A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

“Ambiente Tolerante a Falhas Utilizando Software Livre” Gerência de Suporte de Software Alessandro Luiz Petrocino Elaine Cristina Franchini dos Anjos 29/08/2003.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "“Ambiente Tolerante a Falhas Utilizando Software Livre” Gerência de Suporte de Software Alessandro Luiz Petrocino Elaine Cristina Franchini dos Anjos 29/08/2003."— Transcrição da apresentação:

1 “Ambiente Tolerante a Falhas Utilizando Software Livre” Gerência de Suporte de Software Alessandro Luiz Petrocino Elaine Cristina Franchini dos Anjos 29/08/2003

2 Ementa da Palestra Conceito de Ambiente Tolerante a Falhas H.A. Heartbeat IP Virtual (Floating Address) Topologia 1 Load Balance e Linux Virtual Server (LVS) Topologia 2 Espelhamento com DRBD (Block Device Redundancy) Topologia 3 Integração do DRBD com o Heartbeat Topologia 4 Dúvidas

3 Motivação -L-Ligada diretamente a nossa dependência aos computadores -T-Transtornos cada vez maiores causados pela eventual falha destes sistemas -N-Nossos clientes desejam um sistema operante a qualquer momento, com qualidade -Q-Qual é a missão crítica ? A EFICIÊNCIA se torna um diferencial

4 O que é “Alta Disponibilidade”? Disponibilidade = probabilidade de um sistema estar disponível (em perfeito funcionamento) QoS Redundância do ambiente sistemático existente (equipamentos de rede, link, serviços, QoS) FUNCIONALIDADE  24x7 Básica  Qualquer sistema que garanta 99% de disponibilidade Alta  Sistemas especializados (acréscimos de 0,99%s – 99,99...%) Contínua  Situação ideal (teórica) – Disponibilidade = 1 (Non-Stop-System)

5 Teoria dos 0,99%s Quanto mais 0,9s, mais qualidade e robustez o sistema garante. Mais 0,9s?  Mais ga$to! (Quanto se pode gastar ???) “A Alta Disponibilidade deve estar associada a real necessidade existente da empresa e em seus serviços.”

6 Sistema X Ambiente Sistema  Servidores responsáveis pelos serviços existentes, que devem estar sempre disponíveis Ex: Web Servers, DB Servers, Application Servers, Mail Servers, etc pela Alta Disponibilidade Ambiente  TODOS os recursos responsáveis pela Alta Disponibilidade !!! Ex: Link, hubs e switches, computadores, placas de rede, roteadores, servidores, etc.

7 Vantagens da HA Manutenção programada Atualização de Software e Hardware (sempre tem uma redundância ao mexer em um sistema) Satisfação do cliente (ele sempre consegue acesso aos serviços) Não afeta o usuário final, pois o serviço se mantém no ar, com QUALIDADE

8 Solução adotada Software Livre cu$toBaixo cu$to Documentação ampla existente na Web Conhecimento já existente Filesystem dinâmico (ReiserFS ou EXT3) Linux+Heartbeat+LVS+DRBD+Mon

9 Heartbeat Protocolo para monitoramento (UDP/694) Mensagens enviadas em intervalos regulares Se não recebida, o protocolo assume que a máquina falhou, tomando uma ação específica Master   Slave Inicia e encerra serviços (http, mail, NFS, etc) IP Address Takeover (IPAT) (reconfigura a interface de rede)  alias

10 Topologia 1 – Heartbeat Disk 1 Cluster System ADatabase Cluster System B Ethernet Heartbeat connection SCSI BUS Public Network Serial Heartbeat connection Disk 1 System AWebServer System B Ethernet Heartbeat connection Serial Heartbeat connection SCSI BUS Public Network

11 Linux Virtual Server - LVS É um Linux Director Box Layer 4 Switching (camada de transporte) Redirecionamentos por NAT e Directing Routing Permite escalabilidade

12 Como funciona? – LVS Redireciona os serviços dos clientes para os real-servers por reescrita de pacotes (NAT) ou por direct routing. Algoritmo de decisão (WLC, Round Robin) Vários serviços implementados (schedulers) (http, https, ftp, pop, imap, ldap) Possibilidade de agregar novos serviços (none) (imaps, pops, etc)

13 Topologia 2 – LVS

14 LVS + Heartbeat

15

16 DRBD Distributed Replicated Block Device Espelha os dados diretamente em blocos (raw device), através da rede Funciona com um filesystem montado e o outro, desmontado.

17 Topologia 3 – DRBD System A /export/database System B Unmounted fylesystem Ethernet Heartbeat connection DRBD Dedicated Channel

18 Monitoramento – MON Monitora vários serviços ao mesmo tempo Consome poucos recursos Notificação inteligente (mail, SMS, bip) Atitudes pré-definidas ou com intervenção do Administrador

19 Mon - Exemplo

20 Referências High-Availability Linux Project H.A. Brasil Linux Virtual Server Project Ultra Monkey H.A. DRBD Project

21 Dúvidas ?

22 Contato Suporte Unix – CCUEC Suporte Unix – CCUEC


Carregar ppt "“Ambiente Tolerante a Falhas Utilizando Software Livre” Gerência de Suporte de Software Alessandro Luiz Petrocino Elaine Cristina Franchini dos Anjos 29/08/2003."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google