A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1. O Gerente 2. A Posição 3. O Empreendedor 4. O Conhecimento 5. O Pioneirismo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1. O Gerente 2. A Posição 3. O Empreendedor 4. O Conhecimento 5. O Pioneirismo."— Transcrição da apresentação:

1 1. O Gerente 2. A Posição 3. O Empreendedor 4. O Conhecimento 5. O Pioneirismo

2 Ferramentas de liderança Como colocar esta liderança em prática?

3 Feedback e Follow up

4 O QUE É FEEDBACK?  Você sabe o que é feedback?  Sabe para que serve?  Quando, como e por quem deve ser praticado?  Você costuma dar e / ou receber feedback?

5 FEEDBACK RETORNO Minha percepção sobre o outro Foco no desenvolvimento Fortalecer a relação DAR FEEDBACK Conhecer a percepção do outro Foco na autoanálise Reconhecer pontos de melhoria RECEBER FEEDBACK DIFERENTE DE CRITICAR

6 CRÍTICA É DIFERENTE DE FEEDBACK

7 FEEDBACK EFICIENTE Desenvolve habilidades e atitudes Clareza e tranquilidade, sem intimidação Privativo, objetivo, bem estruturado e com base em dados Apoio mútuo e acompanhamento

8 ESTRUTURAÇÃO DO FEEDBACK COMPETÊNCIA Dentro dos padrões da Howard Jonhson, que preza pela qualidade nos serviços ao hóspede AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO... você vem apresentando um resultado muito bom... COMPORTAMENTO (Evidências)... já que se preocupa com todos os detalhes e faz a limpeza dos apartamentos com muita qualidade! Isso garantiu 6 elogios de hóspede no último mês!

9 ESTRUTURAÇÃO DO FEEDBACK COMPETÊNCIA Dentro dos padrões da Howard Jonhson, que preza pela qualidade nos serviços ao hóspede AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO... verificamos que seu desempenho tem sido insatisfatório... COMPORTAMENTO (Evidências)... já que no último mês recebemos 6 reclamações de hóspedes sobre limpeza nas unidades sob sua responsabilidade!

10 RESULTADOS ESPERADOS A percepção e aceitação dos pontos a desesnvolver O enconrajamento para melhoria na performance A responsabilidade pelas próprias ações e adoção de postura próativa A ressignificar experiências, reestrurar sua própria interpretação dos fatos FEEDBACK DEVE ESTIMULAR: ELEVAÇÃO DA PERFORMANCE E DESEMPENHO ACELERA O APRENDIZADO MELHORA OS RESULTADOS MOTIVA ELEVA PRODUTIVIDADE E RESPONSABILIDADE ELEVA PRODUTIVIDADE E RESPONSABILIDADE

11 FEEDBACK  Percepção do outro e não verdade absoluta  Um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento pessoal  Baseia-se na relação de confiança  Consiste na ajuda mútua para mudanças de comportamento  Não tem julgamento de valor  Compreender não significa concordar

12 ATIVIDADE Em duplas, vamos discutir o que deu certo e o que não deu!!!

13 REFORÇAR A CONFIANÇA VISAR SEMPREESCLARECER QUAIS SÃO MANTER O FOCO... No aprendizado... Os pontos de atenção e incentivar melhorias... A solução de problemas Inspirando a ação e compreendendo as dificuldades O QUE FUNCIONA BEM NO FEEDBACK... QUEM DÁ Na confiança e cooperação... As necessidade de orientação e treinamento... O aprimoramento das habilidades necessárias Sentindo-se apoiado e seguro QUEM RECEBE...

14 COMPLICAR A SITUAÇÃO RECLAMAR AO INVÉS DE RESSALTAR GERAR DESMOTIVAÇÃO... Enfatizando a culpa... Apenas os pontos fracos do outro... Esclarecer o real problema... Não oferecendo opções ou apoio O QUE NÃO FUNCIONA NUNCA... QUEM DÁ Confrontando o outro e demonstrando insegurança... Apenas a falta de treinamento e orientação... Não assumir a responsabilidade pelas próprias falhas... Duvidando da própria capacidade QUEM RECEBE...

15 FEEDBACK SANDUICHE

16 FEEDBACK O feedback na verdade é um PRESENTE!

17  Vc já pediu algo para alguém e nunca mais teve retorno daquilo?  Conte seu exemplo...  E como se sentiu? QUAL A SENSAÇÃO?

18 FOLLOW UP ACOMPANHAMENTO Planejamento Previsão Resultado ATENÇÃO Ações Projetos Solicitações ACOMPANHAR ALCANCE DE METAS E OBJETIVOS MONITORAR O FEEDBACK

19 FOLLOW UP EFICIENTE  Marque na agenda  Estabeleça prazos para este acompanhamento  No dia e/ou horário indicados, verifique o andamento de cada atividade  Verifique se a tarefa foi feita  Se não, reveja o que está sendo feito  Se sim, agradeça a quem o auxiliou

20 FOLLOW UP SERVE PARA QUE? Recebendo Solicitações Informe o prazo Entregue no prazo O que pode dar errado? Não ficar pronto no prazo Erros que impactam em outros O que fazer? Dê follow up Seja sincero

21 FOLLOW UP E FEEDBACK  Como fazer follow up, sobre o feedback de desempenho?  Ao final do feedack, deixe o follow up agendado  Na data definida, faça o follow up através de perguntas para verificação das tarefas: Qual e o status da tarefa? O que já foi concluído desde o feedback? Qual foi a evolução percebida no desempenho? Que dificuldades encontrou? Que tipo de suporte precisa para atingir os objetivos?  Ofereça novo feedback e agende novo follow up!

22 FOLLOW UP E FEEBACK AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO BAIXO DESEMPENHO FEEDBACK DESENVOLVER COMPETÊNCIAS FOLLOW UP MELHORIA CONTÍNUA

23 FOLLOW UP E FEEBACK FEEDBACK FOLLOW UP ESPÍRITO DE EQUIPE MELHOR AMBIENTE DE TRABALHO COMUNICAÇÃO EFICAZ MELHORES RESULTADOS

24 Como ter líderes em seu hotel, restaurante, etc.?

25 Recrutamento Externo Promoção Interna PARA SUAS VAGAS DE LIDERANÇA... HOJE

26 Promoção Interna Recrutamento Externo PARA SUAS VAGAS DE LIDERANÇA... AMANHÃ

27 Promoção Interna  Tempo de casa  Demonstra que faz o trabalho certinho  Prestígio/ respeito com a equipe  Demonstração na prática

28 O mercado... Recrutamento Externo Indicações, Anúncio, Internet, Agências de emprego, Consultorias de Seleção Planejamento EmpresarialEducação básica

29 A solução?  Visão a longo prazo  Saber o que se quer  Planejamento/ Estratégia  Treinamento constante  Multiplicadores  Processo seletivo bem feito (interno e externo)

30 O gestor!!

31

32

33 A VISÃO E A LIDERANÇA TRANSFORMADORA “Bons líderes fazem as pessoas sentirem que elas estão no centro das coisas, e não na periferia. Cada um sente que faz a diferença para o sucesso da organização. Quando isso acontece, as pessoas se sentem centradas e isso dá sentido ao seu trabalho.” Warren Bennis

34 Conflito de Gerações Viagem no Túnel do Tempo

35 1922 a a a a Veteranos Boomers Geração X Geração Y Boomers Geração X Boomers GERAÇÕESGERAÇÕES Guerras Rádio Era Vargas Urbanização Pós Guerra Guerra Fria Televisão e Cinema Industrialização Mulher no Mercado Conquista do Espaço Revoluções na Medicina Ditadura Mov. Estudantis Choques Econômicos Abertura de Mercado Computador Internet Globalização Sustentabilidade Veteranos

36 Guerra por Talentos... (não se fala em outra coisa!)

37 Desafios e oportunidades do mercado brasileiro Desafios Mercado extremamente caro, especialmente para o topo executivo Foco muito direcionado ao “cash”, característica ainda marcante do brasileiro Altos índices de turnover em todos os níveis Falta de planejamento Menor transparência nas relações, quando comparada a outros países Idiomas continuam sendo um gap enorme no BrasilOportunidades Cultura de remuneração variável bem estabelecida, permitindo flexibilidade Desejo genuíno por aprender e ter maior exposição Forte capacidade de adaptação do brasileiro Aumento do nível de consciência quanto à importância de outras línguas Brasil bastante atrativo a profissionais estrangeiros

38 Desafios e oportunidades do mercado brasileiro

39 E mais alguns “dados do problema”... Força de trabalho ainda muito jovemForça de trabalho ainda muito jovem Boa abertura ao mercado regionalBoa abertura ao mercado regional Baixos padrões educacionais, comparado a outros paísesBaixos padrões educacionais, comparado a outros países Regulamentação excessiva, “engessando” o empregador Escassez de talentos em outras regiões do país Mão de obra pouco qualificada, em termos gerais

40 Alguns impactos no dia-a-dia das movimentações...

41 E o que pensa esse “ser” chamado talento? Razões para Aceitar uma Nova Proposta

42 E o que pensa esse “ser” chamado talento? Razões para Deixar uma Empresa

43 Para fecharmos

44 Fatos de mercado 37,9% dos micro empresários atribuem dificuldade na atração e retenção de talentos como obstáculo para o crescimento, atrás apenas da alta carga tributária.

45 O quanto vale 10 minutos do seu tempo?

46 AUTONOMIA autonomia não significa fazer o que quiser, e sim ter espaço para gerar novas ideias. Isto é fundamental! O segredo das boas contratações

47 SUGESTÃO de ATIVIDADE Utilizar a Análise SWOT

48 Análise SWOT  S (strenghs): forças  W (weaknesses): fraquezas  O (opportunities): oportunidades  T (threats): ameaças SW OT Ambiente Interno Ambiente Externo

49

50

51 EMPREENDEDORISMO aos 8/9 anos

52 ATITUDE REALIZAÇÃO

53

54

55 24 horas Alimentação para hóspedes Receber hóspedes Eventos sociais e para empresas Servir pessoas Conhecer a operação de um hotel Limpeza de apartamentos

56

57 TEORIA E PRÁTICA  HOSPEDAGEM, RECEPÇÃO, RESERVAS, GOVERNANÇA  ALIMENTOS E BEBIDAS, RESTAURANTES, ROOM SERVICE  COZINHA, EVENTOS  ADMINISTRATIVO, FINANCEIRO, RECURSOS HUMANOS

58 ESTÁGIOS  EVENTOS – PREFEITURA DA CIDADE  CATERING (EVENTOS SOCIAIS)  MAKSOUD PLAZA (GOVERNANÇA) APOIO ATENÇÃO

59 R&S Treinamentos Padronização Procedimentos Fast food Abertura de Franquia aculturação R&S Treinamentos Implantação hoteleira Padronização Hotelaria Econômica

60 ENCERRAMENTO

61

62


Carregar ppt "1. O Gerente 2. A Posição 3. O Empreendedor 4. O Conhecimento 5. O Pioneirismo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google