A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Mark A. Serva, Ph.D Universidade de Delaware O que faz um Bom Problema PBL?

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Mark A. Serva, Ph.D Universidade de Delaware O que faz um Bom Problema PBL?"— Transcrição da apresentação:

1 Mark A. Serva, Ph.D Universidade de Delaware O que faz um Bom Problema PBL?

2 Tipos de Objetivos de Aprendizagem Orientado para o conteúdo: assunto específico conhecimentos básicos e compreensão de conceitos específicos, técnicas, etc na disciplina Orientado para o processo: habilidades em todas as disciplinas comunicação eficaz: oral e escrita a aquisição e avaliação de informações trabalhando efetivamente com os outros ordem superior, o pensamento crítico

3 Considerações importantes para a redação de problemas Papel do problema em realizar os objetivos do curso Nível do curso e maturidade dos alunos Carga horária Preparação Disponibilidade e acesso a recursos de aprendizagem Uso de dúvidas suscitadas Mistura entre objetivos orientados para o conteúdo e objetivos orientados para o processo

4 Passo um: Identificar objetivos de aprendizagem Pense em um objetivo de aprendizagem em seu curso : CONTEÚDO: "meus alunos vão entender a diferença entre velocidade e aceleração." PROCESSO: "meus alunos vão melhorar as suas habilidades analíticas, fazendo uma recomendação específica que se baseia em dados empíricos." PROCESSO: "meus alunos vão melhorar as suas capacidades de escrita de mensagens.” Como você costuma lidar com este objetivo de aprendizagem? Que tipo de problema ou de atividade que você costuma passar? Típico problema de fim de capítulo? Uma leitura? Outro?

5 Passo dois: Identificar contexto do mundo real Nomeie uma aplicação realista do conceito. Delineie um cenário. Adicione contexto. Seja um contador de histórias. Adicione motivação, exija que os alunos ultrapassem a aprendizagem mecânica; faça pesquisa. Incluir tomada de decisão: o que VOCÊ faria? Reconheça que a tomada de decisão não é fácil. Faça a situação ambígua; NÃO inclua todos os números. Como o problema do Ser Humano Mais Rápido se relaciona com essas dimensões?

6 Contexto do Mundo Real (cont.) Um bom problema PBL geralmente tem várias páginas, várias fases de construção – deixe o aluno adivinhar! Nem todas as informações devem ser fornecidas no capítulo ou texto – deixe o aluno fazer pesquisa externa. Desafie os alunos para que cheguem a um consenso, a conclusões, que façam julgamentos e lidem com a ambiguidade.

7 Bons Problemas PBL… Relacionam-se ao mundo real; motivam seus alunos. Exigem tomada de decisão ou julgamentos. São multi-páginas, com vários estágios. São desenhados para resolução em grupos. Colocam questões iniciais abertas que estimulam a discussão. Incorporam objetivos do conteúdo do curso, pensamento de ordem superior e outras habilidades.

8 Obtendo ideias do Mundo Real Artigos de jornais, notícias de eventos. Evento real que você tenha participado. Imprensa popular na disciplina. Invente uma história – baseada nos objetivos do conteúdo. Adapte um problema do livro didático. Trabalhos de pesquisa (artigos científicos). Outros?

9 Versão do livro didático Velocidade Rapidez é a taxa de movimento ou a taxa de mudança de posição. É expressa como a distância movida (d) por unidade de tempo (t). A rapidez é uma quantidade escalar com dimensões distância/tempo. A rapidez é medida nas mesmas unidades físicas de medição como a velocidade, mas não contém um elemento de direção. A rapidez é, portanto, a magnitude da componente da velocidade. A velocidade contém como componentes tanto a magnitude quanto a direção. Seres humanos, em caminhada média, atingem 3 milhas por hora (5 km/h, 1,39m/s) A rapidez média para corrida de longa distância é de 6 milhas por hora (10 km/h, 2,7m/s). Velocistas atléticos de alto desempenho podem correr a milhas por hora (36,85 km/h, 10,24 m/s) em curtas distância, por exemplo, 200 metros. Aceleração Aceleração, (símbolo: a) é definida como a taxa de variação da velocidade. É, portanto, uma grandeza vetorial com dimensão comprimento/tempo². Acelerar um objecto é modificar a sua velocidade, que é realizada alterando ou a sua velocidade ou direcção (como no caso do movimento circular uniforme) em relação ao tempo. A aceleração é uma grandeza vetorial. Quando velocidade ou direção mudam, existe aceleração (ou desaceleração). From

10 Versão PBL Qual você prefere? Quais são as vantagens de ensinar conceitos físicos dessa forma? Quais são as desvantagens?

11 Humano Mais Rápido – Fase II Examine a Fase II do Homem Mais Rápido do Mundo. Que Papel desempenha a Fase I? Que Papel desempenha a Fase II? Por que o autor divide o problema em duas Fases?

12 Níveis Cognitivos de Bloom Avaliação - fazer um julgamento com base em critérios. Síntese - produzir algo novo a partir de componentes. Análise – dividir o material em partes para ver inter-relações. Aplicação - aplicar conceito a uma nova situação. Compreensão - explicar, interpretar. Conhecimento – lembrar-se de fatos, conceitos, definições.

13 Rubrica para Avaliar Problemas PBL Descritores Critérios321 Realismo Com base em uma situação do mundo real real ou ficcional ligando tópico para o aluno. Artificial ou que contenha elementos irreais que diminuam a credibilidade. Irreal, sem contexto relevante.

14 Rubrica para Avaliar Problemas PBL Descritores Critérios321 Realismo Com base em uma situação do mundo real real ou ficcional ligando tópico para o aluno. Artificial ou que contenha elementos irreais que diminuam a credibilidade. Irreal, sem contexto relevante. Conteúdo Aborda questões conceituais significativas; diretamente relacionado com as principais metas do conteúdo. Incentiva o entendimento superficial de conceitos em vez de compreensão profunda. Relevância do tema periférico ou não- aparente.

15 Rubrica para Avaliar Problemas PBL Descritores Critérios321 Realismo Com base em uma situação do mundo real real ou ficcional ligando tópico para o aluno. Artificial ou que contenha elementos irreais que diminuam a credibilidade. Irreal, sem contexto relevante. Conteúdo Aborda questões conceituais significativas; diretamente relacionado com as principais metas do conteúdo. Incentiva o entendimento superficial de conceitos em vez de compreensão profunda. Relevância do tema periférico ou não- aparente. Compromisso Estimula a discussão e investigação através de sua relevância e apresentação. Gera discussão limitada ou superficial; provoca pouca curiosidade. Falta um "gancho"; apresentação obscura ou pedante.

16 Rubrica para Avaliar Problemas PBL Descritores Critérios 321 Complexidade Apropriadamente desafiador; esforço de grupo e de cooperação necessárias; alguma ambiguidade é apropriada; integra vários conceitos. Difícil, mas pode incentivar uma abordagem "dividir e conquistar”. Conceitos não bem integrados. Solução acessível para a maioria dos estudantes que trabalham sozinhos; focada em conceito único.

17 Rubrica para Avaliar Problemas PBL Descritores Critérios 321 Complexidade Apropriadamente desafiador; esforço de grupo e de cooperação necessárias; alguma ambiguidade é apropriada; integra vários conceitos. Difícil, mas pode incentivar uma abordagem "dividir e conquistar”. Conceitos não bem integrados. Solução acessível para a maioria dos estudantes que trabalham sozinhos; focada em conceito único. Resolução Aberto a múltiplas resoluções ou vários caminhos para a solução, de acordo com os pressupostos de estudantes e argumentos fundamentados. A resolução é mais óbvia, mas permite uma oportunidade razoável para o julgamento e discussão. Uma resposta certa é esperada; oportunidade limitada para análise e tomada de decisão.

18 Rubrica para Avaliar Problemas PBL Descritores Critérios321 Estrutura Divulgação progressiva através de múltiplos estágios, baseia-se no conhecimento do estudante. Estadiamento não flui bem; transição pode ser melhorada. Muitas ou muito poucas informações fornecidas ao mesmo tempo; atalhos do pensamento/pesquis a.

19 Rubrica para Avaliar Problemas PBL Descritores Critérios321 Estrutura Divulgação progressiva através de múltiplos estágios, baseia-se no conhecimento do estudante. Estadiamento não flui bem; transição pode ser melhorada. Muitas ou muito poucas informações fornecidas ao mesmo tempo; atalhos do pensamento/pesquis a. Questões direcionadas Em número limitado, curtas e abertas; estimular a compreensão mais profunda. a maioria e diretiva; antecipar problemas de aprendizagem gerados pelos alunos. Levar a respostas "sim-não” ao invés de respostas fruto de discussão (pensativa).

20 Rubrica para Avaliar Problemas PBL Descritores Critérios321 Estrutura Divulgação progressiva através de múltiplos estágios, baseia-se no conhecimento do estudante. Estadiamento não flui bem; transição pode ser melhorada. Muitas ou muito poucas informações fornecidas ao mesmo tempo; atalhos do pensamento/pesquis a. Questões direcionadas Em número limitado, curtas e abertas; estimular a compreensão mais profunda. a maioria e diretiva; antecipar problemas de aprendizagem gerados pelos alunos. Levar a respostas "sim-não” ao invés de respostas fruto de discussão (pensativa). Pesquisa Promove a investigação substantiva utilizando vários recursos. Pesquisa limitada ao livro didático. Necessidade limitada para a pesquisa.

21 Problemas PBL Efetivos Incluem… Objetivos de Aprendizagem Relevantes Conteúdo Processo Um “gancho” Suscitando dúvidas O que sabemos? O que precisamos saber? Um problema complexo que exige uma decisão ou uma recomendação Avaliação “Bem-Pensada” Formativa Sumativa Componente de Pesquisa O que os alunos precisam saber? Como eles podem encontrar a informação? Preparação pensativa Exigência de communicação oral ou escrita


Carregar ppt "Mark A. Serva, Ph.D Universidade de Delaware O que faz um Bom Problema PBL?"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google