A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Próxima Geração Teoria Geral da Administração. O futuro Flexibilidade Virtualidade Tecnologia Conhecimento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Próxima Geração Teoria Geral da Administração. O futuro Flexibilidade Virtualidade Tecnologia Conhecimento."— Transcrição da apresentação:

1 A Próxima Geração Teoria Geral da Administração

2 O futuro Flexibilidade Virtualidade Tecnologia Conhecimento

3 Bruce Tulgan Ex-advogado e fundador da consultoria Rainmaker. Geração X Jovens são diferentes das gerações anteriores e adotam uma abordagem diferente no trabalho.

4 “Tulgan refere que esta geração é caracterizada como sendo confiante, optimista, independente, moderada, inteligente, orientada por objectivos, mestres na Internet e nos computadores pessoais». Define-os mesmo como a geração da auto-estima. No trabalho, segundo aquele especialista, eles são leais apenas aos gestores que reconhecem valor, tem uma atitude de abertura, tolerância, e trazem consigo uma nova onda de voluntarismo para as empresas.” Bruce Tulgan

5 Administrar essa geração X requer uma nova maneira baseada em oportunidades de aprendizado e responsabilidade criativa

6 Robert Kaplan e David Norton Balanced Scorecard: método para medir performance dos negócios Leva em conta variáveis intangíveis, como a satisfação do consumidor Fornece medida realista do que é importante para os empregados, cria visibilidade para a estratégia e mostra um balanço do que está ocorrendo na organização.

7 Balanced Scorecard FinaceiraConsumidorInovação Processos internos

8 Balanced Scorecard- componentes Mapa estratégico  Descreve a estratégia da empresa através de objetivos relacionados entre si e distribuídos nas quatro dimensões (perspectivas). Objetivo estratégico  O que deve ser alcançado e o que é crítico para o sucesso da organização. Indicador  Como será medido e acompanhado o sucesso do alcance do objetivo. Meta  O nível de desempenho ou a taxa de melhoria necessários. Plano de ação  Programas de ação-chave necessários para se alcançar os objetivos.

9 Richard Pascale Quatro conceitos desenvolvidos para distinguir como as empresas se adaptam e são dirigidas: Poder: empregados podem influenciar a empresa? Identidade: indivíduos se identificam com a empresa? Disputa: como os conflitos são negociados? Aprendizado: como a empresa desenvolve novas idéias? Respostas posItivas = AGILIDADE Principal competência do futuro

10 Christopher Barnatt A Organização Virtual Práticas de trabalho flexíveis facilitadas pelas novas técnicas de comunicação Empresa não é uma estrutura rígidas mas uma rede de recursos a ser assimilados ou ignorados de acordo com as necessidades do mercado.

11 Arie de Geus Identificou as chamadas companhias sobreviventes; Estas não são resultados de retornos imediatos; Seu longo tempo de vida deve-se a características particulares, são elas:

12 Arie de Geus

13 LONGA VIDA Conservadorismo Financeiro SensibilidadeCoesãoTolerância Adaptação de acordo com o meio Identidade, cultura corporativa Espaço para empregados exporem suas idéias Arie de Geus

14 Companhias devem permitir que as pessoas cresçam: -Valorizando as pessoas; -Respeitando inovações; -Organização para aprender e não para ordenar procedimentos; -Esforçando-se para perpetuar a comunidade antes de qualquer outro interesse; Arie de Geus

15

16 Mas isso não é querer meter à força a biologia numa área que se tem dado bem ao viver da economia? A.G. - A meu ver é preciso, exactamente, que as empresas saiam da prisão da linguagem 'económica'. Isto pode parecer um paradoxo. Dito de outra forma, as empresas tendem a morrer cedo porque os seus líderes e quadros se concentram na 'produção' e no lucro e se esquecem que a empresa é uma instituição - como outras - que é uma comunidade de seres humanos que deveria estar no negócio para sobreviver, e não para morrer passado algum tempo. A biologia, definitivamente, tem uma linguagem mais adequada do que a economia. Arie de Geus

17 Gareth Morgan Escreve sobre novos estilos de organização e pensamentos para gestores em tempos incertos. Imaginação Aumenta habilidades para entender situações de maneiras novas

18 "Todas as teorias de organização e de administração são baseadas nas imagens ou metáforas implícitas que nos induzem a ver, entender e imaginar situações de maneira parcial. Metáforas criam insight. Mas elas também distorcem. Elas têm pontos fortes. Mas também têm limitações. Ao criar condições de enxergar, elas criam maneiras para não enxergar. Por isso pode não ter nenhuma teoria ou metáfora que forneça o ponto de vista de todas as finalidades. Nesse ponto pode não ter nenhuma "teoria correta" para estruturar tudo que nós fazemos". Gareth Morgan Gareth Morgan

19 Ikujiro Nonaka Conhecimento na Empresa Não é uma questão de criação de bancos de dados, mas de fazer fluir o know-how implícito no cérebro das pessoas.

20 Empregados precisam de tempo para pensar e terem novas idéias para novos produtos. Ikujiro Nonaka

21 Google Jornal da Globo

22 Ikujiro Nonaka Ócio Criativo Domenico de Masi

23 Pergunta: O senhor acha que as novas empresas ponto-com já administram seus recursos humanos de forma inovadora? Domenico De Masi: Os call-center são linhas de montagem muito parecidas com aquelas com as quais a Ford construía o velho Modelo T. As empresas pós-industriais ponto-com administram os recursos humanos como se fossem velhas empresas industriais. Ainda ninguém inaugurou modelos organizacionais baseados na motivação (no lugar do controle), na desestruturação do tempo e do espaço, na redução do horário de trabalho, na perfeita igualdade entre homens e mulheres. Empresas “Ponto-Com”

24 Empresas “Ponto-Com Mas qual foi o «crime» das «dot-com»? A.G. - Cometeram um pecado original, um erro fundamental. Organizaram-se à volta do capital e não das pessoas. Criaram um mecanismo que funcionava assim: usaram a fórmula do «venture capital», do accionariato em bolsa e das «stock options» para os empregados. Quando o mercado bolsista vai bem, vendem-se acções, encaixa-se dinheiro, os capitalistas de risco saem remunerados, com o retorno que desejam, as pessoas ficam satisfeitas em casa com os «papeis» que têm, tudo vai no melhor dos mundos. Mas cria-se um clima em que tudo gira em torno das valorizações em bolsa.

25

26 Bibliografia es htm es htm


Carregar ppt "A Próxima Geração Teoria Geral da Administração. O futuro Flexibilidade Virtualidade Tecnologia Conhecimento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google