A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROJETO EXTENSÃO INDUSTRIAL EXPORTADORA

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROJETO EXTENSÃO INDUSTRIAL EXPORTADORA"— Transcrição da apresentação:

1 PROJETO EXTENSÃO INDUSTRIAL EXPORTADORA
2004

2

3 DEFINIÇÃO: É um sistema de resolução de problemas técnico-gerenciais e tecnológicos que visa incrementar a competitividade e promover a cultura exportadora empresarial e estrutural em Arranjos Produtivos Locais (APLs) selecionados.

4 OBJETIVOS: Incrementar a competitividade das empresas; Disseminar a cultura exportadora; Ampliar o acesso a produtos e serviços de apoio disponíveis nas instituições de Governo e setor privado; Introduzir melhorias técnicos-gerenciais e tecnológicas;

5 OBJETIVOS: Contribuir para a elevação dos níveis de emprego e renda; Promover a capacitação para a inovação; Promover a interação e a cooperação entre as empresas (APL´s) e instituições de apoio.

6 É UM DOS PROJETOS ESTRUTURANTE DO PROGRAMA APL:
Reconhece a composição do seu Núcleo Estratégico - NE (agentes demandantes, ofertantes, financeiros e do governo local e empresários) e as atividades por ele desenvolvidas; Reconhece o núcleo como interlocutor local para o CGN (Comitê Gestor Nacional);

7 Promove atendimento às empresas ou grupos de empresas pelos extensionistas, resultando em:
a) Sensibilização e garantia de meios para que novas empresas se engajem na gestão do APL; b) Envolvimento de novas empresas no processo de construção ou atualização do PDA (Plano de Desenvolvimento do APL); c) Comprometimento de instituições locais de ensino e pesquisa com os demais atores e com a dinâmica do APL.

8 Mobiliza os empresários locais para adesão ao Projeto;
Compromete as instituições locais com a atualização de seus serviços para o atendimento às necessidades das empresas: banco de ofertas de serviços.

9 PEIEx Projeto de Extensão Industrial Exportadora É o convênio entre MDIC, SEBRAE e APEX, com Instituições de Ensino e Pesquisa nas regiões dos APL´s (Arranjos Produtivos Locais).

10 REFERÊNCIAS DE ATUAÇÃO:
Projeto Extensão Empresarial do Governo do Rio Grande do Sul; Experiência do Sebrae na atuação em APL; Projetos de promoção comercial da Apex; Projeto REDEAGENTES da Secretaria de Comércio Exterior do MDIC.

11 METAS DO PROJETO PILOTO:
Criação de Núcleos Operacionais (NO) em seis APL´s; Atendimento de 1512 empresas no primeiro ano de Convênio.

12 ATIVIDADES PRELIMINARES:
Indicação das potenciais instituições para firmar convênios; Seleção da instituição e celebração de convênio; Seleção e recrutamento da equipe técnica do NO; Capacitação da equipe técnica do NO; Treinamento dos estagiários.

13 ATIVIDADES PRELIMINARES:
Reunião de Conhecimento: validação da instituição conveniada formalização do Núcleo Estratégico – NE Reunião de Integração Reunião de Articulação: definição do perfil das empresas a serem atendidas estabelecimento de critérios de priorização do atendimento elaboração da estratégia para a adesão das empresas ao Projeto

14 ATIVIDADES PRELIMINARES:
Reuniões com as empresas: recepção das Fichas de Inscrição Lançamento do Projeto Extensão Industrial Exportadora na região do APL.

15 ESTRUTURA GERAL: COORDENAÇÃO GERAL PEIEx COMITÊ CONSULTIVO
NÚCLEO ESTRATÉGICO COMITÊ CONSULTIVO NÚCLEO OPERACIONAL

16 ESTRUTURA DO COMITÊ CONSULTIVO:
Governo Governança(s) APL(s) Entidades de Classe

17 ESTRUTURA DO NÚCLEO ESTRATÉGICO:
Oferta NÚCLEO ESTRATÉGICO Governo Financiadoras Demanda

18 ESTRUTURA DO NÚCLEO OPERACIONAL:
Coordenador NÚCLEO OPERACIONAL Monitor Extensionista Extensionistas Estagiários

19 Técnico Extensionista:
É um profissional com grande conhecimento técnico e reconhecida capacidade de identificar problemas e oportunidades nas empresas; Reúne conhecimentos acadêmicos e práticos, permitindo ações objetivas; Tem capacidade de relacionamento com o ambiente externo, articulando redes e consórcios; Conhece a oferta tecnológica disponível às empresas.

20 Técnico Extensionista:
Conhece a oferta tecnológica disponível às empresas e transmite aos empresários informações precisas sobre as áreas de crédito, inovação tecnológica, capacitação empresarial, existêntes nos órgãos públicos e privados. Exemplo: Linhas de crédito do Banco do Brasil, Caixa Federal, BNDES; Programa Primeiro Emprego;

21 Metodologia de Trabalho:

22 Fase Inicial : Constituição de um Banco de Dados das empresas do APL; Adoção de critério de priorização de atendimento; Agendamento das primeiras visitas dos Técnicos Extensionistas às empresas.

23 Primeira Visita : Apresentação do PEIEx e sua metodologia de trabalho ao empresário; Criação de um ambiente propício para que o empresário venha a aderir ao projeto; Havendo interesse, o empresário recebe a Ficha de Informações para preencher e devolver, em prazo estipulado, ao Técnico Extensionista; Agendamento do Diagnóstico.

24 Diagnóstico : Pré-leitura da Ficha de Informações pelo Técnico Extensionista; Entrevista com o empresário; Comparação entre a entrevista e a realidade da empresa;

25 Diagnóstico : Identificação dos Pontos Fortes e dos Pontos Críticos de todas as áreas funcionais da empresa: Administração Organizacional Recursos Humanos Finanças e Custos Vendas e Marketing Comércio Exterior Produto e Manufatura.

26

27 Relatório do Diagnóstico :
Constitui-se de uma ferramenta de conscientização para o empresário obter aumento de competitividade; Consolidação da priorização das melhorias a implantar.

28 Implantação de Melhorias na Empresa :
Apresentação do Plano de Atendimento de Melhorias; Estabelecimento de um Cronograma de Implantações destas Melhorias;

29 Implantação de Melhorias na Empresa :
Capacitação dos responsáveis pela implantação; Acompanhamento e avaliação das ações realizadas; Conclusão dos Trabalhos.

30 Implantação de Melhorias do APL :
Consolidação das Demandas do APL; Encaminhamento das Demandas ao Núcleo Estratégico (NE); Elaboração do Plano de Desenvolvimento do APL (PDA);

31 Implantação de Melhorias do APL :
Estabelecimento de um Cronograma de Implantações destas Melhorias; Capacitação dos responsáveis pela implantação; Acompanhamento e avaliação das ações realizadas; Conclusão dos Trabalhos.

32 Forma de Atuação:

33 Avaliação do PEIEx pelo Empresário:
Das ações do Extensionista; Da qualidade do Diagnóstico; Do resultado das melhorias implantadas; Do Núcleo Operacional e sua Coordenação; Da importância da existência do PEIEx.

34


Carregar ppt "PROJETO EXTENSÃO INDUSTRIAL EXPORTADORA"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google