A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ana Roxo Rosário Duarte Biblioteca da FCT/UNL. 2 Na Internet, é fácil encontrar informação…

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ana Roxo Rosário Duarte Biblioteca da FCT/UNL. 2 Na Internet, é fácil encontrar informação…"— Transcrição da apresentação:

1 Ana Roxo Rosário Duarte Biblioteca da FCT/UNL

2 2 Na Internet, é fácil encontrar informação…

3 3 Informação pertinente

4 Computador Internet Telemóvel Jovens com idades entre 10 e 15 anos que utilizam computador, Internet, telemóvel (% ) Fonte: Instituto Nacional de Estatística

5 5 Dar acesso à Internet sem criar uma formação sistemática para os acompanhar = dar-lhes um carro sem lhe dar formação sobre o código da estrada nem noções básicas de condução Serres, Alexandre.- Évaluation de l’information sur Internet: le défi de la formation (tradução nossa)

6 Testemunhos de bibliotecários de concelhos de média dimensão do sul/centro do país, respectivamente (citado por Calixto, J. A. - Literacia da informação : um desafio para as Bibliotecas, 2004) 6 Baixos níveis de literacia  Há um grande desconhecimento sobre a importância da informação  As pessoas não sabem onde a informação pode ser encontrada  Não são ensinadas a fazer uma pesquisa bibliográfica Estratégias de remediação  Trabalhamos com eles (alunos) na pesquisa de informação e na sua recuperação  Eles aprendem como a informação está organizada e que podem usar diferentes suportes  Tentamos educá-los para o método no que diz respeito à pesquisa  Tentamos conduzi-los para um pensamento organizado, de forma a eles poderem desenvolver o seu conhecimento e crescer como pessoas  A biblioteca tem a função de ajudar os utilizadores a criar algum método, ajudá-los a subir alguns degraus na pesquisa de informação, para terem um método de pesquisa

7 Literato em informação 1. Reconhecer quando a informação é necessária 2. Saber onde localizar a informação 3. Saber avaliar a informação 4. Saber usar a informação 7 American Library Association

8 8 Processo de aprendizagem ao longo da vidaAutonomiaAprendizagem centrada no alunoCapacidade de aprenderExigências do mercado de trabalho

9 9 Internet => Avaliar a informação Biblioteca => Informação fidedigna

10 10 Critérios de avaliação Identificação do site Quem é o responsável/organização que o mantém? Quais os objectivos e público a quem se destina? Qual a tipologia ? (base de dados, portal temático, etc.) Consistência das informações Cobertura da fonte? Validade do conteúdo? Resumos ou informações complementares? Coerência na apresentação do conteúdo? Credibilidade da fonte Autor é reconhecido na sua área de actuação? Conteúdo informacional relacionado com a área de actuação do autor? Informações sobre: referências bibliográficas dos trabalhos do autor, endereço para contacto com o autor, origem da informação?

11 11 Links internosLinks externos Clareza para onde conduzem ActualizaçãoApontar apenas para sites fiáveis Têm informação complementar, ilustrações, portais temáticos? Facilidade de uso Links possibilitam fácil movimentação? Links possibilitam avançar e retroceder? Quantidade de cliques para aceder à fonte e à informação Disponibilidade de recursos da pesquisa na fonte (função de pesquisa, lógica booleana, etc.) Recursos auxiliares à pesquisa (glossários, mapa do site, guias, instruções de uso, manuais para download ou impressão) Layout da fonte Coerência na utilização de padrões Recursos que servem um propósito e não apenas decorativos Design do menu estruturado para facilitar a pesquisa Mensagens de erro durante a navegação Informações de ajuda na interface

12 Apoio ao ensino Serviços adaptados às necessidades Recursos variados (papel, online) e fidedignos Espaços de estudo individual e em grupo Pessoal especializado: (identificar /explorar recursos; fazer pesquisas; bibliografias, organizar 1 trabalho 12

13 13 Catálogodisponível online? Portais temáticos/bases de dados open access Fontes de informação para construir os trabalhos Tutoriais onlineComo organizar 1 trabalho, como pesquisar, como resumir, como elaborar 1 bibliografia, etc. Utilização da plataforma Moodleconstrução de exercícios, questionários, glossários, etc. Objectivos: Criar mecanismos para ter formação sem barreiras de espaço e de tempo

14 14 Planear 1 trabalho de investigação

15 15 Não encontro a informação que preciso! Recolho informação do 1ºsite que encontro! Não sei o que é para fazer! Não sei onde encontrar a informação! Não sei que informação seleccionar! Copio o que está no site na íntegra!

16 Modelo PLUSModelo Big SixModelo de Marland Usado no Reino UnidoUsado nos EUAUsado nos EUA (1981) Dividido em etapas6 Passos a seguir9 Passos a seguir P = Propósito L = Localização U = Utilização S = Auto – avaliação (Self - evaluation) Definição de Tarefas ; Estratégias de Pesquisa ; Localização e Acesso ; Utilização da Informação ; Síntese ; Avaliação O que eu preciso de saber ; Onde posso ir ; Como chego à informação ; Quais os recursos que devo usar ; Como usarei os Recursos ; De que parte devo fazer registos ; Tenho a informação de que necessito; Como irei apresentá-la ; O que consegui 16

17 O estudante é capaz de : 1. Reconhecer necessidades de informação 2. Identificar formas de preencher essas necessidades 3. Construir estratégias para localizar informação 4. Localizar e aceder à informação 5. Comparar, com informações recolhidas ou já possuídas, e avaliar eficazmente a informação 6. Organizar, aplicar e comunicar a informação de forma eficaz 7. Sintetizar e criar nova informação, adicionando a que recolheu à que já possuía e criar novo conhecimento 17 Modelo SCONUL

18 18 Tipo de trabalho Uma apresentação de 1 tema numa aula? Um trabalho para a disciplina? Estudar um assunto? Fazer uma biografia? Fazer um relatório? Dimensão do trabalho 2 ou 3 páginas? 10 páginas? 20 páginas? Quantos slides ponho no PowerPoint? Cartaz, etc.

19 19 O que vou investigar = questões de investigação Divisão em capítulos Definir “polímeros”Definir “heteronímia” Capítulo 1 Destacar as características Características dos diferentes heterónimos Capítulo 2 Referir as aplicações Referir um delesCapítulo 3 Restringir a determinada aplicação Estudar um deles em pormenor Capítulo 4 Exemplo: Tema do trabalho Polímeros/heteronímia em Fernando Pessoa Partir do geral para o mais especifico!

20  2ª etapa = Localizar a informação 20

21 Fontes/recursosobjectivos Enciclopédias e dicionáriosRecolher informações gerais (definições) LivrosDesenvolver o tema Revistas científicasEncontrar informação actualizada (artigos científicos revistos pelos pares) InternetLocalizar artigos no Google académico, consultar capítulos de livros no Google books Inquéritos/entrevistasExplorar o tema; recolher opiniões, fazer estatísticas, encontrar testemunhos… 21

22  Encontrar palavras-chave (índice dos livros) ◦ Ex: polímeros, polimerização, reacções químicas, etc.  Pesquisas em livros/revistas/jornais ◦ Retirar as cotas, ir à estante e ver os índices/capítulos  Pesquisas em Catálogos/bases de dados/recursos da biblioteca (revistas cientificas, livros, etc.)  Escolher campo do assunto  Usar pesquisa avançada para associar termos (booleanos)  Usar truncaturas (ex: polim*) 22 No Google, usar aspas para o sistema colocar os termos na mesma frase!

23 Operadores booleanos (e/and, ou/or, excepto/not) Recupera apenas os documentos que contenham em simultâneo os termos escolhidos. Ex: Química Analítica (Assunto) e Métodos (palavra) Alarga a pesquisa, recupera os 2 termos individualmente. Deve usar-se quando procuramos sinónimos. Ex: Bases de dados (Assunto) ou Databases (palavra) Faz com que só o primeiro termo seja recuperado, excluindo o 2º da lista de resultados. Ex: Bases de dados (Assunto) excepto Design (palavra) 23

24  3ªetapa = Seleccionar os documentos 24

25  No caso dos livros FERREIRA, D. – SOS Física e Química 11º/12ºanos. Lisboa : Sebenta, ISBN Apelidos e nomes dos autores Título Local de publicação Editor Ano ISBN NP , Informação e Documentação – Referências bibliográficas : Documentos impressos. IPQ

26  No caso de 1 artigo de revista/jornal  FIGUEIREDO, M. O. – Factores de estabilidade estrutural associados ao arranjo dos catiões nas estruturas dos compostos iónicos. Revista Portuguesa de Química. Lisboa. ISSN Vol. 23 (1981). p Título do artigo Título da revistaISSN Volume AnoPáginas NP , Informação e Documentação – Referências bibliográficas : Documentos impressos. IPQ Apelidos e nomes dos autores

27  No caso de 1 CD-ROM:  GIL, V. - Química 12ºano [Documento electrónico] : 12ºQ. Lisboa : Texto Editores, ISBN [Tipo de documento] Complemento de título NP , Informação e Documentação – Referências bibliográficas.Parte 2 : Materiais não livro. IPQ Apelidos e nomes dos autores Título Local de publicação

28  No caso de um site da Internet:  INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO – Extensão das reacções químicas [Em linha]. Lisboa : Instituto Superior Técnico, [Consult. 19 Jan. 2010] Disponível em escola.pt/topico.asp?id=351http://www.e- escola.pt/topico.asp?id= Dizer que está na Internet Endereço electrónico Data em que consultei NP , Informação e Documentação – Referências bibliográficas.Parte 4 : Documentos electrónicos. IPQ

29  Servem para: ◦ Sustentar as ideias ◦ Ilustrar um pensamento ◦ Comprovar a veracidade da informação  Se não as apontar, estou a fazer plágio = tomar como minhas, as palavras de outro!  O conjunto destas referências = bibliografia 29

30  4ªetapa = Recolher a informação 30

31  Resumir 1 texto = apresentar, de forma breve, as ideias do texto original. Estas ideias são expressas por palavras próprias, respeitando o conteúdo e a ordem pela qual aparecem no texto  Citar = escrever tal e qual como foi escrito pelo autor. Este texto deve aparecer entre aspas em nota de rodapé ou integrado no texto, seguido de comentário pelo autor! 31 2 formas de citar alguém: 1.Segundo Pedrosa (2008) “quem saboreia o prazer da leitura nunca está sozinho”. 2. Pedrosa (2008) afirma, a propósito do tema da leitura, que….

32 32 EntrevistasInquéritos Presenciais Via Google docs Perguntas abertas ou fechadas Poucas pessoasÉ preciso definir 1 amostra * Evitar colocar 2 perguntas numa só * Se estiver a estudar, por exemplo, a influência da Internet nos jovens na minha escola

33  5ªetapa = tratar a informação 33

34  Reler as notas  Organizar os capítulos de acordo com a sua importância  Entrevistas = transcrever as informações mais importantes  Inquéritos ◦ Elaborar tabelas de dados ◦ Fazer gráficos ◦ Registar conclusões 34

35  6ªetapa = escrever o trabalho 35

36  Estrutura do trabalho: ◦ Capa  Identificação da escola  Disciplina  Título do trabalho  Autor  Local e data Índice Os títulos principais e a respectiva página Introdução Tema do trabalho Razões que levaram à abordagem do tema Principais questões de investigação Metodologia usada 36 Para fazer este trabalho, vou consultar… vou fazer entrevistas a…

37  Desenvolvimento ◦ Construir os vários capítulos ◦ Inserir imagens, esquemas e gráficos e colocar as legendas em cada um ◦ Referir as fontes das citações utilizadas Conclusão Exprimir a opinião sobre o tema e sobre o modo como foi feito o trabalho Bibliografia 37

38  7ªetapa = Avaliar o trabalho 38

39 1 Segui as etapas do plano? 2 Cumpri os objectivos? 3 Respeitei a dimensão? 4 Respondi a todas as questões de investigação? 5 Usei diferentes fontes de informação? 6 As fontes que seleccionei foram úteis? 39

40 7 As notas que retirei foram úteis e suficientes? 8 Segui os passos necessários para a realização de entrevistas/inquéritos? 9 Tive o cuidado de utilizar uma linguagem cuidada? 10 Construí o índice de forma correcta? 11 Construí os capítulos tendo em conta as questões de investigação? 12 Segui as normas para elaborar a bibliografia? 40

41 41

42  SERRES, A.- Évaluation de l’information sur Internet : le défit de la formation [Em linha]. BBF. Paris. T.50, nº6 (2005) [Consult. 02 Mar.2010] Disponível em pdfhttp://bbf.enssib.fr/consulter/bbf pdf  CALIXTO, J. A.- Literacia da Informação : um desafio para as bibliotecas, 2004 [Em linha] [Consult. 02 Mar.2010] Disponível em  TOMÉ, M. C. A. F.- A Biblioteca escolar e o desafio da Literacia da Informação : um estudo empírico no distrito de Viseu [Em linha] Lisboa: Universidade Aberta, 2008 [Consult. 02 Mar.2010] Disponível em ab.pt/bitstream/ /1222/1/Tese.pdfhttp://repositorioaberto.univ- ab.pt/bitstream/ /1222/1/Tese.pdf 42


Carregar ppt "Ana Roxo Rosário Duarte Biblioteca da FCT/UNL. 2 Na Internet, é fácil encontrar informação…"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google