A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 DED –Diretoria de Estudos Doutrinários Avenida L2 Sul, Quadra 604, Lote 27 - 1º Andar- Sala 106 - Telefone: 3226-7540

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 DED –Diretoria de Estudos Doutrinários Avenida L2 Sul, Quadra 604, Lote 27 - 1º Andar- Sala 106 - Telefone: 3226-7540"— Transcrição da apresentação:

1 1 DED –Diretoria de Estudos Doutrinários Avenida L2 Sul, Quadra 604, Lote º Andar- Sala Telefone: FASE 2D AULA 6 MECANISMOS DA OBSESSÃO

2 2 Objetivos 1)Explicar como ocorre o processo obsessivo; 2)Analisar a importância da afinidade e sintonia para a instalação do processo obsessivo; 3)Explicar o mecanismo de atuação do obsessor na mente do obsediado; 4)Explicar a importância da mudança de sintonia para evitar a obsessão.

3 3 Mecanismos da Obsessão Espírito Agente emissor/receptor Pré-requisitos: afinidade e sintonia ou paridade de freqüência

4 4 Mecanismos da Obsessão PENSAMENTO / SENTIMENTO FORMAS DE ENERGIA ELETROMAGNÉTICA ATUAM TANTO EM NÍVEL CONSCIENTE QUANTO INCONSCIENTEMENTE INTENÇÃO = gatilho que aciona a transmissão dessas energias para o alvo que se deseja

5 5 Assim, uma idéia emitida por uma entidade obsessiva termina por fixar-se na mente de outra entidade, encarnada ou desencarnada, se houver afinidade (de pensamento ou sentimento) entre elas. Dizemos então que se estabelece um “circuito mental” ou mediúnico entre as duas mentes. As duas mentes ficarão se alimentando reciprocamente dessa idéia, em identidade de sintonia. Mecanismos da Obsessão

6 6 O segundo corpo também se tornará eletrizado, pois parte da carga elétrica do primeiro se transferirá para o segundo, constituindo-se entre eles uma corrente elétrica. Esses dois corpos estarão em sintonia. Bola de metal neutra Bola de metal eletrizada AFINIDADE Mecanismos da Obsessão

7 7 Bola de metal eletrizada Bola de vidro Não há AFINIDADE A corrente elétrica não se estabelecerá, pois não há afinidade entre o vidro e o metal. Mecanismos da Obsessão

8 8 Circuito Mental Mente encarnadaMente desencarnada (pensamento, sentimento de raiva, ódio) Circuito Mental ou Mediúnico Circuito Mental ou Mediúnico HAVENDO AFINIDADE IDENTIDADE DE SINTONIA

9 9 O circuito mental é assim denominado por que a nossa mente é, ao mesmo tempo, uma estação emissora e receptora de pensamentos e idéias. Estamos, mesmo sem querer e inconscientemente, em sintonia com as outras mentes encarnadas ou desencarnadas com as quais temos afinidade. Mecanismos da Obsessão

10 10 atua na mente utilizando-se do PENSAMENTO "que a vítima passa a acolher qual se fossem os seus próprios" Produzindo FLUIDO MENTAL " transmitindo impulsos e avisos, ordens e sugestões mentais aos órgãos e tecidos, células e implementos do " CORPO FÍSICO e do CORPO ESPIRITUAL

11 11 CASO – PEDRO, O POSSESSO Do livro: “Nos domínios da mediunidade” – Cap. 9 – “POSSESSÃO” A força que unia Pedro, o obsedado, ao obsessor era a força do ódio recíproco. Origem desta força: Em encarnação anterior, Pedro, médico, abusando da profissão, seduziu a esposa de seu irmão consangüíneo, levando-o à miséria e à morte. O ex-irmão consangüíneo é o obsessor de hoje. A ex-esposa seduzida é hoje a irmã de Pedro.

12 12 Mecanismos da Obsessão Pedro e o obsessor pareciam fundidos um no outro. (André Luiz) Todas as células do córtex sofriam o bombardeio De emissões magnéticas de natureza tóxica.(Áulus) As idéias de um reagiam sobre o outro. (Áulus)

13 13 Conseqüência das trocas energéticas a) Dos ataques anteriores: Pedro trazia o corpo perispirítico provisoriamente lesado em centros importantes. Antes desta encarnação, por muito tempo rolaram nas regiões inferiores purgatoriais, em franco duelo.

14 14 Conseqüência das trocas energéticas Do ataque último: Ataque epiléptico Palidez facial Músculos tetanizados Dentes serrados Braços retorcidos Corpo em convulsões Olhos em reviravolta contínua Após convulsões: Faces congestas. Respiração angustiada. Relaxamentos de esfíncteres. Sem controle para governar- se. Sem memória comum. Córtex cerebral envolvido de escura massa fluídica. Cérebro empastado de fluídos deletérios.

15 15 Conclusão Se temos bons pensamentos e sentimentos, temos condições de sermos inspirados pelos espíritos superiores que nos orientam e nos ajudam. Se estamos retidos em pensamentos e sentimentos negativos, abrimos brecha para a ação de espíritos perversos, vingativos etc, oferecendo oportunidade para a instalação do processo obsessivo. Concluímos então pela responsabilidade do nosso livre-arbítrio em manter a emissão de nossos pensamentos/sentimentos em sintonia ou paridade de freqüência com nossos protetores ou obsessores.

16 16 Referências Bibliográficas 1)Allan Kardec, Livro dos Médiuns; 2)F.C. Xavier/Espírito André Luiz - Mecanismos da Mediunidade, Cap. X; 3)F.C. Xavier/Espírito André Luiz - Nos Domínios da Mediunidade, Cap. V e IX; 4)F.C. Xavier/Espírito André Luiz - Evolução em Dois Mundos, Cap. XV.


Carregar ppt "1 DED –Diretoria de Estudos Doutrinários Avenida L2 Sul, Quadra 604, Lote 27 - 1º Andar- Sala 106 - Telefone: 3226-7540"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google