A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VISITA PASTORAL PAROQUIA DE CASTANHEIRA DO RIBATEJO DE 14 A 16/02/2014 Catequese na Paroquia de S. Bartolomeu da Castanheira do Ribatejo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VISITA PASTORAL PAROQUIA DE CASTANHEIRA DO RIBATEJO DE 14 A 16/02/2014 Catequese na Paroquia de S. Bartolomeu da Castanheira do Ribatejo."— Transcrição da apresentação:

1

2 VISITA PASTORAL PAROQUIA DE CASTANHEIRA DO RIBATEJO DE 14 A 16/02/2014 Catequese na Paroquia de S. Bartolomeu da Castanheira do Ribatejo

3 D. Nuno Brás da Silva Martins nasceu no dia 12 de Maio de 1963, sendo natural da paróquia do Vimeiro, concelho da Lourinhã, Diocese de Lisboa. Foi ordenado sacerdote a 4 de Julho de1987, no Mosteiro dos Jerónimos, pelo Cardeal D. António Ribeiro. Assumiu funções de coadjutor na paróquia dos Anjos, fez parte da equipa de formação do Seminário dos Olivais e foi redator do Jornal ‘Voz da Verdade’, assumindo depois as funções de diretor deste semanário diocesano, entre 1995 e 2003.

4 Exerceu funções de docente na Universidade Católica de Lisboa e foi consultor eclesiástico do Conselho Presbiteral, tendo feito também parte da Comissão Diocesana do Diaconado Permanente. Em 2002 é nomeado reitor do Pontifício Colégio Português de Roma e, em 2005, regressa à Diocese de Lisboa como reitor do Seminário Maior de Cristo Rei dos Olivais. Foi instituído cónego em 2006, no dia da Solenidade do Mártir São Vicente, padroeiro da diocese. Nomeado bispo-auxiliar de Lisboa em 10 de Outubro de 2011.

5 Mandada construir em 1534, no local onde anos antes havia ruído a primitiva Igreja, por D. António de Ataíde, Conde da Castanheira, cujo brasão se encontra sobre o portal. Na fachada podemos encontrar o portal renascentista com colunas de fustes estriados, um arco de volta perfeita e medalhões com cabeças em relevo. Quanto à sua estrutura, esta igreja possui uma única nave e apresenta azulejos setecentistas. Igreja de São Bartolomeu de Castanheira do Ribatejo

6 1º Ano Composto por: 14 Crianças 2 catequistas

7 2º Ano Composto por: 24 Crianças 2 catequistas

8 3º Ano Composto por: 24 Crianças 3 catequistas

9 4 e 5º Ano Composto por: 14 Crianças no 4º 6 Crianças no 5º 2 catequistas

10 4 e 5º Ano Composto por: 14 Crianças no 4º 6 Crianças no 5º 2 catequistas

11 VISITA PASTORAL PAROQUIA DE CASTANHEIRA DO RIBATEJO DE 14 A 16/02/2014 Reunião Com Os Pais!

12 Os Frutos do Espirito Santo: 1.Caridade 2.Gozo 3.Paz 4.Paciência 5.Benignidade 6.Bondade 7.Longanimidade Doutrina Cristã 8. Mansidão 9. Fé 10. Modéstia 11. Continência 12. Castidade

13 V I Domingo do Tempo Comum Ano A

14 Eu estou à Tua porta a bater, Se me abrires entrarei para ficar Eu preciso de Ti para valer Eu preciso de Ti para enviar. Tu serás feliz se Me procurares Se Me abrires a porta do teu coração, Se não esqueceres o Meu Mandamento. O Amor total feito de perdão

15 Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amén! A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a Comunhão do Espírito Santo estejam convosco. Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo. Irmãos, para celebrar dignamente os Santos Mistérios reconheçamos que somos pecadores (momento de silêncio)

16 Confessemos os nossos pecados: Confesso a Deus Todo-Poderoso e a vós, irmãos, que pequei muitas vezes por pensamentos e palavras, catos e omissões, (batendo no peito) por minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à Virgem Maria, aos Anjos e Santos, e a vós, irmãos, que rogueis por mim a Deus, Nosso Senhor. Deus Todo-Poderoso tenha compaixão de nós perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. Ámen!

17 Senhor, tende piedade de nós. Cristo, tende piedade de nós. Senhor, tende piedade de nós.

18 Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens por Ele amados. Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória.

19 Senhor Jesus Cristo, Filho Unigénito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai: Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós; Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica; Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós. Só Vós sois o Santo;

20 só Vós, o Senhor; só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo; com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amén

21 ORAÇÃO COLECTA Senhor, que prometestes estar presente nos corações retos e sinceros, ajudai-nos com a vossa graça a viver de tal modo que mereçamos ser vossa morada. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amén.

22 Sir 15, (15-20) «Não mandou a ninguém fazer o mal»

23 LEITURA I Sir 15, (15-20) Leitura do Livro de Ben-Sirá Se quiseres, guardarás os mandamentos: ser fiel depende da tua vontade. Deus pôs diante de ti o fogo e a água: estenderás a mão para o que desejares. Diante do homem estão a vida e a morte: o que ele escolher, isso lhe será dado. Porque é grande a sabedoria do Senhor, Ele é forte e poderoso e vê todas as coisas. Seus olhos estão sobre aqueles que O temem,

24 LEITURA I Sir 15, (15-20) Ele conhece todas as coisas do homem. Não mandou a ninguém fazer o mal, nem deu licença a ninguém de cometer o pecado. Palavra do Senhor. Graças a Deus

25

26 Salmo 111 (112), a e 9Refrão: Ditoso o que anda na lei do Senhor, Ditoso o que anda na lei do Senhor.

27 1 Cor 2, 6-10 «Antes dos séculos Deus predestinou a sabedoria para a nossa glória»

28 LEITURA II 1 Cor 2, 6-10 Leitura da Primeira Epístola do Apóstolo S. Paulo aos Coríntios Irmãos: Nós falamos de sabedoria entre os perfeitos, mas de uma sabedoria que não é deste mundo, nem dos príncipes deste mundo, que vão ser destruídos. Falamos da sabedoria de Deus, misteriosa e oculta, que já antes dos séculos Deus tinha

29 LEITURA II 1 Cor 2, 6-10 destinado para a nossa glória. Nenhum dos príncipes deste mundo a conheceu; porque se a tivessem conhecido, não teriam crucificado o Senhor da glória. Mas, como está escrito, «nem os olhos viram, nem os ouvidos escutaram, nem jamais passou pelo pensamento do homem o que Deus preparou para aqueles que O amam».

30 LEITURA II 1 Cor 2, 6-10 Mas a nós Deus o revelou por meio do Espírito Santo, porque o Espírito Santo penetra todas as coisas, até o que há de mais profundo em Deus. Palavra do Senhor. Graças a Deus

31 Aclamação A tua palavra Senhor, é palavra de Vida Eterna Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia, AA-le-lui-A Bendito sejais, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque revelastes aos pequeninos os mistérios do reino.

32 Mt 5, «Foi dito aos antigos... Eu, porém, digo- vos...»

33 EVANGELHO Mt 5, O Senhor esteja convosco, Ele está no meio de Nós. Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo segundo S. Mateus Glória a Vós, Senhor!

34 EVANGELHO Mt 5, Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas; não vim revogar, mas completar. Em verdade vos digo: Antes que passem o céu e a terra, não passará da Lei a mais pequena letra ou o mais pequeno sinal, sem que tudo se cumpra. Portanto, se alguém transgredir um só destes mandamentos,

35 EVANGELHO Mt 5, por mais pequenos que sejam, e ensinar assim aos homens, será o menor no reino dos Céus. Mas aquele que os praticar e ensinar será grande no reino dos Céus. Porque Eu vos digo: Se a vossa justiça não superar a dos escribas e fariseus, não entrareis no reino dos Céus. Ouvistes que foi dito aos antigos: ‘Não matarás; quem matar será submetido a julgamento’.

36 EVANGELHO Mt 5, Eu, porém, digo-vos: Todo aquele que se irar contra o seu irmão será submetido a julgamento. Quem chamar imbecil a seu irmão será submetido ao Sinédrio, e quem lhe chamar louco será submetido à geena de fogo. Portanto, se fores apresentar a tua oferta ao altar e ali te recordares que o teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa lá a tua oferta diante do altar,

37 EVANGELHO Mt 5, vai primeiro reconciliar-te com o teu irmão e vem depois apresentar a tua oferta. Reconcilia-te com o teu adversário, enquanto vais com ele a caminho, não seja caso que te entregue ao juiz, o juiz ao guarda, e sejas metido na prisão. Em verdade te digo: Não sairás de lá, enquanto não pagares o último centavo. Ouvistes que foi dito:

38 EVANGELHO Mt 5, ‘Não cometerás adultério’. Eu, porém, digo- vos: Todo aquele que olhar para uma mulher com maus desejos já cometeu adultério com ela no seu coração. Se o teu olho direito é para ti ocasião de pecado, arranca-o e lança-o para longe de ti, pois é melhor perder-se um só dos teus olhos do que todo o corpo ser lançado na geena. E se a tua mão direita é para ti ocasião de

39 EVANGELHO Mt 5, pecado, corta-a e lança-a para longe de ti, porque é melhor que se perca um só dos teus membros, do que todo o corpo ser lançado na geena. Também foi dito: ‘Quem repudiar sua mulher dê-lhe certidão de repúdio’. Eu, porém, digo-vos: Todo aquele que repudiar sua mulher, salvo em caso de união ilegítima, expõe-na ao adultério.

40 EVANGELHO Mt 5, E quem se casar com uma repudiada comete adultério. Ouvistes ainda que foi dito aos antigos: ‘Não faltarás ao que tiveres jurado, mas cumprirás diante do Senhor o que juraste’. Eu, porém, digo-vos que não jureis em caso algum: nem pelo Céu, que é o trono de Deus; nem pela terra, que é o escabelo dos seus pés; nem por Jerusalém,

41 EVANGELHO Mt 5, que é a cidade do grande Rei. Também não jures pela tua cabeça, porque não podes fazer branco ou preto um só cabelo. A vossa linguagem deve ser: ‘Sim, sim; não, não’. O que passa disto vem do Maligno. Palavra da salvação. Gloria a Vós, Senhor.

42

43 «Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas; não vim revogar, mas completar. »

44

45 Creio em um só Deus, Pai todo-poderoso, Criador do céu e da terra De todas as coisas visíveis e invisíveis. Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigénito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos: Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro; Gerado, não criado, consubstancial ao Pai. Por Ele todas as coisas foram feitas. E por nós, homens, e para nossa salvação

46 desceu dos céus (Faz-se inclinação) E encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria. e Se fez homem. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado. Ressuscitou ao terceiro dia, conforme as Escrituras; e subiu aos céus, onde está sentado à direita do Pai.

47 De novo há-de vir em sua glória, para julgar os vivos e os mortos; e o seu reino não terá fim. Creio no Espírito Santo. Senhor que dá a vida, e procede do Pai e do Filho; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado: Ele que falou pelos Profetas.

48 Creio na Igreja una, santa, católica e apostólica. Professo um só batismo Para remissão dos pecados. E espero a ressurreição dos mortos, e vida do mundo que há-de vir. Amén.

49

50 I rmãos e irmãs em Cristo: Oremos a Deus Pai todo-poderoso, para que nos ajude com a sua graça a pôr em prática as palavras de Jesus, suplicando confiadamente: Ouvi-nos, Senhor. Pelo Papa Francisco e pelos bispos que professam a fé apostólica, para que despertem no coração dos fiéis e catecúmenos o desejo do reino dos Céus, oremos, irmãos. Ouvi-nos, Senhor.

51 Pelos que têm responsabilidades educativas, para que saibam promover a cultura do povo fundada nos mandamentos de Deus, oremos, irmãos. Ouvi-nos, Senhor. Pelos oprimidos e marginalizados, pelos pobres, pelos aflitos e pelos que sofrem, para que encontrem alívio, consolação e saúde, oremos, irmãos. Ouvi-nos, Senhor.

52 Pelas mães solteiras e pelos lares separados, para que sintam, da parte dos cristãos, o acolhimento e a ajuda de que precisam, oremos, irmãos. Ouvi-nos, Senhor. Por todos nós aqui presentes na assembleia do domingo e que escutámos as palavras de Jesus no Evangelho, para que a nossa justiça supere a dos escribas e fariseus, oremos, irmãos. Ouvi-nos, Senhor.

53 Senhor, Deus omnipotente, gravai em nós a lei do amor e do perdão, para sermos capazes de viver em conformidade com o Evangelho do vosso Filho. Ele que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amén.

54

55 Eu não sou nada e do nada nasci, Mas Tu me amas e morreste por mim. Em frente à cruz eu só posso dizer: Eu sou Teu! Eu sou Teu! Toma meus braços, Te peço; toma meus lábios, Te amo; toma a minha vida, ó Pai: Eu sou Teu! (2x) Eu sou Teu. Quando de joelhos eu Te olho, Jesus, Vejo Tua grandeza e minha pequenez. Que posso dar-Te eu? Apenas meu ser! Eu sou Teu! Eu sou Teu!

56 Orai, Irmãos para que o meu e vosso sacrifício seja aceite por Deus Pai todo-poderoso. Todos: receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício, para honra e glória do seu nome, para nosso bem e de toda a santa Igreja

57 (Todos de pé) ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS Concedei, Senhor, que estes dons sagrados nos purifiquem e renovem, para que, obedecendo sempre à vossa vontade, alcancemos a recompensa eterna. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amén.

58 Prefácio V. O Senhor esteja convosco. R. Ele está no meio de nós. V. Corações ao alto. R. O nosso coração está em Deus. V. Dêmos graças ao Senhor nosso Deus. R. É nosso dever, é nossa salvação.

59 Senhor, Pai santo, Deus eterno e omnipotente, é verdadeiramente nosso dever, é nossa salvação dar-Vos graças, sempre e em toda a parte. Em Vós vivemos, nos movemos e existimos e, durante a nossa vida terrena, sentimos cada dia os efeitos da vossa bondade e possuímos desde já o penhor da vida futura; tendo recebido as primícias do Espirito, pelo qual ressuscitastes Jesus Cristo de entre os mortos, vivemos na esperança da Páscoa eterna. Por isso, com os Anjos e os Santos, proclamamos a vossa glória, Cantando numa só voz.

60 pelo qual ressuscitastes Jesus Cristo de entre os mortos, vivemos na esperança da Páscoa eterna. Por isso, com os Anjos e os Santos, proclamamos a vossa glória, Cantando numa só voz.

61

62 Sac: Vós, Senhor, sois verdadeiramente santo, sois a fonte de toda a santidade. Reunidos na vossa presença, em comunhão com toda a Igreja, ao celebrarmos o primeiro dia da semana, em que Nosso Senhor Jesus Cristo ressuscitou dos mortos, humildemente Vos suplicamos: Santificai estes dons, derramando sobre eles o Vosso Espírito, de modo a que se convertam para nós, no Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo.

63 (Todos ajoelham) Na hora em que Ele Se entregava, para voluntariamente sofrer a morte, tomou o pão e, dando graças, abençoou-o partiu-o e deu-o aos seus discípulos, dizendo: Tomai, todos, e comei: isto é o meu Corpo que será entregue por vós.

64 De igual modo, no fim da Ceia, tomou o cálice e, dando graças, deu-o aos seus discípulos, dizendo: Tomai, todos, e bebei: este é o cálice do meu Sangue o Sangue da nova e eterna aliança, que será derramado por vós e por todos, para remissão dos pecados. Fazei isto em memória de mim.

65 Mistério da Fé! Anunciamos, Senhor, a vossa morte, proclamamos a vossa ressurreição. Vinde, Senhor Jesus!

66 Sac. Celebrando agora, Senhor, o memorial da morte e ressurreição de vosso Filho nós Vos oferecemos o pão da vida e o cálice da salvação e Vos damos graças porque nos admitistes à vossa presença para Vos servir nestes santos mistérios. Humildemente Vos suplicamos que, participando no Corpo e Sangue de Cristo, sejamos reunidos, pelo Espírito Santo, num só corpo.

67 Lembrai-Vos, Senhor, da vossa Igreja, dispersa por toda a terra, e tornai-a perfeita na caridade em comunhão com o Papa Francisco, e o nosso Patriarca Manuel, os bispos auxiliares e todos aqueles que estão ao serviço do vosso povo. Lembrai-Vos também dos nossos irmãos que adormeceram na esperança da ressurreição, e de todos aqueles que na vossa misericórdia partiram deste mundo:

68 admiti-os na luz da vossa presença. Tende misericórdia de nós, Senhor, e dai- nos a graça de participar na vida eterna, com a Virgem Maria, Mãe de Deus, São José seu esposo, os bem-aventurados Apóstolos e todos os Santos que desde o princípio do mundo viveram na vossa amizade, para cantarmos os vossos louvores, por Jesus Cristo, vosso Filho.

69 Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a Vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória agora e para sempre… Amén.

70

71 Pai Nosso, que estais nos céus, santificado seja o Vosso nome. Venha a nós o Vosso Reino. Seja feita a Vossa vontade, assim na Terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje. Perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido. E não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal.

72 Sac. Livrai-nos de todo o mal, Senhor, e dai ao mundo a paz em nossos dias, para que, ajudados pela vossa misericórdia, sejamos sempre livres do pecado e de toda a perturbação, enquanto esperamos a vinda gloriosa de Jesus Cristo nosso Salvador. Vosso é o reino e o poder e a glória para sempre.

73 Sac. Senhor Jesus Cristo, que dissestes aos vossos Apóstolos. Deixo-vos a paz, dou-vos a minha paz: não olheis aos nossos pecados mas à Fé da vossa Igreja e dai-lhe a união e a paz, segundo a Vossa vontade. Vós que sois Deus com o Pai na unidade do Espírito Santo. Amén. A paz do Senhor esteja sempre convosco. O amor de Cristo nos uniu. Sac. Saudai-vos na paz de Cristo.

74

75 CORDEIRO DE DEUS, QUE TIRAIS O PECADO DO MUNDO. TENDE PIEDADE DE NÓS, CORDEIRO DE DEUS, QUE TIRAIS O PECADO DO MUNDO. TENDE PIEDADE DE NÓS, CORDEIRO DE DEUS, QUE TIRAIS O PECADO DO MUNDO. DAI-NOS A PAZ,

76 Sac. Felizes os convidados para a Ceia do Senhor. Eis o Cordeiro de Deus, que tira os pecados do mundo. Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha morada, mas dizei uma só palavra e serei salvo

77

78 Dou-vos um mandamento novo. Dou-vos um mandamento novo: Que vos ameis uns aos outros Como Eu vos amei. Quando todos vos amardes como irmãos, Será esse o testemunho do meu Reino. Quando todos praticardes a justiça, Dais ao mundo a conhecer o Evangelho.

79 Dou-vos um mandamento novo. Dou-vos um mandamento novo: Que vos ameis uns aos outros Como Eu vos amei. Todo aquele que me fizer conhecido Pelas obras da verdade e do amor, Anuncia a certeza de um caminho, Aproxima os que vivem sem esperança.

80 Dou-vos um mandamento novo. Dou-vos um mandamento novo: Que vos ameis uns aos outros Como Eu vos amei. Se guardardes os preceitos que vos deixo Tereis força para vencer a opressão. Se fizerdes o que vistes e ouvistes, O meu reino crescerá como um fermento.

81

82 És a minha Vida, és o meu Senhor, és o meu Caminho e a minha Verdade: na Tua Palavra eu caminharei até que a Tua graça me deixe viver! E não terei medo se estás comigo; eu te peço: fica comigo!

83 És a minha força e o meu rochedo, és a minha paz, minha liberdade: nada nesta vida nos separará, sei que a Tua mão suave não me deixará, e de todo o mal me libertará e no teu perdão viverei.

84 Pai bondoso e Santo, nós cremos em Ti; Filho Salvador em Ti esperamos; Espírito de Amor vem rezar em nós, Tu que nos reúnes vindos de todas as partes; e depois, também por mil caminhos nós seremos semente de Deus.

85 Oração depois da comunhão Senhor, que nos alimentastes com o pão do Céu, concedei-nos a graça de buscarmos sempre aquelas realidades que nos dão a verdadeira vida. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amén.

86 Dia 22 Crianças da catequese celebram a festa de B: Francisco e Jacinta Marto e vão rezar o terço nas Cachoeiras às Partida daqui às Haverá missa aqui as T S: Teotónio 19Q 20Q Bb. Francisco e Jacinta Marto Bb. Francisco e Jacinta Marto

87 Sac. O Senhor esteja convosco. Ele está no meio de nós. Sac. Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amén. Sac. Ide em paz e o Senhor vos acompanhe. Graças a Deus.

88 Saudai o Senhor, povos saudai! Porque Ele é Rei, povos saudai! Saudai, povos, saudai, saudai, povos saudai. Louvai o Senhor, povos louvai! Porque Ele é bom, povos louvai! Louvai, povos, louvai, louvai, povos louvai.

89 Bruna Dias João Dinis

90 Ficha técnica : Eucaristia Celebrada por : Fr. Jacob Puthiyaparampil Animada por : Grupo de Jovens “ Seguindo teus Passos ” Realização : A. Alberto Sousa Imagens recolhidas : Via Google Projeção disponível : www. mcccastanheira. blogspot. pt www. mcccastanheira


Carregar ppt "VISITA PASTORAL PAROQUIA DE CASTANHEIRA DO RIBATEJO DE 14 A 16/02/2014 Catequese na Paroquia de S. Bartolomeu da Castanheira do Ribatejo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google