A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Heloisa Marceliano Nunes Médica – Seção Hepatologia IEC Ananindeua, 31 de outubro de 2008 Setor de Saúde do Trabalhador SEMINÁRIO DE ABERTURA DO PIBIC.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Heloisa Marceliano Nunes Médica – Seção Hepatologia IEC Ananindeua, 31 de outubro de 2008 Setor de Saúde do Trabalhador SEMINÁRIO DE ABERTURA DO PIBIC."— Transcrição da apresentação:

1 Heloisa Marceliano Nunes Médica – Seção Hepatologia IEC Ananindeua, 31 de outubro de 2008 Setor de Saúde do Trabalhador SEMINÁRIO DE ABERTURA DO PIBIC - IEC (VIGÊNCIA 2008/2009)

2 SAÚDE DO TRABALHADOR MINISTÉRIO DA SAÚDE A Coordenação Geral de Recursos Humanos do Ministério da Saúde busca institucionalizar o serviço de saúde do trabalhador nas suas unidades como forma de cumprir os preceitos da Constituição Federal, de 05/10/1988: Título II - Dos Direitos e Garantias Fundamentais Artigo 7° São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem à melhoria de sua condição social: Inciso XXII - Redução dos riscos inerentes ao trabalho, por meio de normas de saúde, higiene e segurança. Art § 3º Aplica-se aos servidores ocupantes de cargo público o disposto no art. 7º,

3 LEI Nº 8.112/90 (RJU) PORTARIA GM Nº 1.700/2006 DECRETO Nº de 13/11/2006 (SISOSP) RESOLUÇÃO CFM Nº 1.488/1998 EXAMES ADMISSIONAIS DEMISSIONAIS LICENÇAS MÉDICAS ACIDENTE DE TRABALHO E PERCURSO EXAMES PERIÓDICOS PROGRAMAS PREVENTIVOS RECURSOS FINANCEIROS RECEPCIONOU: NR-7 (PCMSO) NR- 9 (PPRA) PERÍCIA MÉDICA DETERMINA: Todos os médicos, independente de especialidade e local de trabalho, devem ser capazes de: Estabelecer nexo causal entre a doença do trabalhador e a atividade ocupacional SAÚDE DO TRABALHADOR NO MS Gestão em Saúde do Trabalhador PPRA- Programa de prevenção de riscos ambientais. PCMSO- Programa de controle médico e saúde ocupacional. Exame médico ocupacional. Exame periódico. Ações de promoção a saúde.

4 SETOR DE SAÚDE DO TRABALHADOR – SESAT, NO IEC Responsável: Enfermeira Cândida Maria Abrahão de Oliveira

5 SESAT MISSÃO DO SESAT Realizar ações que visem a promoção da saúde dos trabalhadores do Instituto Evandro Chagas para melhorar sua qualidade de vida refletindo dessa forma, nas ações prestadas em seus processos de trabalho.

6 AÇÕES DO SESAT ELABORAÇÃO DE DOCUMENTO ORIENTADOR PARA O SETOR PREENCHIMENTO DE CADASTRO INDIVIDUAL DO TRABALHADOR (Banco de dados). Entrevistados 831 trabalhadores entre 2005/2007 NOTIFICAR OS ACIDENTES DE TRABALHO (Comunicação de Acidente do Trabalho – CAT); acompanhamento/encaminhamento de acidentados VISITA DOMICILIAR OU HOSPITALAR PRODUÇÃO E PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS PROJETO DE PESQUISA: “Situação Imunológica dos profissionais de saúde de laboratório de pesquisa em relação ao vírus da Hepatite B” VACINAÇÃO CONTINUADA

7 Quanto a área exposta Exposição percutânea: lavar com água e sabão e usar solução antisséptica (povidine ou clorexidina) Exposição de mucosas: lavar com água ou solução fisiológica Não aumentar a área exposta fazendo cortes ou aplicando injeções Evitar usar soluções irritantes (hipoclorito, éter ou glutaraldeido) Quanto ao HIV Quimioprofilaxia (anti-retrovirais): + rápido possível, dentro de 1- 2 horas após o acidente/4 semanas. Sorologia do paciente-fonte (concordância) Acompanhar o PAS por 6 meses (HIV+ ou paciente-fonte desconhecido) Quanto ao HCV Não existem medidas específicas para reduzir o risco de transmissão Investigar o paciente-fonte Acompanhar o PAS sorologicamente Paciente-fonte infectado pelo HCV ou desconhecido, realizar no PAS: CONDUTAS FRENTE A EXPOSIÇÃO OCUPACIONAL Sorologia anti-HCV no momento e 6 meses após o acidente Dosagem TGP, no momento/6 semanas/6 meses após o acidente PCR HCV-RNA

8 PACIENTE FONTE PAS EXPOSTO HBsAg −HBsAg + HBsAg desconhecido Não vacinado Previamente vacinado, resposta conhecida e adequada Previamente vacinado sem resposta vacinal Resposta vacinal desconhecida HBIG e iniciar vacinação NME Iniciar vacinação NME Iniciar vacinação HBIG + 1 dose vacina ou HBIG (2x) Testar PAS Resposta adequada: NME Resposta inadequada: HBIG e 1 dose vacina ou HBIG (2x) Se fonte de alto risco: tratar igual HBsAg + Testar PAS Resposta adequada: NME Resposta inadequada: vacina + HBIG (2x) NME * Resposta vacinal adequada: anti-HBs por ELISA, quantitativamente ≥ 10mUI/ml. Quanto ao HBV

9 REGISTRO E NOTIFICAÇÃO DOS ACIDENTES DE TRABALHO Comunicar imediatamente ao seu chefe imediato a ocorrência do acidente de trabalho, Registrar o acidente (condições do acidente, dados do paciente-fonte, dados do PAS) e encaminhar ao SERH, Recusa do PAS para realizar os testes sorológicos ou usar quimioprofilaxia específica: deve ser registrada e atestada pelo profissional que atender o caso. CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho): - área privada: feita em 24 horas - serviço público federal: até 10 dias após o acidente - estados e municípios: regimes jurídicos específicos.

10 DISTRIBUIÇÃO DOS ACIDENTES DE TRABALHO SEGUNDO A CATEGORIA FUNCIONAL, IEC 2006 a 2008* SESAT N = 37 acidentes

11 Portaria MS Nº 597/GM de 04/2004 (três calendários obrigatórios de vacinação em todo o território nacional): a) Calendário Básico de Vacinação da Criança b) Calendário de Vacinação do Adolescente c) Calendário de Vacinação do Adulto e do Idoso Portaria MS Nº 2170/GM de 10/2004, revogou o artigo 5º da Portaria Nº 597: VACINAÇÃO CALENDÁRIOS NACIONAIS a)as vacinas são de caráter obrigatório b)o comprovante de vacinação corretamente preenchido (setor público/privado, legislação vigente) c)tanto as vacinas obrigatórias como seus respectivos comprovantes serão gratuitos na rede pública dos serviços de saúde.

12 CALENDÁRIO VACINAL RECOMENDADO AOS TRABALHADORES

13 SESAT OUTRAS VACINAS RECOMENDADAS AOS TRABALHADORES HEPATITE A (duas doses) HEPATITE A (duas doses) HPV -Papiloma vírus humano (três doses) HPV -Papiloma vírus humano (três doses) VARICELA (duas doses) VARICELA (duas doses) ANTIMENINGOCÓCICA C CONJUGADA ANTIMENINGOCÓCICA C CONJUGADA RAIVA RAIVA INFLUENZA ou GRIPE (dose anual) INFLUENZA ou GRIPE (dose anual) PNEUMOCOCO (dose única) PNEUMOCOCO (dose única)

14 VACINAÇÃO CONTINUADA CONTRA FEBRE AMARELA - IEC 2006 a 2008* FONTE: SESAT/SEARH/IEC *Até mês setembro SESAT

15 VACINAÇÃO CONTINUADA DOS TRABALHADORES DO IEC 2006 a 2008* FONTE: SESAT/SEARH/IEC SESAT

16 Obrigada! ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA Instituto Evandro Chagas/ SVS/MS Setor de Saúde do Trabalhador Rua Almirante Barroso 492, Marco CEP: Belém/PA Cx.Postal 1128 Telefone:(XX 91) Endereço eletrônico:


Carregar ppt "Heloisa Marceliano Nunes Médica – Seção Hepatologia IEC Ananindeua, 31 de outubro de 2008 Setor de Saúde do Trabalhador SEMINÁRIO DE ABERTURA DO PIBIC."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google