A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

II Seminário Nordeste da Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação – RBMA Salvador, 29 de agosto de 2014.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "II Seminário Nordeste da Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação – RBMA Salvador, 29 de agosto de 2014."— Transcrição da apresentação:

1 II Seminário Nordeste da Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação – RBMA Salvador, 29 de agosto de 2014

2 Governança “Maneira pela qual o poder é exercido na administração dos recursos sociais e econômicos de um país visando o desenvolvimento, e a capacidade dos governos de planejar, formular e programar políticas e cumprir funções ”. Segundo o Banco Mundial Governabilidade Refere-se mais à dimensão estatal do exercício do poder. Diz respeito às “condições sistêmicas e institucionais sob as quais se dá o exercício do poder, tais como as características do sistema político, a forma de governo, as relações entre os Poderes, o sistema de intermediação de interesses” (Santos, 1997, p. 342).

3 Sistemas de Gestão SEPEGE SEA Gestão do Estado

4 Macropolítica de Gestão

5 Modelo de Gestão para Resultados Proposta Criação da Coordenação de Planejamento e Modernização da Gestão - CPMG Estrutura responsável por executar os processos de planejamento, apoio técnico à execução das ações finalísticas, monitoramento e avaliação, no âmbito setorial.

6 CPMG Estrutura proposta: Planejamento de RH: dimensionamento de quadro/relações trabalhistas. Gestão de Pessoas: capacitação e atualização do servidor Gestão do Orçamento; Planejamento Estratégico e Institucional; Monitoramento e Avaliação; Escritório de projetos. Setorial de resultados Cooperação técnica e financeira Desenvolvimento Institucional; Gestão de Processos; Disseminação de Tecnologias de Gestão; Modelos de gestão e parcerias. Planejamento e Gestão Setorial de TIC; Desenvolvimento e Manutenção de Sistemas Finalísticos. ÓRGÃO CENTRAL DO SISTEMA: SAEB ÓRGÃO CENTRAL DO SISTEMA: SEPLAN COORDENAÇÃO DE PLANEJAMENTO E MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO - CPMG GESTÃO DE TIC GESTÃO DE PESSOAS GESTÃO ORGANIZACIONAL GESTÃO DO PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO ÓRGÃO CENTRAL DO SISTEMA: SAEB ÓRGÃO CENTRAL DO SISTEMA: SAEB

7 CPMG - Posição no Ciclo de Gestão Estadual Monitorar e avaliar intensivamente a execução dos Projetos Estruturadores. Possibilitar aos Gerentes dos Projetos Estruturadores a utilização da gestão de projetos, como ferramenta para melhor performance na implementação. Apoiar os Gerentes de Projeto na elaboração do planejamento, detalhando as ações, marcos e indicadores de produto que deverão ser acompanhados intensivamente. Fornecer informações para o ECR. Viabilizar a ação coordenada nas Áreas de Resultados definidas no Plano Estratégico. Alinhar as ações estratégicas de governo, fomentando a atuação articulada dos órgãos e das entidades encarregados da gestão de Projetos Estruturadores. Incentivar o alcance dos objetivos e metas das Áreas de Resultado, Proj. Estruturadores. Acompanhar e avaliar os resultados da Políticas públicas implementadas. Oferecer conhecimento público das metas e resultados relacionados à Gestão estratégica do governo. Monitoramento e Avaliação + Central de Resultados CPMG Coordenar setorialmente o processo de planejamento. Coordenar setorialmente a elaboração do PE, PPA, LDO e LOA. Planejar e gerir o processo de monitoramento e avaliação setorial. Coletar, sistematizar e fornecer informações sobre o andamento dos projetos estruturadores para as unidades responsáveis pelo monitoramento e avaliação e centralização de resultados de Governo. Central de Resultados Monitoramento e Avaliação Monitorar e avaliar intensivamente a execução dos Projetos Estruturadores. Possibilitar aos Gerentes dos Projetos Estruturadores a utilização da gestão de projetos, como ferramenta para melhor performance na implementação. Apoiar os Gerentes de Projeto na elaboração do planejamento, detalhando as ações, marcos e indicadores de produto que deverão ser acompanhados intensivamente. Fornecer informações para o ECR. Viabilizar a ação coordenada nas Áreas de Resultados definidas no Plano Estratégico. Alinhar as ações estratégicas de governo, fomentando a atuação articulada dos órgãos e das entidades encarregados da gestão de Projetos Estruturadores. Incentivar o alcance dos objetivos e metas das Áreas de Resultado, Proj. Estruturadores. Acompanhar e avaliar os resultados da Políticas públicas implementadas. Oferecer conhecimento público das metas e resultados relacionados à Gestão estratégica do governo.

8 Modelo de Gestão para Resultados Proposta Rede Nacional de Gestão Pública (Gespública) – RNGP Rede de Consultores Internos do Estado da Bahia – RCI-BA Rede Executiva de Gestão Pública – REGE-BA Criação da Rede de Gestão Estratégica do Estado da Bahia capaz de suportar um modelo de gestão para resultados e composta por 03 redes:

9 Rede de Gestão Estratégica da Bahia RGE-BA Rede Executiva de Gestão Pública Rede de Consultores Internos da Bahia Rede Nacional de Gestão Pública

10 Rede Nacional de Gestão Pública – GesPública-BA Composta por voluntários das 03 esferas de poder atuando sob a coordenação do Comitê Gestor do GesPública na Bahia ancorado na SAEB Rede de Consultores Internos da Bahia – RCI-BA Criada em 2010 por meio de processo de seleção interna de servidores efetivos do Executivo estadual, conta com 74 consultores capacitados em 06 tecnologias de gestão: Planejamento Estratégico com BSC; Análise e Melhoria de Processos; Gerenciamento de Projetos, Pesquisa de Satisfação, Autoavaliação, Diagnóstico Rápido. Rede Executiva de Gestão Pública – REGE-BA Composta por servidores que formal ou informalmente estão atuando nos processos de gestão das estruturas de Estado do Executivo baiano.

11 Secretaria da Administração do Estado da Bahia Superintendência de Gestão Pública


Carregar ppt "II Seminário Nordeste da Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação – RBMA Salvador, 29 de agosto de 2014."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google