A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Projeto mps Br: melhoria de processo do software Brasileiro

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Projeto mps Br: melhoria de processo do software Brasileiro"— Transcrição da apresentação:

1 Projeto mps Br: melhoria de processo do software Brasileiro
Vender suas idéias é desafiador. Primeiro, é necessário fazer com que seus ouvintes concordem com você. Em seguida, é necessário fazer com que tomem iniciativa. Use a fórmula Evidência – Ação – Benefício da Dale Carnegie Training® e você realizará uma apresentação motivadora e em direção à ação. Célio Andrade Mariana Xavier MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

2 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro
Roteiro Introdução Modelo de Referência (MR-MPS-Br) Modelo de Avaliação (MA-MPS-Br) Modelo de Negócios (MN-MPS-Br) Conclusão MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

3 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro
Qualidade – um pouco de história 350 a.c Aristóteles: “A perfeição não deve ser um ato, mas um hábito” 2ª Guerra Mundial: globalização Criação de padrões para garantir a qualidade e uniformidade dos produtos 1947 – Criação da ISO (International Organization for Standardization): definição de padrões globais para produtos e serviços MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

4 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro
Qualidade – um pouco de história Departamento de Defesa Americano solicita ao SEI (Software Engineering Institute) um padrão para avaliar a qualidade do produto fornecido pelos seus contratados Novembro de 1986: primeira versão do modelo CMM (Capability Maturity Model) SEI divulga um modelo específico para as Organizações que adquirem software para o governo americano MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

5 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro
Qualidade – um pouco de história CMMI (Capability Maturity Integration): resultado da convergência dos esforços de padronização em diversas áreas Importante tendência no mercado internacional MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

6 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro
Realidade Brasileira CMM Nível 2: 33 Nível 3: 10 Nível 4: 0 Nível 5: 1 CMMI Nível 2: 3 Nível 3: 0 Nível 4: 0 Nível 5: 2 EDS Rio de Janeiro Solution Center IBM Fábrica de Software MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

7 Comparação da Maturidade do Processo de Software
No Brasil, as empresas locais favoreceram a ISO 9000, 123 empresas certificadas até o ano de 2003 Até 2003, na Índia 32 empresas atingiram o nível 5 do CMM, no qual a China tinha 1 empresa e o Brasil nenhuma [Em relação ao CMM], como um todo, a maioria das empresas chinesas e brasileiras não está em um nível suficientemente alto de maturidade do processo para competir com as empresas indianas Ref: Slicing the Knowledge-based Economy in Brazil, China and India: a tale of 3 software industries [MIT, 2003] Comparação da Maturidade do Processo de Software em Empresas no Brasil, China e Índia Do relatório do Projeto MIT, Slicing the Knowledge-based Economy in Brazil, China and Índia: A Tale of 3 Software Industries [Veloso et al. 2003], no ítem 3.3 – Comparando capacidades – maturidade do processo, traduziu-se o seguinte: “Como um todo, a maioria das empresas chinesas e brasileiras não está em um nível suficientemente alto de maturidade do processo para competir com as empresas indianas. Para comparar medições da maturidade do processo de software, a principal referência de mercado é o CMM, do SEI – Software Engineering Institute. Considerando o seu limite superior, na Índia cerca de 32 empresas atingiram o nível 5, o nível mais alto do CMM, no qual a China tem uma empresa e o Brasil nenhuma Um longo caminho encontra-se à frente das empresas que planejam incrementar a maturidade dos seus processos. O nível mais alto do CMM (i.e., nível 5) é o mais difícil de se obter e requer a demonstração de substantiva capacidade organizacional. É bem conhecido que as empresas indianas estão progredindo significativamente na sua capacidade de processos de software. Por exemplo, as práticas de gestão do conhecimento da Infosys estão se tornando renomadas, assim como a experiência técnica e gerencial da Wipro. Isto ainda não foi levado em conta por muitas empresas chinesas. No Brasil, há alguns anos surgiu uma preocupação com processos, mas as empresas locais favoreceram a ISO [9000], com a maioria dos produtores líderes certificados de acordo com esta norma, que equivale aproximadamente ao nível 3 do CMM. Uma das questões críticas é se estas capacidades de processo são algo de natureza estática uma vez obtidas ou se evoluções adicionais poderiam manter a Índia na frente à medida em que o Brasil e talvez a China possam alcançá-las. Uma outra questão é o papel que a capacidade de processo tem nos produtos de software. Atualmente, os líderes mundiais de software do tipo pacote não são certificados no nível 5 do CMM e poucos estão preocupados com esta situação. Isto sugere que o sucesso no desenvolvimento de produtos não depende destes tipos de capacidades; mas, sim, da estratégia e habilidade da empresa para oferecer uma solução que atenda aos requisitos de um grupo de clientes mais ou menos grande. A experiência relativamente maior das empresas chinesas e brasileiras nesta dimensão do processo pode ainda provar ser uma vantagem importante sobre a Índia na batalha que estas nações estão travando para ofertar produtos e serviços com maior valor agregado.” MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

8 Problema da Excelência: como atingir CMM nível 5 no Brasil?
No topo da pirâmide estão as empresas exportadoras de software e outras grandes empresas que desejam atingir níveis mais altos de maturidade (CMM níveis 4 e 5) e serem formalmente certificadas pelo SEI - Software Engineering Institute, em um processo de longo prazo, independente do fator custo Um programa como este pode levar de 4 a 10 anos e custar centenas de milhares de dólares (modelo de negócio específico para cada empresa) 1) O Projeto Qualificação de Profissionais no Modelo CMMI pretende atingir, no prazo de 2 anos ( ), os seguintes resultados: i)  a consolidação de uma entidade brasileira como parceira do SEI (transient partner); ii) a formação de avaliadores-líder no método SCAMPI/CMMI (SCAMPI Lead Appraiser), credenciados pelo SEI; iii) a  formação de instrutores de cursos sobre CMMI, credenciados pelo SEI; iv) a implementação de  um curso de especialização Lato-Sensu, à distância, em melhoria de processo com CMMI; v) a formação de especialistas em várias partes do País com o curso de especialização Lato-Sensu, à distância, em melhoria de processo com CMMI. 2) Em complemento ao Projeto mpsB, dentre outras oportunidades com apoio deste outro projeto, foi levantada a necessidade de Cursos de Especialização em Qualidade de Software (processo e produto), com ementas-padrão,  mediante convênio da Sociedade SOFTEX com as instituições envolvidas (p.ex.: MBA SOFTEX-CESAR, MBA SOFTEX-CENPRA, MBA SOFTEX-COPPE UFRJ, MBA SOFTEX-UCB). Ana Regina observou que há necessidade de formar seja Avaliadores de Processos e Produtos de Software seja Gestores da Qualidade (QA-Quality Assurance) para trabalhar nas empresas. MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

9 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro
Problema da Inclusão: como melhorar radicalmente o processo de software no Brasil ? Na base da pirâmide encontra-se a grande massa de micro, pequenas e médias empresas de software brasileiras, com poucos recursos, que necessita melhorar radicalmente seus processos de software Estas empresas precisam saber como adaptar à sua realidade, rapidamente, modelos para melhoria de processos de software como o CMMI níveis 2 e 3, a um custo acessível (modelo de negócio cooperado entre várias empresas) O Projeto mps Br – melhoria de processo do software Brasileiro, com recursos do Fundo Verde Amarelo (FVA) no péríodo , visa criar e disseminar o Modelo de Referência para melhoria do processo de software (MR mps), a um custo acessível Prezados Petit e Kival: Uma das providências mais urgentes de nosso Projeto mpsB – melhoria de processo do software Brasileiro será preparar um *elenco de argumentos (para os leigos, para a mídia e para nós mesmos)* que o justifiquem. Esse tipo de pergunta é novo, porém, já ouvimos coisas como: Para quê se existe o CMM? Reinventaremos a roda? Temos capacidade para isso? É reserva de mercado? Como fazer valer depois de pronto? Poderá ser usado nas licitações públicas? Com essas justificativas, iremos à imprensa, aos órgãos públicos e às nossas empresas. Iremos também ao CNPq para que incentive bolsas que tratem do assunto. Iremos também ao MP para que se estude a sua inclusão na nova lei de licitações.Temos que divulgá-lo bem e desde já. Se possível, gerar uma apresentação formal. Abs Márcio Girão. MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

10 Projeto mps Br: Rede de Instituições com Competências Complementares
Instituições de Ensino, Pesquisa e Centros Tecnológicos: 1) COPPE/UFRJ – Programa de Engenharia de Sistemas e Computação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (com participação da UCB – Universidade Católica de Brasília); 2) CenPRA - Centro de Pesquisas Renato Archer; ) CESAR - Centro de Estudos e Sistemas Avançados de Recife Sociedade de Economia Mista: 4) CELEPAR - Companhia de Informática do Paraná (hospedeira do Subcomitê de Software da ABNT) Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público: 5) Núcleo SOFTEX Campinas – Sociedade Núcleo SOFTEX 2000; 6) RIOSOFT - Sociedade Núcleo de Apoio à Produção e Exportação de Software do Rio de Janeiro; 7) Sociedade SOFTEX - Sociedade para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (coordenadora do projeto). Posicionamento do Projeto mpsB: 1) Gestão endógena do Projeto mpsB como a “cola” que une as partes envolvidas em uma rede de instituições com competências diferenciadas na melhoria de processo de software. 2) Gestão exógena do Projeto mpsB como uma rede (de instituições) ágil e eficaz na criação (modelagem) e na entrega (implementação, avaliação e certificação) de processos de software. MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

11 Projeto mps Br: Definição do Modelo
MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

12 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro
Modelo de Negócio (MN-MPS) Método de Avaliação (MA-MPS) ISO/IEC 12207 ISO/IEC 15504 CMMI Guia de Aquisição Guia Geral Referência (MR-MPS) Guia de Avaliação Documento do Projeto MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

13 INSTITUIÇÕES CREDENCIADAS PARA IMPLEMENTAÇÃO (ICI)
Modelo de Referência (MR-MPS-Br) CMMI SPICE SCAMPI MODELO PARA MELHORIA DO PROCESSO DE SOFTWARE (MR mps) Níveis de Maturidade Método de Avaliação Guia Implementação Guia Geral Guia Avaliação ICI 1 ... INSTITUIÇÕES CREDENCIADAS PARA IMPLEMENTAÇÃO (ICI) ICI 2 ICI n INSTITUIÇÕES CREDENCIADAS PARA AVALIAÇÃO (ICA) ICA 1 ICA 2 ... ICA n Empresa 1 Empresa 2 Empresa n MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

14 Modelo MR MPS: 7 Níveis de Maturidade
Baseado no CMMI e SPICE, em estágios, níveis 2 a 5 7 níveis de maturidade: áreas de processo, objetivos e práticas A - Em Otimização B - Gerenciado Quantitativamente C - Definido D - Largamente Definido E - Parcialmente Definido F - Gerenciado G - Parcialmente Gerenciado MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

15 MPS.BR – Melhoria de Prssssssocesso do Software Brasileiro
Áreas de Processo MPS.BR – Melhoria de Prssssssocesso do Software Brasileiro

16 MPS.BR – Melhoria de Prssssssocesso do Software Brasileiro
Gerência de Requisitos (GRE) MPS.BR – Melhoria de Prssssssocesso do Software Brasileiro

17 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro
MPS.BR: Estrutura do MR-MPS Níveis de maturidade Processo Capacidade Propósito Atributo Resultado Resultado MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

18 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro
Guia Geral MPS.BR (www.softex.br/mpsbr) Objetivo Descreve o Modelo de Referência para Melhoria de Processo de Software (MR-MPS) Fornece uma visão geral sobre os guias que apóiam os processos de avaliação e de aquisição Público-alvo Organizações, privadas e públicas, interessadas em aplicar o MPS.BR para melhoria de seus processos de software Instituições implementadoras e avaliadoras segundo o MR-MPS e MA-MPS (II-MPS e IA-MPS) Referências Básicas  ISO/IEC 12207:1995/Amd 1:1998/Amd 2:2002 e ISO/IEC 15504 Complementar  CMMI MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

19 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro
MR-MPS: Níveis de Maturidade (7 níveis) MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

20 Guia de Aquisição MPS.BR (www.softex.br/mpsbr)
Objetivo Descrever processo de aquisição de software e serviços correlatos (S&SC) Público-alvo Organizações compradoras de software, privadas e públicas, que queiram melhorar o processo de aquisição  Guia Fornecedores de software que queiram estar preparados para este processo de aquisição  Orientação Referências Básica  ISO/IEC 12207:1995/Amd 1:2002 Complementar  IEEE STD 1062:1998 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

21 Guia de Aquisição MPS.BR: Subprocessos e Atividades
Estabelecer necessidade Definir requisitos Revisar requisitos Desenvolver estratégia de aquisição Definir critérios de seleção Preparação da aquisição Seleção do fornecedor Avaliar capacidade de fornecedores Selecionar fornecedor Preparar e negociar contrato Estabelecer e manter comunicações Trocar informação sobre progresso técnico Inspecionar desenvolvimento com fornecedor Monitorar aquisição Obter acordo quanto a alterações Acompanhar problemas Monitoração do fornecedor Aceitação pelo cliente Definir critérios de aceitação Avaliar produto entregue Manter conformidade com o contrato Aceitar o software MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

22 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro
Atributos de Processo. AP 1.1 O processo é executado: AP 2.1 O processo é gerenciado : AP 2.2 Os produtos de trabalho do processo são gerenciados : AP 2.1 O processo é definido : AP 2.1 O processo está implementado : MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

23 Planejar e Preparar Avaliação
Modelo de Avaliação (MA-MPS-Br) Planejar e Preparar Avaliação Conduzir Avaliação Relatar Resultados início fim Plano de Avaliação Descrição dos Indicadores de Processo Relatório da Avaliação Resultado da Avaliação Registrar Resultados BD Softex MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

24 Guia de Avaliação MPS.BR
Objetivo Orientar a realização de avaliações, em conformidade com a norma ISO/IEC 15504, em empresas e organizações que implementaram o MR-MPS Público-alvo Organizações, privadas e públicas, que queiram ser avaliadas segundo o MA-MPS Instituições Avaliadoras do Modelo MPS.BR (IA-MPS) Instituições Implementadoras do Modelo MPS.BR (II-MPS) Referências Básica  ISO/IEC Information Technology – Process Assessment Complementar  SCAMPI – Standard CMMI Appraisal Method for Process Improvement MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

25 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro
Método de Avaliação Baseado no SPICE e SCAMPI Resultado da avaliação terá validade de 2 anos Avaliação será feita através de indicadores: Diretos – produtos intermediários Indiretos – documentos indicam atividade realizada Afirmações – resultantes de entrevistas Decisão: Não Implementada (NI) Parcialmente Implementada (PI) Largamente Implementada (LI) Totalmente Implementada (TI) MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

26 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro
Modelo de Negócios (MN-MPS-Br) ICI e/ou ICA Projeto mps Br Convênio Contrato Contrato MNC MNE Convênio, se pertinente LEGENDA: ICI - Instituição Credenciada para Implantação do MR mps ICA – Instituição Credenciada para Avaliação do MR mps MNE – Modelo de Negócio Específico para uma empresa (personalizado) MNC – Modelo de Negócio Cooperado para grupos de empresas (pacote) MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

27 Aonde o MPS Br quer chegar
Conclusão Vender suas idéias é desafiador. Primeiro, é necessário fazer com que seus ouvintes concordem com você. Em seguida, é necessário fazer com que tomem iniciativa. Use a fórmula Evidência – Ação – Benefício da Dale Carnegie Training® e você realizará uma apresentação motivadora e em direção à ação. Aonde o MPS Br quer chegar MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

28 Projeto mps Br: DOs e DON’Ts
O projeto visa aumentar a maturidade dos processos de software das empresas brasileiras, a um custo acessível O projeto visa a criação e disseminação do Modelo de Referência para melhoria de processo de software (MR mps) e do Modelo de Negócio para melhoria de processo de software (MN mps) O objetivo do projeto não é definir algo novo no que se refere a normas e modelos de maturidade; a novidade do projeto está na sua estratégia de implementação, criada para a realidade brasileira O Modelo de Negócio tem grande potencial de replicabilidade no Brasil e em outros países de características semelhantes, como por exemplo os países latinoamericanos MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

29 7 Diferenciais do Modelo (MR e MN mps)
7 níveis de maturidade do Modelo de Referência MR mps (permitem uma implementação gradual, adequada à micro, pequena e média empresa, e também permitem aumentar a visibilidade do processo de melhoria) Compatibilidade do MR mps com SPICE e CMMI (2 em 1) Estratégia de implementação do MR mps criada para a realidade brasileira (novidade do projeto) Modelo de Negócio MN mps tem grande potencial de replicabilidade no Brasil (e em outros países de características semelhantes) Avaliação periódica do MR mps nas empresas (2 em 2 anos) Definição, implementação e avaliação do MR mps em empresas baseada em forte interação Universidade-Empresa (catalizador do desenvolvimento tecnológico e de negócios) Custo acessível (em R$) MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

30 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro
Referências MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro

31 MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro
Projeto mps Br: melhoria de processo do software Brasileiro Célio Andrade Mariana Xavier MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro


Carregar ppt "Projeto mps Br: melhoria de processo do software Brasileiro"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google