A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

RELATÓRIO DE ANÁLISE DE FALHAS TAMBOR DE DESCARGA DO TR-117K-06 GAAUN – GERÊNCIA DE ENGENHARIA E AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL JULHO - 2010.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "RELATÓRIO DE ANÁLISE DE FALHAS TAMBOR DE DESCARGA DO TR-117K-06 GAAUN – GERÊNCIA DE ENGENHARIA E AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL JULHO - 2010."— Transcrição da apresentação:

1 RELATÓRIO DE ANÁLISE DE FALHAS TAMBOR DE DESCARGA DO TR-117K-06 GAAUN – GERÊNCIA DE ENGENHARIA E AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL JULHO

2 Objetivo O objetivo desta analise é identificar e propor soluções para diminuir e/ou eliminar as ocorrências de falhas reincidentes no conjunto de descarga do TR-117K-06 (cavalete, tambor-eixo e rolamentos). Grupo de Trabalho Élirson Araújo José Cléber Oiti Paiva Raimundo Carneiro Ulisses Nery

3 Histórico de paradas da BSM3 em 2009 / 2010 De JANEIRO a DEZEMBRO DE 2009

4 Histórico de paradas da BSM3 em 2010

5 cálculo dos esforços no tambor e cavalete Tt= T1+T2= 29716,53kg ,30kg= 80430,83KG (Tensão total da correia transportadora sobre o tambor) Potencia total do transportador

6 Análise estrutural Tambor / Eixo – Condições de Contorno APOIO NO EIXO - ROLAMENTO ESQUERDO APOIO NO EIXO - ROLAMENTO DIREITO ESFORÇO DE TRAÇÃO PROVOCADO PELA CORREIA TRANSPORTADORA MAIS 12% DE SOBRECARGA

7 Análise estrutural Tambor / Eixo – Deformação Total ZONA DE MAIOR DEFORMAÇÃO

8 Análise estrutural Tambor / Eixo – Tensão nos Discos e Espelho ZONAS DE MAIOR TENSÃO Tensão máxima de trabalho não ultrapassa a tensão limite de escoamento do aço (210 Mpa).

9 Análise estrutural Eixo – Coeficiente de segurança no eixo O Coeficiente de segurança mínimo no eixo é 4,8.

10 Análise estrutural do Cavalete de descarga Condições de contorno Apoios fixos na casa de transferência Esforços Resultantes provocados pela tensão de tração da correia mais o peso do Tambor.

11 Análise estrutural do Cavalete de descarga Deformação total O Máximo valor de deformação está na mesa dos mancais que variam entre 2 a 3 mm

12 Análise estrutural Cavalete de descarga – Coeficiente de Segurança O coeficiente de segurança da estrutura varia de 2,5 a 5 nas zonas em destaque. O CS mínimo indicado pelasimulação refere-se ao concentrador de tenção nas soldas da nevura.

13 Resultados da Análise estrutural no tambor e cavalete De acordo com os resultados obtidos através da simulação é possível concluir que tanto a estrutura do cavalete quanto o tambor e eixo, não apresentam subdimencionamento estrutural. O próximo passo então, foi analisar o dimensionamento e laudos preditivos dos rolamentos.

14 Falhas apontadas por laudos preditivos

15 Levantamento dos esforços no rolamento

16 Dados de capacidade total do rolamento aplicado De acordo com a tabela apresentada as cargas estáticas e dinâmicas do rolamento estão muito acima do carregamento total solicitado pelo transportador visto anteriormente, apresentando um coeficiente de segurança de:

17 Diagrama de causa e efeito em rolamentos

18 Defeito constatado no rolamentos do TB 8 do TR após execução do laudo preditivo_VB O defeito evidenciado nas fotos mostra que houve falha prematura por abrasão,na pista externa do rolamento, devido a deficiências na lubrificação. OBS.: Atualmente é utilizada a graxa Mobilith SHC 220 (indicada para rotações e cargas moderadas) com intervalo quinzenal de relubrificação e preenchimento total da caixa do rolamento.

19 Dimensionamento da Graxa pelo método do diâmetro nominal x Rotação Graxa utilizada

20 Código VALE para a graxa recomendada GRAXA - MOBILITH SHC 460 CÓDIGO VALE:

21 Considerações Finais Após a análise realizada podemos concluir: –A estrutura do cavalete, tambor e eixo não apresentam sub-dimensionamento estrutural; –Com a substituição do revestimento dos tambores de acionamento, de borracha natural para cerâmica, que aumenta o coeficiente de atrito entre a correia e o tambor, verificou-se a necessidade de redução da carga de contra-peso. –Devido ao grande numero de laudos preditivos pudemos constatar que há problemas com o rolamento, porém, após análise dimensional do mesmo pudemos constatar que não há sobrecargas (CS=18,63); –Analisando as possíveis causas de falha em rolamentos identificamos os seguintes modos abaixo: Lubrificação deficiente, Erros de montagem, Contaminação, Armazenamento inadequado Desalinhamento topográfico do eixo do tambor e/ou carro de tensor.

22 Proposta de novas ações no TR-117K-06 Carga de contra-peso –Reduzir carga do contra-peso em 4 T de acordo com calculo apresentado. Lubrificação deficiente –Realizar teste como novo lubrificante dimensionado e acompanhar resultados. Desalinhamento topográfico do eixo do tambor e/ou carro de tensor –Realizar levantamento topográfico da estrutura do tambor de descarga e carro tensor, e corrigir possíveis falhas.

23 Proposta de novas ações na GETAN Erros de montagem –Qualificar equipes de manutenção em Tecnologia dos rolamento I e Tecnologia dos rolamento II (conforme anexo I). Contaminação –Nos locais de contaminação excessiva substituir mancais atuais por de vedação especial (Estudo feito por Oiti Paiva –sup. Preditiva – GAAUN). Armazenamento inadequado –Verificar o cumprimento das inspeções no almoxarifado; –Garantir cumprimento do plano de inspeção.

24 ANEXO I - Treinamentos Tecnologia dos Rolamentos - SKF


Carregar ppt "RELATÓRIO DE ANÁLISE DE FALHAS TAMBOR DE DESCARGA DO TR-117K-06 GAAUN – GERÊNCIA DE ENGENHARIA E AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL JULHO - 2010."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google