A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SET UP – OTIMIZAÇÃO E REDUÇÃO DE TEMPOS. S ET U P R ÁPIDO Set up de uma injetora (definição) Set up – Como é feito? Peças utilizadas na troca de um molde.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SET UP – OTIMIZAÇÃO E REDUÇÃO DE TEMPOS. S ET U P R ÁPIDO Set up de uma injetora (definição) Set up – Como é feito? Peças utilizadas na troca de um molde."— Transcrição da apresentação:

1 SET UP – OTIMIZAÇÃO E REDUÇÃO DE TEMPOS

2 S ET U P R ÁPIDO Set up de uma injetora (definição) Set up – Como é feito? Peças utilizadas na troca de um molde Ferramentas de troca rápida Técnica de troca rápida de ferramentas (SMED)*

3 SET UP DE UMA INJETORA - DEFINIÇÃO É o tempo decorrido entre a produção da ultima peça do produto A, até a produção da primeira peça boa, com qualidade, do produto tipo B

4 O SET UP MAIS RÁPIDO CONHECIDO

5 S ET UP – C OMO É FEITO ? Desligar e remover os comandos elétricos utilizados no molde. Remover o sistema de refrigeração do molde. Fixar a trava no molde. Içar o molde com a talha ou ponte rolante. Soltar as garras ( Parafusos ou prisioneiros) de fixação. Após solto, retirar o molde e disponibiliza-lo no carrinho de transporte. Acertar parcialmente a altura entre as placas da maquina. Ajustar varão extrator e anel de centragem. Içar o molde seqüencial e posiciona- lo na maquina. Fazer a fixação do molde. Ligar o sistema de refrigeração do molde. Ligar o sistema elétrico do molde (Incluindo câmera quente e sensores.). Utilizar os parâmetros de injeção validados correspondente ao produto. Fazer a calibração da maquina conforme molde.

6 P EÇAS UTILIZADAS NA TROCA DE MOLDE Talha – ponte rolante Ferramentas Mangueiras de refrigeração Periféricos utilizados no molde Varão extrator Anel de centragem Carrinho para transporte do molde

7 F ERRAMENTAS DE TROCA RÁPIDA

8 F ERRAMENTAS DE TROCA RÁPIDA – TRANSPORTE DO MOLDE

9

10

11 F ERRAMENTAS DE TROCA RÁPIDA – P LACA MÁGNÉTICA

12 FERRAMENTAS DE TROCA RÁPIDA – FIXAÇÃO DE MOLDES

13

14 FERRAMENTAS DE TROCA RÁPIDA – CONEXÕES

15 F ERRAMENTAS DE TROCA RÁPIDA – A NEL DE CENTRAGEM

16 T ÉCNICA DE TROCA RÁPIDA DE FERRAMENTAS (SMED) Origem do TRF (SMED) Separar Setup interno do Setup interno Converter Setup interno em Setup externo Reduzir Setup interno Reduzir e melhorar todas as atividades restantes

17 O RIGEM DO TRF (SMED) Shigeo Shingo: responsável por uma série de avanços na organização e gestão da produção. Foi consultor da Toyota e trabalhou com Taiichi Ohno no desenvolvimento do TPS Desenvolveu e aplicou em dezenas de empresas o revolucionário SMED : O sistema de troca de ferramenta em “Um dígito de minuto” Meta de Shingo: Tempos < 10 min

18 S ET UP I NTERNO Atividades que podem ser executadas apenas quando a máquina estiver parada. Ex.: Montagem ou remoção de molde, ajustes

19 S ET UP EXTERNO Atividades que podem se executadas enquanto a máquina estiver em operação. Ex.: Transporte de matrizes

20 2. S EPARAR S ET UP INTERNO E EXTERNO Tempo de Set Up Setup Externo Setup Interno Setup Externo

21 3. C ONVERTER S ETUP I NTERNO EM E XTERNO  Preparar as condições de operação antes do Set Up Exemplo: Criar checklist para preparação, quadro de gestão visual

22 C ONVERTER S ETUP I NTERNO EM E XTERNO Tempo de Set Up  Preparar as condições de operação antes do Set up Exemplo: Pré – aqueçer moldes, montar ferramentas e dispositivos externamente Carrinho para preparação ExternoInterna Ext Externa

23 M ÉTODO DO S PAGUETTI

24 4. R EDUZIR S ET UP INTERNO Tempo de Set up  Eliminar todos os ajustes que representam 40 a 50% do tempo de Set Up. Exemplo de métodos de redução de ajustes Externo Interno

25 R EDUZIR S ET UP INTERNO

26

27 REDUZIR SET UP INTERNO - PADRONIZAÇÃO

28  E LIMINAR TODOS OS AJUSTES QUE REPRESENTAM 40 A 50% DO TEMPO DE SET UP. E XEMPLOS : T ABELAS PARA FACILITAR OS AJUSTES

29  IMPLEMENTAR OPERAÇÕES EM PARALELO EXEMPLO: UMA PESSOA REALIZANDO OPERAÇÕES NA PARTE FRONTAL E OUTRA NA PARTE POSTERIOR

30 5. R EDUZIR E MELHORAR AS ATIVIDADES RESTANTES Tempo de set up  Implementar sistema de Identificação Visual Exemplo: Identificar as ferramentas auxiliares. Externa Interna Externa

31 R EDUZIR E MELHORAR AS ATIVIDADES RESTANTES  Implementar sistema de identificação visual de moldes. Trata – se de implementar cores aos moldes mostrando a sua atual condição de uso. Ex.: Verde – Molde em condições 100% de uso Amarelo – Molde em condições de uso porém com restrições Vermelho – Molde sem condições de uso

32 R EDUZIR E MELHORAR AS ATIVIDADES RESTANTES  Implementar sistema de identificação Visual Exemplo: identificar ferramentas por atividades de Set Up.

33 R EDUZIR E MELHORAR AS ATIVIDADES RESTANTES  Melhorar o sistema de armazenagem de ferramentas Exemplo: Aproximar as ferramentas da área de trabalho

34 R EDUZIR E MELHORAR AS ATIVIDADES RESTANTES  Melhorar o sistema de armazenagem de ferramentas Exemplo: Implementar salas de pré – set up (preparação)

35 R EDUZIR E MELHORAR AS ATIVIDADES RESTANTES  Melhorar o sistema de armazenagem de ferramentas Exemplo: substituir o menor número possível de peças, padronizar dimensões.

36 SET UP – OTIMIZAÇÃO E REDUÇÃO DE TEMPOS Integrantes:  Douglas Willian Preto  Márcio A. A. M. Malfatti  Renata Martins  Thais Biasotto Morais Fontes: Lean Manufacturing Catálogo Staubli Catálogo Brasfixo


Carregar ppt "SET UP – OTIMIZAÇÃO E REDUÇÃO DE TEMPOS. S ET U P R ÁPIDO Set up de uma injetora (definição) Set up – Como é feito? Peças utilizadas na troca de um molde."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google