A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Introdução à Linguagem JAVA Vânia Aguiar Moura DCC/PUC-MG Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Instituto de Informática.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Introdução à Linguagem JAVA Vânia Aguiar Moura DCC/PUC-MG Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Instituto de Informática."— Transcrição da apresentação:

1 Introdução à Linguagem JAVA Vânia Aguiar Moura DCC/PUC-MG Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Instituto de Informática -Departamento de Ciência da Computação Disciplina: Seminários II

2 ® vam 2 Introdução n Apesar de Java ser uma linguagem que serve para vários propósitos, o seu sucesso atual (época do seu lançamento) se deve a possibilidade de elaboração de aplicações para a internet. n Abordaremos uma sequência de tópicos que permite apresentar a linguagem sob a ótica da teoria de orientação a objetos. A apresentação do modelo de objetos da linguagem e conceitos relacionados tais como polimorfismo, tratamento de exceções está em primeiro plano. Ao longo dessa apresentação, em segundo plano, você aprenderá os aspectos básicos da linguagem.

3 ® vam 3 A maioria das pessoas fica ansiosa para aprender como criar aplicações para a internet, mas depois de satisfeita esta ansiedade voltam para o ponto onde aprendem como programar na linguagem e não apenas experimentar com a criação de botões, caixas de diálogo, imagens, etc. Neste caso, é recomendável um “tour” pela WWW antes de começar a programar, um bom “site” : “Links” para vários applets, divididos por categorias: games, sound, busines, animation...

4 ® vam 4 APPLETS APPLETS: São pequenos programas escritos em Java que podem ser embebidos em documentos hipetextos. São exemplos de applets: animações, imagens, botões, etc. Applets podem suportar efeitos de multimidia como sons, iterações com o usuário (mouse, teclado), imagens, animações, gráficos, etc.

5 ® vam 5 Aplicações com JAVA n Java é excelente para desenvolver aplicações comerciais e para ser usada em universidades. n Java pode ser vista como uma fusão de várias técnologias que vêm sendo desenvolvidas na área de computação, de modo que estudantes dessa linguagem tem a oportunidade de tomar contato com vários tópicos recentes.  Programação concorrente, sitemas distribuídos, orientação a objetos, protocolos da internet, e uma série de outros assuntos fáceis de praticar nessa linguagem.

6 ® vam 6 Kit de Desenvolvimento de Aplicações Um ambiente de programação Java é normalmente composto de um kit de desenvolvimento de aplicações Java e um “browser compatível com esta linguagem (recomendável). Para o acesso a esse ambiente de programação, visite estes endereços: “DOWNLOAD” JAVA Raiz do hipertexto montado pelos criadores da linguagem. Sob este endereço você pode obter o compilador e outras ferramentas de desenvolvimento de aplicações Java para a sua plataforma de programação. Fique atento! Outros desenvolvedores estão criando ambientes de programação Java. “DOWNLOAD” “BROWSERS” Raiz do hipertexto montado pelos criadores do Netscape Navigator . Sob este endereço você pode obter o browser “ Java compatible” da “Netscape Comunications INC’.. Outros desenvolvedores estão lançando “browsers” compatíveis com Java.

7 ® vam 7 Características da Linguagem Parecida com C, C++:  Java tem a aparência de C ou de C++, embora a filosofia da linguagem seja diferente. Por este motivo estaremos frequentemente fazendo comparações alguma destas linguagens.  Java também possui características herdadas de muitas outras linguagens de programação: Objective-C, Smalltalk, Eiffel, Modula-3, etc. Muitas das características desta linguagem não são totalmente novas. Java é uma feliz união de tecnologias testadas por vários centros de pesquisa e desenvolvimento de software.

8 ® vam 8 Características da Linguagem Compilada: n Um programa em Java é compilado para o chamado “byte-code”, que é próximo as instruções de máquina, mas não de uma máquina real. O “byte-code” é um código de uma máquina virtual idealizada pelos criadores da linguagem. Por isso Java pode ser mais rápida do que se fosse simplesmente interpretada.

9 ® vam 9

10 10 Características da Linguagem Portável:  Java foi criada para ser portável. O “byte- code” gerado pelo compilador para a sua aplicação específica pode ser transportado entre plataformas distintas que suportam Java (Solaris 2.3 , Windows-NT , Windows-95 , Mac/Os etc). Não é necessário recompilar um programa para que ele rode numa máquina e sistema diferente, ao contrário do que acontece por exemplo com programas escritos em C e outras linguagens.

11 ® vam 11 Características da Linguagem Orientada a Objetos: n A portabilidade é uma das características que se inclui nos objetivos almejados por uma linguagem orientada a objetos. Em Java ela foi obtida de maneira inovadora com relação ao grupo atual de linguagens orientadas a objetos. n Java suporta herança, mas não herança múltipla. A ausência de herança múltipla pode ser compensada pelo uso de herança e interfaces, onde uma classe herda o comportamento de sua superclasse além de oferecer uma implementação para uma ou mais interfaces.

12 ® vam 12 Características da Linguagem n Java permite a criação de classes abstratas. Outra característica importante em linguagens orientadas a objetos é a segurança. Dada a sua importância o tópico foi escrito a parte. Segura: n A presença de coleta automática de lixo, evita erros comuns que os programadores cometem quando são obrigados a gerenciar diretamente a memória (C, C++, Pascal ). A eliminação do uso de ponteiros, em favor do uso de vetores, objetos e outras estruturas substitutivas traz benefícios em termos de segurança

13 ® vam 13 Características da Linguagem Suporta concorrência: n A linguagem permite a criação de maneira fácil, de vários “threads” de execução. Este tópico é útil quando se estuda animações, e é particularmente poderoso nos ambientes em que aplicações Java são suportadas, ambientes estes que geralmente podem mapear os threads da linguagem em processamento paralelo real. Eficiente: n Como Java foi criada para ser usada em computadores pequenos, ela exige pouco espaço, pouca memória.

14 ® vam 14 COMPILANDO UM PRIMEIRO PROGRAMA: 1- Certifique-se de ter adicionado a sua lista de path’s o path do compilador e interpretador Java. Javac e Java respectivamente. 2-Crie o arquivo ao lado em um diretório qualquer (“folder” para usuários mac) e salve com o nome: HelloInternet.Java 3-Chame o compilador Java para este arquivo: Javac HelloInternet.Java 4-Seu diretório deve ter recebido um novo arquivo após essa compilação: HelloInternet.class 5-Chame o interpretador Java para este arquivo (omita a extensão.class de arquivo): Java HelloInternet 6-Observe o resultado na tela: Hello Internet! // Comentario de uma linha public class HelloInternet { public static void main (String args[]) { System.out.println("Hello Internet!"); } } PROGRAMA HELLO INTERNET!

15 ® vam 15 Explicação passo a passo do programa exemplo: //Comentario de uma linha Comentários em Java seguem a mesma sintaxe de C++, “//” inicia uma linha de comentário, todo o restante da linha é ignorado. Existe também um outro tipo de comentário formado por /* Insira aqui o texto a ser ignorado */, este tipo de comentário pode ser intercalado em uma linha de código. Comentários são tratados como espaços em branco.

16 ® vam 16 Explicação passo a passo do programa exemplo: public class HelloInternet { class é a palavra reservada que marca o inicio da declaração de uma classe. Public é um especificador, por enquanto guarde public class como o início da declaração de uma classe. HelloInternet É o nome dado a esta classe.O “abre chaves” marca o início das declarações da classe que são os atributos e métodos. Esta classe só possui uma declaração, a do método main, note que um método, ao contrário de C++, só pode ser declarado {internamente} a classe a qual pertence, evitando as confusões sobre “escopo”.

17 ® vam 17 Explicação passo a passo do programa exemplo: public static void main (String args[]) { System.out.println("Hello Internet!"); } public É um qualificador do método que indica que este é acessível externamente a esta classe (para outras classes que eventualmente seriam criadas). static É um outro qualificador ou “specifier”, que indica que o método deve ser compartilhado por todos os objetos que são criados a partir desta classe. Os métodos static podem ser invocados, mesmo quando não foi criado nenhum objeto para a classe.

18 ® vam 18 Explicação passo a passo do programa exemplo: void Semelhante ao void C++ ou C, é o valor de retorno da função, quando a função não retorna nenhum valor ela retorna void, uma espécie de valor vazio que tem que ser especificado. Main Este é um nome particular de método que indica para o compilador o início do programa, é dentro deste método e através das iterações entre os atributos, variáveis e argumentos visíveis nele que o programa se desenvolve.

19 ® vam 19 Explicação passo a passo do programa exemplo: (String args[]) É o argumento de main e por consequência do programa todo, ele é um vetor de Strings que é formado quando são passados ou não argumentos através da invocação do nome do programa na linha de comando do sistema operacional, exemplo: Java HelloInternet argumentotexto1 argumentotexto2. No nosso caso, ignoramos a possível passagem de argumentos via linha de comando.

20 ® vam 20 Explicação passo a passo do programa exemplo: {... } “Abre chaves” e “fecha chaves”. Delimitam um bloco de código. System.out.println("Hello Internet!"); Chamada do método println para o atributo out da classe ou objeto System, o argumento é uma constante do tipo String. Comando para imprimir mensagens na tela, onde o argumento que vem entre aspas é a String a ser impressa. O ; “ponto e vírgula” separa operações. } Finalmente o fecha chaves termina com a declaração da classe HelloInternet.

21 ® vam 21 Introdução a applets Java n Diferente de um aplicativo Java que é executado a partir de uma janela de comanddo, um applet é um programa Java que é executado no appletviewer ( um utilitário de testes para applets) ou um navegador de WWW. O appletviewer ou navegador executa um applet uando um documento Hipertxt Markup Language (HTML) contendo o applet é aberto no appletviwer (ou navegador). n Recursos para applet na WWW: n java,.sun.com/applets/index.html n Java.sun.com/jdc/ n Developer.com/directories/pages/dir.java.html n Gamalean.com n Java Applet Rating Service –www.jars.com

22 ® vam 22 Um Applet Simples n 1 //Esse programa ilustra vários recursos Java importantes. n 2 //Fig:Welcomeapplet.java n 3 //Primeiro applet em Java n 4 import javax.swing. Japplet; //importa a classe JApplet n 5 import javax.awt.Graphics;. //importa a classe Graphics n n 6 public class WelcomeApllet extends Jappelt { n 7 public void paint (Graphics g) n 8 { n 9 g.drawString (“Welcome To Java Programming!”,25,25); n 10 }

23 ® vam 23 Analizando o programa n As linhas 3 e 4 são instrução de import que dizem ao compliladdor onde encontrar as classes exigidas para compilar esse applet java n A clase JApplet ésta localidada no pacote javax.swing n A classe Graphics no pacote java.awt n A classe Graphics possibilita ao programa desenhar imagens gráficas ( como linhas retângulos, ovais, strings de caracteres) em aplicativo applet Java. n Todos os pacotes na API (Applications Progranning Interfaces) são armazenados no diretório java ou javax, que contém muitos subdiretórios incluindo o awt e swing. n Assim como os aplicativos, cada applet Java é composto de pelo menos uma definição de classe. n O java utiliza Herança para criar novas classes a partir de definições das classes já existentes.

24 ® vam 24 Analisando o Programa n Linha 6 public class WelcomeApplet extends JApplet n Definição da classe WelcomeApplet. n extends seguida de nome de classe indica a classe da qual a nova classe herda fragmentos existentes. n Nesse relacionamento de herança a, JApplet é chamada de superclasse ou classe básica e WelcomeApplet é chamada de subclasse ou classe derivada. n Estender a classe JApllet é utilizar a definição que uma pessoa o que significa ser um apllet. n O appletviewer eos navegadores WWW que suportam applets necessitam de atributos e comportamentos métodos) do applet. A classe JApplet fornece todas essas capacidaddes (aproximadamente 200). n Usando extends para herdar JApplet Todos os métodos de Japplets agora fazem parte de WelcomeApplet.

25 ® vam 25 n WelcomeApplet é utilizada para criar um objeto que implementem os atributos e métodos do applet. n O comportamento padrão do método paint na classe JApplet, é não fazer nada. n A classe WelcomeApplet anula (substitui ou redefine) esse comportamento fazendo paint desenhar a mensagem na tela. n O método paint desenha a mensagem na tela. n O appletviewer ou navegador em que o applet executa é responsável pela a criação de um objeto da classe WelcomeApplet. n A classe public em um arquivo é utilizada como parte do nome do arquivo n WelcomeApplet.java é nome do arquivo. Analisando o Programa

26 ® vam 26 Analisando o Programa n A linha 7 - public void paint(Graphics g ), inicia a definição do método paint do applet n O init, start e paint são os métodos que são chamadaos a a partir do appletviewer ou pelo navegador quando o applet está executando. n Esses métodos são herdados da classe JApplet, fornecem a um programdor de applet uma seqüência inicial garantida de chamadas de método quando cada applet começa executar. n Estes métodos são definidos de modo a fornecer ao appletviewer ou navegador uma uma seqüência inicial consistente. n As linha 7 a 10 são a definição da função paint. n A tarefa do método paint é desenhar imagens gráficas. O conjunto de parênteses depois do paint define a lista de parâmetros do método, o obeto Graphics (chamado g ) para realizar sua tarefa.

27 ® vam 27 Analisando o Programa n Public é requerida a fim de que o navegador possa chamar o método paint n g.drawString (“Welcome To Java Programming!”,25,25) exibe os caracteres entre aspas na tela, utilizando o método drawString da classse Graphics. n O método é chamado utilizando o objeto g da classe Graphics e a lista de argumentos de drawString. n O primeiro argumento é o String “ ”, os dois últimos 25,25 são as coordenadas (ou posições) em que o canto inferior do string será desenhado. n As coordenadas são medidas a partir do canto superior esquerdo do applet em pixels (picture element) um computador tem 640pixel de largura por 480 de altura ou 307,2000 pixels exibíveis.

28 ® vam 28 Analisando o Programa n Depois que a classe WelcomeApplet é definida e salva num arquivo WelcomeApplet.java, a classe deverá se complida n javac WelcomeApplet.java, se não houver erro de sintaxe os bytecdes são armazenados no arquivo WelcomeApplet.calss. n Devemos agora criar um arquivo HTML para carregar o applet no appletviewer (ou em um navegador) n 1 n 2 n 3 n 4 n Todos os tags de HTML começam com. n As linhas 1 e 4 indicam o início e o fim dos tags.

29 ® vam 29 Analisando o Programa n As linhas 2 e 3 são tags especiais para o applets Java. Elas instruem o appletviewer ou navegador a a carregar o applet. Normalmente o applet e seu arquivo html são armazenados no mesmo diretório. n Na linha 2 o primeiro componente do tag (code = “WelcomeApplet.class) indicam a classe que contém o applet, a larguara e altura do applet em pixels. n Na linha 3 / termina o applet e na linha 4 especifica o final do tag HTML. n O appletviewer é um lugar ideal para testar a execução de um applet. Pode-se adicionar os tags e a um arquivo HTML que será visualizado pelas pessoas que navegam na Internet O appletviewer é invocado para o applet a partir da janela de comando do seu computador : n Appletviewer WelcomeApplet.html que deve ser digitado a partir do diretório em que o arquivo HTML e.class do applet estão localizados


Carregar ppt "Introdução à Linguagem JAVA Vânia Aguiar Moura DCC/PUC-MG Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Instituto de Informática."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google