A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

B A Ba Do Sistema de Castas. Certamente já ouviste falar em igualdade. Sabes o que isso significa ?

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "B A Ba Do Sistema de Castas. Certamente já ouviste falar em igualdade. Sabes o que isso significa ?"— Transcrição da apresentação:

1 B A Ba Do Sistema de Castas

2 Certamente já ouviste falar em igualdade. Sabes o que isso significa ?

3 Sim, quer dizer que todas as pessoas têm os mesmos direitos e possibilidades, apesar das diferenças culturais, de cor de pele, de religião e de idioma. Aprendeste que independentemente dessas diferenças todo ser humano tem os mesmos direitos e deveres para com a sociedade. Isto é lógico, pois afinal de contas toda a gente tem as mesmas necessidades básicas, todos nós pensamos, sentimos, respiramos, gostamos de brincar, trabalhar e estudar e desejamos estar de bem com a vida, connosco próprios e com os outros.

4 Concordas ?

5 Pois bem. No entanto, as coisas não são bem assim no nosso mundo, como sabes. As notícias retratam isso claramente: alguns são ricos, outros muito pobres. As pessoas tendem a criar grandes diferenças entre si devido a esse e outros fatores.

6 Consideras isso justo ? Será que temos direito de tratar mal alguém ou de ser desagradáveis com outros só porque são aparentemente diferentes de nós ?

7 É evidente que não. Isso seria discriminação. Quando os teus colegas te põem de parte quando estão a fazer um jogo que tu gostes certamente ficas desapontado/a. Isso é discriminação, e pode ter consequências graves para as pessoas sujeitas a esses tratamentos. Tendo em conta tudo que já leste e ouviste falar acerca da sociedade global, certamente compreendeste que o princípio da igualdade não é muito levado a sério, pois infelizmente há pessoas que se tentam dar bem às custas daqueles que são menos favorecidos. Isto sucede em qualquer parte do mundo. Em determinadas sociedades, porém, as desigualdades sociais são mais notórias que em outras, porque a discriminação é prática comum e muito antiga, está enraizada na tradição da sociedade e inculcada na mente das pessoas. Um caso destes, por exemplo, é o dos países onde vigora o sistema de castas, sobre o qual a nossa colaboradora Ranita escreveu neste blog, assim como eu e os outros membros desta equipa.

8 Recordas-te então, certamente do que significa o sistema de castas e do que é ser um dalit ?

9 Recapitulando podemos resumir que o sistema de castas é uma hierarquia social que subdivide as pessoas por classes designadas como castas. A lenda na qual se baseia esta hierarquia diz que o criador, o deus Brahma, criou a humanidade a partir dos seus próprios membros. Por isso, os brâmanes terão saído da cabeça da divindade e os Kshatryas dos braços. Os wayshyas terão saído das coxas e os Shudra dos pés de brahma. Por essa ordem de ideias se distingue a importância dos membros das respetivas castas. Se os brâmanes provêm supostamente da cabeça do criador, são considerados a casta de elite, os mais inteligentes, poderosos e ricos. Por seu turno, os guerreiros se tornam a segunda classe mais importante desta hierarquia, seguidos pelos comerciantes, e por fim, os servos. Como bem te lembras, a condição da casta é hereditária, ou seja, passa de pais para filhos, e é irreversível, não dá para alterar ao longo da vida. Por isso, um servo nunca poderá “subir” ao nível de um guerreiro ou até de um comerciante, e vice-versa. Isto aplica-se a todas as castas.

10 Caso alguém cometa algum delito que vá contra algum princípio da casta em questão é rejeitado da mesma ?

11 As castas em tempos eram absolutamente rígidas e inflexíveis. A classe a que um indivíduo pertence determinava que trabalhos poderia fazer, para onde ir, com quem conviver, etc. Tal como foi referido em outros artigos deste blog, hoje em dia, este sistema, embora ainda exista, não está mais a ser suportado pelas leis dos países em causa. No entanto, é o único sistema ancestral de divisão social que continua em funções. Tornou-se algo mais flexível com o passar do tempo, de modo a que já é frequente os membros de qualquer casta escolherem, por exemplo, as profissões que querem exercer, locais a frequentar e até com quem casar. No entanto, ainda há grandes restrições de liberdade e margem para abusos por parte dos considerados “superiores” sobre os “inferiores”. Claro está que, numa sociedade assim, a igualdade de oportunidades não pode existir. Como deves calcular, quanto mais baixa for a posição na hierarquia das castas, mais oprimidas são as pessoas.

12 Consegues imaginar uma posição neste sistema que seja inferior à dos servos? Pois, provavelmente é difícil. No entanto, existe um patamar ainda mais oprimido que os shudra. Quem são essas pessoas?

13 São aqueles que não têm casta, considerados na tradição como intocáveis ou dalits. Na imagem da divisão da divindade brâma e consequente criação, os dalits são considerados como a poeira aos pés do criador, portanto, não são nada, apenas pó. Têm menos valor que qualquer servo e o contacto com eles é proibido a todas as castas. Obviamente podemos compreender que esta condição é muito cruel, tão cruel que quase nem a conseguimos imaginar.

14 Face a isto talvez te perguntes: Mas que fizeram essas pessoas para estarem nessa condição, será que estão a ser castigados por algum crime ? E se eles são encarados como inferiores aos restantes seres humanos não podem prestar qualquer serviço à sociedade ?

15 Em alguns documentos supostamente sagrados, os intocáveis são designados como “aqueles que não deveriam ter nascido”. Isso por si só diz tudo. São encarados como seres de menor valor, até menos que a maioria dos animais. Os trabalhos que eles fazem são aqueles que ninguém mais faz, pois os membros das castas consideram-nos impuros. Limpar as latrinas, varrer ruas, desempenhar qualquer função que envolva contacto com animais mortos, são algumas das funções profissionais predestinadas aos dalits. Em tempos, eram castigados com a pena de morte caso quisessem adquirir educação, nem sequer lhes era permitido fazer orações. Hoje em dia, as leis determinam que pessoas de origem dalit têm direito a frequentar escolas e a escolher a sua profissão livremente. Determinados postos públicos são reservados para eles e a lei determina também que não deve haver qualquer distinção de tratamento entre eles e as outras pessoas não dalits. No entanto, há uma grande diferença entre a realidade diária e o que as leis estabelecem.

16 Os dalits continuam a viver em condições de extrema opressão, na maioria dos casos em profunda pobreza São separados da restante população por barreiras visíveis e geográficas, pois quer nas cidades, quer em meios rurais vivem em bairros à parte, colónias habitacionais degradadas. Nas vilas e campos, continuam a trabalhar em condições de escravidão para pessoas de posses, essencialmente nos terrenos de cultivo. Não lhes é permitido possuir terrenos próprios. Não podem compartilhar os poços de água potável com a restante população. Espaços públicos estão divididos sempre que possível em áreas reservadas aos dalits e outras para as pessoas de casta. Em estabelecimentos comerciais e restaurantes são servidos com utensílios separados, quando não lhes é vedada a entrada e, nas escolas, as crianças dalit, embora frequentem as aulas, são maioritariamente mantidas à parte, de costas viradas para professores e colegas. Imagina como seria se a tua origem social te proibisse de brincar com quem queres, se tivesses de frequentar balneários diferentes dos outros, etc.


Carregar ppt "B A Ba Do Sistema de Castas. Certamente já ouviste falar em igualdade. Sabes o que isso significa ?"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google