A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Há muitas maneiras de ler a bíblia:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Há muitas maneiras de ler a bíblia:"— Transcrição da apresentação:

1 Há muitas maneiras de ler a bíblia:
Por curiosidade Como pesquisador .... Como exegeta para compreender o texto em seu contexto, econômico, político, social e cultural... A lectio divina não elimina esses olhares, os tem como complementares.

2 A lectio divina , é de natureza sapiencial, sua finalidade é conhecer Cristo, encontrar-se com ele (DV 25) A exegese científica é muito importante para não resvalarmos numa leitura fundamentalista. Mas a base da lectio é a escuta e a obediência à palavra de Deus . Em atitude de fé, oração e conversão

3 O método da lectio na Bíblia.
Ex 3,1-8 ; 14,1-31 – A libertação Nem 8 –Nascimento do Judaísmo Js 24 – Assembléia de Siquem Ex 24, 7– Conclusão da Aliança Lc 4,4-16 – Jesus Na sinagoga Lc 24, 1-35 –Discípulos de Emaús 2 Tm 3,14,4,8 – Toda escritura é útil para ensinar Hb , A Palavra é uma espada de dois gumes

4 Na tradição da Igreja Nos primeiro séculos do cristianismo não havia separação entre vida espiritual e liturgia e Bíblia. Aos poucos a liturgia e a Bíblia deixou de ser a fonte de espiritualidade A Palavra e a lectio deixa de ser a referência vital no caminho de fé .

5 As comunidades monásticas foram as guardiãs da lectio divina
No séc.XII, Guigo, um monge Cartuxo, intuiu e sistematizou o método em 4 passos Leitura, meditação, oração, contemplação

6 Origines: Alexandria: sec. II-III (184-254)
Exegeta - apaixonado pela palavra de Deus Indica elementos básicos da lectio divina: Leitura Meditação Oração

7 " Dedica-te a lectio das Escrituras; aplica-te a isto com perseverança (......) Empenha-te na lectio com intenção de crer e de agradar a Deus. Se durante a Lectio encontra-te diante de uma porta fechada, bate e te abrirá aquele guarda do qual Jesus disse: " A este o porteiro abre.." (Jo 10,3). Aplicando-te assim a lectio divina, busca com lealdade e confiança inabalável em Deus o sentido da Escritura Divina, que nesta se encerra com grande amplidão. Não deves porém contentar-te em bater e buscar: para compreender as coisas de Deus, te é absolutamente necessário a oração. É para exortar-te a esta que o salvador nos disse não somente: "busca e encontrarás" e "bate e vos será aberto", mas acrescentou: "pedi e recebereis" (Mt 7,7; Lc 11,9)"

8 Jerônimo Roma: sec. IV-V ( 340-420)
Respeito as etapas do crescimento humano Acentua a dimensão Cristológica

9 Cristo que abre as escrituras para (2 Cor 3,14-18)
“Toda a sagrada escritura constitui um só livro, e este livro único é Cristo, porque toda a divina escritura fala de Cristo e se realiza em Cristo” ( Hugo San Victor ) “Quem desconhece as escrituras sagradas, ignora e desconhece Jesus Cristo” ( S. Jerõnimo –Comn in Is. Pl 24,17) “Comemos e bebemos o sangue de Cristo no mistério da eucaristia, mas também na leitura das Escrituras” (S. Jer ônimo , comentários - eclesiastes 1,13) “Penso que o Evangelho é o corpo de Cristo” (S. Inácio de Antioquia) “ Nós podemos ter três grandes encontros com Cristo: Quando comungamos a Palavra de Deus na Bíblia; quando comungamos da Eucaristia, o pão da vida eterna; quando comungamos com os irmãos que são excluídos e sofredores” ( João Paulo II )

10 João Cassiano - Monge Dobrudja ( ) atual Romênia Viveu em Belém, no Egito e em Roma Enfatiza a relação entre a Palavra e experiência pessoal

11 As escrituras se abrem de par em par e dão a conhecer suas veias e medulas quando nossa experiência percebe e antecipa o seu sentido. Ao ler, lembramos daquilo que em nós aconteceu no dia a dia. Penetramos no sentido das palavras por meio da experiência vivida e não por alguma explicação.

12 Gregório Magno Prefeito de Roma Papa e monge beneditino Acentua:
 Roma: sec. VI-VII ( ) Prefeito de Roma Papa e monge beneditino Acentua: Dimensão Comunitária A Escritura Cresce Com O Leitor

13 Guigo França – sec. XII (1173-1180) Monge - prior da Cartuxa
Sistematizou o método da Lectio Divina Leitura Meditação Oração Contemplação

14 “ Certo dia, enquanto fazia um trabalho manual, comecei a refletir sobre a atividade espiritual do ser humano. Imediatamente apresentaram- se quatro degraus espirituais, isto é: a leitura, a meditação, a oração, a contemplação . Esta é a escada dos monges que são elevados da terra ao céu, repartida em poucos degraus e todavia de imensa e incredível grandeza, a parte mais baixa está apoiada na terra enquanto a mais alta penetra os céus” ( Guigo II, Cestosino, Scala Claustralium 2)

15 “A leitura é um acurado escrutar das escrituras com ânimo atento
“A leitura é um acurado escrutar das escrituras com ânimo atento. A meditação é uma atividade de estudo da mente que sob a guia da própria razão, vai investigando o conhecimento da verdade escondida. A oração é o fervoroso voltar-se do coração para Deus, para remover o mal e conseguir o bem. A contemplação é uma certa elevação acima da mente e suspensa em Deus, enquanto saboreia as alegrias da eterna doçura” . “ A leitura busca a doçura, a meditação a encontra, a oração a pede, a contemplação a saboreia” “A leitura leva o alimento sólido a boca, a meditação o mastiga, a oração obtém o sabor, a contemplação é a própria doçura que alegra e restaura” “ A leitura é a casca , a meditação o miolo, a oração a insistência do desejo, a contemplação o gozo da doçura alcançada”

16 A leitura vem ao encontro por primeiro como fundamento, dá a matéria, lança para a meditação. A meditação busca com extrema diligência o objeto desejado, como que escavando encontra o tesouro e o mostra; porque sozinha não é capaz de atingi-lo, envia para a oração . A oração elevando com todas as forças para Deus obtém o tesouro desejado, a suavidade da contemplação” A leitura é uma atividade, segundo o sentido exterior; a meditação, segundo o sentido interior; a oração, segundo o desejo; a contemplação vai além de qualquer sensação” “ O primeiro degrau é dos principiantes, o segundo dos que progridem, o terceiros dos fervorosos, o quarto dos místicos”

17 Processo da Leitura Orante
Meditação Oração Contemplação Partilha

18 Leitura: o que o texto diz em si
A leitura exige muita atenção, concentração, presença... A leitura se faz escuta, encontro com alguém Estabelece relação, um empenho de escuta do texto, da realidade e de si mesma. Ler não é devorar palavras, é entrar em relação com o texto e por meio do texto com o autor do texto.

19 MEDITAÇÃO: O que o texto diz para mim ....para a comunidade...
FAZES DA MEDITAÇÃO A- RECOLHER: Trabalho da formiga e da abelha ( Prov 6,6-11) B- RUMINAR: 1º digestão (de animais ruminantes) MELATAN : trabalho da abelha em fazer o mel. C- CONFRONTO: A luz desprendida da Palavra provoca o confronto., a crise, Ilumina a vida, leva ao discernimento, à conversão.....  Filho do Homem, tudo quanto eu te disser recolhe-o em teu coração" ( Ez 3,6) “ Sua mãe guardava todas essas coisas no coração” ( Lc 2,52)

20 ORAÇAO : o que eu digo a Deus
Oração de ação de graças Oração de súplica Oração de louvor Oração de arrependimento

21 CONTEMPLAÇÃO : É sabor que permanece
NOVO OLHAR OLHAR DE FÉ OLHAR DE DEUS ORAÇÃO CONTINUA

22 SINTESE: A Lectio Divina é um processo de leitura, escuta, assimilação, obediência e prática da Palavra de Deus . Tem duas portas de entrada: Cristo e a vida, a nossa vida, a vida da comunidade, da Igreja e do mundo

23 Dicas para a pratica da Lectio
Disciplina : Estabelecer a hora , a duração de tempo, Escolher um lugar, Tornar um habito, um rito, incorporar na vida, perseverar. Está presente a si mesmo Sentir, o corpo, a respiração,os sentimentos, os pensamentos, as preocupações, colocar-se diante de Deus Técnicas Escolher o texto antecipadamente , liturgia do dia, u m livro .... Memorizar, transcrever, grifar, confrontar textos... Disposições fé , silencio, escuta, oração, conversão, fidelidade, humildade Despojamento – é necessário despojar-se de tudo o que impede uma comunicação vital com Deus . ( Ex 3,5)


Carregar ppt "Há muitas maneiras de ler a bíblia:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google