A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Condução fora do asfalto Vias Rurais – Estradas Precárias.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Condução fora do asfalto Vias Rurais – Estradas Precárias."— Transcrição da apresentação:

1 Condução fora do asfalto Vias Rurais – Estradas Precárias

2 Introdução Dirigir em vias rurais ou estradas precárias pode ser algo rotineiro para alguns motoristas. Porém, este ambiente aumenta consideravelmente o risco de acidentes provocados por perda de controle do veículo. Como motorista, você pode controlar este risco.

3 Características e Condições da Via Ao transitar por vias rurais ou estradas precárias, reconheça as condições da pista: Um pavimento irregular ou inexistente condiciona o nível de aderência dos pneus. Como resultado, a capacidade de controle direcional do veículo em manobras e frenagens reduz notoriamente. Cada superfície de circulação possui um índice de atrito que condiciona, para mais ou para menos, o nível de aderência dos pneus contra o piso. Pavimentos de Concreto e/ou Asfalto apresentam valores mais elevados de coeficiente de fricção *: 0.9 – 0.60, terra 0.70 – 0.55, cascalho 0.65 – 0.60, areia 0.45 – 0.33, grama 0.40 – 0.10, gelo 0.15 – 0.07 * Os valores são faixas variáveis que dependem da qualidade e estado de cada piso.

4 A aderência dos pneus diminui à medida que o piso apresenta superfície irregular, instável, partículas soltas, acúmulo de poeira, umidade ou gelo. Ao circular por caminhos com baixo nível de atrito e aderência – mesmo em condições climáticas favoráveis – ocorre um aumenta na possibilidade de perda do controle do veículo.

5 Veículo e Controle O design e características funcionais de cada veículo determinam as condições de uso e as vias sobre as quais o mesmo deve circular. Um veículo 4x4, por exemplo, pode oferecer um bom desempenho em condições “off-road”. Não obstante, este veículo deve ser conduzido levando em consideração seus limites a fim de mantê-lo sob controle em qualquer situação. Dirigir por caminhos irregulares exige atenção e prudência em relação à velocidade de circulação de modo a preservar sua segurança, economia e vida útil do veículo.

6 Velocidade e Aderência Um dos fatores que contribui negativamente para a redução do nível de aderência entre o pneu e a pista é a velocidade. Mesmo em condições aceitáveis de circulação sobre pavimento firme é a partir de velocidades superiores a 75 km/h que ocorre a diminuição progressiva da área de contato do pneu com o piso, conforme mostrado na figura A. Lembre-se que ao trafegar sobre piso irregular, sujo, com lâmina d’água, neve ou gelo a perda de aderência pode ocorrer mesmo a baixa velocidade. Controlando a velocidade, você reduz ou até elimina o risco de perda do controle. Figura A

7 Velocidade, Aderência e Curvas Um trecho de risco onde a perda de aderência é muito comum é em curva. Quando a combinação velocidade, baixa aderência e trajetória em curva excede o limite máximo de atrito entre o pneu e o pavimento a perda de controle do veículo é inevitável. A redução da velocidade e da marcha antes de entrar numa curva são fatores determinantes para manter o controle do veículo.

8 Superfícies Irregulares Ao transitar por superfícies irregulares o nível de aderência varia em função dos desníveis e do tipo de material de revestimento do piso. Nestes casos é comum que os pneus apresentem diferentes valores de aderência num mesmo instante. Como conseqüência, o veículo tenderá a virar para o lado que dispõe de maior aderência. Isso pode acontecer não só ao acionar os freios ou durante uma manobra, mas também ao engrenar uma marcha com aceleração excessiva para as condições do piso. Em estradas precárias, caminhos de terra ou cascalho o condutor precisa empregar maior atenção e precaução.

9 Recomendações para manter o controle sobre caminhos e estradas com baixa aderência - Observe seu entorno. Avalie as condições do próximo trecho a ser percorrido. - Reduza a velocidade e a marcha com suficiente antecipação para evitar freadas ou manobras bruscas. - Controle a velocidade e utilize uma marcha adequada, especialmente ao se aproximar de: curvas, pontes, aclives, declives, outros veículos, pessoas ou animais. - Aumente a distância de segurança do veículo que o precede. Evite ultrapassagens. - Lembre-se que excesso de velocidade em condições de baixa aderência, com freqüência, culmina em perda de controle do veículo, inclusive ao trafegar por retas. - Tenha em conta que um acidente ocorrido em zona rural reduz a probabilidade de receber atenção e auxílio médico de emergência.

10 Questinário: 1) Reduzir a velocidade e a marcha aumenta o nível de aderência e atrito dos pneus sobre a superfície da via. Verdadeiro Falso 2) Uma freada, aceleração ou manobra brusca aumenta o risco de perda do controle. Verdadeiro Falso Obrigado por sua atenção! Este material didático foi elaborado pelo Departamento de Design e Desenvolvimento do CEPA International / Proibida sua reprodução total ou parcial sem a devida autorização


Carregar ppt "Condução fora do asfalto Vias Rurais – Estradas Precárias."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google