A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CANDIDATURA A REITOR António Domingos Heitor da Silva Reis Promoção da Qualidade Institucional Inserção Regional Internacionalização Sustentabilidade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CANDIDATURA A REITOR António Domingos Heitor da Silva Reis Promoção da Qualidade Institucional Inserção Regional Internacionalização Sustentabilidade."— Transcrição da apresentação:

1 CANDIDATURA A REITOR António Domingos Heitor da Silva Reis Promoção da Qualidade Institucional Inserção Regional Internacionalização Sustentabilidade

2 2005Agregação em “Transferência de Energia e Massa”, Universidade de Évora, Portugal, 1992Doutoramento em Física, (Distinção e louvor) Universidade de Évora, Portugal, 1986Mestrado em Transferência e Conversão de Energia (Engenharia Mecânica), (Muito Bom) Instituto Superior Técnico, Lisboa, Portugal. 1978Licenciatura em Física, (nota 14) Faculdade de Ciências, Universidade de Lisboa, Portugal. 03/03/ /12/2009Vice-reitor para a “Ciência, investigação científica e cooperação nacional e internacional” 2000 – presente Professor Associado de nomeação definitiva, Departamento de Física, Universidade de Évora Professor Auxiliar de nomeação definitiva, Departamento de Física, Universidade de Évora Professor Auxiliar, Departamento de Física, Universidade de Évora Assistente, Departamento de Física, Universidade de Évora Assistente de Investigação, Laboratório Nacional de Engenharia e Tecnologia Industrial, (LNETI), Sacavém, Assistente Estagiário de Investigação, Laboratório Nacional de Engenharia e Tecnologia Industrial, (LNETI), Técnico de Meteorologia, Instituto Geofísico do Infante D. Luís, Universidade de Lisboa. António Heitor Reis 56 anos Graus Académicos Posições ocupadas António Heitor Reis - CANDIDATURA A REITOR

3 Docência Termodinâmica ; Complementos de Termodinâmica; Termodinâmica Aplicada; Termodinâmica dos Processos Irreversíveis; Transferência de Energia e Massa; Complementos de Termodinâmica e de Física Estatística; Física Estatística; Física I; Física dos Meios Contínuos; Métodos Matemáticos da Física I; Métodos Experimentais da Física I; Temas Actuais de Física; Física Quântica; Energias Renováveis; Equipamentos Térmicos; Climatologia; Micrometeorologia da Camada Limite. Licenciatura e Mestrado Escolas e Cursos Avançados Lecturer at the School on “ Porous and Complex Flow Structures in Modern Technologies ”, Junho 2002, Évora, Portugal; Invited Lecturer at the NATO Advanced Study Institute “ Emerging Technologies and Techniques in Porous Media ”, 9-20 June 2003, Neptun-Olimp, Black Sea, Romania.

4 António Heitor Reis - CANDIDATURA A REITOR Docência Coordenação de cursos 2009 – presenteDirector do Curso de Licenciatura em Engenharia das Energias Renováveis 2001 – presenteMembro do Comissão do Curso de Mestrado em Clima e Ambiente Atmosférico” 1997 – 2002 Director do Curso de Licenciatura em Física 1997 – 2001Membro do Comissão do Curso de Licenciatura em Engenharia de Processos e Energia Orientação de teses e trabalhos de fim de curso e estágios Doutoramento (3) ; Mestrado (6); Trabalhos de fim de curso (4); Estágios (21); colocação estágio em empresas (19) Textos de apoio ao ensino “TEXTOS DE TERMODINÂMICA”, A. Heitor Reis, 1994, (9 Capítulos) – Conjunto de textos de apoio à leccionação da disciplina de Termodinâmica, contendo todo o programa da disciplina. “TEXTOS DE TERMODINÂMICA – Práticas Laboratoriais”, A. Heitor Reis, , contendo textos de apoio a 12 trabalhos laboratoriais: “TEXTOS DE FÍSICA ESTATÍSTICA”, A. Heitor Reis, (1995). Conjunto de textos de apoio à leccionação da disciplina de Física Estatística contendo todo o programa leccionado. “DO ESPAÇO VECTORIAL AO ESPAÇO AFIM”, A. Heitor Reis (1994) Texto de introdução à análise tensorial (disciplina de Métodos Matemáticos da Física I); “A CIRCULAÇÃO GERAL DA ATMOSFERA”, António Heitor, (1993), texto de apoio à Acção de Formação “Física da Atmosfera” para Professores do Ensino Secundário (Universidade Évora, Abril de 1993 e Junho de 1994).

5 António Heitor Reis - CANDIDATURA A REITOR Investigação/publicações Grupo de investigação A. Heitor Reis é membro do grupo de Fenómenos de Transferência na Geosfera do Centro de Geofísica de Évora. Interesses de investigação Fluidos, escoamentos, transferência de calor, Teoria Constructal Meios porosos Física da atmosfera, electricidade atmosférica Energia e exergia Econofísica Publicações - com comité de leitura (refereed )* 40 artigos em revistas científicas/34 registados na Web of Science (ISI):Researcher ID: A livro (em co-autoria, Ed. Springer, N. York) e 10 capítulos de livros de circulação internacional 53 publicações em “proceedings” de conferências internacionais Outras publicações ( cap. de livros, relatórios, artigos) – sem comité de leitura : 6 14 publicações em actas de conferências nacionais * O autor está referenciado como: A. H. Reis, A. Heitor e A. Heitor Reis

6 António Heitor Reis - CANDIDATURA A REITOR Envolvimento e visibilidade internacional Conferências e outros fora científicos  Membro do Comité de Organização de 12 conferências internacionais  Membro do Comité Científico de 16 conferências internacionais  Invited speaker em 9 conferências e simposia internacionais Presidência de Conferências internacionais  Chairman of the The 3rd International Energy, Exergy and Environment Symposium, 1-5 July 2007, Évora, Portugal.  Director of the NATO Advanced Research Workshop “Constructal Human Dynamics Security and Sustainability”, May, 2008, Évora, Portugal Membro do “Editorial Board” dos jornais:  International Journal of Energy Research, J. Wiley & Sons, UK.  International Journal of Dynamics of Fluids, Research India Publications.  The Open Thermodynamics Journal, Bentham Science Publishers Refereeing Regularmente consultado como “ Referee” por 20 jornais científicos internacionais. Co-Editor  de “ special issues” de 3 jornais: Int J. of Energy Research; Int. J. of Exergy; Int. J. of Green Energy.  de 6 livros/”proceedings” de circulação internacional.

7 Science & Vie - Novembre 2003 (nº 1034) - Aout- Septembre 2008 Cahiers Science & Vie (nº 106) NASA – Earth Observatory - February Science Daily - February July Al pha Galileo, Europa’s leading source of research news - July World Changing - February Phys.org News - February June What’s Next in Science & Technology February Magazines científicos com notícias sobre resultados da actividade científica de António Heitor Reis António Heitor Reis - CANDIDATURA A REITOR Envolvimento e visibilidade internacional

8 Conferências internacionais co-organizadas na Universidade de Évora Symposium “Bejan’s Contructal Theory of Shape and Structure, 31 st October, 2003, University of Évora, Portugal 2 nd International Conference of Applications of Porous Media, ICAPM2004, May, 2004, Évora, Portugal The 3rd International Energy, Exergy and Environment Symposium, 1-5 July 2007, Évora, Portugal NATO Advanced Research Workshop“Constructal Human Dynamics Security and Sustainability”, Évora, May, 2008 António Heitor Reis - CANDIDATURA A REITOR Conferências nacionais co-organizadas na Universidade de Évora Simpósio “Cem anos de Raios X”, 27 e 28 Janeiro, 1995, Universidade de Évora, Portugal. Workshop “Perspectives on Econophysics”, Universidade de Évora, 28 Janeiro Contribuição para visibilidade nacional e internacional da Universidade de Évora Curso avançado co-organizado na Universidade de Évora “ School on Porous and Complex Flow Structures in Modern Technologies”, June 2002, University of Évora, Portugal (com “lecturers” e participantes estrangeiros. )http://www.cge.uevora.pt/proceedings-editor/2002.html

9 António Heitor Reis - CANDIDATURA A REITOR Actividades em conselhos universitários e responsabilidades de direcção Participação em Conselhos Universitários 1987 – presente membro do Conselho do Departamento de Física membro do Senado da Universidade de Évora membro do Conselho Científico Universidade de Évora membro da Assembleia da Universidade de Évora; membro Conselho Pedagógico da Universidade de Évora; membro do Conselho Científico Universidade de Évora; membro da Comissão Coordenadora do Conselho Científico Universidade de Évora membro do Conselho Editorial da Universidade de Évora membro da Assembleia da Universidade de Évora membro do Senado da Universidade de Évora membro do Conselho de Investigação Científica e Tecnológica 2008 membro da Assembleia Estatuinte da Universidade de Évora 2009-presente Membro do Conselho Científico da Escola de Ciências e Tecnologias da UE; /12/09Membro do Conselho Científico da Universidade de Évora.

10 António Heitor Reis - CANDIDATURA A REITOR Responsabilidades institucionais Janeiro /12/09 – Responsável pela instalação do Instituto de Investigação e Formação Avançada (nova unidade orgânica da UE- Estatutos de 2009); 3/3/ /12/09 – Vice-reitor da Universidade de Évora, para a “Ciência, Investigação Cientifica e Cooperação Nacional e Internacional”. Responsabilidade directa dos serviços: Serviços de Informática; Gabinete de Relações Internacionais; Gabinete de Informação e Projectos (até 2007) 2005 Out. – Fev – Presidente do Conselho do Departamento de Física; Membro da Comissão Coordenadora do Conselho Científico da Universidade de Évora; – Presidente do Conselho Científico da Área Departamental de Ciências Exactas; 1999 – Vice-Presidente do Conselho Pedagógico da Universidade de Évora; 1997/98 – Presidente do Conselho Coordenador dos Estágios Integrados da Universidade de Évora; 1997/98 – Coordenador da Comissão de Estágios da Licenciatura em Ensino de Física e Química; 1993/95 – Presidente do Conselho Directivo da Área Departamental de Ciências Exactas; 1993/95 – Presidente do Conselho do Departamento de Física; 1993 – Presidente da Comissão Eleitoral que organizou as eleições para todos os órgãos da Universidade de Évora. Actividades em conselhos universitários e responsabilidades de direcção

11 António Heitor Reis - CANDIDATURA A REITOR Actividades em conselhos universitários e responsabilidades de direcção Actividades no âmbito da Reitoria Universidade de Évora Responsável pela cooperação nacional e internacional e gestão dos Programas Sócrates/Erasmus (2006 – 2009); Reorganização das unidades de investigação (2007); Organização do “1º Congresso de Investigação da Universidade de Évora”, de Maio de Constituição da Rede de Ciência e Tecnologia do Alentejo (RCTA), (2008/2009); Desenvolvimento da Parceria e Plano Estratégico do PCTA candidatado ao QREN/Inalentejo. Instalação dos Serviços de Ciência e Cooperação (2009); Instalação do Instituto de Investigação Formação Avançada (2009). Participação em órgão e comissões externas à Universidade de Évora 2009 – presente Membro do GTA das Regiões do Conhecimento e Potencial de Investigação das Regiões em Convergência e Ultra-Periféricas do 7º PQ – 2009 Presidente da Assembleia Geral da Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo, em representação da Universidade de Évora – 2009 Membro da Comissão Especializada do CRUP para assuntos de Investigação Científica; 2006 – 2009 Membro da Comissão do CRUP para as Acções Integradas Luso-Britânicas; 2006 – 2009 Representante da UE na Fundação das Universidades Portuguesas (FUP) – 2009 Representante da UE na Fundação para o Cálculo Científico Nacional (FCCN). 2006– presente Membro do Conselho Geral da Fundação Luís de Molina 2006 – presente Membro do Júri do Concurso Nacional de Inovação do BES

12 António Heitor Reis - CANDIDATURA A REITOR PROGRAMA DE CANDIDATURA A REITOR Promoção da Qualidade Institucional Inserção Regional Internacionalização Sustentabilidade

13 António Heitor Reis - CANDIDATURA A REITOR Tenho um conceito de universidade como instituição maior e insubstituível no contexto da sociedade actual, lugar da inteligência, da criação e de irradiação de conhecimento e novas visões do mundo, de cultura do humanismo e da liberdade. Também tenho a convicção de que este conceito ficará vazio de conteúdo se a Universidade pelas actividades que desenvolve não souber demonstrar o seu valor social, a sua contribuição para o desenvolvimento individual dos cidadãos, e a sua função única como pilar cultural, artístico e científico da evolução social da comunidade. Neste sentido, defendo um forte entrosamento com a comunidade envolvente, de que trato detalhadamente no meu programa. Sendo certo que o entrosamento da Universidade com a envolvente social, institucional e empresarial é um imperativo, quero deixar claro que a Universidade nunca deverá assumir o papel de "back-office" de qualquer empresa ou instituição, ou ser subsidiária de outras organizações, nomeadamente de natureza partidária ou confessional. A Universidade será forte e socialmente útil se souber preservar a sua identidade institucional, nas colaborações que estabelecer e nos projectos em que se envolver. A Universidade de Évora

14 António Heitor Reis - CANDIDATURA A REITOR Tenho da função de Reitor um conceito elevado, não redutível à de mero gestor da orgânica universitária e das suas actividades. O Reitor deverá também inspirar e dar corpo aos valores académicos e aos desígnios da Universidade, apontar linhas de rumo a consensualizar internamente, motivar e trazer ao palco e à ordem do dia todos os elementos de qualidade que promovam o bom desempenho e a imagem da universidade. Deverá estimular o ambiente cultural da vida universitária e a cultura da liberdade e dos valores humanistas. O reitor

15 António Heitor Reis - CANDIDATURA A REITOR A definição estratégica fundamental da forma como esses desafios serão enfrentados determinará o nível de sucesso da Universidade. Uma estratégia predominantemente reactiva conduzirá à “navegação à vista”, eventualmente errática, tendente a colocar a Universidade na dependência de forças externas. Será necessário, por isso, consensualizar uma estratégia pró-activa coordenada pelo Reitor, envolvendo todas as estruturas de direcção universitária, que passe por:  Definir e consensualizar linhas de rumo para além do curto prazo (Plano Estratégico);  Antecipar cenários e preparar respostas atempadas e de qualidade de modo a controlar os acontecimentos e defender a UE;  Envolver e sincronizar todas as estruturas universitárias na implementação da estratégia previamente consensualizada;  Trabalhar com as restantes instituições do ensino superior na procura de soluções globais para o sistema universitário nacional;  Trabalhar com as forças representativas (políticas e sociais) locais e regionais no sentido do apoio á Universidade, como pilar imprescindível do desenvolvimento regional. A linha de rumo

16 António Heitor Reis - CANDIDATURA A REITOR As quatro áreas transversais ao programa de acção Promoção da Qualidade Institucional Inserção Regional Internacionalização Sustentabilidade

17 António Heitor Reis - CANDIDATURA A REITOR Promoção da Qualidade Institucional ensino/aprendizagem Desenvolvimento um paradigma de ensino/aprendizagem próprio Racionalização da oferta formativa Diversificação do quadro da oferta formativa Promoção do sucesso formativo Consolidação das Escolas de Artes, de Ciências Sociais, de Ciências e Tecnologias, IIFA e “upgrade” da ESESJD Investigação e ligação com o ensino/aprendizagem Consolidar e elevar o nível de desempenho das unidades de investigação Ligação da investigação ao ensino/aprendizagem Oferta de programas de doutoramento com qualidade

18 António Heitor Reis - CANDIDATURA A REITOR Promoção da Qualidade Institucional Instalações e Equipamentos Espaços de estudo para os alunos Equipamentos de salas de aula e locais de estudo Planeamento e disponibilização de novos espaços universitários Acção Social Residências universitárias Reforçar a Acção Social da UE

19 António Heitor Reis - CANDIDATURA A REITOR Promoção da Qualidade Institucional Avaliação e monitorização da actividade Auto - avaliação e Avaliação externa, rankings (Lei n.º 38/2007) Monitorização geral da actividade – indicadores de gestão A avaliação dos docentes Quadro docente e concursos SIADAP, quadro de funcionários e concursos Premiar o mérito Promoção da Universidade Imagem da UE Alumni Marca UEvora

20 António Heitor Reis - CANDIDATURA A REITOR Inserção Regional A UE como pilar do desenvolvimento regional Cooperação com a envolvente institucional e empresarial Os grandes projectos regionais, a RCTA e o PCTA A Rede Regional do Ensino Superior Cooperação com a Rede Nacional do Ensino Superior Universidade Sénior Túlio Espanca

21 António Heitor Reis - CANDIDATURA A REITOR Internacionalização Integração no Espaço Europeu do Ensino Superior (EHEA) Integração no Espaço Europeu do Ensino Superior (ERA) Mobilidade de estudantes, docentes e funcionários (Lifelong learning) Acolhimento de cooperantes, colaboradores visitantes e estudantes “Erasmus” Adopção progressiva de padrões universitários internacionais

22 António Heitor Reis - CANDIDATURA A REITOR Sustentabilidade Constrangimentos internos e externos POC Educação, contabilidade analítica e centros de custos Inventário do património da UE A Fundação Luís de Molina Um programa para a sustentabilidade Governação Melhorar a qualidade da decisão “e-governance” e apoio informático A equipa reitoral

23 António Heitor Reis - CANDIDATURA A REITOR Celebração de um Contrato-Programa com o MCTES com um horizonte temporal mínimo de 3 anos, que estabeleça um quadro de financiamento plurianual estável, em que possamos assumir compromissos e objectivos claros a atingir. Só com garantias mínimas de financiamento que também permitam reduzir a zero a dívida acumulada, actualmente estimada entre 8,5 a 9 milhões de euros, e num horizonte plurianual será possível desenhar um caminho real para a sustentabilidade da UE; Concomitantemente, pôr em prática um plano de redução de ineficiências e melhoria do desempenho e da qualidade institucional que se traduza em ganhos de produtividade sem perda de qualidade, e com o mesmo horizonte temporal; Garantir que as despesas com pessoal não ultrapassem 80% do orçamento anual da UE e que convirjam em 4 anos para a meta de 75%; Estabelecer metas anuais realistas de aumento de receitas próprias de modo a reduzir a dependência do financiamento público; Angariar projectos e prestar serviços que contribuam significativamente para a geração de receitas próprias; Procurar o mecenato e o patrocínio como meios complementares de obtenção de recursos. Modernizar o sistema administrativo da UE, desenvolver indicadores de gestão no quadro do POC Educação, estabelecer a contabilidade analítica, como forma de gerar eficiência administrativa e controlo de custos. Um programa para a sustentabilidade

24 António Heitor Reis - CANDIDATURA A REITOR Grato pela vossa atenção!


Carregar ppt "CANDIDATURA A REITOR António Domingos Heitor da Silva Reis Promoção da Qualidade Institucional Inserção Regional Internacionalização Sustentabilidade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google