A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

2º Ano - EM Física 2 Prof. Diones Charles Sumário  Movimentos periódicos  Movimento Harmônico Simples (MHS)  Velocidade e Aceleração MHS  Energia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "2º Ano - EM Física 2 Prof. Diones Charles Sumário  Movimentos periódicos  Movimento Harmônico Simples (MHS)  Velocidade e Aceleração MHS  Energia."— Transcrição da apresentação:

1

2 2º Ano - EM Física 2 Prof. Diones Charles

3 Sumário  Movimentos periódicos  Movimento Harmônico Simples (MHS)  Velocidade e Aceleração MHS  Energia MHS  Movimento Circular

4 Movimento A idéia de movimento é bastante relativa, pois depende de um referencial.

5 Quando o movimento varia apenas nas proximidades de um ponto (referencial), dizemos que temos uma oscilação. Oscilar é mover-se de um lado para o outro, movimentar-se alternadamente em sentidos opostos. Periódico é movimenta-se em intervalos de tempos iguais, de forma idêntica. Movimento

6 Movimento Harmônico Simples – (MHS)

7 É um movimento periódico linear em torno de uma posição de equilíbrio. A 0 -A A e -A: amplitude do MHS 0 é a posição de equilíbrio. Movimento Harmônico Simples (MHS) Oscilar significa mover-se de um lado para outro, movimentar-se alternadamente em sentidos opostos, mover-se, tornando a passar (ao menos aproximadamente) pelas mesmas posições. Periódico significa que se repete com intervalos regulares.

8

9 Sistemas Massa-Mola Período(T): tempo para um ciclo completo, medido em s (SI), min, h, etc. Frequência(f): número de ciclos por unidade de tempo. No SI é medida em Hertz (Hz).

10 Sistema Massa-Mola m é a massa dada em kg e k é a constante elástica da mola dada em N/m. O período do MHS depende da massa m do ponto material em movimento e da constante elástica k, mas não depende da amplitude da oscilação.

11 Energia no MHS A soma das duas energias é a energia mecânica (E mec ). A energia mecânica pode ser dividida em duas partes: a energia cinética (E C ) e a energia potencial (E P ). Obs.: A unidade de medida de energia cinética e potencial é Joule (J).

12 Energia no MHS A amplitude (a ou A) do MHS depende da energia mecânica total cedida ao sistema.

13 Cinemática do Movimento Harmônico Simples (MHS) Deslocamento em função do tempo X(t) Amplitude Frequência agular Instante Fase inicial

14 Cinemática do MHS Velocidade em função do tempo v(t) Amplitude Frequência agular Instante Fase inicial

15 Movimento Harmônico Simples (MHS) Massa- Mola Aceleração em função do tempo a(t) Amplitude Frequência angular Instante Fase inicial Cinemática do MHS

16 Imagem: Autor desconhecido / Creative Commons Attribution-Share Alike 1.0 Generic Imagem: Gonfer / Creative Commons Attribution-Share Alike 3.0 Unported

17 Resumo – Cinemática do MHS FrequênciaPeríodo Constante elástica da mola

18

19 m L  Elementos do pêndulo simples:   amplitude L  comprimento m  massa pendular

20 m L  Período de oscilação para pequenas amplitudes :  ≤ 10° T = 2. . L g

21 Leis do pêndulo simples 1 O período de oscilação não depende da amplitude (para pequenas amplitudes)  ≤ 10° T = 2. . L g Período de oscilação para pequenas amplitudes : Note que  não aparece na equação !

22 T = 2. . L g Leis do pêndulo simples 2 O período de oscilação não depende da massa pendular. Note que m não aparece na equação ! Período de oscilação para pequenas amplitudes :

23  ≤ 10° T = 2. . L g Leis do pêndulo simples 3 O período de oscilação é diretamente proporcional à raiz quadrada do comprimento. Período de oscilação para pequenas amplitudes :

24  ≤ 10° T = 2. . L g Leis do pêndulo simples 4 O período de oscilação é inversamente proporcional à raiz quadrada aceleração da gravidade. Período de oscilação para pequenas amplitudes :

25  ≤ 10° T = 2. . L g Leis do pêndulo simples 5 O plano de oscilação de um pêndulo simples permanece constante. Período de oscilação para pequenas amplitudes :

26 Leis do pêndulo simples 5 O plano de oscilação de um pêndulo simples permanece constante. O plano de oscilação do pêndulo abaixo permanece constante, mesmo que o suporte sofra rotação.

27 Determinação da aceleração da gravidade Exemplo Determinaremos a aceleração da gravidade onde um pêndulo de 1 metro oscila com um período de 2 segundos. 2 = 2. . 1 g T = 2. . L g g =  2 g = 3,14 2 g = 9,86 m/s 2


Carregar ppt "2º Ano - EM Física 2 Prof. Diones Charles Sumário  Movimentos periódicos  Movimento Harmônico Simples (MHS)  Velocidade e Aceleração MHS  Energia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google