A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Teoria de Sistemas. A Teoria Geral dos Sistemas (TGS) surgiu com os trabalhos do biólogo alemão Ludwig von Bertalanffy (1901 – 1972). A TGS não busca.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Teoria de Sistemas. A Teoria Geral dos Sistemas (TGS) surgiu com os trabalhos do biólogo alemão Ludwig von Bertalanffy (1901 – 1972). A TGS não busca."— Transcrição da apresentação:

1 Teoria de Sistemas

2 A Teoria Geral dos Sistemas (TGS) surgiu com os trabalhos do biólogo alemão Ludwig von Bertalanffy (1901 – 1972). A TGS não busca solucionar problemas ou tentar soluções práticas, mas produzir teorias e formulações conceituais para aplicações na realidade. Funciona com 3 premissas básicas: 1 – Os sistemas existem dentro de sistemas. 2- Sistemas são abertos (processo infinito de intercâmbio com o seu ambiente). 3- As funções de um sistema dependem de sua estrutura (cada sistema tem um objetivo ou finalidade que constitui seu papel no intercambio).

3 A visão da organização como um todo não apenas o somatório de cada uma de suas partes (holismo). O todo apresenta características que não são encontradas em nenhum dos elementos isolados: é o emergente sistêmico. Além disso, podemos notar nas organizações um efeito sinérgico. Sinergia é o esforço simultâneo de várias partes que provoca um resultado ampliado e potencializado. Aliás, uma das razões para a existência das organizações é o seu efeito sinérgico, pois é através da sinergia que as organizações produzem valor agregado.

4 Sistema é a idéia de um conjunto de elementos interligados para formar um todo. O todo apresenta características próprias que não são encontradas em nenhum dos elementos isolados.

5 A partir da Teoria dos Sistemas, as organizações passaram a ser abordadas como um sistema aberto, conferindo-se grande importância nas relações que esta estabelece com o meio no qual está inserida (ênfase no ambiente). Sistema aberto se caracteriza por um intercâmbio de transações com o ambiente e conserva-se constantemente no mesmo estado, apesar da matéria e energia se renovarem. O sistema aberto está em constante interação com o ambiente, tem capacidade de crescimento, mudança, adaptação.

6 Portanto, a organização como sistema aberto é: * Um sistema criado pelo homem, * que mantêm uma dinâmica interação com o seu meio ambiente, através de suas relações com clientes, fornecedores, concorrentes, entidades sindicais, órgãos governamentais e outros agentes externos, que são elementos situados nas fronteiras organizacionais, * que influi sobre seu meio e dele recebe influências incontroláveis, * integrado por diversas unidades relacionadas entre si que trabalham em harmonia umas com as outras, de modo que qualquer mudança sobre uma das partes provoca impacto sobre as outras,

7 * com a finalidade de alcançar uma série de objetivos tanto da organização como de seus participantes * com comportamento não totalmente previsível, uma vez que o ambiente inclui variáveis desconhecidas * que apresenta capacidade de modificar a si mesma * e apresenta grau de resiliência (resistência às pressões do ambiente) variantes.

8 Dada à ênfase nas relações que a organização estabelece com seu ambiente, focaliza-se, na teoria dos Sistemas, os resultados (outputs) da organização, em vez de preocupar-se com as atividades ou estrutura organizacionais, como nas teorias estudadas anteriormente. Assim, recai maior preocupação com a eficácia da organização e não somente sobre a eficiência da organização.

9 A Teoria dos Sistemas utiliza o conceito do “Homem funcional”: nas suas ações, em um conjunto de papéis, o “homem funcional” mantém expectativas quanto ao papel dos demais participantes e procura enviar aos outros suas expectativas de papel. Essa relação altera ou reforça o papel desempenhado pelo indivíduo que, então, interrelaciona-se com os demais indivíduos como um sistema aberto, este último inserido no seio de um sistema de papéis que pode ser a organização, seu meio familiar ou seu círculo social.

10 Modelos de organização como sistemas abertos:

11 As características do modelo de Schein são as vistas (sistema aberto, conjunto de subsistemas, ambiente dinâmico e múltiplos elos). Modelo de Schein:

12 Cultura Organizacional: Assim como a sociedade tem uma herança cultural, as organizações sociais possuem padrões distintivos de sentimentos e crenças coletivos, que são transmitidos aos novos membros. Cada organização cria sua própria cultura, com tabus, usos e costumes. A cultura organizacional reflete as normas e os valores do sistema formal e sua reinterpretação pelo sistema informal.

13 Modelo sociotécnico de Tavistock Instituto de Relações Humanas de Tavistock, Londres. (http://www.tavinstitute.org)http://www.tavinstitute.org No modelo de Tavistock a organização é um sistema sociotécnico aberto, em constante interação com o meio e que dele importa insumos, converte-os em produtos e serviços e exporta os resultados de suas atividades para o meio novamente. A tarefa primária da organização está em sobreviver dentro desse processo cíclico.

14 Distingue-se dois subsistemas na composição do sistema das organizações: 1. Subsistema técnico: Envolve território, tecnologia e o tempo. É o responsável pela eficiência potencial da organização. 2. Subsistema social: Compreende as pessoas, suas características físicas e psicológicas, as relações sociais entre os indivíduos, bem como as exigências da organização formal e da organização informal. Transforma eficiência potencial em eficiência real. A tecnologia é o fator principal na determinação da estrutura organizacional e das relações entre os serviços.

15 Apreciação crítica Desordem, pois é também produtora de eventos, perturbações, desvios e ruídos que conduzem à instabilidade e à mudança. Apesar de ser uma teoria pouco criticada, a Teoria dos Sistemas apresenta a noção de que os sistemas abertos buscam o estado de equilíbrio, o que pode ser apontado como um deficiência da teoria. A teoria dos Sistemas é abstrata e conceptual sendo, portanto, de difícil aplicação a situações gerenciais práticas.

16 A abordagem de sistema aberto substituiu a velha perspectiva das organizações como sistemas fechados que levou a TGA à algumas distorções: - Apologia da eficiência como critério de viabilidade organizacional e ênfase em rotinas e procedimentos, e não em programas mais abrangentes e profundos. - Crença inadequada na transferibilidade e importação de soluções e técnicas que, embora eficazes em alguns ambientes, não funcionam em outros. -Insensibilidade para a necessidade de mudanças e adaptação contínua e urgente das respostas da organização ao ambiente (uma vez que o ambiente não era considera pelas teorias anteriores).


Carregar ppt "Teoria de Sistemas. A Teoria Geral dos Sistemas (TGS) surgiu com os trabalhos do biólogo alemão Ludwig von Bertalanffy (1901 – 1972). A TGS não busca."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google