A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Tônus  Alto para sustentação antigravitacional ;  Baixo para permitir a realização do movimento;  Sinergismo entre agonistas e antagonistas”. Distúrbios.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Tônus  Alto para sustentação antigravitacional ;  Baixo para permitir a realização do movimento;  Sinergismo entre agonistas e antagonistas”. Distúrbios."— Transcrição da apresentação:

1 Tônus  Alto para sustentação antigravitacional ;  Baixo para permitir a realização do movimento;  Sinergismo entre agonistas e antagonistas”. Distúrbios do movimento e da postura. Des. Normal Des. Anormal Padrões primitivos + tônus normal Padrões Primitivos + tônus anormal Dim. P. Prim. + MRP P. prim. + p. Pat. + dispersão postural Movimento P.Prim.+P.Pat.+dispersão + mov. anormal

2 Desenvolvimento Motor  Padrão Patológico: é o padrão que não aparece em uma criança normal, ocorre com a AD, RE dos membros e FL de cotovelo. O patológico pode servir padrão primitivo que evolui por falta de movimentação.

3 “ Os reflexos primitivos que atuam como causadores de padrões patológicos”. “ Padrão Primitivo: não importa a idade mais se está no se desenvolvimento normal sempre é primitivo”.

4 Encefalopatia Crônica Não Progressiva Paralisia Cerebral Paralisia Cerebral “ É uma lesão no encéfalo imaturo persistente, não progressiva porém variável, que afeta o tônus, a postura e o movimento”. “ Essa lesão ocorre na fase de mielinização do SNC (por volta de 2 anos). Pode afetar além do Sistema motor, outras funções: visão, audição, linguagem e cognitivo “.

5 Etiologia / Causas do P.C. Pré-natais  genética / hereditária  circulatórias  má circulação intra uterina  eclâmpsia  hemorragias com ameaça de aborto  desprendimento prematuro da placenta  má posição do cordão umbilical  metabólicos (diabetes, desnutrição)  tóxicos (remédios, drogas)  RX, irradiação (mal formação congênita)  infecções (toxoplasma, rubéola, HIV) – TORSCHA

6 Peri-natais  partos distócitos  Asfixia  hemorragias intra craniana  prematuridade / baixo peso  infecções contraídas no canal do parto  ictéricia grave)

7 Pós-natais  TCE  processos vasculares  Eplepsias  afogamentos  Desnutrição  AIDS

8 Distúrbios associados  alterações visuais  visual subnormal  estrabismo (convergente / divergente)  nistagmo (tremor dos olhos)  deficiência auditiva  distúrbios da linguagem  crises convulsiva  alterações comportamentais  deficiência mental em vários níveis  distúrbios na alimentação (disfagia)  distúrbios respiratórios

9 Diagnóstico Clínico - DNPM de acordo com a faixa etária - reflexo patológico - alterações tônicas - sinais de liberação piramidal * exames complementares - EEG - tomografia computadorizada - RNM - líquor

10 Diagnóstico Médico – nome da patologia Diagnóstico Fisioterapêutico - sequela motora Diagnóstico

11 Classificação 1) Quanto à topografia Tetraparético2 MMSS 2MMII 70% Diparético 2 MMSS  2 MMII + 20 % Hemiparético1 MS 1MI 8% triparético1 MS 2 MMII 1% paraparético2 MMII0,35% Dupla hemiparesia1 hemicorpo FL MS MI 1 hemicorpo EXT MS MI 0,25

12 Classificação 1) Quanto ao Tônus ESPÁTICO COREO ATETÓIDE SÍNDROME DISTÔNICO  HIPOTÔNIA  HIPERTÔNIA ATETÓIDE (flutuante) ATÁXICO NORMOTONIA SÍNDROME HIPOTÔNICA

13 Quadro clínico  Hemiparesia - diagnóstico precoce é facilitado pela assimetria - há dificuldade em desenvolver as reações protetoras -hiperativo, -negligência do lado lesado -atraso no DNPM - em ortostatismo descarrega pouco peso no MMII afetado - marcha, padrão extensor -bom prognóstico de marcha, fala e capacidade intelectual podem estar comprometidos, pode apresentar a epilepsia

14 -apresenta espasticidade -sensação de linha média -criança gira sobre o lado não afetado -grande dificuldade em prono -dificuldade na transferência de peso : sentado coloca todo o peso sobre o lado não afetado -arrasta-se usando o lado são -difícil passar para gato - difícil padrão de dissociação do engatinhar

15 -dificuldade de concentração -QI bom -padrão inadequado: -MS Padrão flexor -MI Padrão extensor - sensibilidade alterada afetado: - esquema corporal - orientação espacial - Síndrome do não uso

16  Diparesia -diagnóstico precoce difícil -atraso no DM (tronco e MMII) -Padrão patológico extensor MMII -o rolar será em bloco com impulso dos MMSS - em prono arrasta tracionando-se com MMSS -sentará geralmente a partir de prono em "W“ -apresenta o engatinhar em "coelho" fazendo uso de RTCS -em ortostatismo se manterá com ajuda dos MMSS -a marcha acontece de qualquer maneira “padrão em tesoura” - prognóstico de marcha dependerá da função de tronco e MMSS

17 -muito ligada a prematuridade -MMSS mais afetado que MMII -dificuldade de FL da coxofemoral -cifose compensatória -crianças inseguras - limitação nas reações de equilíbrio Diparesia

18 -cifose compensatória - crianças inseguras - estrabismo - passam de supino para prono em bloco - usam o RTCS e sentam entre os calcanhares - de gato: anteversão pélvica joelhos fletidos dorsiflexão de tornozelos eversão dos pés - de joelhos: aumento da lordose dorsiflexão de tornozelos - falta de controle de quadril Diparesia

19  Tetraparesia -diagnóstico é precoce -prognóstico depende -do grau de espasticidade -flutuação de tônus -reflexos tônicos exacerbados -epilepsias e dificuldade mentais, visuais e auditivas -deformidades precoces nos membros e na coluna - prognóstico de marcha é reservado

20  PC hipotonico Ocorrência rara / Transitória Pouca movimentação Frouxidão ligamentar Posturas Típicas ( Floopy ) Fraqueza muscular acentiuada ROTs diminuídos

21  P.C. Atetóide - tônus - flutuante - área da lesão - núcleo da base - a flutuação do tônus varia de acordo com a gravidade - sinais clínicos - hipotonia da base + flutuação - passividade aumentada - ROT`s exacerbado raramente - movimentos involuntários / hipermobilidade - ausência de estabilização proximal - assimetria - reflexos tônicos cervicais e exacerbados (moro) - reação de retificação e equilíbrio prejudicados pela interferência dos reflexos tônicos - MMII menos afetados que MMSS - coordenação prejudicada - deformidades - subluxação e luxação devido a hipermobilidade e ausência de estabilidade proximal - deformidades de MMII em quadros mais graves - escoliose devido assimetria

22  P.C. Atáxico - tônus - hipotonia - área da lesão - cerebelo - sinais clínicos - passividade aumentada - ROT`s diminuído - mobilidade espontânea pobre - apáticas e amendrontadas - fixação axial - tremor intencional (axial, apendicular) - incoordenação motora - reação de retificação e equilíbrio prejudicados - dificuldade em realizar rotações - fala monótona - nistagmo - tônus postural é baixo - falta de co-contração proximal - incapaz de manter posturas paradas - incoordenação de movimentos finos - tremor de intensão,dismetria, nistagmo - reação de equilíbrio presentes porém inadequadas -, movem-se de forma lenta ou rápida (C.G)

23  P.C. Espástico 75 % dos casos Hiperreflexia ROTs exarcebados Reações prejudicadas Padrões motores característicos Reações associadas e compensações Deformidades: Tronco, Quadril, joelhos e pés.


Carregar ppt "Tônus  Alto para sustentação antigravitacional ;  Baixo para permitir a realização do movimento;  Sinergismo entre agonistas e antagonistas”. Distúrbios."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google