A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ANA LUÍSA DA SILVA ANDRADE. Olha aquele gatinho Ele é tão fofinho Dormindo naquele cantinho Parece até um anjinho Ele tem um amigo E nenhum inimigo O.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ANA LUÍSA DA SILVA ANDRADE. Olha aquele gatinho Ele é tão fofinho Dormindo naquele cantinho Parece até um anjinho Ele tem um amigo E nenhum inimigo O."— Transcrição da apresentação:

1 ANA LUÍSA DA SILVA ANDRADE

2 Olha aquele gatinho Ele é tão fofinho Dormindo naquele cantinho Parece até um anjinho Ele tem um amigo E nenhum inimigo O dono dele é amoroso E muito carinhoso Ele é muito corajoso Nunca foi dengoso E sim muito estiloso Ele tem uma namorada Ela é muito engraçada E muito empolgada.

3 Dizem por aí, que pelas ruas de Teresina, há uma noiva fantasma desde 1970, e assim por diante vou contar essa estória. Um dia, Maria uma moça que estava preste a casar com João, seu noivo, numa igreja dentro do cemitério São José, no bairro Matinha, teve uma experiência terrível. No dia do casamento, nem o padre e o marido apareceram. Desde então ela fica vagando nas ruas de Teresina a procura de seu noivo para casar, assombrando os outros desde aquele dia.

4 No dia 16 de Abril de 2013, aconteceu o projeto É hora de poesia com o tema “O Universo Poético de Vinicius de Moraes”. Eu apresentei a poesia “Aviãozinho de Papel” tirado do paradidático “Livro de Papel”. Enquanto os outros da minha turma falavam a sua poesia, eu distribuía aviões de papel para as meninas. Depois eu fui comprar livros na feira. Comprei dois livros de piada, um de história infantil e outro de adesivos de filhotes. Assim que terminei de comprar, fui apresentar outra poesia, que fiz “O gatinho”.

5 Crispim era um jovem rapaz, de uma família muito pobre, que vivia na pequena Vila do Poti(hoje Poti velho, zona norte de Teresina). Seu pai que era pescador, morreu, deixando o pequeno garoto e sua velha mãe. Quando cresceu também foi pescador. Em uma de suas pescarias não consegui nada, chegando em casa espera um almoço gostoso feito por sua mãe, mas encontrou só um suporte de boi( osso da canela do boi).E como estava com muita raiva e fome, pegou a canela do bicho e bateu na mãe, deixando-a a beira da morte. Antes dela morrer rogou uma praga em seu filho.Que ele se transformaria em um monstro, e para se liberta da maldição teria que devorar sete virgens, com o nome de Maria.

6 Foram registrados no mês de abril 343 acidentes de trânsito em Teresina. Destes, 136 foram acidentes com vítimas e 207 sem vítimas. Os dados são do mapa de ocorrência de trânsito da Companhia Independente de Policiamento de Trânsito (Ciptran). A colisão permanece como tipo de acidentes mais comum, com 105 ocorrências nos acidentes com vítimas e 138 nos acidentes sem vítimas. A motocicleta foi o veículo que mais se envolveu em acidentes com vítimas com 116 aparições em um total de 248 veículos. Já nos acidentes sem vítimas, o tipo de veículo mais presente foi o automóvel com 63,21% de 424 veículos. A faixa etária proeminente dos condutores destes acidentes é de 30 aos 59 anos, representando 49,60% nos acidentes com vítimas e 56,13% nos acidentes sem vítimas. O sexo masculino é o mais incidente nos sinistros, uma vez que estes representam 78,63% dos condutores em acidentes com vítimas e 66,75% nos acidentes sem vítimas.

7 Na minha diofeirac eu apresentei sobre os flagrantes no trânsito, as pessoas que participavam eram eu Ana Luisa da Slva Andrade e minha amiga Bárbara Gonçalves, pois nosso tema da turma era trânsito. A gente tinha que apresentar fotos de pessoas desobedecendo as leis de trânsito, e nós deveríamos chamar e perguntar as pessoas o que estava de errado. Depois de a gente ter acabado no stand, a gente foi visitar a dos nosso colegas e até a as outras turmas maiores e dos menores.

8 Meu nome é Ana Luisa da Silva Andrade, tenho 9 anos e nasci no dia 25 de janeiro de 2004, moro em Teresina do Piauí e estudo no Colégio São Francisco de Sales também conhecido como Diocesano. Moro com meu pai de 40 anos, minha mãe de 42 anos e minha irmã com 16 anos, pois sou a caçula da família.

9 Ao árabes contribuíram para o aprimoramento da pecuária. Com a criação de cavalos andaluzes e de carneiro. Conta a lenda que o cavalo árabe originou-se guando “ALAH” disse ao Vento do Sul: “Transforma-te em carne sólida, pois de ti farei uma nova criatura, para honra de meu sagrado senhor”. Por ter vivido por muito tempo em condições adversas no deserto, o cavalo árabe tornou-se uma animal rústico, mas muito dócil e delicado, pois compartilhava das tendas dos beduínos durante as tempestades. Tempos atrás, as éguas eram mantidas como parte da família e alimentadas com tâmaras e leite de caramelo. As fêmeas sempre foram preferidas na seleção da raça, por serem mais calmas e quietas. Na beleza introduziram a pintura das unhas e os contornos dos olhos;


Carregar ppt "ANA LUÍSA DA SILVA ANDRADE. Olha aquele gatinho Ele é tão fofinho Dormindo naquele cantinho Parece até um anjinho Ele tem um amigo E nenhum inimigo O."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google