A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gerência, Planejamento e XP Parte 1. 2 - 19 Para que planejar? semprea coisa mais importante para garantir que estamos sempre fazendo a coisa mais importante.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gerência, Planejamento e XP Parte 1. 2 - 19 Para que planejar? semprea coisa mais importante para garantir que estamos sempre fazendo a coisa mais importante."— Transcrição da apresentação:

1 Gerência, Planejamento e XP Parte 1

2 Para que planejar? semprea coisa mais importante para garantir que estamos sempre fazendo a coisa mais importante que se tem a fazer coordenar Para coordenar a interação das pessoas mudanças Para responder rapidamente a mudanças [BECK01]

3 Planejamento no XP Baseia-se na separação dos papéis  Cliente decide escopo e prioridade  Desenvolvedor estima o tempo e declara velocity Baseia-se no Yesterday’s Weather

4 Overview poucos meses  Releases com poucos meses, iterações de uma semana  Divididas em iterações de uma semana tarefas de poucos dias  divididas em tarefas de poucos dias stories O planejamento irá alocar stories às releases e iterações

5 Stories Representam características do sistema  Funcionalidades ou restrições  Ora de alto nível, ora de baixo nível Escritas em cartões com poucas palavras e pelo cliente “Estórias são promessas de conversa”

6 Modelo de estória

7 Modelo de estória

8 Concepção do projeto Estórias em altíssimo nível Estimativas aproximadas de tempo e custo Restrições fornecidas por um conhecedor do negócio

9 Planejando a Release O cliente:  Define as estórias da iteração  Define o valor das estórias (prioridade) Os Programadores  Estimam a duração das estórias  Alertam sobre riscos técnicos  Declaram o velocity

10 Planejando a iteração Revisão das estórias Lista de tarefas para cada estória Estimativa das tarefas Revisão de Prioridade Escolha das estórias a serem implementadas Especificação dos Testes de Aceitação

11 Planning Game [WAKE02]

12 Em XP o gerente... Não define prioridades; o cliente faz isto. Não delega tarefas; os programadores fazem isto; Não estima a duração das tarefas; programadores fazem isto. Não define cronogramas; cliente e programadores negociam isto. [WAKE02]

13 O que faz o gerente então? Media interações externas Forma a equipe Obtém recursos:  Reuniões, papel e pizza Gerencia o time Gerencia os problemas do time [WAKE02]

14 Sit together Pair programmingIntegração Área Privativa [WAKE02] Open workspace Fluxo de comunicação Privacidade

15 Contrato de escopo variável “É simplesmente um contrato de prestação de serviços, pago por desenvolvedor.hora” Klaus Wuestefeld [XPERS04]

16 O que foi visto

17 Referências [PMBK00] PMBOK 2000 [BECK00] Beck, Kent Extreme Programming Explained. Boston: Addison-Wesley. [BECK01] Beck, Kent and Martin Fawler Planning Extreme Programming. Boston: Addison-Wesley. [CITi04] Soares, Allynson et. al Estruturação Organizacional Horizontalizada E Orientada A Projetos. Recife: CEPE [JEFF01] Jeffrien, Ron What is Extreme Programming? Em xprogramming.com [WAKE02] Wake, William C Extreme Programming Explored. Boston: Addison-Wesley [XpRecife] Grupo e lista de discussão XPRecife [XPERS04] Grupo e lista de discussão XPers

18 Referências [BECK00] Beck, Kent Extreme Programming Explained. Boston: Addison-Wesley. [BECK01] Beck, Kent and Martin Fawler Planning Extreme Programming. Boston: Addison-Wesley. [CITi04] Soares, Allynson et. al Estruturação Organizacional Horizontalizada E Orientada A Projetos. Recife: CEPE [JEFF01] Jeffrien, Ron What is Extreme Programming? Em xprogramming.com [WAKE02] Wake, William C Extreme Programming Explored. Boston: Addison-Wesley [XpRecife] Grupo e lista de discussão XPRecife [XPERS04] Grupo e lista de discussão XPers

19 Gerência, Planejamento e XP Parte 2

20 Áreas de Conhecimento em PGP Uma visão extrema

21 Integração Desenvolvimento, execução do plano de projeto e controle de mudanças  Whole team = desenvolvedores + cliente  Papel do gerente: MEDIADOR e TRACKER

22 Escopo Planejamento do escopo  Planning Game Gerenciamento do escopo  Mudanças + Verificação  Client on-site + Testes de Aceitação

23 Tempo Definição e estimativa das atividades  Fase de exploração do Planning Game Seqüenciamento e desenvolvimento do cronograma  Fase de Planejamento do jogo [BECK01]

24 Custo Contrato de escopo variável “É simplesmente um contrato de prestação de serviços, pago por desenvolvedor.hora” Klaus Wuestefeld [XPERS04]

25 Recursos humanos Montagem da equipe  Primeira reunião: o que é XP? Desenvolvimento da equipe  Move people around  Pair programming  Aumentando o “truck number”

26 Comunicação Open workspace Stand up meeting Client On-Site Pair programming Integração Área Privativa [WAKE02]

27 Qualidade, Risco e Aquisições TRACKER e COACH: gerentes de qualidade Risco: papel do gerente informá-los Aquisições: apoio da diretoria de qualidade do CITi, problemas com a infra- estrutura do CIn

28 Conclusões Valores do XP guiam as atividades da equipe Adaptação é a palavra chave.  Adaptamos o XP às nossas necessidades;  PMBOK com roupa de XP(?) Satisfação do cliente

29 Referências [PMBK00] PMBOK 2000 [BECK00] Beck, Kent Extreme Programming Explained. Boston: Addison-Wesley. [BECK01] Beck, Kent and Martin Fawler Planning Extreme Programming. Boston: Addison-Wesley. [JEFF01] Jeffrien, Ron What is Extreme Programming? Em xprogramming.com [WAKE02] Wake, William C Extreme Programming Explored. Boston: Addison-Wesley [XpRecife] Grupo e lista de discussão XPRecife [XPERS04] Grupo e lista de discussão XPers


Carregar ppt "Gerência, Planejamento e XP Parte 1. 2 - 19 Para que planejar? semprea coisa mais importante para garantir que estamos sempre fazendo a coisa mais importante."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google