A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Engenharia do Produto 8º período Engenharia de Produção 2º semestre de 2010 1 Prof.: MSc. Marcelo Machado Fernandes AULA 18 17/11/2010.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Engenharia do Produto 8º período Engenharia de Produção 2º semestre de 2010 1 Prof.: MSc. Marcelo Machado Fernandes AULA 18 17/11/2010."— Transcrição da apresentação:

1 Engenharia do Produto 8º período Engenharia de Produção 2º semestre de Prof.: MSc. Marcelo Machado Fernandes AULA 18 17/11/2010

2 ENGENHARIA DO PRODUTO – FEPI – 8º Período – Engenharia de Produção – 2010 – Prof.: MSc. Marcelo Machado Fernandes Apresentação da disciplina Engenharia do Produto Tópico Introdução à Engenharia do Produto Modelos de referência em desenvolvimento de produtos VOC (Voice of Customer) Modelo de Kano Noções de TRIZ Pugh Matrix QFD (Quality Function Deployment) Características mercadológicas Técnicas de embalagem Requisitos ambientais de projetos O modelo do sistema humano e a ergonomia Noções das Ferramentas DFX Noções de Engenharia Robusta Produtos - Serviços e bens e sistemas básicos de custeio Estamos aqui! OK !!

3 ENGENHARIA DO PRODUTO – FEPI – 8º Período – Engenharia de Produção – 2010 – Prof.: MSc. Marcelo Machado Fernandes Noções de Engenharia Robusta

4 ENGENHARIA DO PRODUTO – FEPI – 8º Período – Engenharia de Produção – 2010 – Prof.: MSc. Marcelo Machado Fernandes 4 Processo 1 Noções de Engenharia Robusta

5 ENGENHARIA DO PRODUTO – FEPI – 8º Período – Engenharia de Produção – 2010 – Prof.: MSc. Marcelo Machado Fernandes 5 Processo 2 Noções de Engenharia Robusta

6 ENGENHARIA DO PRODUTO – FEPI – 8º Período – Engenharia de Produção – 2010 – Prof.: MSc. Marcelo Machado Fernandes 6 Elementos de um processo PROCESSO Entradas Saída Noções de Engenharia Robusta

7 ENGENHARIA DO PRODUTO – FEPI – 8º Período – Engenharia de Produção – 2010 – Prof.: MSc. Marcelo Machado Fernandes 7 Tipos de Fatores Fatores controláveis Noções de Engenharia Robusta

8 ENGENHARIA DO PRODUTO – FEPI – 8º Período – Engenharia de Produção – 2010 – Prof.: MSc. Marcelo Machado Fernandes 8 Tipos de Fatores Fatores não-controláveis (ruídos) Noções de Engenharia Robusta

9 ENGENHARIA DO PRODUTO – FEPI – 8º Período – Engenharia de Produção – 2010 – Prof.: MSc. Marcelo Machado Fernandes 9 Tipos de Fatores Ruídos influenciam saídas? Noções de Engenharia Robusta

10 ENGENHARIA DO PRODUTO – FEPI – 8º Período – Engenharia de Produção – 2010 – Prof.: MSc. Marcelo Machado Fernandes 10 Tipos de Fatores Ruídos influenciam saídas? Noções de Engenharia Robusta

11 ENGENHARIA DO PRODUTO – FEPI – 8º Período – Engenharia de Produção – 2010 – Prof.: MSc. Marcelo Machado Fernandes 11 Tipos de Fatores Ruídos influenciam saídas? Noções de Engenharia Robusta

12 ENGENHARIA DO PRODUTO – FEPI – 8º Período – Engenharia de Produção – 2010 – Prof.: MSc. Marcelo Machado Fernandes 12 Tipos de Fatores Ruídos influenciam saídas? Noções de Engenharia Robusta

13 ENGENHARIA DO PRODUTO – FEPI – 8º Período – Engenharia de Produção – 2010 – Prof.: MSc. Marcelo Machado Fernandes 13 O Precursor Função Perda de Taguchi Noções de Engenharia Robusta

14 ENGENHARIA DO PRODUTO – FEPI – 8º Período – Engenharia de Produção – 2010 – Prof.: MSc. Marcelo Machado Fernandes 14 Noções de Engenharia Robusta Se compararmos o processo de desenvolvimento com um rio, desde sua nascente até a foz, a Engenharia Robusta já pode ser aplicada na nascente, bem "rio acima", quando estamos selecionando as tecnologias a serem usadas nos futuros produtos ou, um pouco mais tarde, quando estamos definindo o conceito e o projeto do produto. Embora as técnicas da ER possam ser usadas para resolver problemas, nosso principal objetivo não é resolver problemas, não é "apagar incêndios" rio abaixo, mas sim efetivamente prevenir tais incêndios muito, muito antes. Esta é uma grande diferença. Várias técnicas de melhoria são de natureza reativa, pois procuram controlar ou reduzir o nível de falhas e defeitos à medida em que eles ocorrem na produção em massa. Embora muitas vezes necessárias, estas são atividades de melhoria "rio abaixo". Outros métodos são mais preventivos, porém enfocam problemas potenciais que nada mais são do que sintomas decorrentes da variabilidade funcional, isto é, variabilidade na transformação de energia pelo produto ou processo. A idéia central da Engenharia Robusta é que, ao minimizarmos a variabilidade funcional, desenvolvendo uma função robusta, simplesmente não sobrará energia para se manifestar, mais tarde, sob a forma de diversos sintomas de mau-funcionamento. Shin Taguchi

15 ENGENHARIA DO PRODUTO – FEPI – 8º Período – Engenharia de Produção – 2010 – Prof.: MSc. Marcelo Machado Fernandes 15 Noções de Engenharia Robusta Exemplo Modelo Matemático para a Pressão

16 ENGENHARIA DO PRODUTO – FEPI – 8º Período – Engenharia de Produção – 2010 – Prof.: MSc. Marcelo Machado Fernandes 16 Noções de Engenharia Robusta r t w  Ek P = w 2 () t 3  2 )( 18  r 3 Exemplo Modelo Matemático para a Pressão

17 ENGENHARIA DO PRODUTO – FEPI – 8º Período – Engenharia de Produção – 2010 – Prof.: MSc. Marcelo Machado Fernandes 17 Noções de Engenharia Robusta Exemplo Modelo Matemático para a Pressão t P t 3 w P w

18 ENGENHARIA DO PRODUTO – FEPI – 8º Período – Engenharia de Produção – 2010 – Prof.: MSc. Marcelo Machado Fernandes 18 Noções de Engenharia Robusta Exemplo Modelo Matemático para a Pressão t P t 3 t P t 3

19 ENGENHARIA DO PRODUTO – FEPI – 8º Período – Engenharia de Produção – 2010 – Prof.: MSc. Marcelo Machado Fernandes 19 Noções de Engenharia Robusta Exemplo “It’s all about the slope”


Carregar ppt "Engenharia do Produto 8º período Engenharia de Produção 2º semestre de 2010 1 Prof.: MSc. Marcelo Machado Fernandes AULA 18 17/11/2010."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google