A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Computação Gráfica 1ª Aula. 2 Dispositivos de Entrada São componentes eletrônicos que permitem movimentação e interação com os sistemas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Computação Gráfica 1ª Aula. 2 Dispositivos de Entrada São componentes eletrônicos que permitem movimentação e interação com os sistemas."— Transcrição da apresentação:

1 Computação Gráfica 1ª Aula

2 2 Dispositivos de Entrada São componentes eletrônicos que permitem movimentação e interação com os sistemas

3 3 Dispositivos Gráficos de Entrada Teclado –conjunto de teclas associados a um código que corresponde ao caractere ou função Mouse –bola de rolagem –ópticos –laser Joysticks –alavancas de comandos –usos: jogos de videogame estações de realidade virtual estações industriais de controle de robôs

4 4 Dispositivos Gráficos de Entrada Tablet –são extensões dos monitores sensíveis ao toque –lê com precisão os movimentos da caneta (opera com sensibilidade a pressão) Mesa Digitalizadora –dispositivo vetorial –consiste em uma mesa e um apontador –cada vez que o usuário toca a mesa com o apontador é informado ao computador a coordenada deste ponto da mesa

5 5 Dispositivos de Entrada 3D Digitalizador Tridimensional –dispositivo vetorial –espécie de braço mecânico com um sensor de toque na ponta Scanners Tridimensionais –tecnologias câmeras digitais laser Luvas –através de sensores (mecânicos, ópticos ou híbridos), detectam e medem as flexões e pressões dos dedos

6 6 Dispositivos de Entrada 3D Capacetes –características: estereoscópicos ou monoscópicos  duas cenas ou uma cena binoculares ou monoculares  um ou dois olhos são estimulados opacos ou translúcidos  substituem ou complementam a realidade

7 7 Dispositivos de Entrada 3D 3D Controllers –trabalham tanto em cima de uma mesa como no ar (possuem um giroscópio) –são capazes de medir a velocidade e força que estão sendo aplicadas pelo usuário Roupa de RV (Realidade Virtual) –geram informações do movimento humano –aplicações: animações, esportes, desenvolvimento de produtos, medicina, etc

8 8 Dispositivos Gráficos de Saída Os dispositivos de saída gráfica podem ser de natureza digital ou analógica Classificação (segundo a forma de geração das imagens) –vetoriais  traçam segmentos de reta perfeitos entre dois pontos –matriciais  conseguem traçar apenas pontos (segmentos de retas são traçados como sequencia de pontos próximos)

9 9 Dispositivos Gráficos de Saída Impressoras de Jato de Tinta –são equipamentos matriciais –uso de tinta de diversas cores Impressoras Laser –possuem melhor qualidade –uso de feixe de raio laser –uso de toner Impressoras Térmicas –silenciosas –boa resolução –uso de papel termo-sensível especial

10 10 Dispositivos Gráficos de Saída Plotters –são dispositivos vetoriais e eletromecânicos –produzem o desenho através do deslocamento de uma caneta –dois tipos: papel permanece fixo e caneta produz desenho desenho produzido pela combinação de movimentos do papel e da caneta

11 11 Dispositivos Gráficos de Saída Monitores –CRT (Catode Ray Tube) monocromáticos: fósforo verde, âmbar, branco coloridos –LCD (Liquid Cristal Display) matriz ativa matriz passiva

12 12 Monitores CRT processo de varredura taxa de renovação (refresh rate) ou frequencia de varredura vertical quanto maior o refresh rate menos sensível é o fenômeno de cintilação (flicker)

13 13 Monitores CRT técnica de entrelaçamento –renovação de linhas ímpares –renovação de linhas pares Modelos entrelaçados podem oferecer a mesma resolução que um não- entrelaçado, mas a um custo menor Desvantagem: tempo de resposta menor

14 14 Monitores CRT Monocromáticos –fósforo verde –fósforo branco –fósforo âmbar Coloridos (padrão RGB)

15 15 Monitores CRT resolução máxima  descreve a quantidade de informação que o equipamento pode apresentar em um determinado instante (é medida em pixels (picture element)) um pixel é a unidade básica da imagem que pode ser controlada individualmente e que contém informações sobre cores e intensidade (brilho) dot pitch quanto menor o dot pitch, mais pontos por polegada terá o monitor e maior sua capacidade de resolução máxima

16 16 Relação tamanho da tela x resolução padrão Medida Nominal Resolução Recomendada 14”800x600 15”800x600 17”1024x768 18”1280x ”1600x1200

17 17 Monitores LCD monocromáticos  uso de uma célula de cristal líquido coloridos  uso de três células de cristal líquido

18 18 Monitores LCD - Matriz Passiva produz cintilação menor nitidez na geração de imagens crosstalk  interferência do campo magnético de uma célula sobre células de cristal líquido vizinhas

19 19 Monitores LCD - Matriz Ativa transistor TFT Thin Film Transmissor  alimenta cada célula individualmente soluciona a questão dos problemas de geração de imagem e crosstalking imagens mais nítidas, cores mais intensas e ausência de cintilação

20 20 Slides de Backup

21 21 Comparação CRT x LCD CRTLCD tubos de raios catódicoscélula de cristal líquido e filtros coloridos polarizados backlight (luz fluorescente) pixelscélulas (não variam em dimensões)


Carregar ppt "Computação Gráfica 1ª Aula. 2 Dispositivos de Entrada São componentes eletrônicos que permitem movimentação e interação com os sistemas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google