A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

São, de modo geral, zonas de subducção, onde as placas se encontram e colidem.zonas de subducção Convergência crosta oceânica-crosta.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "São, de modo geral, zonas de subducção, onde as placas se encontram e colidem.zonas de subducção Convergência crosta oceânica-crosta."— Transcrição da apresentação:

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15 São, de modo geral, zonas de subducção, onde as placas se encontram e colidem.zonas de subducção Convergência crosta oceânica-crosta continental Quando isso acontece, normalmente formam-se fossas abissais.Um exemplo é a fossa Peru-Chile, onde a placa de Nazca mergulha sob a placa Sul-americana.fossas abissaisplaca de Nazcaplaca Sul-americana Convergência crosta oceânica-crosta oceânica Nesses casos, formam-se arcos vulcânicos, como nas ilhas Marianas (placa do Pacífico e placa das Filipinas)arcos vulcânicosilhas Marianasplaca do Pacíficoplaca das Filipinas Convergência crosta continental-crosta continental Nestes casos é muito difícil que uma placa mergulhe sobre a outra. Às vezes uma placa sobrepõe-se sobre a outra, num movimento de obducção. Pode ocorrer também a colisão entre as placas e a formação de cadeias de montanhas. O exemplo mais conhecido é o choque da placa Euro-Asiática com a indiana, que deu origem à cadeia dos Himalaias.obducçãocolisãocadeias de montanhasplaca Euro-Asiáticaindiana Limites convergentes

16

17 sismo  fenômeno de vibração brusca e passageira da superfície da TerravibraçãoTerra causa: movimentos subterrâneos de placas rochosasplacas rochosas atividade vulcânica deslocamentos (migração) de gases no interior da Terra. Consequencia: liberação rápida de grandes quantidades de energia sob a forma de ondas sísmicas.energiaondas sísmicas abertura de falhasfalhas deslizamentos de terra Tsunamis mudanças na rotação da Terra Efeitos sobre a vida no planeta. log E = 11,8 + 1,5M onde: E= energia liberada em ergs e M=magnitude do terremoto. Escala Richster Chile (2010): energia de 3000 bombas de hiroshima

18 Magnit ude EfeitosFrequência < 2,0Micro tremor de terra, não se sente [3]. [3]~ 8000 por dia 2,0-2,9Geralmente não se sente mas é detectado/registado.~1000 por dia 3,0-3,9Frequentemente sentido mas raramente causa danos.~49000 por ano 4,0-4,9 Tremor notório de objetos no interior de habitações, ruídos de choque entre objetos. Danos importantes pouco comuns. ~ 6200 por ano 5,0-5,9 Pode causar danos maiores em edifícios mal concebidos em zonas restritas. Provoca danos ligeiros nos edifícios bem construídos. 800 por ano 6,0-6,9 Pode ser destruidor em zonas num raio de até 180 quilômetros em áreas habitadas. 120 por ano 7,0-7,9Pode provocar danos graves em zonas mais vastas.18 por ano 8,0-8,9Pode causar danos sérios em zonas num raio de centenas de quilômetros.1 por ano 9,0-9,9Devasta zonas num raio de milhares de quilômetros. 1 a cada 20 anos > 10,0Nunca registado. Extremamente raro

19 ERTNTEnergiaExemplo g63.1 kJ g2.0 MJ kg63.1 MJ kg2.0 GJ Ton63.1 GJ Ton2.0 TJTerremoto Ontario-Quebec(Canada), kTon63.1 TJDouble Spring Flat Terremoto (Nevada, USA), kTon2.0 PJTerremoto Haiti, MTon63.1 PJTerremoto Sichuan (China), MTton210 PJA maior bomba atômica testada (hidrogenio) Mton2.0 EJTerremoto de Sendai e tsunami (Japan), GTon63.1 EJNunca registrado TTon400 ZJImpacto de asteroide, extinção dos dinossauros –a 65 Milhões de anos.

20 Tipos de sismos As placas podem afastar-se (tensão), colidir (compressão) ou simplesmente deslizar uma pela outra (torsão).torsão As rochas tem um coeficiente de elasticidade. Ao romper libera energia (deformação elástica) Sismos de origem vulcânica Origem humana: construções de barragem, extração subterrânea

21 Fenômenos secundários Sinais precursores Aumento da emissão de gás rádon ou radônio;rádon Aumento da emissão de gás hélio;hélio Aumento da emissão de gás metano, com possível formação de nuvens de metano (coloridas);metano Aumento da atividade de vulcão de lama;vulcão de lama Ocorrência de microssismos; Alteração da condutividade eléctrica;condutividade eléctrica Flutuações no campo magnético;magnético Modificações na densidade das rochas;densidade Variação dos níveis da água em poços próximos das falhas;falhas Anomalias no comportamento dos animais; por exemplo migração em massa de anfíbios. Aumento da emissão de dióxido de carbono em áreas vulcânicas;dióxido de carbono Após o sismo Ruídos sísmicos Alteração do caudal ou nível das fontes, poços e águas subterrâneascaudal Aparecimento de fumarolas vulcânicasfumarolas Formação de tsunamistsunamis

22 A zona onde a actividade sísmica é mais intensa é no Círculo de fogo do Pacífico ou zona circumpacífica, que passa por toda a zona montanhosa do continente americano (Andes, Montanhas rochosas e ilhas Aleutas) e o lado ocidental do oceano (Japão, Filipinas, Nova Guiné, ilhas Fiji, Nova Zelândia). É nesta zona que ocorrem 80% dos sismos a nível mundial.Círculo de fogo do Pacíficozona circumpacíficaAndesMontanhas rochosasilhas AleutasJapãoFilipinasNova Guinéilhas FijiNova Zelândia

23 construção anti-sísmica

24


Carregar ppt "São, de modo geral, zonas de subducção, onde as placas se encontram e colidem.zonas de subducção Convergência crosta oceânica-crosta."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google