A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Antonio Carlos Castellar de Castro Engenheiro de Segurança do Trabalho Mestre em Engenharia de Produção

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Antonio Carlos Castellar de Castro Engenheiro de Segurança do Trabalho Mestre em Engenharia de Produção"— Transcrição da apresentação:

1 Antonio Carlos Castellar de Castro Engenheiro de Segurança do Trabalho Mestre em Engenharia de Produção Tel.: /

2  Nova NR-10 – Vestimentas adequadas às atividades, contemplando:  Condutibilidade  Inflamabilidade  Influências Eletromagnéticas  Setor Elétrico – mais atingido – falha pode provocar arco de potência com energia térmica de alta magnitude atingindo o trabalhador.  Parco conhecimento inicial sobre o assunto – necessidade de maiores informações na literatura, empresas do exterior e fornecedores.  CHESF e outras empresas do setor público – moralidade administrativa.  Fornecimento de vestimentas adequadas aos empregados com requisitos de proteção, conforto, durabilidade e custo. INTRODUÇÃO

3 DESENVOLVIMENTO  Estratégia corporativa da CHESF para o tratamento da questão, ao lado de outros 11 temas especificados, com diretrizes gerais e específicas definidas pelo GT NR-10.  Objetivos principais do PRA-II – definir atividades e respectivos empregados que deveriam utilizar as vestimentas; elaborar ET para contratação do fornecedor; gerenciar a entrega; definir procedimentos para a manutenção e novas aquisições.

4  Procedimentos realizados:  Busca de informações na literatura nacional e internacional e participação em eventos relativos – existência de diferentes metodologias para o cálculo do ATPV, com o resultado de algumas delas em determinadas situações podendo inviabilizar a utilização das vestimentas do ponto de vista ergonômico.  Participação na consolidação da ET elaborada pela Funcoge sobre vestimentas especiais para servir de base às empresas do setor; proteção para a classe de risco II (8 ATPV, no mínimo); estabelecimento de requisitos objetivos de proteção, conforto e durabilidade, sem especificar a tecnologia utilizada na confecção dos tecidos das vestimentas.

5  Realização de reuniões com os principais fornecedores de vestimentas especiais na CHESF, bem como visitas a fornecedores e mais de 40 testes de conforto com possíveis usuários; avaliações consideradas satisfatórias no geral, mas foi identificada a necessidade de redução da gramatura do tecido em virtude das altas temperaturas no Nordeste;  Conclusão da ET da CHESF para contratação do fornecedor, após nivelamento com as áreas de suprimento e de controle de qualidade e com o GT-NR 10, com o estabelecimento de mais de 20 requisitos objetivos a serem atendidos, muitos deles através dos resultados de testes realizados em laboratórios credenciados no Brasil e no exterior e aprovados pela área normativa de segurança do trabalho.

6  Neste primeiro momento, devem ser atendida(o)s a(o)s empregada(o)s que realizam atividades com elevado risco de exposição ao arco elétrico de alta potência, assim considerada(o)s aquela(e)s que possam atuar diretamente em pontos energizados de alta tensão, num total inicial de 1373 pessoas, com cada delas recebendo 2 calças, nas cores azul escuro ou cinza, e 2 ou 3 camisas, nas cores azul claro, laranja ou cinza, dependendo da situação.  Realização do pregão eletrônico em agosto de 2007, com 10 empresas participantes, e assinatura do contrato de fornecimento das vestimentas com empresa que atendeu todas às exigências da CHESF; outros valores agregados: proteção de 10,1 ATPV inerente ao tecido, reduzindo o custo de manutenção das vestimentas e aumentando a sua durabilidade; respeito às questões de gênero.

7  Centralização da entrega do material no Almoxarifado Central da CHESF pelo fornecedor e posterior distribuição para as diversas áreas da Empresa; distribuição de um kit individual personalizado para cada pessoa atendida, com um comunicado sobre as vestimentas, seu uso e manutenção; comunicado para gerentes e/ou supervisores das áreas atendidas; prevista a aquisição de kits coletivos para manutenção das vestimentas (substituição de botões).  Prevista a descentralização futura para a aquisição das vestimentas, passando a receber o mesmo tratamento dispensado aos demais EPIs, com o gerenciamento do suprimento sendo feito pela área de gestão de material da Empresa, observando-se os requisitos da ET elaborada pela área de segurança do trabalho.

8  Mesmo com o ônus do maior tempo inerente ao processo licitatório, entende-se que a CHESF adotou uma estratégia que atingiu plenamente os objetivos a que se propunha, no que se refere à aquisição das vestimentas antichama, atendendo aos requisitos de proteção, conforto, durabilidade e custo especificados pela Empresa, e proporcionando maior legitimidade às decisões no processo.  Com a finalização da entrega das vestimentas, prevista para ocorrer em junho de 2009, considera-se que a CHESF atenderá plenamente aos requisitos estabelecidos no item da NR-10, com melhoria das condições de segurança e saúde ocupacional; a ET da CHESF já tem inclusive servido de referência para outras empresas do setor elétrico e o seu registro de preços já foi solicitado por outras empresas do setor público.  Aperfeiçoamentos deverão ser realizados na ET ao longo do tempo, buscando sempre a otimização ergonômica das vestimentas utilizadas.


Carregar ppt "Antonio Carlos Castellar de Castro Engenheiro de Segurança do Trabalho Mestre em Engenharia de Produção"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google