A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Gestão Estratégica e Modelo Organizacional Documento de Trabalho – v.01 São Paulo, Abril de 2010.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Gestão Estratégica e Modelo Organizacional Documento de Trabalho – v.01 São Paulo, Abril de 2010."— Transcrição da apresentação:

1 1 Gestão Estratégica e Modelo Organizacional Documento de Trabalho – v.01 São Paulo, Abril de 2010

2 2 Mapa Estratégico Missão : Desenvolver a consciência crítica da sociedade brasileira quanto ao modelo de mercantilização de crianças e adolescente e que potencializam o consumismo, a erotização precoce, o aumento da incidência de obesidade infantil, a violência na juventude, o materialismo excessivo, o desgaste das relações sociais, dentre outros. Visão : Ser reconhecida como uma entidade de excelência na articulação junto aos agentes e setores envolvidos na cadeia de consumo de bens e serviços voltados para crianças e adolescentes para que adotem práticas que minimizem os impactos nocivos do consumo. Partes Interessadas Processos Sustentação Articular os agentes envolvidos na cadeia de consumo Garantir sustentabilidade financeira Financeira Desenvolver a consciência crítica da sociedade Buscar novas fontes de financiamento Gestão de projetos Articular a rede de relacionamentos Participar de eventos e novas redes Promover e disseminar o conhecimento Gestão de conhecimento Realizar eventos Coibir as más práticas Trabalhar pela promulgação de leis Estimular as boas práticas Jurídico / Institucional Educação/ Pesquisa RelacionamentoGestão Dominar o uso de tecnologias: Redes sociais Gestão do conhecimento Estimular o voluntariado Promover a educação continuada da equipe Política de retenção de talentos

3 3 MISSÃO: A crescente tendência de “mercantilização” da infância e da juventude para promover e incentivar o consumo desta faixa da população, tem levado a práticas que potencializam o consumismo, a erotização precoce, o aumento da incidência de obesidade infantil, a violência na juventude, o materialismo excessivo, o desgaste das relações sociais, dentre outros. Neste cenário, o Projeto Criança e Consumo pretende desenvolver a consciência crítica da sociedade brasileira quanto a este modelo de consumo por crianças e adolescentes, através da articulação junto aos diferentes agentes e setores envolvidos nesta cadeia para que adotem práticas que minimizem os impactos negativos. Questões levantadas: Instituto Alana x Projeto Criança e Consumo: mesma PJ, mesma marca? Sociedade brasileira ou além de Brasil? Criança e Adolescente? (pelo ECA: Criança até 12 anos, Adolescente 12 a 18) A base para a gestão estratégica é a Visão, Missão e Valores...

4 4 VISÃO: Ser reconhecida como uma entidade de excelência na articulação para a adoção de práticas que respeitem os direitos de crianças e adolescentes e que minimizem os impactos nocivos do consumo. O “Projeto Criança e Consumo” desenvolve a consciência crítica e incentiva ações junto aos diferentes agentes envolvidos na cadeia de consumo de bens e serviços voltados para este público. Inclui-se aí os produtores, distribuidores e divulgadores, a mídia, os órgãos reguladores, os pais e responsáveis, os educadores, os formadores de opinião, os centros de pesquisa e conhecimento e as próprias crianças e adolescentes. As ações do Projeto incluem o pioneirismo para a proibição legal e expressa de toda e qualquer comunicação mercadológica dirigida à criança no Brasil, o fomento do conhecimento na área através de bolsas de estudo, realização de conferências internacionais, articulação da rede de interessados bem como a divulgação em diversos espaços de comunicação. A base para a gestão estratégica é a Visão, Missão e Valores...

5 5 Produtores e Fornecedores Legisladores e Fiscalizadores Pesquisadores e Participantes da Rede Formadores de opinião Professores Pais e Responsáveis Crianças consumidoras Mídia Publicitários Distribuidores e Varejistas A cadeia de consumo

6 6 Produtores e Fornecedores Legisladores e Fiscalizadores Pesquisadores e Participantes da Rede Formadores de opinião Professores Pais e Responsáveis Crianças consumidoras Mídia Publicitários Distribuidores e Varejistas Propor Projetos de Lei Advocacy Notificar e acionar os órgãos regladores Estimular a pesquisa e fomentar através de bolsas de estudo Articular a rede social para o intercâmbio de conhecimento Atuação do Projeto Coibir produtos e serviços inadequados Coibir a publicidade nociva Estimular as boas práticas Dar espaço e voz às crianças Coibir ações de estímulo inadequado ao consumo. Estimular as boas práticas Coibir a publicidade nociva Estimular as boas práticas Abrir espaço para o tema Divulgar o trabalho do Projeto Conscientizar sobre o tema Informar do papel dos pais e responsáveis Estimular a discussão do tema Informar do papel dos educadores Promover a discussão do tema Estimular a divulgação de boas práticas

7 7 VALORES: A atuação do Projeto se baseia sempre no respeito aos seus valores: Respeito ao Estatuto da Criança e do Adolescente. Atuação ética e responsável quanto aos direitos da informação. Não às práticas que estimulem a mercantilização da infância e da juventude (ver tabela). Disposição ao diálogo com os agentes da cadeia de consumo para estímulo a adoção de boas práticas (ver tabela). A base para a gestão estratégica é a Visão, Missão e Valores...

8 8 Práticas a serem coibidas e práticas recomendáveis TEMAO que NÃO aceitamosPrática RECOMENDÁVEL Publicidade dirigida a Criança Publicidade dirigida a crianças de 0 a 12 anos Exposição de produtos no ponto de venda Estimular a exposição de produtos em pontos não específicos. Seção voltada a produtos específicos para crianças. Uso de imagem...

9 9 Sugestão de trabalhar um Macro-Plano do Projeto

10 10 ANEXOS: material de suporte

11 11 Roteiro para uma gestão estratégica... FORMULAÇÃO Análise Competitiva (Matriz SWOT) Missão, Visão Valores Definição da Estratégia (5 forças de Porter) TRADUÇÃO Indicadores e Metas Mapa Estratégico Projetos Estratégicos ORÇAMENTO Cronograma Receitas, Despesas e Investimentos GESTÃO ESTRATÉGICA Implantação dos Instrumentos de Monitoramento Definição de Metas, Indicadores e Projetos Monitoramento e Decisões Estratégicas Modelo Organizacional

12 12 Uma organização precisa alinhar os seus modelos de Gestão, Tecnologia e Pessoas GESTÃO TECNOLOGIAPESSOAS Política, objetivos Organização formal Técnicas de Planejamento Controle e monitoramento Sistemas Equipamentos Tecnologia da Informação Tecnologia de Comunicação Indivíduos Relações Atitudes Motivação

13 13 Cenários Forças / FatoresCenário A – AmareloCenário B - Verde “Clientes” Econômico Tecnológico Social Político Regulatório Educacional

14 14 Definir prioridades dos projetos... Ganhos com o Projeto Pouco Muito Difícil Fácil Dificuldade de Implantação PriorizarEstudar Evitar Rotina

15 15 Devo fazer ou terceirizar?

16 16 Documento de trabalho (Lais e Isa) Questões gerais: –Muita demanda, pouco planejamento –Aproximação das empresas, mercado e sociedade civil –Dar voz às crianças –Integração com outros projetos do Alana –Revisão do Conselho, periodicidade. Eventos: –Fórum Internacional – sugestões de melhorias, próximo para 2013 –Eventos menores em universidades, jurídicos, encontros, etc. –Kits institucionais. Advocacy: –Profissionalizar. –Ampliar atuação para Estados e Municípios. Site: –Melhorias sistema de busca –Versão em inglês –GED

17 17 Documento de trabalho Necessidades/Ações: –Plano para atuação na área educacional –Plano de comunicação (campanha de associados) –Pesquisas (Datafolha?, Qualitativa?, Hábitos de Consumo?) –Parcerias com Universidades –Organização da biblioteca Equipe: –Contratações (1 estagiário, 2 recém formados) –Plano de carreira –Mapa de trabalho –Formalizar reuniões de formação

18 18 Conselho Consultivo – junho/2009 Tema está “pegando fogo” - revisão de valores, consciência, ética. Prevenção pela educação (trabalho com professores e alunos). Necessidade de pesquisas, “grupo focal” e publicações. Universalizar o conhecimento, campanhas de massa, televisão pública, rádio. Vídeos tipo “Como Funciona” para esclarecer sobre a publicidade infantil. O tema da publicidade para crianças “mudou de patamar” – novos desafios. Aproximação com a pauta do “consumo consciente”, “educação ambiental”, “responsabilidade social empresarial”. Necessidade de maior profissionalismo. Definir prioridades. Papel do Conselho – idéias, planejamento estratégico. Menor necessidade de ações jurídicas, mais diálogo com as empresas. Blindar o Instituto, mas ter cuidado com o “discurso do NÃO”. Estratégia de guerra: escolher os adversários. Selo de “respeito pelos direitos das crianças”. Preservação da imagem do Instituto e dos membros. Planejar onde estaremos daqui a cinco anos. Foco não deve ser a publicidade mas o consumo. Expandir a atuação. Informação sobre produtos pode ser usada positivamente.

19 19 Conselho Consultivo – junho/2009 O papel do Projeto é de articular e fomentar a discussão na esfera pública. Promover demanda por conteúdos e usar mídias nacionais (macro). Sair do eixo Rio - São Paulo, Parcerias com veículos de comunicação Ensino à distância – Internet. Uso do site e mailing Discussão acerca do financiamento. 3% da verba de publicidade para centros de avaliação de produtos. Hora de parar e analisar: “O que é o Alana? Para onde vamos? Atuar mais na área cultural. Atuação como catalisador, acumulando conhecimento e espalhando-o. Pais e professores devem ser o foco de atenção. Comunicação com os jovens. Estamos sendo pautados - urge a produção de argumentos. Trabalho deve ser mais de apoio às iniciativas da sociedade do que fazendo com as próprias mãos” – trabalho em rede. Priorizar a produção e distribuição de materiais Identificar o Projeto mais pela Missão do que pelo Projeto de Lei que defende. Buscar objetivos menos abrangentes, mas mais efetivos. Emergência das classes C e D, impactos no consumo.


Carregar ppt "1 Gestão Estratégica e Modelo Organizacional Documento de Trabalho – v.01 São Paulo, Abril de 2010."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google