada para influenciar o comportamento dos outros. É um processo que relaciona com todas as áreas de comportamento humano. Em um ambiente de trabalho a comunicação tem que andar junta com os funcionários, sem uma boa comunicação no trabalho ou até mesmo na vida pessoal, haverá divergências na convivências com as demais pessoas. Existe diversos processos na comunicação, para deixá-la mais clara e eficaz: a fontes, de onde surgiu a conversa; o transmissor, aquele que está transmitindo a informação ou algo; o sinal, aquele que se enquadra na expressão; o receptor, é aquele que se comunica com o transmissor e recebe a mensagem. Na comunicação, tem que ter a compreensão de ouvir e entender.

19 A comunicação da equipe é fundamental, para o sucesso da conquista dos objetivos. Por meio da comunicação as pessoas passam a se conhecer melhor, e automaticamente, a sentir umas as outras, o que aumenta a compreensão e o equilíbrio de todos os participantes. A boa comunicação entre os membros da equipe proporciona um melhor relacionamento e uma melhor interação de todo o grupo de trabalho, fazendo com que as ideias, opiniões, sugestões, teorias, fluam rapidamente e possam ser divididos entre os integrantes, de modo que possam ser aperfeiçoados e colocados em prática, quando necessário.

20 Com uma boa comunicação em uma equipe, desperta a criatividade qualidade do trabalho e a produtividade, garantindo melhores resultados e proporcionando um ambiente mais harmonioso e feliz. Com a comunicação sendo clara e eficaz o trabalho em equipe só ajuda a motivar os funcionários. Para um auditor, todos esses elementos que foram citados acima é de suma importância para ter sucesso em sua profissão. Ele serve de intermediador da empresa onde trabalha, para a empresa onde está prestando o serviço devido. Se houver uma boa comunicação, ele conseguirá entregar os relatórios com mais rapidez e clareza, haverá a comunicação entre a empresa e o auditor, pois ele irá receber informações segura, onde ajudará o elaborar um bom serviço.


Carregar ppt "COMUNICAÇÃO, RELACIONAMENTO INTERPESSOAL E TRABALHO EM EQUIPE- IMPORTÂNCIA PARA O SUCESSO DOS AUDITORES."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google