A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Nervos em geral, terminações nervosas e nervos espinhais Prof. Dr. André Gustavo Fernandes de Oliveira Doutor em Neurociências e Comportamento – USP Professor.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Nervos em geral, terminações nervosas e nervos espinhais Prof. Dr. André Gustavo Fernandes de Oliveira Doutor em Neurociências e Comportamento – USP Professor."— Transcrição da apresentação:

1 Nervos em geral, terminações nervosas e nervos espinhais Prof. Dr. André Gustavo Fernandes de Oliveira Doutor em Neurociências e Comportamento – USP Professor Adjunto do Dep. de Anatomia – UFJF 1

2 Universidade Federal de Juiz de Fora Nervos  Feixes nervosos reforçados c/ tec. conjuntivo medular  Conexão SNC - SNP encefálica  Funcionalidade mista  Maioria mielínica

3 Universidade Federal de Juiz de Fora Bainhas conjuntivas que constituem o nervo  Conferem grande resistência mais espessa nos n. superficiais  3 camadas:  Epineuro – envolve todo o nervo e emite septos  Perineuro – envolve os feixes  Endoneuro – envolve as fibras

4 Universidade Federal de Juiz de Fora Vascularização dos nervos  Extensa (muitas anastomoses)  Longitudinal (pés vasculares) Permite a retirada de até 15cm do epineuro sem lesão!

5

6 Universidade Federal de Juiz de Fora Trajeto dos nervos  Bifurcações e anastomoses plexos e terminações nervosas Porém, falsas: Reagrupamento de fibras p/ constituir 2 nervos ou destacamento p/ formar outros nervos!

7 Universidade Federal de Juiz de Fora Localização dos nervos Origem realOrigem aparente corpo do neurônio emergência no SNC ou no esqueleto

8 Condução nervosa  Aferente: n. pseudounipolar com prolongamentos axonais: periféricocentral (centrípeta, (centrífuga) como dendrito)  Eferente - centrífuga

9 Universidade Federal de Juiz de Fora Velocidade de condução dos nervos  Variável – um a 120m/s – calibre da fibra alfa A – nervos mistos beta gama  3 gruposB – pré-ganglionares principais C – pós-ganglionares e nociceptoras

10 Universidade Federal de Juiz de Fora Lesão nervosa periférica

11 Terminação nervosa aferente

12 Terminação nervosa eferente

13 Universidade Federal de Juiz de Fora Funcionalidade dos nervos – relação direta com as terminações nervosas exteroceptivas dor, temperatura, Fibrassomáticas pressão e tato aferentes proprioceptivas conscientes e viscerais inconscientes somáticas m. estriado esquelético Fibras eferentes m. liso viscerais m. estriado cardíaco glândulas

14 Distribuição dos nervos espinhais

15 Raízes e gânglio espinhal

16 Universidade Federal de Juiz de Fora Trajeto dos nervos espinhais  Geralmente o caminho + curto  Ramos dorsais menores que os ventrais (exceto C1-C3) unissegmentares – n. intercostais (disposição metamérica da  Ramos fase de desenvolvimento) ventrais plurissegmentares - plexos (entrecruzam e trocam fibras)

17 Dermátomo  Denominado pela raiz que o inerva  Unidade sensitiva: 1 neurônio sensitivo + todas as ramificações e receptores

18 Campo radicular motor (Miótomo) Músculos unirradiculares plurirradiculares (intercostais)(plexos) Unidade motora: 1 neurônio motor + todas as fibras musculares inervadas por ele

19 Universidade Federal de Juiz de Fora Obrigado!


Carregar ppt "Nervos em geral, terminações nervosas e nervos espinhais Prof. Dr. André Gustavo Fernandes de Oliveira Doutor em Neurociências e Comportamento – USP Professor."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google