A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO -MEC SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA – (SEB) DIRETORIA DE CONCEPÇÕES E ORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA – (DCOCEB)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO -MEC SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA – (SEB) DIRETORIA DE CONCEPÇÕES E ORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA – (DCOCEB)"— Transcrição da apresentação:

1 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO -MEC SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA – (SEB) DIRETORIA DE CONCEPÇÕES E ORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA – (DCOCEB) COORDENAÇÃO-GERAL DO ENSINO FUNDAMENTAL – (COEF)

2 XIV FORÚM ESTADUAL UNDIME/BA “DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL: FOCO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO.”

3 3 DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS PARA O ENSINO FUNDAMENTAL.

4 REAFIRMA: a obrigatoriedade da matrícula no Ensino Fundamental de crianças com 6 anos completos ou a completar até o dia 31 de março do ano em que iniciar o ano letivo; a matrícula das crianças que completam 6 anos após 31 de março na na Pré-Escola; que as instituições escolares, e solidariamente os sistemas de ensino, assegurarão aos estudantes o direito à carga horária mínima anual de 800 horas relógio, de 60 minutos cada; jornada diária mínima de 4 horas; mínimo de 200 dias de efetivo trabalho escolar.

5 DEFINE QUE NOS 3 ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL É PRECISO ASSEGURAR: a alfabetização e o letramento; o desenvolvimento das diversas formas de expressão, o aprendizado da matemática e das demais Áreas de Conhecimento; o princípio da continuidade da aprendizagem, tendo em conta a complexidade do processo de alfabetização e os prejuízos que a repetência pode causar no EF como um todo (...).

6

7 EIXOS 1.Apropriação do sistema de escrita 2.Leitura 3.Escrita 4.Compreensão e valorização da cultura escrita 5.Desenvolvimento da oralidade

8 8 "A Criança de 6 anos, a Linguagem Escrita e o Ensino Fundamental de Nove Anos” - Brasília, abril de MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC) SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA (SEB) DIRETORIA DE CONCEPÇÕES E ORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA EDUCAÇÃO BÁSICA (DCOCEB) COORDENAÇÃO-GERAL DO ENSINO FUNDAMENTAL (COEF)

9 9 Para início de conversa... Na construção do trabalho com a linguagem escrita junto às crianças de seis anos é fundamental articular as propostas e orientações às teorias que as informam, na perspectiva de assegurar o direito das crianças serem alfabetizadas até os oito anos de idade.

10 10 Demarcar o diálogo é preciso... O 1º ano do ensino fundamental deve ser entendido como parte integrante de um ciclo de três anos denominado “ciclo da infância”. Um período voltado à alfabetização e ao letramento, sem minimizar o desenvolvimento das diversas expressões e o aprendizado das áreas de conhecimento. (Parecer CNE/CEB nº 4/2008)

11 11 Retomando o diálogo... Alfabetização:. processo de aquisição de uma tecnologia - a escrita alfabética e as habilidades de utilizá-la para ler e escrever;.compreensão do funcionamento do alfabeto, memorização das convenções letra som, domínio do seu traçado;.codificar, descodificar, ler, interpretar, compreender, extrapolar, fazer uso social. Letramento: exercício efetivo e competente da tecnologia da escrita nas situações em que precisamos ler e produzir textos reais. Alfabetizar letrando:. ensinar a ler e a escrever no contexto das práticas sociais da leitura e da escrita;.requer atitudes de democratização e vivência de práticas de uso da leitura e da escrita; exige ajudar o estudante a, ativamente, reconstruir essa invenção social que é a escrita alfabética. Alfabetizar e letrar: duas ações distintas, mas não inseparáveis. Implica:. refletir sobre as práticas e as concepções de alfabetização adotadas;. analisar e recriar as metodologias de ensino;. garantir o duplo direito de poder ler-compreender e produzir os textos. Mais algumas reflexões pontuadas:.os aspectos constitutivos de uma prática de alfabetização na perspectiva do letramento;.a alfabetização para lidar de forma autônoma e crítica com a leitura e a escrita;.características de jogos com o propósito de alfabetizar.

12 12 Ampliando o diálogo... Quais são os aspectos que no cotidiano da ação educativa as Professoras precisam refletir com vistas ao desenvolvimento do trabalho da alfabetização e do letramento das crianças?

13 13 Possibilidades do saber técnico da Professora... superação da fragmentação das atividades realizadas pelas crianças; uma prática educativa baseada por orientação teórico- metodológica; definição dos objetivos de ensino; organização do trabalho pedagógico; definição do tipo de abordagem que se quer dar ao conhecimento; conhecimento da realidade sociocultural das crianças; conhecimento do contexto da escola;

14 14 A Professora e a tarefa de mobilizar os processos de aprendizagem das crianças no campo da alfabetização e do letramento... As crianças precisam participar de Situações de Aprendizagem. Situações de Aprendizagem:conjunto de atividades caracterizado por um ciclo de ações e procedimentos de ensino-aprendizagem. È preciso organizar Situações de Aprendizagem sequenciadas, articuladas e contextualizadas. Situações de Aprendizagem – Proposta de Ensino – Referências Metodológicas - Conjunto de Atividades – Prática de Ensino.

15 15 A Professora e a tarefa de mobilizar os processos de aprendizagem das crianças no campo da alfabetização e do letramento.... Proposta de Ensino: identidade - compromisso.. Prática Pedagógica: singularidade – trabalho coletivo – escolhas – criação – recriação – pesquisa – experimentação – avaliação – autonomia intelectual.. Avaliação: procedimento de ensino - proposta de ensino – perfil pedagógico da turma – necessidades específicas de aprendizagem de cada criança.. Planejamento pedagógico: projeto de trabalho da Professora - proposta de ensino – sujeitos da aprendizagem.

16 16 Para continuarmos o diálogo... Como planejar uma prática pedagógica para a aprendizagem da linguagem escrita na perspectiva da inclusão da criança na sociedade contemporânea? Sendo a apropriação da escrita um instrumento de inserção cultural e social como a criança modifica, experimenta e transforma esse objeto? Sendo a apropriação da escrita um instrumento de inserção cultural e social como a criança modifica, experimenta e transforma esse objeto? Quais as dimensões presentes no processo de alfabetização? Como são tratados os trabalhos de linguagem escrita das crianças? As situações de observação da produção escrita das crianças são adequadamente planejadas? Como desenvolver uma prática pedagógica na direção do letramento literário das crianças nos anos iniciais? De que maneira o jogo lingüístico está presente no processo de aquisição do sistema de escrita das crianças?

17 17 “Sou frágil o suficiente para uma palavra me machucar, como sou forte o bastante para uma palavra me ressuscitar.” Bartolomeu Campos de Queirós OBRIGADA!!! ARICÉLIA RIBEIRO DO NASCIMENTO Assessora Técnica em Assuntos Educacionais Telefone: (0XX61)


Carregar ppt "1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO -MEC SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA – (SEB) DIRETORIA DE CONCEPÇÕES E ORIENTAÇÕES CURRICULARES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA – (DCOCEB)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google