A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Allynson Praxedes Soares Java Avançado Projetando uma base de dados.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Allynson Praxedes Soares Java Avançado Projetando uma base de dados."— Transcrição da apresentação:

1 Allynson Praxedes Soares Java Avançado Projetando uma base de dados

2 Allynson Praxedes Soares – Modelo Relacional Chave candidata –Um conjunto de atributos pode identificar uma única ocorrência em uma tabela, mas, um atributo deve ser identificado como chave primária. Chave Estrangeira – Um atributo que corresponde a uma chave primária em uma relação.

3 Allynson Praxedes Soares – Modelo Relacional Restrições de integridade –Integridade de Domínio: diz respeito ao controle sintático e semântico de um dado e faz referência ao tipo de definição do domínio. –Integridade de Entidade: diz respeito aos valores de chave primária que devem ser únicos e não nulos. –Integridade Referencial: diz respeito aos valores de um atributo chave estrangeira e os valores do atributo chave primária correspondente.

4 Allynson Praxedes Soares – Álgebra Relacional Operadores clássicos sobre conjuntos –União, interseção e diferença Operadores relacionais –Seleção, projeção, junção e divisão

5 Allynson Praxedes Soares – Álgebra relacional Seleção e projeção

6 Allynson Praxedes Soares – Álgebra Relacional Junção

7 Allynson Praxedes Soares – Álgebra Relacional Divisão

8 Allynson Praxedes Soares – Normalização As formas normais que serão trabalhadas: 1 NF 2 NF 3 NF 4 NF

9 Allynson Praxedes Soares – Normalização Esta tabela está mal projetada! 1) Se Pelé mudar de endereço ? (anomalia de atualização) 2)Um novo esporte para Pelé ? (anomalia de inclusão) 3) Retirar Pelé do Banco de Dados (anomalia de remoção)

10 Allynson Praxedes Soares – Normalização Idealmente: Mas o atributo habilidade não é atômico, o que é possível fazer dentro do modelo relacional?

11 Allynson Praxedes Soares – Normalização Primeira forma normal: Uma relação está na primeira forma normal, quando todos os seus atributos são atômicos. Atleta Habilidade

12 Allynson Praxedes Soares – Normalização Dependência funcional –Um atributo é funcionalmente dependente de outro se um valor do primeiro corresponde a um único valor do segundo. NcliCPFendtelPcodNprodVunitqtdtot Zé111ABC123ALápis0,5021,00 Ana222XYZ456BCaneta1,0033,00 João333XPT789CRégua1,0022,00 Pedro444KZZNullALápis0,502010,00 CPF  Ncli, End, Tel Pcod  Nprod, Vunit CPF, Pcod  Qtd, Tot

13 Allynson Praxedes Soares – Normalização Super Chave Uma super-chave de uma relação R é qualquer subconjunto dos atributos de R cujos valores não se repetem em R. NcliCPFIdTel Zé Ana Maria Pedro444200Null Exemplo: São exemplos de super-chave: (CPF, Id), (CPF, Tel), (CPF, Ncli), (Id,Ncli), (Id, Id, Tel) (CPF), (Id)

14 Allynson Praxedes Soares – Normalização Chave candidata Uma chave candidata de uma relação R é uma super-chave que possua a menor quantidade possível de atributos. NcliCPFIdTel Zé Ana Maria Pedro444200Null Exemplo: São exemplos de Chaves-Candidatas: (CPF), (Id) Uma das Chaves- Candidatas deve ser “eleita” como PK

15 Allynson Praxedes Soares – Normalização Segunda forma normal –Uma relação está na Segunda Forma Normal (2NF) se ela está na 1NF e todo atributo não chave é plenamente dependente da chave primária. NcliCPFendtelPcodNprodVunitqtdtot Zé111ABC123ALápis0,5021,00 Ana222XYZ456BCaneta1,0033,00 Zé111ABC123CRégua1,0055,00 Pedro444KZZNullALápis0,502010,00 CPF  Ncli, End, Tel Pcod  Nprod, Vunit CPF, Pcod  Ncli, End, Tel, Nprod, Vunit

16 Allynson Praxedes Soares – Normalização Dependência funcional Total – A, B, C => D (D é totalmente funcionalmente dependente de {A, B, C}) se para todo valor de {A, B, C} só existe um valor de D, e se D não é funcionalmente dependente de A, ou B, ou C. NcliCPFendtelPcodNprodVunitqtdtot Zé111ABC123ALápis0,5021,00 Ana222XYZ456BCaneta1,0033,00 João333XPT789CRégua1,0022,00 Pedro444KZZNullALápis0,502010,00 CPF, Pcod  Qtd, Tot CPF não determina Qtd, Tot Pcod não determina Qtd, Tot

17 Allynson Praxedes Soares – Normalização Dependência funcional Transitiva –Ocorre quando Y depende de X e Z depende de Y. –Logo, Z também depende de X.

18 Allynson Praxedes Soares – Normalização Dependência funcional Transitiva MatNomeEndCodCargoCNomeSalario A relação Funcionário está na 2FN pois possui somente atributos atômicos e não apresenta dependência parcial da PK. CodCargo  CNome, Salario Mat  CodCargo Há dependência transitiva da PK !!!

19 Allynson Praxedes Soares – Normalização Terceira forma normal Uma relação está na Terceira Forma Normal (3NF) se ela está na 2NF e nenhum atributo não-chave é transitivamente dependente da chave primária.

20 Allynson Praxedes Soares – Normalização A relação Funcionario não está na 3FN pois possui dependência transitiva com relação à PK. Pergunta-se: como normalizá-la para a 3FN ? Separando a relação em duas ou mais de forma a eliminar a dependência transitiva: Funcionario(Mat, Nome, End, CodCargo) Cargo(Cod, CNome, Salario) Exemplo: Relação FUNCIONARIO MatNomeEndCodCargoCNomeSalario

21 Allynson Praxedes Soares – Normalização Forma normal de Boyce-Codd Uma relação está na Forma Normal de Boyce/Codd (BCNF) se está na 3FN e todo determinante é uma chave candidata. AlunoDisciplinaTutor Tutor  Disciplina Aluno, Disciplina  Tutor Há dependência transitiva da PK !!! Tutoria(Tutor, Disciplina) Cursa(Tutor, Aluno)

22 Allynson Praxedes Soares – Normalização Dependência Multivalorada –Dada uma relação R com atributos A, B, C, existe uma dependência multivalorada do atributo A no atributo B (A à B) se um valor de A é associado a uma coleção específica de valores de B, independente de quaisquer valores de C.

23 Allynson Praxedes Soares – Normalização Dependência Multivalorada Tem-se as dependências multivaloradas Nome | Matéria e Nome | Orientando.

24 Allynson Praxedes Soares – Normalização Dependência Multivalorada –> A DMV só existe se R tem no mínimo 3 atributos –> Dada R(A, B, C), a DMV existe se também existir. Daí a notação:

25 Allynson Praxedes Soares – Normalização Quarta forma normal –Uma relação está na Quarta Forma Normal (4NF) se ela está na 3NF (BCNF) e não existem dependências multivaloradas. –Como corrigir? Separar a relação em relações, cada uma contendo o atributo (A) que multidetermina os outros (B, C), ou seja, R1 (A, B) e R2 (A, C).

26 Allynson Praxedes Soares – Normalização Quarta forma normal

27 Allynson Praxedes Soares – Modelo Relacional Exercício

28 Allynson Praxedes Soares – Modelo Relacional Passo 1: Para cada entidade regular E no esquema ER, criar uma relação R que inclui todos os atributos de R. Exemplo:

29 Allynson Praxedes Soares – Modelo Relacional Passo 2: Para cada entidade fraca W no esquema E-R que tenha como entidade proprietária E, criar uma relação R e incluir todos os atributos de W como atributos de R, incluir o(s) atributo(s) chave primária da relação proprietária E. A chave primária de R é a combinação da chave primária de E e da chave parcial de W.

30 Allynson Praxedes Soares – Modelo Relacional Passo 3: Para cada relacionamento R de 1:1 no esquema ER, –identificar as relações das entidades participando do relacionamento R, –escolher uma das relações e incluir como chave estrangeira, a chave primária da outra relação, –incluir todos os atributos do relacionamento na relação escolhida.

31 Allynson Praxedes Soares – Modelo Relacional Note que um mapeamento alternativo de um relacionamento 1:1 é possível juntando as duas entidades em uma única relação. Isto é apropriado quando as entidades não participam de outros relacionamentos.

32 Allynson Praxedes Soares – Modelo Relacional Passo 4: –Para cada relacionamento regular (não fraco) 1:N, –identificar a relação S que representa a entidade do lado N, –incluir como chave estrangeira a chave primária da relação que representa a entidade do lado 1, –incluir os atributos do relacionamento em S.

33 Allynson Praxedes Soares – Modelo Relacional Passo 5: –Para cada relacionamento R de M:N, –criar uma nova relação para representar R, –incluir como chave estrangeira as chaves primárias das relações que participam em R, estas chaves combinadas formarão a chave primária da relação, –incluir também eventuais atributos de R.

34 Allynson Praxedes Soares – Normalização Passo 6: Para cada atributo multivalorado A, criar uma nova relação R, incluindo um atributo correspondendo a A mais a chave primária K da relação que tem A como atributo. A chave primária de R é a combinação de A e K.

35 Allynson Praxedes Soares – Modelo Relacional

36 Allynson Praxedes Soares – Ferramentas Case DB Design – Desenvolver o modelo acima nesta ferramenta case e criar o script SQL


Carregar ppt "Allynson Praxedes Soares Java Avançado Projetando uma base de dados."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google