A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

HOSPITAL REGIONAL ANTONIO DIAS Patos de Minas - MG.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "HOSPITAL REGIONAL ANTONIO DIAS Patos de Minas - MG."— Transcrição da apresentação:

1 HOSPITAL REGIONAL ANTONIO DIAS Patos de Minas - MG

2 Relato de Experiência: GERÊNCIA DE RISCO HOSPITALAR HRAD/FHEMIG Priscila Portes Almeida Gerente de Risco Enfermeira

3 Histórico: O HRAD foi inaugurado em 1930 em Patos de Minas - MG. E desde 1977 faz parte da rede hospitalar FHEMIG. FHEMIG maior rede Criada em 1977, a FHEMIG - Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais é hoje a maior rede de hospitais públicos da América Latina. SUS Além da Administração Central e o Complexo MG Transplantes, a FHEMIG, mantém 20 unidades assistenciais. Vinculada à SES – Secretaria do Estado de Saúde Minas Gerais, presta serviços de complexidade secundária e terciária, exclusivamente para o SUS.

4 O HRAD é referência na macrorregião noroeste (30 municípios) nos serviços de Urgência e Emergência (pediatria, clínica médica, cirurgia geral, ortopedia, toxicologia, neurologia, neurocirurgia e ginecologia e obstetrícia). Atende uma população superior a 600 mil habitantes. Presta atendimento ambulatorial eletivo. A Unidade tem convênios com instituições de ensino técnico e superior na formação de profissionais na área de saúde e Residência Médica em Cirurgia Geral, Ginecologia e obstetrícia e Anestesiologia. Conta com 107 leitos operacionais. Em 2011 foi Acreditado ONA nível 1.

5 A criação do cargo de Gerente de Risco Sanitário Hospitalar no HRAD ocorreu em 2008, no mesmo período o hospital integrou-se a Rede de Hospitais Colaboradores da Rede Sentinela.

6 Gerência de Risco Hospitalar - GRH As diretrizes de trabalho da GRH são pautadas na avaliação dos risco inerentes às atividades de cada setor com a padronização de condutas que minimizem a ocorrência dos mesmos.

7 Domínios de Risco monitorados: Assistencial Sanitário Ambiental Civil Ocupacional Financeiro

8 gestão dos riscos Para gestão dos riscos, cada setor, conta com uma matriz de risco que descreve: os riscos inerentes (por domínio) como a falha se manifesta modo de prevenção contingência probabilidade de ocorrência indicador que monitora

9 Matriz de Risco Atividade crítica Tarefas POP Como a falha se manifesta Causas da falha Problema INICIAL Problema FINAL Busca Ativa e notificação de queixa técnica relacionada à medicamento POP GRH 001 PRS GRH 002 PRS GRH 003 Permanência e utilização do medicamento com desvio de qualidade no hospital Subnotificação Falha no processo de investigação Falta de orientação aos colaborador es sobre o processo de notificação Utilização do medicamento com desvio de qualidade no hospital Inefetividade terapêutica Óbito

10 Matriz de Risco continuação RiscoGravidadeProbabilidade Gravidade + probabilidade Forma de Prevenção (POP/PRS/ PRQ) Assistencial Civil Financeiro Fatal ou incapacitante/4 Baixa/15 POP GRH 001 PRS GRH 002 PRS GRH 003

11

12 Eventos AdversosQueixas Técnicas NOTIFICAÇÃO: notificação de Eventos Adversos e Queixas Técnicas e análise de registro em prontuário. Eventos AdversosQueixas Técnicas As notificações de Eventos Adversos e Queixas Técnicas são analisadas e compiladas mensalmente, através de indicadores, que são encaminhados aos setores do hospital, para conhecimento e providências. NOTIVISA Após análise, as notificações são enviadas ao NOTIVISA. Identificação e Monitoramento

13 Formulário de Notificação de Queixa Técnica

14 Planilha de Notificação de Eventos Adversos

15 QUEIXAS TÉCNICAS As QUEIXAS TÉCNICAS notificadas são avaliadas e comunicadas ao setor responsável pela compra (HRAD ou FHEMIG), para o acionamento da empresa responsável. EVENTOS ADVERSOS Os EVENTOS ADVERSOS são investigados e discutidos em uma comissão multidisplinar para identificação da causa raiz e tomada de decisão. NOTIVISA A GRH efetua a comunicação ao NOTIVISA. Todos os eventos adversos e queixas técnicas são monitorados e acompanhados por indicadores e analisados criticamente. Esta analise é enviada aos setores mensalmente.

16 A GRH realiza busca ativa em prontuários para farmacovigilância, tecnovigilância, hemovigilância e identificação de eventos adversos assistenciais. São acompanhados os alertas e informes da ANVISA.

17 discussões internas A GRH realiza discussões internas com os setores, direção, DIRASS e vigilância sanitária local para aprimorar a minimização da ocorrência de riscos. Os indicadores de resultado e processo, coletados mensalmente, nos permite uma análise sistêmica dos riscos da instituição, portanto, há uma integração interdisciplinar que são registradas através de atas de reuniões e grupos de melhorias.

18 Percentual de queixas técnicas e eventos adversos passíveis de notificação e encaminhadas a ANVISA Densidade de incidência de Eventos Adversos relacionados a assistência Densidade de incidência de Eventos Adversos relacionados a Fármacos Densidade de incidência de Eventos Adversos relacionados a Material Médico e Equipamentos Taxa de reações transfusionais relacionados a Hemoterapia INDICADORES GRH

19 indicador com meta não atingida Para o indicador com meta não atingida é traçado um plano de minimização de riscos para cada equipe envolvida. plano de ação O plano de ação tem prazo agendado para finalização da ação. Este plano de ação é monitorado pelo Núcleo da Qualidade e pela Gerencia de Risco, tendo em vista que a Gerencia de Risco também participa na finalização e execução da ação.

20 Principais Ferramentas de Gestão da Qualidade  Revisão de prontuário  Gestão por indicadores  Controle estatístico dos processos de trabalho  Discussão dos casos

21 Prevenção/Contingência POP/PRS Legislação Protocolos (Ex: CSSV em implantação; sepse; feridas e etc.) Treinamentos Planos de ação Matriz de risco Comissão de Eventos Adversos Comunicação com DIRASS e fabricantes.

22 Para otimização do processo de notificação, a GRH elaborou um projeto de Notificação eletrônica, através do SIGH (Sistema de Gestão de informação) que é usado em toda instituição. O projeto foi apovado pela Dirass e etá em fase de definição dos campos.

23 Obrigada pela atenção! Priscila Portes Almeida HRAD/FHEMIG (34) (34)


Carregar ppt "HOSPITAL REGIONAL ANTONIO DIAS Patos de Minas - MG."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google