A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 ESTRUTURA DE UM PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. 2 Estrutura de um Planejamento Estratégico Visão NegócioValores MissãoCredo Diagnóstico – Análise Ambiental.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 ESTRUTURA DE UM PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. 2 Estrutura de um Planejamento Estratégico Visão NegócioValores MissãoCredo Diagnóstico – Análise Ambiental."— Transcrição da apresentação:

1 1 ESTRUTURA DE UM PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

2 2 Estrutura de um Planejamento Estratégico Visão NegócioValores MissãoCredo Diagnóstico – Análise Ambiental Externo Interno Oportunidades P. Fortes Ameaças P. Fracos ObjetivosEstratégias Plano de Ação Cronograma Tajra, 2003 Cenários

3 3 Visão Ter em mente a empresa a longo prazo; Direcionar todas as estratégias que serão elaboradas; Através da visão (do que a empresa espera alcançar), serão definidas as ações. O que queremos ser daqui a 20 anos? O que queremos alcançar daqui a 20 anos? O que queremos ser daqui a 20 anos? O que queremos alcançar daqui a 20 anos?

4 4 Negócio Área de atuação da empresa; É o que ela faz; Pode ser definida de forma restrita ou ampliada: a Kopenhagen, em vez de definir seu negócio como comercialização de chocolates, passou a defini-lo como comercialização de presentes... Logo, a sua gama de comercialização foi ampliada e seus negócios redirecionados. O que fazemos? Qual a amplitude do que fazemos? O que fazemos? Qual a amplitude do que fazemos?

5 5 Missão É a razão de existir de uma empresa. Qual a nossa razão de existir? A quem estamos servindo? Quem se beneficiará com nossa atividade? Com quem contamos para desenvolver nossas atividades? Como desenvolvemos nossas ações para sermos o que desejamos? Qual a nossa razão de existir? A quem estamos servindo? Quem se beneficiará com nossa atividade? Com quem contamos para desenvolver nossas atividades? Como desenvolvemos nossas ações para sermos o que desejamos?

6 6 Valores São os princípios básicos que todas as pessoas envolvidas numa organização devem levar sempre em consideração nas suas atividades cotidianas; Exemplos: honestidade, ética, comprometimento, fidelidade, agilidade, rapidez, qualidade, confiança, segurança, liderança, tradição... Quais as crenças e os princípios que devemos integrar no dia a dia de nossa organização?

7 7 Credo Algumas empresas optam por elaborar um documento contendo a sua missão, a sua visão e valores, como se fosse uma carta direcionada a todos que são beneficiados ou afetados pelas suas ações. Este documento é conhecido como credo. O credo tem o papel da formalização do compromisso da empresa perante a comunidade

8 8 Diagnóstico – Análise do Ambiente O diagnóstico de um P.E. é dividido em duas partes – o interno e o externo; É a verificação de uma empresa em relação aos fatores internos e externos à organização; O diagnóstico visa verificar o status da organização naquele momento com intuito de saber a situação presente, atual.

9 9 Ambiente Interno A análise do Ambiente interno deve se dividir em pontos fortes e fracos, ou seja, levantar os quesitos que estão bons ou que não estão adequados; A forma de extrair os pontos fortes e fracos da organização é analisando cada departamento da empresa. O que temos de positivo em nossa organização, que depende exclusivamente de nós mesmos? O que temos de negativo em nossa organização, cujas melhorias dependem exclusivamente de nós mesmos? O que temos de positivo em nossa organização, que depende exclusivamente de nós mesmos? O que temos de negativo em nossa organização, cujas melhorias dependem exclusivamente de nós mesmos?

10 10 Ambiente Externo Esta análise deve dividir-se em oportunidades e ameaças que estão acontecendo no momento ao redor da nossa organização que pode favorecer ou não a nossa empresa; Devemos ter como referencial as áreas: econômica, social, ecológica, demográfica, tecnológica, governamentais, bem como órgãos de classe, sindicatos que podem afetar diretamente o estabelecimento de saúde em análise.

11 11 Ambiente Externo O que está acontecendo ao redor de nossa organização, no momento atual, que pode favorecer positivamente o nosso negócio, ou seja, quais são as oportunidades externas para a nossa organização? O que está acontecendo ao redor da nossa organização, no momento atual, que pode prejudicar o nosso negócio, ou seja, quais são as ameaças externas para a nossa organização? O que está acontecendo ao redor de nossa organização, no momento atual, que pode favorecer positivamente o nosso negócio, ou seja, quais são as oportunidades externas para a nossa organização? O que está acontecendo ao redor da nossa organização, no momento atual, que pode prejudicar o nosso negócio, ou seja, quais são as ameaças externas para a nossa organização?

12 12 Cenários São tendências que podem interferir nos objetivos e nas estratégias da empresa. São questões futuras que podem ou não acontecer, mas podem afetar o nosso negócio; A elaboração de cenários permite ao administrador um redirecionamento de seu negócio nas diferentes tendências ambientais; (flexibilidade) A partir da definição dos cenários, estabelecemos as estratégias, portanto, devemos elaborar uma estratégia para cada um dos cenários; Quando analisamos os cenários, devemos nos dirigir para o ambiente externo à empresa (economia, política, social, tecnológica, concorrência, educação, saúde, ou seja, quais os acontecimentos que afetarão o nosso negócio?)

13 13 Objetivos e Metas Objetivo é o que se pretende atingir quantitativamente e ou qualitativamente em um determinado prazo; É o marco a ser conquistado. As metas são as partes “menores” de um objetivo, ou seja, para se atingir determinado objetivo, é necessário cumprir algumas metas. Exemplo: Objetivo – aumentar 100 leitos de internação até 2007 Meta – a partir de 2003, temos de aumentar pelo menos 25 leitos por ano. Exemplo: Objetivo – aumentar 100 leitos de internação até 2007 Meta – a partir de 2003, temos de aumentar pelo menos 25 leitos por ano.

14 14 Objetivos e Metas Ano 1 Ano 2 Ano final Meta 1 Meta 2 Objetivo

15 15 Estratégias A partir da definição dos objetivos ( o que se pretende atingir num determinado tempo), dos diagnósticos (interno e externo) e dos cenários, devem ser elaboradas as estratégias, ou seja, como alcançaremos os objetivos. As estratégias são definições amplas de como fazer. Podemos ter como estratégia para a ampliação do número de leitos a construção de novos espaços físicos para a instalação dos leitos. Obs. A estratégia não detalha como fazer, apenas cita o que deve ser feito para atingir o objetivo definido.

16 16 Plano de Ação É o documento que detalha a estratégia, ou seja, é o documento que apresenta as etapas para a implementação das ações de uma estratégia, definindo prazos, recursos humanos, físicos, financeiros, medidas de desempenho da ação e responsabilidades. A empresa também pode elaborar um plano de ação contendo apenas as seguintes informações: ação, responsável, prazo e custo.

17 17 Visão Negócio Missão Valores Credo Análise de Ambiente Cenários MenorMaior Nível de detalhamento Amplitude de Alcance Maior A Estrutura do Planejamento Estratégico Objetivos e Metas Estratégias Planos de Ação

18 18 Tecnologias Organizacionais na Saúde Sanmya Tajra & Samanda Santos: Iátria, 2003 Livro Adotado:


Carregar ppt "1 ESTRUTURA DE UM PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. 2 Estrutura de um Planejamento Estratégico Visão NegócioValores MissãoCredo Diagnóstico – Análise Ambiental."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google