A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Centro de Gestão e Tratamento de Resíduos Químicos - CGTRQ Gestão de Resíduos Químicos de Laboratório Classificação, Coleta e Rotulagem Química Greice.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Centro de Gestão e Tratamento de Resíduos Químicos - CGTRQ Gestão de Resíduos Químicos de Laboratório Classificação, Coleta e Rotulagem Química Greice."— Transcrição da apresentação:

1 Centro de Gestão e Tratamento de Resíduos Químicos - CGTRQ Gestão de Resíduos Químicos de Laboratório Classificação, Coleta e Rotulagem Química Greice Vanin Oliveira Divisão Técnica CGTRQ

2 POLÍTICA AMBIENTAL DA UFRGS A UFRGS, através de sua Administração Centralizada e da Direção de seus Órgãos, se compromete com a melhoria contínua de seu desempenho ambiental e com a prevenção à poluição, adotando procedimentos e práticas que visem à prevenção de impactos ambientais negativos, em conformidade com os requisitos legais, gerando alternativas que propiciem a sustentabilidade da comunidade universitária e de toda a sociedade, desenvolvendo uma estratégia de mudança cultural por meio de uma política pedagógica ambiental.

3 Aspectos e Impactos Educação Ambiental Certificação Ambiental Licenciamento Ambiental Resíduos Químicos Resíduos Biológicos Material Radiológico Compos- táveis Compras Ecoeficientes Licenças Especiais e Laudos REVIS Edificações sustentáveis Uso Racional da Água Uso Racional de Energia Gestão de Recursos Hídricos Biossegu- rança Qualidade do Ar Gestão Ambiental de RUs Coleta Seletiva Operação do SGA da UFRGS

4 S G A Biológico Reciclável Não Reciclável Lâmpadas Hg° Radioativo Químico RESÍDUO EMPRESATERCEIRIZADA SPR PREFEITURA CGTRQ

5 Criado como Órgão Auxiliar do Instituto de Química para gerenciar e dar a destinação adequada dos resíduos químicos gerados nos laboratórios do IQ O CGTRQ atende mais de 220 laboratórios na UFRGS e outros externos, mas o IQ continua sendo o maior gerador de resíduos.

6 Equipe Técnica: Greice Vanin Oliveira - Química Alexandre Bazzo – Químico – Téc. Laboratório Marco Antônio Vieira dos Santos – Farmacêutico – Téc. Laboratório Cinco bolsistas de graduação Direção: Eduardo Rolim de Oliveira e Silvio Luis P. Dias

7

8 INFRAESTRUTURA Área Total = m 2 Área Construída = 522 m 2

9 Transporte de Resíduos Perigosos 4ª e 6ª feiras Por Agendamento R: 7362 ou ª e 6ª feiras Por Agendamento R: 7362 ou 6298 INFRAESTRUTURA Entrega de Resíduos Coleta no laboratório

10 LÍQUIDOS SÓLIDOS EMBALAGENS

11 HIERARQUIA NO GERENCIAMENTO:

12 Coleta de resíduos químicos na UFRGS (em kg)

13 O GERADOR é o responsável pelo resíduo até o final da cadeia. A identificação, o acondicionamento e o transporte são de responsabilidade de cada fonte geradora; Utilizar apenas embalagens em bom estado de conservação, com boa vedação. Não preencher completamente o recipiente, permita um volume livre correspondente à 6 cm (cerca de três dedos); Não deixe acumular os resíduos no laboratório, devido: Ocorrência de vazamentos nas embalagens; Dificuldade no transporte até o CGTRQ; Perda de informações com a deterioração do rótulo; Entrada de resíduos acima da capacidade operacional do CGTRQ. Recomendações Importantes:

14

15 PROCESSOS PRODUTIVOS PRODUTO INERTENÃO INERTEPERIGOSO RESÍDUO CorrosivoReativoInflamável Patogênico Tóxico MATÉRIAS - PRIMAS Classificação de Resíduos Sólidos NBR :2004

16 Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico (FISPQ) ou Material Safety Data Sheet (MSDS). 1.Identificação do Produto e Fornecedor; 2.Composição 3.Identificação dos Perigos; 4.Medidas de Primeiros Socorros; 5.Medidas de Combate a Incêndio; 6.Medidas de Controle para Derramamento ou Vazamento; 7.Manuseio e Armazenamento; 8.Controle da Exposição / Proteção Individual; 9.Propriedades Físico-Químicas; 10.Estabilidade e Reatividade; 11.Informações Toxicológicas; 12.Informações Ecológicas; 13.Considerações sobre Tratamento e Disposição; 14.Informações relativas ao transporte; 15.Outras Informações. “ NBR – Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos “

17 RESÍDUO QUÍMICO AQUOSO Solvente Orgânico não Halogenado (SOñH) Solvente Orgânico Halogenado (SOH) Solvente Orgânico Passível de Purificação (SOPP) Recuperação Incineração ETE SÓLIDO MATERIAL RECICLÁVEL ARIP Reciclagem CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS E SUA DESTINAÇÃO Reagente Não Desejável Reaproveitamento

18 Classificação dos Resíduos Químicos para fins de Coleta pelo CGTRQ SOH (Solvente Orgânico Halogenado e Benzeno) Mistura com mais de dois solventes orgânicos, desde que um seja: Organoclorado (ex. clorofórmio, diclorometano, tetracloreto de carbono); Benzeno Destino: Incineração (fora do RS). Custo R$ 5,40/kg. Não pode conter sólidos não dissolvidos, passíveis de filtração simples.

19 CGTRQ Ramal: 7362 SOLVENTE ORGÂNICO HALOGENADO e BENZENO T R A T A M E N T O P O R I N C I N E R A Ç Ã O Descrever o Solvente em ordem decrescente de concentração: Clorofórmio (60%) ; Metanol(30%) ; Hexano (10%) Descrever o Soluto em ordem decrescente de concentração: Extrato Vegetal Data inicial de envase: 22 / 11 / 2010 FONTE GERADORA DO RESÍDUO QUÍMICO Unidade: Faculdade de Farmácia ( ) Grad. (X ) Pesq. ( ) Serviço Departamento: Produção e Controle de Medicamentos Laboratório: Laboratório de Desenvolvimento Galênico Prédio: 21106Sala: 606 Ramal Lab: 5346 Responsável Legal: Prof. Pedro Ros Petrovick Responsável Técnico: Mariana Meurer IMPORTANTE NÃO utilizar siglas, abreviações, nem nomes comerciais

20 ESSENCIS – Taboão da Serra - SP HAZTEC TRIBEL - RJ

21 Incinerador de Líquidos CETREL – Pólo Camaçari – Bahia Incinerador de Sólidos

22 SOñH (Solvente Orgânico não Halogenado) Mistura com mais de dois solventes orgânicos. A mistura deve ser inflamável. Ex: Alcoóis, hidrocarbonetos, éteres, ésteres, cetonas, etc. (etanol, metanol, xileno, hexano, acetona, éter etílico, acetato de etila, etc...) Destino: Reciclagem (RS). Custo Zero. Não pode conter: solventes organoclorados ou fluorados; pesticidas, agrotóxicos, padrões de alta periculosidade; sólidos não dissolvidos; Água; óleo mineral, lubrificante.

23 OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: Classificar neste grupo os resíduos com convicção absoluta da composição química, em caso de dúvida na composição, classificar como SOH (incineração), caso contrário, este resíduo pode contaminar os outros resíduos do grupo SOñH (reciclagem) que estão certos. CGTRQ Ramal: 7362 SOLVENTE ORGÂNICO não HALOGENADO (Reciclagem) Descrever o Solvente em ordem decrescente de concentração: Etanol(40%); Metanol(20%); Hexano(15%); Acetato de Etilla (15%); Acetona(10%) Descrever o Soluto em ordem decrescente de concentração: Na+; K+; NO3-; MnO4-; HCO3-; SO42- Data inicial de envase: 23 / 03 / 2011 FONTE GERADORA DO RESÍDUO QUÍMICO Unidade: IG ( ) Grad. ( X ) Pesq. ( ) Serviço Departamento: Centro Estudos Petrologia Geoquímica Laboratório: Geologia Isotópica Prédio: 43129Sala: 117 Ramal Lab: 7140 Responsável Legal: Prof. Farid Chemale Jr. Responsável Técnico: Gisela Raupp de Castro

24 SOPP (Solvente Orgânico Passível de Purificação) Solvente orgânico único ou no máximo mistura de dois, com ou sem impurezas (orgânicas ou inorgânicas) dissolvidas. Destino: Destilação Fracionada – CGTRQ/IQ/UFRGS. Não pode conter: Sólidos não dissolvidos, passíveis de filtração simples. Fases, estas devem ser separadas e reclassificadas. Solventes que podem ser recuperados: Acetona, Metanol, Hexano, Acetato de Etila, Etanol, Xileno, Diclorometano O SOLVENTE PURIFICADO PODE RETORNAR AO LABORATÓRIO GERADOR

25 CGTRQ Ramal: 7362 SOLVENTE ORGÂNICO PASSÍVEL DE PURIFICAÇÃO Assinale qual técnica foi utilizada na geração do resíduo: ( ) ROTA-EVAPORAÇÃO ( ) UM COMPONENTE ( X ) LAVAGEM DE MATERIAL( ) OXIDADO ( ) EXTRAÇÃO ( ) COM ÁGUA ( ) CROMATOGRAFIA ( ) USO EM SOLUÇÕES Descrever o Solvente em ordem crescente de ponto de ebulição: Acetona (80%); Água (20%) Descrever o Soluto em ordem decrescente de concentração: Amarelo de Alizarina; Azul de Metileno Data inicial de envase: 20 / 09 / 2008 FONTE GERADORA DO RESÍDUO QUÍMICO Unidade: ICBS ( X ) Grad. ( ) Pesq. ( ) Serviço Departamento: Microbiologia Laboratório: Microbiologia de Alimentos Prédio: 12101Sala: 158 Ramal Lab: 4111 Responsável Legal: Profa. Marisa da Costa Responsável Técnico: IC Bruno Garcia OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: Classificar como SOPP os resíduos com convicção absoluta da composição química, em caso de dúvida na composição, classificar como SOH (incineração) ou SOñH (reciclagem), caso contrário, este resíduo irá contaminar os outros resíduos do grupo SOPP que estão certos.

26

27

28 Aquoso Solvente majoritário “água” com solutos orgânicos ou inorgânicos dissolvidos. Pode conter outros solventes biodegradáveis. O resíduo não pode ser inflamável. Destino: ETE em Porto Alegre. Custo R$ 0,55/L. Não pode conter: Sólidos não dissolvidos, passíveis de filtração simples; Óleos vegetais, minerais, querosene; Fases orgânicas imiscíveis com água; Pesticidas na sua composição.

29 Classificação dos Resíduos Químicos para fins de Coleta pelo CGTRQ Sub-grupos dos AQUOSOS : AQUOSO COM METAIS PERIGOSOS Soluções aquosas que contém metais perigosos, tais como: Cádmio, Chumbo, Mercúrio, Cromo, Arsênio, etc... AQUOSO SEM METAIS PERIGOSOS Soluções que não contém metais perigosos, tais como sais de sódio, potássio, magnésio, soluções contendo solventes orgânicos, formol, etc. AQUOSO ÁCIDO: (pH de 0 a 5) Ácidos Inorgânicos Concentrados e Diluídos ex.: H2SO4, HCl, HNO3, HF, HBR, H3PO4, HClO4; Ácidos Carboxílicos Concentrados e Diluídos ex.: Acético; AQUOSO NEUTRO-BÁSICO: (pH de 5,1 a 14) Bases Concentradas e Diluídas ex.: NaOH, Ca(OH)2, KOH; Aquosos com misturas de solventes orgânicos biodegradáveis (majoritário água), ex.: metanol, etanol, acetona, formol, acetonitrila.

30 CGTRQ Ramal: 7362 RESÍDUO AQUOSO Descrever o Solvente em ordem decrescente de concentração: Água ( 95 %); Acetonitrila (5%) Descrever o Soluto em ordem decrescente de concentração: Na+; Cu2+; OH-; SO4- Data inicial de envase 09 / 05 / 2010 pH Final: 5 FONTE GERADORA DO RESÍDUO QUÍMICO Unidade: ICTA ( X ) Grad. ( ) Pesq. ( ) Serviço Departamento: Análise de Alimentos Laboratório: Ensaio de Alimentos Prédio: Sala: 211 Ramal Lab: 9937 Responsável Legal: Profa. Erna Vogt de Jong Responsável Técnico: Simone Flores

31

32

33

34 Sólido (Resíduo Sólido) Resíduo no estado sólido, semi-sólido, pastoso ou de lodo. Materiais sólidos impregnados com produtos químicos tóxicos, provenientes das atividades laboratoriais, de difícil descontaminação ou economicamente inviável, conforme avaliação. Destino: Aterro de Resíduo Industrial Perigoso (RS). Custo R$ 0,70/L. Não pode conter: Líquidos livres Substâncias reativas com água ou ar; Substâncias inflamáveis e explosivas

35 Muito importante!!! Responsabilidade Legal: SOLIDÁRIA - enquanto o resíduo permanecer no aterro industrial. Decreto Estadual (RS) nº , de 01/04/1998, Art. 8°, § °1. Objetivo: Imobilizar o Resíduo Químico Sólido por tempo suficiente para sua decomposição química. Outra opção? Incineração ou Co-processamento (maior custo com fornecedores fora do Estado).

36 CGTRQ Ramal: 7362 RESÍDUO QUÍMICO SÓLIDO Descrever a composição do resíduo sólido: Gel de Agarose, Brometo de Etídeo, luvas e ponteiras contaminadas, papel filtro impregnado com substâncias químicas Data inicial de envase: 26 / 11 / 2010 FONTE GERADORA DO RESÍDUO QUÍMICO Unidade: IB ( ) Grad. ( X ) Pesq. ( ) Serviço Departamento: Genética Laboratório: Genética Molecular Vegetal Prédio: 43323Sala: 205 Ramal Lab: 9830 Responsável Legal: Profa. Luciane Pereira Passaglia Responsável Técnico: Rafael Rodrigues de Oliveira

37 ISO jun 2002 Bento Gonçalves Gravataí Nova Santa Rita

38 PROAMBPROAMB

39 RñD (Reagente não Desejável) Reagente químico que não é mais útil no laboratório. Reagente químico oxidado ou com validade vencida e passível de recuperação ou reaproveitável, conforme avaliação da Divisão Técnica. Destino: Laboratórios da UFRGS. Custo Zero, se reaproveitável. Embalagem Original: Deve estar íntegra, com boa vedação, senão deverá ser substituída pela fonte geradora. Embalagem para Coleta: Caixa de papelão com divisória, fornecido pelo CGTRQ.

40 Centro de Gestão e Tratamento de Resíduos Químicos Ramal:7362 FONTE DOADORA DO PRODUTO QUÍMICO Unidade: ICTA( ) Grad. ( ) Pesq. ( X ) Serviço Prédio: Departamento: Tecnologia de Alimentos Laboratório: Bromatologia Sala: 213 Ramal: 6248 Responsável Legal: Profa. Heloísa Helena Chaves Carvalho Responsável Técnico: Roberval Souza REAGENTE NÃO DESEJÁVEL (substância química não mais utilizada ou vencida) ItemQuantNome Produto QuímicoFórmula QuímicaMassa MolarDensidadeMarcaPurezaValidade 01 3L Ácido SulfúricoH 2 SO 4 981,83Nuclear98%15/12/ L Ácido ClorídricoHCl36,51,18Vetec37%23/10/

41 MPR (Matéria Prima para Reciclagem) Vidro, Papel, Metal, Plástico de embalagens e material de laboratório. Destino: Programa Coleta Seletiva. POA/RS. Custo Zero, cumprindo o procedimento do CGTRQ. Não podem apresentar: cor, odor, superfície oleosa, substâncias letais. Procedimento para descarte de Embalagens Vazias de Reagentes: a) Não retirar o rótulo original do reagente. Retirar qualquer outra identificação que não seja do fabricante do reagente. b) Escoar a embalagem até que não fique mais líquido ou sólido, recolhendo o material para frasco coletor de resíduos. c) Arejar, em capela ou em outro local adequado, até que a embalagem não desprenda mais gases ou odores. d) Separar a tampa da embalagem de vidro e armazenar a tampa em saco plástico. e) Armazenar as embalagens dos passos anteriores em caixa de papelão com divisória para transportar até o CGTRQ.

42 Descarte de Vidro Quebrado Embalagem para Coleta: Caixa de papelão sem divisória. Obs.: Vidraria com resíduo de mercúrio NÃO deve ser misturada com o vidro quebrado contaminado, devido a sua periculosidade, devendo ser armazenado em embalagem vedada, pelo risco de volatilização do mercúrio. LIMPO M P R CONTAMINADO SÓLIDO

43 CGTRQ Ramal: 7362 MATÉRIA PRIMA PARA RECICLAGEM Assinale qual material entregue: ( ) Papel( ) Óleo Vegetal( ) Óleo Mineral ( X ) Plástico( ) Vaselina Líquida( ) Querosene ( ) Metal( ) Glicerina Líquida( ) Diesel ou Biodiesel ( X ) Vidro( ) Gasolina ( ) Mercúrio Metálico Obs: As embalagens não podem ser reutilizadas para outros fins após a sua utilização e devem seguir os procedimentos adequados para serem recicladas. FONTE GERADORA DO RESÍDUO QUÍMICO Unidade: Instituto de Biociências ( X ) Grad. ( ) Pesq. ( ) Serviço Departamento: Genética Laboratório: Drosophila Prédio: 43323Sala: 210 Ramal Lab: 6713 Responsável Legal: Profa. Vera Lúcia da Silva Valente Responsável Técnico: Bibiana Carrion Macedo

44 CENTRO DE GESTÃO E TRATAMENTO DE RESÍDUOS QUÍMICOS ENVIO MATÉRIA-PRIMA RECICLAGEM (kg) INTERMEDIADOR - DMLU MATERIAL \ ANO TOTAL% VIDRO PAPEL PLÁSTICO METAL MISTO TOTAL ASSOCIADO S Dias Corridos p/ Coleta kg / dia38,1514,794,6211,0114,6619,5215,8515,9916,8817,0915,70 Média: kg / ano 39,1918,464,9411,7619,5021,2716,3118,6317,9017,7418,66 n° Envios m3m Custo (R$) ARIP , , , , , , , , , ,00

45 Resíduo Desconhecido – Análise p/ Classificação = R$ 10,00 / amostra CGTRQ Ramal: 7362 RESÍDUO LÍQUIDO DESCONHECIDO Caso houver alguma pista da composição favor descrever abaixo: SOLVENTE: SOLUTO: Caso houver alguma pista dos itens citados favor descrever abaixo: pH:________Miscível em água:( ) SIM; ( ) NÃO. Densidade em relação a água:( ) >1; ( ) <1; ( ) =1. Inflamável: ( ) SIM; ( ) NÃO. Apresenta Cl - : ( ) SIM; ( ) NÃO. Teste chama c/cobre Apresentada COR: ( ) SIM; ( ) NÃO. Apresenta FASE: ( ) SIM; ( ) NÃO. FONTE GERADORA DO RESÍDUO QUÍMICO Unidade: ( ) Grad. ( ) Pesq. ( ) Serviço Departamento: Laboratório: Prédio:Sala: Ramal Lab: Responsável Legal: Responsável Técnico:

46 Resíduos Químicos recebidos 1° semestre de 2011

47 Página do CGTRQ CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS QUÍMICOS IDENTIFICAÇÃO DE RESÍDUOS QUÍMICOS DE ORIGEM DESCONHECIDA ETAPAS PARA O GERENCIAMENTO MODELO DE OFÍCIO PARA CONVÊNIO EMPRESA/CGTRQ MODELO DE OFÍCIO PARA CONVÊNIO UFRGS/CGTRQ CUSTOS OPERACIONAIS PARA EMPRESAS CUSTOS OPERACIONAIS PARA UFRGS DOWNLOAD RÓTULO PADRÃO CGTRQ

48 Não esqueça!!! A qualidade do meio ambiente está nas nossas mãos. Preserve-o!

49 Obrigada pela atenção! Contato Fone: (51) / 6298


Carregar ppt "Centro de Gestão e Tratamento de Resíduos Químicos - CGTRQ Gestão de Resíduos Químicos de Laboratório Classificação, Coleta e Rotulagem Química Greice."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google