A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PCT BAHIA, MAIO 2014. o Fase de elaboração (2010) Fase piloto (ES, BA, SC e PA) (2011) Avaliação (2012) Fase de implantação (2012/2013) Programa Nacional.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PCT BAHIA, MAIO 2014. o Fase de elaboração (2010) Fase piloto (ES, BA, SC e PA) (2011) Avaliação (2012) Fase de implantação (2012/2013) Programa Nacional."— Transcrição da apresentação:

1 PCT BAHIA, MAIO 2014

2 o Fase de elaboração (2010) Fase piloto (ES, BA, SC e PA) (2011) Avaliação (2012) Fase de implantação (2012/2013) Programa Nacional de Controle da Tuberculose Comitê Técnico Assessor – GT Informação (2009)

3 O que é o SITETB?

4 SITETB O sistema possibilita: Gerenciamento de casos - Notificação e acompanhamento dos casos com indicação de tratamentos especiais: Reações adversas Toxicidade Comorbidades Resistência medicamentosa Gestão de medicamentos

5 Ferramentas para o Fortalecimento do Controle da TB pela integração do Gerenciamento dos Casos, Controle de Medicamentos e Vigilância em uma única plataforma Gerenciamento de casos – notificação e acompanhamento Vigiância epidemiológica - Relatórios Controle de medicamentos -Suprimento de medicamentos e controle de estoque

6 Em que está baseado o SITETB? Manual de recomendações para o controle da TB no Brasil (PNCT/MS ) Recomendações internacionais (OMS) Experiência brasileira (Sistema TBMR)

7 Casos com diagnóstico de Tuberculose SITETB Tratamentos Esquemas Especiais Tratamentos Esquema Básico SINAN e SITETB (Casos MNT) (Casos TB) Todos registrados no SINAN

8

9

10

11 Ficha de TB Ficha de TBDR Ficha de MNT Boletim de acompanhamento Ficha de Exame de contatos Fichas de Notificação

12

13  US de Origem: Unidade que acompanhou o paciente até a ocorrência do evento que motivou o referenciamento.  US de Notificação: Unidade de referência para a qual o paciente tenha sido encaminhado para a continuidade do seu tratamento com novo esquema terapêutico.

14

15 Esquemas previstos no Manual de Recomendações para o Controle da Tuberculose SVS/MS, 2010 Esquemas padronizados Esquemas individualizados Esquemas especialmente elaborados de acordo com o caso, individualmente Exemplos: Hepatotoxicidade ou Intolerância à Isoniazida (2RZES / 4RE) TBMR 2 (2S5ELfxZTrd - 4S3ELfxZTrd / 12ELfxTrd)

16 (2RZES5 / 4RES2) Nº de meses de cada fase Frequência semanal do uso do medicamento Lembrando...

17 Relacionar os tratamentos anteriores para TB do paciente em questão: mês/ano do início do tratamento / medicamentos utilizados / desfecho Registrar o tratamento anterior à indicação do referenciamento do paciente Exemplo Exemplo: Paciente em uso do EB, evoluindo com hepatotoxicidade, necessitando do esquema SEO. O EB deve ser relacionado como tratamento anterior. x x Dez

18

19 Data da coleta

20 Casos de TB com indicação de EE Casos de TBDR Casos de MNT Unidades de Referência para TB Notificação – SITETB Validadores do PNCT Processo de validação

21 Validado Solicitação e envio de medicamentos às unidades de referência Tratamento acompanhamento clínico exames complementares evolução do tratamento Processo de validação Pendente

22 Consulta Exames complementares Boletim de acompanhamento mensal Dispensação de medicamentos Rotina de acompanhamento

23 Monitoramento e Vigilância

24 Gerenciamento de casos

25

26 Pesquisa avançada dos casos notificados

27 Gestão de Medicamentos

28 Gerenciamento - Vigilância

29 Número de casos de TB com entrada por mudança de esquema

30 Número de casos de TB por município de residência, BA 2013 e 2014

31 GERENCIAMENTO DO SITETB PNCT PCT BAHIA HEOM


Carregar ppt "PCT BAHIA, MAIO 2014. o Fase de elaboração (2010) Fase piloto (ES, BA, SC e PA) (2011) Avaliação (2012) Fase de implantação (2012/2013) Programa Nacional."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google