A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Dinâmica da Crosta Terrestre. A origem da Terra Planeta Terra idade: 4,6 bilhões de anos ao longo deste tempo a Terra passou por grandes transformações.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Dinâmica da Crosta Terrestre. A origem da Terra Planeta Terra idade: 4,6 bilhões de anos ao longo deste tempo a Terra passou por grandes transformações."— Transcrição da apresentação:

1 A Dinâmica da Crosta Terrestre

2 A origem da Terra Planeta Terra idade: 4,6 bilhões de anos ao longo deste tempo a Terra passou por grandes transformações. ao longo deste tempo a Terra passou por grandes transformações.

3 COMPOSIÇÃO INTERNA DO PLANETA Terra é constituída, basicamente, por três camadas estáticas: - Crosta - Camada superficial sólida que circunda a Terra; - Manto - camada logo abaixo da crosta. É formada por vários tipos de rochas que, devido às altas temperaturas, encontram-se no estado pastoso e recebem o nome de magma; - Núcleo - Compreende a parte central do planeta e acredita-se que seja formado por metais como ferro e níquel em altíssimas temperaturas.

4

5 Grandes Teorias A Deriva Continental A Deriva Continental - Alfred Wegener (1912) propôs a teoria, com base nas formas dos continentes de cada lado do Oceano Atlântico, que pareciam se encaixar.

6 Grandes Teorias Uma placa tectônica é uma porção da litosfera limitada por zonas de convergência, zonas de subdução e zonas conservativas. Uma placa tectônica é uma porção da litosfera limitada por zonas de convergência, zonas de subdução e zonas conservativas. Atualmente, a Terra tem sete placas tectônicas principais e muitas mais sub-placas de menores dimensões. Atualmente, a Terra tem sete placas tectônicas principais e muitas mais sub-placas de menores dimensões.

7 Limites de Placas Tectônicas Divergentes (construtivas): Divergentes (construtivas): - Quando uma nova crosta é gerada e as placas se distanciam - umas das outras

8 Rift Valley Africano

9 Limites de Placas Tectônicas Convergentes (destrutivas): Convergentes (destrutivas): -Quando uma placa mergulha sob a outra, sendo uma delas consumida (subducção); a) oceânica - continental a) oceânica - continental

10 Limites de Placas Tectônicas Convergentes (destrutivas): Convergentes (destrutivas): -Quando uma placa mergulha sob a outra, sendo uma delas consumida (subducção); b) continental - continental b) continental - continental

11 Cordilheira do Himalaia

12 Limites de Placas Tectônicas Convergentes (destrutivas): Convergentes (destrutivas): -Quando uma placa mergulha sob a outra, sendo uma delas consumida (subducção); c) oceânica - oceânica c) oceânica - oceânica

13 Limites de Placas Tectônicas Conservativas: Conservativas: -Quando não há produção nem destruição de crosta, as placas deslizam lateralmente uma em relação à outra.

14 Terremotos Um sismo é um fenômeno de vibração brusca e passageira da superfície da Terra, Um sismo é um fenômeno de vibração brusca e passageira da superfície da Terra, Resultante de movimentos subterrâneos de placas rochosas, de atividade vulcânica, ou por deslocamentos (migração) de gases no interior da Terra, principalmente metano. Resultante de movimentos subterrâneos de placas rochosas, de atividade vulcânica, ou por deslocamentos (migração) de gases no interior da Terra, principalmente metano. O movimento é causado pela liberação rápida de grandes quantidades de energia sob a forma de ondas sísmicas. O movimento é causado pela liberação rápida de grandes quantidades de energia sob a forma de ondas sísmicas.

15

16 Tectonismo ou Diastrofismo Compreende a todos os movimentos que deslocam e deformam as rochas que constituem a crosta terrestre. São causados por forças internas. Compreende a todos os movimentos que deslocam e deformam as rochas que constituem a crosta terrestre. São causados por forças internas. O diastrofismo se manifesta de duas maneiras através da epirogênese e orogênese. O diastrofismo se manifesta de duas maneiras através da epirogênese e orogênese.

17 Tectonismo ou Diastrofismo Epirogênese Epirogênicos - do grego épeiros = continente Epirogênicos - do grego épeiros = continente São movimentos verticais que provocam abaixamento ou soerguimento da crosta terrestre. Ocorrem em áreas geologicamente mais estáveis. São movimentos verticais que provocam abaixamento ou soerguimento da crosta terrestre. Ocorrem em áreas geologicamente mais estáveis. Pode provocar o rebaixamento de litorais pelas invasões do mar (transgressão marítima) Pode provocar o rebaixamento de litorais pelas invasões do mar (transgressão marítima)

18 Tectonismo ou Diastrofismo Orogênese Orogênicos - do grego ôros = montanha Orogênicos - do grego ôros = montanha Resultado de movimentos verticais ou horizontais. São movimentos de pequena duração no tempo geológico, mas muito intenso Resultado de movimentos verticais ou horizontais. São movimentos de pequena duração no tempo geológico, mas muito intenso Como resultado deste movimento temos: dobras(dobramentos) e as falhas(falhamento) ou fraturas. Como resultado deste movimento temos: dobras(dobramentos) e as falhas(falhamento) ou fraturas.

19

20

21

22 Vulcanismo Vulcão é uma estrutura geológica criada quando o magma, gases e partículas quentes (como cinzas) escapam para a superfície terrestre. Eles ejetam altas quantidades de poeira, gases e aerosóis na atmosfera, podendo causar resfriamento climático temporário. São frequentemente considerados causadores de poluição natural. Tipicamente, os vulcões apresentam formato cônico e montanhoso

23

24 Geiseres

25

26 Tipos de Rochas ROCHAS: Agregados de minerais ROCHAS: Agregados de minerais Magmáticas – formadas a partir de magma. Podem ser: Magmáticas – formadas a partir de magma. Podem ser: - Intrusivas ou plutônicas – formadas dentro da crosta – Granitos - Extrusivas ou vulcânicas – formadas por magma na superfície do planeta – Basalto Metamórficas – formadas pela transformação de rochas pré-existentes por altas temperaturas e pressão – gnaisses Metamórficas – formadas pela transformação de rochas pré-existentes por altas temperaturas e pressão – gnaisses Rochas Sedimentares – formadas a partir do desgaste de uma rocha pré-existente – Arenito, Folhelho Rochas Sedimentares – formadas a partir do desgaste de uma rocha pré-existente – Arenito, Folhelho

27 Relevo O relevo consiste nas formas da superfície do planeta, podendo ser influenciado por agentes internos (endógenos) e externos (exógeno). O relevo consiste nas formas da superfície do planeta, podendo ser influenciado por agentes internos (endógenos) e externos (exógeno). Conjunto das formas da crosta terrestre, manifestando-se desde o fundo dos oceanos até as terras emersas. Conjunto das formas da crosta terrestre, manifestando-se desde o fundo dos oceanos até as terras emersas. Entre as principais formas apresentadas pelo relevo terrestre, os quatro tipos principais são: Entre as principais formas apresentadas pelo relevo terrestre, os quatro tipos principais são: - Montanhas - Planaltos - Planícies - Depressões

28 Tipos de relevos Escudos antigos ou cristalinos: os crátons são as formações mais antigas da Terra (pré-cambrianos) – rochas magmáticas e metamórficas – planaltos e depressões – minerais metálicos (ferro e manganês). Bacias Sedimentares: relevo de formação (Paleozóica, Mesozóica e Cenozóica) – rochas sedimentares – planícies e planaltos sedimentares – carvão e petróleo. Dobramentos Modernos: relevo jovem (Cenozóica) – cadeias montanhosas – rochas magmáticas – relevo pobre em recursos.

29

30

31

32 Agentes modeladores Os agentes, também conhecidos como "escultores" do relevo, são forças que agiram no decorrer de milhões de anos, formando o relevo terrestre Os agentes, também conhecidos como "escultores" do relevo, são forças que agiram no decorrer de milhões de anos, formando o relevo terrestre - Tectonismo - Vulcanismo - Abalos sísmicos - Intemperismo - Enxurradas - Geleiras - Abrasão marinha

33 Intemperismo O intemperismo, também conhecido como meteorização, é o conjunto de processos mecânicos, químicos e biológicos que ocasionam a desintegração e a decomposição das rochas. No caso da desintegração mecânica (ou física), as rochas podem partir-se sem que sua composição seja alterada. Nos desertos, as variações de temperatura acabam partindo as rochas, assim como nas zonas frias, onde a água se infiltra nas rachaduras das rochas.

34 Agentes externos Enxurrada Grande quantidade de água que corre com violência, resultante de chuvas abundantes. Grande quantidade de água que corre com violência, resultante de chuvas abundantes. - Ravinas: sulcos profundos em áreas inclinadas - Voçorocas: enormes buracos que destroem trechos de terra cultiváveis, prejudicando a agricultura Geleiras Quando uma massa de gelo se desloca, realiza um trabalho de erosão nas rochas que as cercam, formando vales em forma de U. Quando uma massa de gelo se desloca, realiza um trabalho de erosão nas rochas que as cercam, formando vales em forma de U. Abrasão marinha É a erosão provocado pelo mar, devido à ação contínua das ondas que atacam a base e os paredões rochosos do litoral. É a erosão provocado pelo mar, devido à ação contínua das ondas que atacam a base e os paredões rochosos do litoral. - Falésias: escarpas na vertical que terminam ao nível do mar e encontram-se permanentemente sob a ação erosiva do mar.

35 1. A dinâmica do relevo é o resultado da combinação dos processos que ocorrem no interior da Terra (endógenos), com os que ocorrem no ambiente de contato da litosfera com a atmosfera e a hidrosfera (exógenos). Em relação a esta afirmação, assinale a alternativa correta. a) As teorias da Deriva Continental e da Tectônica de Placas são fundamentais na explicação das avalanches e dos escorregamentos nas montanhas. b) A orogênese explica os diversos aspectos da ação das forças externas, resultantes das intervenções ambientais realizadas pelas sociedades humanas. c) Os escudos cristalinos de origem endógena são os terrenos mais antigos da crosta terrestre, sendo que no Brasil cerca de 3,5% do território nacional. d) Nas áreas de relevo inclinado, o processo de erosão é acelerado pela presença da cobertura vegetal de grande porte. e) Os processos exógenos geram, através do intemperismo das rochas, o sedimento que, quando formado junto à rocha matriz, é denominado depósito eluvial.

36 2. Analise a figura. Em X e Y, indicados nessa figura, estão representadas duas feições de relevo. Com relação a essas feições, é correto afirmar que: a) X e Y foram formadas em conseqüência da separação de placas tectônicas. b) X foi formada em conseqüência da colisão de placas tectônicas e Y, em conseqüência da separação delas. c) X e Y foram formadas em consequência da colisão de placas tectônicas. d) X foi formada em conseqüência da separação de placas tectônicas e Y, em conseqüência da colisão delas.

37 3. As grandes elevações e rebaixamentos da superfície da crosta terrestre são devidas aos chamados fatores internos do relevo, pressões exercidas pelo magma na parte superior do manto. Essa atividade tectônica se revela com maior intensidade e frequência nas regiões onde as placas da crosta se tocam. O magma que vem à superfície pelos interstícios cria as mais extensas formações do relevo conhecidas como: a) falésias b) cordilheiras marginais (levantamento de cordilheira na borda continental, ex: Andes) c) dorsais oceânicas d) Diaclasamento (fraturas nas rochas) e) cadeias da costa


Carregar ppt "A Dinâmica da Crosta Terrestre. A origem da Terra Planeta Terra idade: 4,6 bilhões de anos ao longo deste tempo a Terra passou por grandes transformações."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google